Arte islâmica 2

7.379 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Arte islâmica 2

  1. 1. A ARTE ISLÂMICA
  2. 2. IMPÉRIO ISLÂMICO Fragmentação política a partir do século XI
  3. 3. IMPÉRIO ISLÂMICO Fragmentação política a partir do século XI Diversidade cultural e artística
  4. 4. PENÍNSULA IBÉRICA Reinos taifas
  5. 5. PENÍNSULA IBÉRICA Reinos taifas Almorávidas Reino dos Almorávidas
  6. 6. PENÍNSULA IBÉRICA Reinos taifas Almorávidas Almóadas Reino dos Almóadas
  7. 7. PENÍNSULA IBÉRICA Reinos taifas Almorávidas Almóadas Dinastia dos nazaris (Granada) Mudéjares Dinastia dos nazaris
  8. 8. A arte dos reinos taifas (século XI) Uso mais frequente do tijolo, do estuque e da argamassa (em detrimento da pedra e do mármore) Decoração abundante (predominam motivos florais) arte luxuosa e rica mas frágil e pouco duradoura Tipologia: palácios e alcáçovas (cidadelas ou fortalezas) Palácio da Aljafaria, Saragoça
  9. 9. A arte dos reinos taifas (século XI) Palácio da Aljafaria, Saragoça (arcos polilobados)
  10. 10. A arte dos almorávidas Governo de Yusuf ibn Tasufine (1061-1106): austeridade e sobriedade decorativa (mesquitas sem minarete e toda caiada de branco) Governo de Ali ibn Yusuf (1106-1143): tradição ornamental hispano- muçulmana Mesquita El Castillejo, Múrcia
  11. 11. A arte dos Almóadas  Purismo formal  Simplicidade decorativa  Mair monumentalidade  Formas geométricas entrelaçadas  Novo capitel, derivado do compósito: “capitel das orelhas”  Torres minaretes característicos Alcazar Real, Sevilha
  12. 12. A arte dos Almóadas Alcazar Real, Sevilha
  13. 13. A arte nasride, em Granada Arte funcional: materiais perecíveis e baratos (argamassa e tijolos) muralhas, banhos e alcáçovas Arte mais rica e luxuosa, nos palácios: ricos revestimentos de mármores, capitéis lavrados, arcos aperaltados, painéis de azulejos, superfícies lavradas a estuque com motivos vegetalistas, geométrico e epigráficos Alhambra, Granada
  14. 14. A arte nasride, em Granada Alhambra, Granada Visita virtual 3D
  15. 15. ARTE MUDÉJAREste termo foi usado pelaprimeira vez por JoséAmador de los Rios em "ElEstilo Mudéjar enArquitectura", de 1859, queaproveitou a palavra árabemudayyan que significa"aquele a quem foi permitidoficar“. Existiu especialmentena Península Ibérica.
  16. 16. ARTE MUDÉJARA arte mudéjar era praticadapor artífices árabes e mouros emterritório cristão, sob encomendacristã e em construções cristãs,mantendo contudoas características técnicas, formaise estéticas típicas da arte islâmica.Esta arte ou estilo reflecteprofundamente as influências dascondições históricas em que foidesenvolvida, marcadas pelaconvivência entre povos Torre-minarete da Igreja de San Salvador,judaicos, cristãos e islâmicos. Teruel, Espanha, sécs. XIII-XIV
  17. 17. ARTE MUDÉJARFoi praticada sobretudo naEspanha pós-Reconquista pelaabundante mão-de-obramoura e pelo seu peculiarsistema de trabalho que utilizavamateriais mais baratos,acessíveis e de grande efeitoornamental. Igreja de San Róman, Toledo
  18. 18. ARTE MUDÉJARNa arquitectura mudéjar foramusados elementos estruturaistipicamente islâmicos como:-as torres-minaretes;- os tectos com sistemas dearmação em madeira, detradição almóada;- um fantástico trabalho decarpintaria; Torre-minarete da Igreja de- e composições formais e San Salvador, Teruel,decorativas rítmicas. Espanha, séc.XIII
  19. 19. ARTE MUDÉJARNa arquitectura mudéjar foramusados elementos estruturaistipicamente islâmicos como:-as torres-minaretes;- os tectos com sistemas dearmação em madeira, detradição almóada;- um fantástico trabalho decarpintaria;- e composições formais edecorativas rítmicas. Igreja de San Salvador, Teruel, Espanha, séc.XIII
  20. 20. ARTE MUDÉJARNa arquitectura mudéjar foramusados elementos estruturaistipicamente islâmicos como:-as torres-minaretes;- os tectos com sistemas dearmação em madeira, detradição almóada;- um fantástico trabalho decarpintaria;- e composições formais edecorativas rítmicas. Igreja de San Salvador, Teruel, Espanha, séc.XIII
  21. 21. ARTE MUDÉJARNa arquitectura mudéjar foramusados elementos estruturaistipicamente islâmicos como:-as torres-minaretes;- os tectos com sistemas dearmação em madeira, detradição almóada;- um fantástico trabalho decarpintaria;- e composições formais e Sinagoga de Santa Maria, a Branca,decorativas rítmicas. Toledo, século XIII
  22. 22. ARTE MUDÉJARDesenvolveu-se um novo tipo deigreja de planta basilical comtrês naves separadas porarcadas em ferradura, apoiadasem colunas, pilares ou pilarescom colunas adossadas; torresineira quadrada com estruturade minarete e aberturas de vãoduplo em arco de ferradura. Igreja de Santo Tirso de Sahagún, 1182
  23. 23. ARTE MUDÉJARA partir do séc. XIII, porinfluência do gótico e daarte almóada, as igrejaspassam a ter naves maisaltas separadas por arcosapontados sobre pilares,coberturas em madeira etorres divididasexteriormente em corpossobrepostos. Mosteiro Real de St Maria de Guadalupe, Cáceres
  24. 24. FIM

×