Case - Royal Caribbean

534 visualizações

Publicada em

Como formatar produtos conhecidos mundialmente e consolidados para o público brasileiro de diferentes classes econômicas? Sabendo disso, a Epigram ajudou estrategicamente, adaptando sua linguagem internacional a realidade do país, com a intenção de associar as férias do brasileiro a viagens de cruzeiros.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
534
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Case - Royal Caribbean

  1. 1. © 2013Case | Royal Caribbean
  2. 2. © 2013A Royal Caribbean Cruise Lines é a maior empresa de cruzeirosdo planeta, com uma frota de 39 navios e uma capacidade totale aproximadamente 78.650 de passageiros. Seus navios estãoentre os maiores do mundo.Entre 2011 e 2012, a Epigram foi responsável pela criaçãoe estratégia de comunicação para diferentes pontos de contatoda marca, alinhando as diretrizes internacionais da empresacom as necessidades nacionais.A agência também foi responsável pela captação do bancode imagens nacionais da companhia (fotos e filmes).Epigram & Royal Caribbean
  3. 3. © 2013A Royal Caribbean possui três marcas de cruzeiros no Brasil,oferecendo produtos e serviços para três públicos distintos.Dentro desse cenário, a empresa contou com a Epigrampara organizar portfólio de produtos, arquitetura de marcae comunicação, transcriando as diretrizes internacionaispara a realidade do mercado brasileiro. Com isso, foi definidotodo o marketing mix, plano de mídia até o relacionamentocom o trade.Para isso, a Epigram realizou estudos de comportamentode consumo dos diversos públicos, integrando ao brandinge à comunicação, da publicidade ao marketing direto.2011, momento de reforçar o posicionamento
  4. 4. © 2013Mostrar asexperiênciasque o consumidorpode viver em umcruzeiro da RoyalCaribbean o ensinaa “consumir”o navio.Como tranformar o intangível em realidade.Um dia na vida. Esse foi o conceito da campanhacriada em 2011 alinhado com os objetivosinternacionais da empresa, que buscavam mostrarum lugar onde a inovação e a imaginação reinam,guiados pelos princípios do “Por que não?” (”WhyNot?”). Acordar em um mundo de diversões. Correrem uma pista de cooper com vista para o mar. Pularna piscina com a família. Passear e fazer comprasem um boulevard de boutiques. Degustar a culináriainternacional em ótima companhia. Assistir a umespetáculo emocionante. Dançar a noite toda semhora para acabar. A campanha mostrava e ensinavapúblico brasileiro a aproveitar todas as possíveisexperiências a bordo de um cruzeiro da companhia.Experiências
  5. 5. © 2013DIVERSÃOAO AR LIVREPISCINASOLARIUMPRAIASESCALADAACADEMIASPAYOGACOOPERBEM-ESTARÁREAS EXTERNASÁREAS INTERNASBOUTIQUESPASSEIOS &COMPRASBEN & JERRY’SWINDJAMMERMY TIME DININGJANTAR FORMALGASTRONOMIAADVENTURE OCEANARCADETEEN DISCOBEN & JERRY’SKIDS &TEENSCASINO ROYALEVIKING CROWNSCHOONER BARESPETÁCULOSVIDA NOTURNANATALANO NOVOCARNAVALCASAMENTOSDATASCOMEMORATIVASTemas e atividades a bordoUm dia na vida{{{{{{{
  6. 6. © 2013DecodificaçãoUm dia na vidaApresentação das experiências de viagemcom fotos dos serviços.O navio é fundamental uma vez que o brasileironão conhecia profundamente o segmentoe suas marcas.Os anúncios buscam construção e posicionamentode marca, bem como a venda de pacotes.Presença frequente e marcante das coresinstitucionais.A comunicação buscaa construção da marca,ensinando como usaro navio, bem comoa venda: por meiode canais de venda,ofertas promocionaise condições depagamento.
  7. 7. © 2013CATÁLOGO{
  8. 8. © 2013CATÁLOGO{
  9. 9. © 2013ANÚNCIO{
  10. 10. © 2013ANÚNCIO{
  11. 11. © 2013DESTINOSNACIONAIS{
  12. 12. © 2013DESTINOSINTERNACIONAIS{
  13. 13. © 2013ISSO É ROYALSEAIS CALLINGFoi necessário continuaro foco nas experiênciase nas férias, alinhandoas necessidadesde cruzeiros com saídasnacionais e internacionais.MERCADOS CONSOLIDADOSMERCADOBRASILEIROMERCADOS NÃO CONSOLIDADOS2012, novos desafiosNavegando em mercados não consolidados.A nova campanha internacional da Royal Caribbean,se apropriou da sensação de prazer que o ambientede mar proporciona.A comunicação foi desenvolvida para mercadosestabelecidos. A Epigram entendeu que havianecessidade de adaptação da mensagempara realidade do mercado brasileiro, dandocontinuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido.
  14. 14. © 20132012, novos desafiosEntendendo o consumidor.Foram desenvolvidas pesquisas quantitativas,qualitativas e em profundidade com o trade,consumidores de cruzeiro e o consumidoresque nunca viajaram de cruzeiro.O objetivo foi validar e aprofundar o universode turismo e cruzeiro no Brasil, sob diversospontos de vista.
  15. 15. © 2013DecodificaçãoAdequando objetivos nacionais e internacionaisNa comunicação internacional, para mercados estabelecidos,os materiais mantêm o equilíbrio e a organização, mascom maior sofisticação e menos informação (destinos eofertas), por ser um mercado mais consolidado. Imagensinternacionais possuem naturalidade, são focadasemexperiências e menosna estrutura do navio, assim como vemsendo trabalhado na campanha nacional.Além das cores institucionais,para mercados consolidadosusam-se as cores secundáriaspara dar mais energia e alegriaà comunicação.
  16. 16. © 2013EXPERIÊNCIA | ASPIRAÇÃO | DESEJO | EXÓRDIOENTREGA | AÇÃO | PERORAÇÃONovo slogan e posicionamentoEqualização entre experiência e oferta.Adaptação do slogan para “The sea is calling. Answer it Royally” para “FériasInesquecíveis. Embarque com a Royal”, enfatizando o conhecimento da marca,a ideia de férias inesquecíveis em um país que tem feriados de montão e 2 períodosde férias oficiais.
  17. 17. © 2013ANÚNCIO{
  18. 18. © 2013ANÚNCIOS{
  19. 19. © 2013São Paulo | Brasil | +55 11 3081-6542 | www.epigram.com.br | @_epigram | facebook.com/epigram.oficial

×