Eugene Taylor
Could Radical Empiricism Guide
Neurophenomenology as the Future of
Neuroscience?
Por: Amanda da Costa da Sil...
Eugene Taylor
• BA and MA in Experimental Psychology and
Asian Studies
• PhD in the History and Philosophy of
Psychology.
...
O Empirismo Radical poderia guiar a neurofenomenologia
enquanto futuro da neurociência?
• Neurocientistas como Francis Cri...
• Fenomenologia da experiência imediata de
James - (empirismo radical) tem pontos em
comum com os atuais desenvolvimentos ...
Empirismo radical
• James seguiu a teoria semiótica peirceana
de
– Primeiridade (acaso, originalidade, espontaneidade, inc...
• Empirismo radical é a experiência pura no momento
imediato antes da diferenciação sujeito/objeto.
• Pluralismo noético s...
• Empirismo radical é radical porque abandona
a definição clássica de empirismo como
dados sensíveis isolados, e posiciona...
• Assim, questiona-se:
• “Might not a more Jamesean focus on
immediate experience from the
standpoint of contemporary
neur...
• A consciência no contexto da seleção
natural (1865): como a seleção natural
afetou a consciência em humanos?
• Eventos s...
• A consciência no contexto da seleção
natural (1865): como a seleção natural
afetou a consciência em humanos?
• Eventos s...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Review of the Eugene Taylor's presentation in Tucson 2010

229 visualizações

Publicada em

Review of the Eugene Taylor's presentation in the Towards a Science of Consciousness conference in Tucson, 2010.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Review of the Eugene Taylor's presentation in Tucson 2010

  1. 1. Eugene Taylor Could Radical Empiricism Guide Neurophenomenology as the Future of Neuroscience? Por: Amanda da Costa da Silveira Reuniões LaFEC em 27 de abril de 2010 Toward a Science of Consciousness 2010 - Tucson - AZ (Plennary 1)
  2. 2. Eugene Taylor • BA and MA in Experimental Psychology and Asian Studies • PhD in the History and Philosophy of Psychology. • An internationally recognized scholar in the life and work of William James, an interpreter of Asian traditions in the West, and a specialist in the history of psychodynamic theories of personality and the origins of Existential-Humanistic and Transpersonal psychology
  3. 3. O Empirismo Radical poderia guiar a neurofenomenologia enquanto futuro da neurociência? • Neurocientistas como Francis Crick e Francesco Varela consideram William James uma carta importante na solução do chamado Hard Problem in the neurosciences - a elusiva relação entre mente e cérebro.
  4. 4. • Fenomenologia da experiência imediata de James - (empirismo radical) tem pontos em comum com os atuais desenvolvimentos em neurofenomenologia – Dissolução da dicotomia sujeito/objeto em favor da intersubjetividade – As motivações do cientista que influenciam seu objeto de estudo – As implicações humanistas da revolução da neurociência que preveem um fim ao positivismo reducionista
  5. 5. Empirismo radical • James seguiu a teoria semiótica peirceana de – Primeiridade (acaso, originalidade, espontaneidade, incerteza, presentidade, qualidade, sentimento, possibilidade de qualidade)* – Secundidade (polaridade, força bruta, ação e reação, esforço e resistência, dependência, conflito)* – Terceridade (generalidade, continuidade, lei, crescimento, evolução, representação, mediação)* • E desenvolveu uma metafísica tripartida: – Pragmatismo – Pluralismo – Empirismo Radical *(Santaella, 1999)
  6. 6. • Empirismo radical é a experiência pura no momento imediato antes da diferenciação sujeito/objeto. • Pluralismo noético significa que cada pessoa é capaz de experienciar tais momentos de experiência pura, nos quais o universo é único (mas essa unicidade não pode ser a mesma de pessoa para pessoa, cada pessoa tem uma experiência) • O pragmatismo foi um método de se avaliar assercões de verdade sobre as crenças na natureza última da realidade, particularmente quando estas crenças parecem ser contraditórias.
  7. 7. • Empirismo radical é radical porque abandona a definição clássica de empirismo como dados sensíveis isolados, e posiciona o empirismo diante do espectro completo da experiência humana. • Alunos de James como John McDermott e Charlene Seigfried tem mostrado que o empirismo radical foi o cerne da metafísica tripartida de James (mas permaneceu inacabada até sua morte)
  8. 8. • Assim, questiona-se: • “Might not a more Jamesean focus on immediate experience from the standpoint of contemporary neurophenomenology define the future of neuroscience?”
  9. 9. • A consciência no contexto da seleção natural (1865): como a seleção natural afetou a consciência em humanos? • Eventos sociais -> eventos biológicos
  10. 10. • A consciência no contexto da seleção natural (1865): como a seleção natural afetou a consciência em humanos? • Eventos sociais -> eventos biológicos

×