O estadio e o teatro

5.634 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.634
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.283
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O estadio e o teatro

  1. 1. O ginásio e o teatro
  2. 2. OS GINÁSIOS <ul><li>Gosto pelo exercício físico </li></ul><ul><li>Realização de jogos nos ginásios </li></ul>
  3. 3. SANTUÁRIOS <ul><li>Teatros </li></ul><ul><li>Estádios </li></ul><ul><li>Templos </li></ul><ul><li>Tesouros </li></ul><ul><li>Oráculos </li></ul><ul><li>Hipódromos </li></ul><ul><li>Acomodações para </li></ul><ul><li>sacerdotes e peregrinos </li></ul>
  4. 4. SANTUÁRIO DE DELFOS Era o local dos Jogos Píticos e de um famoso oráculo (o oráculo de Delfos), que ficava dentro de um templo dedicado ao deus Apolo. Delfos era reverenciado por todo o mundo grego como o omphalos , o centro do universo.
  5. 5. SANTUÁRIO DE DELFOS
  6. 6. FESTIVAIS RELIGIOSOS Concursos ginasiais, hípicos e atléticos Cerimómias religiosas Concursos líricos e musicais
  7. 7. FESTIVAIS RELIGIOSOS <ul><li>Grandes Panateneias </li></ul>Jogos Pan-helénicos Dionisíacas
  8. 8. SANTUÁRIO DE OLÍMPIA <ul><li>Olímpia é uma cidade da Grécia famosa por ter sido o local onde se realizavam os Jogos Olímpicos da Antiguidade até sua supressão em 394 pelo imperador romano Teodósio I - jogos estes que só foram igualados em importância aos seus equivalentes realizados em Delfos, os Jogos Pítios . </li></ul>
  9. 9. JOGOS OLÍMPICOS <ul><li>Participação de atletas não profissionais, cidadãos gregos membros da “boa sociedade” e com consciência cívica e religiosas </li></ul>
  10. 10. JOGOS OLÍMPICOS <ul><li>Prémios atribuídos aos vencedores: </li></ul><ul><ul><li>Coroas de oliveira ou de loureiro </li></ul></ul><ul><ul><li>admiração e estima </li></ul></ul><ul><ul><li>Imortalizados por poetas e escultores </li></ul></ul>
  11. 11. O TEATRO GREGO
  12. 12. Foi o grande defensor do teatro, nomeadamente com o theórikon (oferecia bilhetes aos mais pobres, para que estes também pudessem assistir ao espectáculo). Pisístrato Organizou os primeiros concursos dramáticos em 534 a.C. Péricles O TEATRO GREGO
  13. 13. Função do teatro grego formação cívica e religiosa dos espectadores reflectir sobre o sentido da existência humana ensinar as virtudes aos cidadãos reflectir sobre os vícios dos homens
  14. 14. Os concursos estavam a cargo de um grupo de altos magistrados e cidadãos ricos ( coregia ), que escolhia as peças, nomeava os actores e financiavam o espectáculo As representações duravam quatro dias seguidos, sem entreactos ou intervalos; tinham sempre uma assistência muito concorrida, atenta e participativa.
  15. 15. Existia também o coro , que dançava e cantava ao som do oboé, pois a poesia, dança e música estavam sempre interligados Os actores, ou hipócritas, eram sempre homens e interpretavam na mesma peça vários papéis, inclusive papéis femininos. Usavam uma grande variedade de trajes, coturnos e máscaras que os ajudavam a caracterizar a personagem.
  16. 16. A tragédia <ul><li>A tragédia era escrita em verso e o seu conteúdo estava quase sempre ligado às antigas histórias religiosas, representando a vida dos deuses e a loucura e insensatez do Homem, numa luta constante entre as forças humanas e as forças divinas e do destino que, devido ao fatalismo e à maldição, se impõe. </li></ul><ul><li>O enredo, descrito em tensão crescente, prende o espectador que vai pressentindo a iminência da catástrofe </li></ul>
  17. 17. A origem da tragédia <ul><li>A tragédia deriva da tradição religiosa da Grécia antiga. </li></ul><ul><li>As suas raízes encontram-se nos “ditirambos”, os cantos e danças em honra ao deus grego Dionísio. </li></ul><ul><li>Estas apresentações, onde se bebia vinho, foram criadas pelos sátiros, seres semi- bodes que cercavam Dionísio nas suas orgias, e as palavras gregas τράγος, tragos , (bode) e ᾠδή, odé , (canto) foram combinadas na palavra tragoidia (algo como &quot;canções dos bodes&quot;), da qual a palavra tragédia deriva. </li></ul>Mosaico com Dionísio
  18. 18. Ésquilo Sófocles Eurípedes OS MAIORES DRAMATURGOS
  19. 19. AUTORES E PEÇAS <ul><li>Ésquilo (525-455 a.C.). </li></ul><ul><ul><li>Os persas – 472 a.C. </li></ul></ul><ul><ul><li>Prometeu acorentado – 431 a.C. </li></ul></ul><ul><li>Sófocles (497-405 a.C.). </li></ul><ul><ul><li>Antígona – 442 a.C. </li></ul></ul><ul><ul><li>Édipo o tirano – 407 a.C. </li></ul></ul><ul><ul><li>Édipo em Colono – 405 a.C. </li></ul></ul><ul><li>Eurípides (480-406 .C.). </li></ul><ul><ul><li>Os Ciclopes – 408 a.C. </li></ul></ul><ul><ul><li>Orestes – 408 a.C. </li></ul></ul>
  20. 20. O seu conteúdo estava principalmente ligado aos assuntos do quotidiano e da vida terrena, ridicularizando com um grande espírito crítico e liberdade os vícios, hábitos, modas e atitudes dos políticos, filósofos, escritores e até dos deuses A COMÉDIA
  21. 21. O inicio do espectáculo era ao amanhecer. Muitas vezes os cidadãos assistiam a três tragédias, uma tragicomédia e uma comédia. O número de participantes activos nunca era inferior a 1000, homens e rapazes, que dedicavam imenso tempo a ensaios prévios. O teatro, quando cheio, abrangia cerca de 14000 espectadores, sentados em filas ascendentes, ao ar livre.
  22. 23. A arquitectura: o teatro <ul><li>Edifício ao ar livre, numa encosta, composto por: </li></ul><ul><li>Koilon: auditório semicircular </li></ul><ul><li>Orquestra: onde o chefe do coro dá explicações </li></ul><ul><li>Proscenium: actual palco </li></ul><ul><li>Cena: bastidores </li></ul><ul><li>Parodos: entradas </li></ul>
  23. 26. A acústica no teatro grego <ul><li>Vasos de cobre de diferentes espessuras, calibrados para os diferentes tons, inseridos em nichos e espalhados pelo auditório. </li></ul><ul><li>Informação dada por Vitrúvio, arquitecto romano do séc. I a.C., dado que esses vasos desapareceram e os gregos não deixaram nenhum tratado de arquitectura. </li></ul>
  24. 27. FIM

×