Meios de hospedagem 2010.2

7.260 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Meios de hospedagem 2010.2

  1. 1. FAFIRE Curso de Turismo 6º Período
  2. 2. Meios de Hospedagem Prof. Alexandre Costa 2010.2
  3. 3. <ul><li>Programa </li></ul><ul><li>Histórico da Hotelaria </li></ul><ul><li>Conceituação e Tipologia de Meios de Hospedagem </li></ul><ul><li>O Hotel como Produto / Segmentação Hoteleira / Tendências de Mercado </li></ul><ul><li>Classificação Hoteleira </li></ul><ul><li>Hospitalidade </li></ul><ul><li>Estrutura do Hotel </li></ul><ul><ul><li>Hospedagem </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Reservas, Recepção, Portaria Social, Telefonia, Governança, Manutenção, Segurança </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Gestão e Controle </li></ul></ul><ul><ul><li>Marketing e Vendas (Comercial) </li></ul></ul><ul><ul><li>Recursos Humanos </li></ul></ul><ul><ul><li>Alimentos e Bebidas </li></ul></ul>
  4. 4. <ul><li>Avaliação </li></ul><ul><li>1ª CP </li></ul><ul><ul><li>Prova escrita – 04/10 </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalhos Individuais e Trabalho em Grupo </li></ul></ul><ul><li>2ª CP </li></ul><ul><ul><li>Prova escrita – 29/11 </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalho Individual – 29/11 </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalho em Grupo (apresentação oral) – 17 a 24/11 </li></ul></ul><ul><li>2ª Chamada </li></ul><ul><ul><li>Prova Escrita – 01/12 </li></ul></ul><ul><li>Prova Final </li></ul><ul><ul><li>Prova Escrita – 13/12 </li></ul></ul>
  5. 5. Bibliografia Básica : • ANDRADE, Nelson, BRITO, Paulo Lúcio & JORGE, Wilson Edson. Hotel: planejamento e projeto . 2.ed. São Paulo: Senac, 2000 • CAON, Mauro. Gestão Estratégica de Serviços de Hotelaria . São Paulo: Atlas, 2008 • CÂNDIDO, índio & VIERA, Elenara Viera de. Gestão de Hotéis : técnicas, operações e serviços. Caxias do Sul: Educs, 2003 • CAMARGO, Luiz Octávio de Lima. Hospitalidade . São Paulo: Aleph, 2004 • CASTELLI, Geraldo. Administração Hoteleira . 6.ed. Caxias do Sul: Educs, 1999 • CASTELLI, Geraldo. Gestão Hoteleira . São Paulo: Saraiva, 2006 • DENCKER, Ada de Freitas Maneti & BUENO, Marielys Siqueira. Hospitalidade : cenários e oportunidades. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003 • HAYES, David K. & NINEMEIER, Jack D. Gestão de Operações Hoteleiras . São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005 • ISMAIL, Ahmed. Hospedagem: Front Office e Governança . São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004
  6. 6. Histórico da Hotelaria <ul><li>Dos Primórdios ao Séc. XIX </li></ul><ul><li>Cezar Ritz e Ellsworth Statler </li></ul><ul><li>Século XX </li></ul><ul><ul><li>Primeira Guerra Mundial </li></ul></ul><ul><ul><li>Segunda Guerra Mundial </li></ul></ul><ul><ul><li>Pós-Guerra </li></ul></ul><ul><li>Anos 2000 </li></ul>
  7. 7. Histórico da Hotelaria – Brasil <ul><li>Brasil Colônia </li></ul><ul><li>Século XIX </li></ul><ul><li>Século XX </li></ul><ul><ul><li>Até a década de 1930 </li></ul></ul><ul><ul><li>Da década de 1940 a 1960 </li></ul></ul><ul><ul><li>A partir da década de 1970 </li></ul></ul><ul><li>Anos 2000 </li></ul>
  8. 8. Conceituação e Tipologia <ul><li>O que é Meio de Hospedagem? </li></ul><ul><li>Tipos de Meios de Hospedagem </li></ul><ul><li>O que é Hotel? </li></ul><ul><li>Unidade Habitacional </li></ul><ul><ul><li>Tipos </li></ul></ul><ul><li>Diária </li></ul><ul><ul><li>Conceito </li></ul></ul><ul><ul><li>Tipos </li></ul></ul>
  9. 9. Segmentação Hoteleira <ul><li>Três grandes segmentos : </li></ul><ul><ul><li>Turista comum </li></ul></ul><ul><ul><li>Executivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Lazer </li></ul></ul><ul><li>Tendências da Hotelaria </li></ul>
  10. 10. Classificação Hoteleira <ul><li>Para que serve? </li></ul><ul><li>Classificação da Embratur e ABIH </li></ul><ul><li>Outras Classificações </li></ul>
  11. 11. Hospitalidade “ Tratar da arte de acolher e de hospedar é tratar da essência dos negócios da Hotelaria e dos restaurantes da era moderna e, em grande parte, da história da humanidade, já que, como pondera Seydoux, a história da hospitalidade é a história dos homens, dos seus reencontros, dos seus diálogos e de tudo o que eles criaram, no transcorrer dos séculos, para facilitar sua aproximação. Ou, ainda, segundo Derrida, não existe nem cultura nem laços sociais sem o princípio da hospitalidade”. (CASTELLI, 2005, p.XII)
  12. 12. Hospitalidade “ Pode-se pensar a hospitalidade em dois eixos: cultural e social. O eixo cultural compreende: recepcionar ou receber pessoas; hospedar, alimentar, entreter. O eixo social compreende as categorias: doméstica; pública; comercial; virtual.” (DENCKER & BUENO, 2003, p.15-17)
  13. 13. Hospitalidade DENCKER & BUENO, 2003, p. 19 Jogos e entretenimento A gastronomia eletrônica Sites e hospedeiros de sites A net-etiqueta do enviar e receber mensagens por meios eletrônicos Virtual Eventos e espetáculos Espaços privados de Lazer A restauração Hotéis Hospitais e casas de saúde Presídios Os serviços profissionais de recepção Comercial Espaços públicos de lazer e eventos A gastronomia Local A hospedagem proporcionada pela cidade e pelo país A recepção em espaços e órgãos públicos de livre Acesso Pública Receber para recepções e festas Receber em casa para refeições e Banquetes Fornecer pouso e abrigo em casa para Pessoas Receber pessoas em casa, de forma intencional ou casual Doméstica Entreter Alimentar Hospedar Recepcionar Categoria
  14. 14. Hospitalidade “ Hospitalidade, do ponto de vista analítico-operacional, pode ser definida como o ato humano, exercido em contexto doméstico, público ou profissional, de recepcionar, hospedar, alimentar e entreter pessoas temporariamente deslocadas de seu habitat”. (DENCKER & BUENO, 2003, p.19)
  15. 15. Hospitalidade “ O acolhimento hoteleiro, enfatiza Gouirand, além de caracterizar-se como ato permanente, deve ser exercido por todos os profissionais integrantes da empresa”. (CASTELLI, 2005, p.142) “ No contexto hoteleiro, mesmo os clientes habituais necessitam novamente ser introduzidos ou acolhidos, quando da sua chegada”. (CASTELLI, 2005, p.146)
  16. 16. Hospitalidade “ A hospitalidade passou a representar, para muitos profissionais da hotelaria moderna, a atenção dispensada às pessoas durante a sua estada no hotel(...) Nesse caso, é preciso ter cuidado de não reduzi-la a um mero ato mecânico”. (CASTELLI, 2005, p.183) “ ... a substituição da designação hotelaria por hospitalidade não pode ser decorativa nem mero impulso pela novidade ou em razão de dificuldades lingüísticas” (DENCKER & BUENO, 2003, p. 8)

×