SlideShare uma empresa Scribd logo

Nucleo e divisao celular

O Núcleo é o centro de controle das atividades celulares e é responsável pela reprodução celular o qual é dividido em fases. a interfase que antecede a divisão celular (mitose) e a meiose.

1 de 49
Baixar para ler offline
NúcleoNúcleo
ee
divisãodivisão
celularcelular
Profª Esp. Mª José Queiroz
NÚCLEO
 Presente nas células eucarióticas;
 Forma e a quantidade: depende da célula em que se encontra;
 Função: Regular as reações químicas dentro das células;
Armazenar o material genético.
COMPONENTES DO NÚCLEO
Carioteca (envelope nuclear);
Cromatina;
Nucléolo;
Nucleoplasma (cariolinfa)
Envelope nuclearEnvelope nuclear
• Delimita o espaço intra-extracelular;
• Estrutura Complexa: 2 MP justapostas + Lâmina
Nuclear + Poro
CARIOTECACARIOTECA
Do grego chromatoschromatos (cor), pois coram-se facilmente e se
destacam das outras partes da célula;
 Formado por um conjunto de filamentos
(cromonemas);
Divide-se de acordo com a intensidade do corante:
• Heterocromatina => Coloração mais intensa (+
condensada)
• Eucromatina => Coloração menos intensa (-
condensada)
CROMATINACROMATINA
Massas densas e arredondadas presentes dentro do
núcleo;
• NÃO tem Membrana Plasmática;
NUCLÉOLOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celularesmainamgar
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOSheila Cassenotte
 
Código genético
Código genéticoCódigo genético
Código genéticoMARCIAMP
 
Divisão Celular (Power Point)
Divisão Celular (Power Point)Divisão Celular (Power Point)
Divisão Celular (Power Point)Bio
 
I. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaI. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaRebeca Vale
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistasAna Castro
 
2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto
2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto
2 - Estrutura E Função do Cromossomo EucariotoRodrigo Vianna
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasKiller Max
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011Roberto Bagatini
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesRebeca Vale
 
Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Rosalia Azambuja
 
Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a geneticaemibio
 

Mais procurados (20)

Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celulares
 
Meiose
MeioseMeiose
Meiose
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
 
Código genético
Código genéticoCódigo genético
Código genético
 
Divisão Celular (Power Point)
Divisão Celular (Power Point)Divisão Celular (Power Point)
Divisão Celular (Power Point)
 
Ciclo celular
Ciclo celularCiclo celular
Ciclo celular
 
Aula gametogênese
Aula gametogêneseAula gametogênese
Aula gametogênese
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
 
I. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaI. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vida
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
 
2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto
2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto
2 - Estrutura E Função do Cromossomo Eucarioto
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 
Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!
 
Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a genetica
 
Mitose
MitoseMitose
Mitose
 

Destaque

Divisão celular mitose e meiose biologia
Divisão celular mitose e meiose biologiaDivisão celular mitose e meiose biologia
Divisão celular mitose e meiose biologiaGov. Estado do Paraná
 
Núcleo, Mitose e Meiose
Núcleo, Mitose e MeioseNúcleo, Mitose e Meiose
Núcleo, Mitose e MeioseBIOGERALDO
 
Slides Núcleo celular - Caroline Cerqueira Maciel
Slides Núcleo celular - Caroline Cerqueira MacielSlides Núcleo celular - Caroline Cerqueira Maciel
Slides Núcleo celular - Caroline Cerqueira MacielCCMbiologia
 
Nucleo E Divisao Celular
Nucleo E Divisao Celular Nucleo E Divisao Celular
Nucleo E Divisao Celular Laguat
 
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
Aula 8   ciclo celular mitose e meioseAula 8   ciclo celular mitose e meiose
Aula 8 ciclo celular mitose e meioseMARCIAMP
 
Ciclo Celular
Ciclo CelularCiclo Celular
Ciclo Celularbiol
 
Exercícios divisão celular meiose e mitose
Exercícios divisão celular meiose e mitoseExercícios divisão celular meiose e mitose
Exercícios divisão celular meiose e mitoseIsabel Lopes
 

Destaque (12)

Divisão celular mitose e meiose biologia
Divisão celular mitose e meiose biologiaDivisão celular mitose e meiose biologia
Divisão celular mitose e meiose biologia
 
Núcleo, Mitose e Meiose
Núcleo, Mitose e MeioseNúcleo, Mitose e Meiose
Núcleo, Mitose e Meiose
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Ciclo E DivisãO Celular Mitose
Ciclo E DivisãO Celular   MitoseCiclo E DivisãO Celular   Mitose
Ciclo E DivisãO Celular Mitose
 
Divisao celular
Divisao celularDivisao celular
Divisao celular
 
Slides Núcleo celular - Caroline Cerqueira Maciel
Slides Núcleo celular - Caroline Cerqueira MacielSlides Núcleo celular - Caroline Cerqueira Maciel
Slides Núcleo celular - Caroline Cerqueira Maciel
 
Divisao Celular
Divisao CelularDivisao Celular
Divisao Celular
 
Nucleo E Divisao Celular
Nucleo E Divisao Celular Nucleo E Divisao Celular
Nucleo E Divisao Celular
 
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
Aula 8   ciclo celular mitose e meioseAula 8   ciclo celular mitose e meiose
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
 
Ciclo Celular
Ciclo CelularCiclo Celular
Ciclo Celular
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Exercícios divisão celular meiose e mitose
Exercícios divisão celular meiose e mitoseExercícios divisão celular meiose e mitose
Exercícios divisão celular meiose e mitose
 

Semelhante a Nucleo e divisao celular

Divisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e MeioseDivisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e MeioseVictor Hugo
 
Núcleo e rep celular
Núcleo e rep celularNúcleo e rep celular
Núcleo e rep celularpaulogrillo
 
Cmc expressão gênica
Cmc   expressão gênicaCmc   expressão gênica
Cmc expressão gênicaAls Mötta
 
Aula 4 divisao celular pot
Aula 4 divisao celular   potAula 4 divisao celular   pot
Aula 4 divisao celular pottatyannat
 
04 divisão celular mitose e meiose
04 divisão celular   mitose e meiose04 divisão celular   mitose e meiose
04 divisão celular mitose e meioseManuhSilva
 
mitoseemeios23181419-phpapp01.pdf
mitoseemeios23181419-phpapp01.pdfmitoseemeios23181419-phpapp01.pdf
mitoseemeios23181419-phpapp01.pdfProfYasminBlanco
 
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.pptConceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.pptElizangelaDeSouzaAra
 
Divisão Celular- Mitose e Meiose ... Recapitulando
Divisão Celular- Mitose e Meiose ... RecapitulandoDivisão Celular- Mitose e Meiose ... Recapitulando
Divisão Celular- Mitose e Meiose ... RecapitulandoLizKazmirczakPereira
 
Biologia, núcleo e divisão celular.
Biologia, núcleo e divisão celular.Biologia, núcleo e divisão celular.
Biologia, núcleo e divisão celular.Henrique Felipe Lima
 
mitose e meiose
mitose e meiosemitose e meiose
mitose e meioseAna Paula
 
mitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptxmitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptxProfYasminBlanco
 
AULA DIVISÃO CELULAR.pptx
AULA DIVISÃO CELULAR.pptxAULA DIVISÃO CELULAR.pptx
AULA DIVISÃO CELULAR.pptxProfYasminBlanco
 
mitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptxmitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptxProfYasminBlanco
 

Semelhante a Nucleo e divisao celular (20)

2ª Aula Núcleo
2ª Aula Núcleo2ª Aula Núcleo
2ª Aula Núcleo
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Divisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e MeioseDivisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e Meiose
 
Núcleo FIJ
Núcleo FIJNúcleo FIJ
Núcleo FIJ
 
Núcleo e rep celular
Núcleo e rep celularNúcleo e rep celular
Núcleo e rep celular
 
Cmc expressão gênica
Cmc   expressão gênicaCmc   expressão gênica
Cmc expressão gênica
 
Aula 4 divisao celular pot
Aula 4 divisao celular   potAula 4 divisao celular   pot
Aula 4 divisao celular pot
 
Divisao celular
Divisao celular Divisao celular
Divisao celular
 
04 divisão celular mitose e meiose
04 divisão celular   mitose e meiose04 divisão celular   mitose e meiose
04 divisão celular mitose e meiose
 
Mitose e Meiose
Mitose e MeioseMitose e Meiose
Mitose e Meiose
 
mitoseemeios23181419-phpapp01.pdf
mitoseemeios23181419-phpapp01.pdfmitoseemeios23181419-phpapp01.pdf
mitoseemeios23181419-phpapp01.pdf
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.pptConceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
 
Divisão Celular- Mitose e Meiose ... Recapitulando
Divisão Celular- Mitose e Meiose ... RecapitulandoDivisão Celular- Mitose e Meiose ... Recapitulando
Divisão Celular- Mitose e Meiose ... Recapitulando
 
Biologia, núcleo e divisão celular.
Biologia, núcleo e divisão celular.Biologia, núcleo e divisão celular.
Biologia, núcleo e divisão celular.
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
mitose e meiose
mitose e meiosemitose e meiose
mitose e meiose
 
mitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptxmitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose130523181419-phpapp01.pptx
 
AULA DIVISÃO CELULAR.pptx
AULA DIVISÃO CELULAR.pptxAULA DIVISÃO CELULAR.pptx
AULA DIVISÃO CELULAR.pptx
 
mitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptxmitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptx
mitoseemeiose-1323181419-phpapp01.pptx
 

Mais de Instituto de Educação Régis Pacheco - ATUALMENTE CEEP RÉGIS PACHECO

Mais de Instituto de Educação Régis Pacheco - ATUALMENTE CEEP RÉGIS PACHECO (20)

Reino das plantas
Reino das plantasReino das plantas
Reino das plantas
 
Características dos seres vivos 1º ano
Características dos seres vivos 1º ano Características dos seres vivos 1º ano
Características dos seres vivos 1º ano
 
Ciencia e vida 1º ano_CEEP
Ciencia e vida 1º ano_CEEPCiencia e vida 1º ano_CEEP
Ciencia e vida 1º ano_CEEP
 
Classificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEPClassificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEP
 
Ciencia e vida: Contribuições e bases do pensamento científico
Ciencia e vida: Contribuições e bases do pensamento científico Ciencia e vida: Contribuições e bases do pensamento científico
Ciencia e vida: Contribuições e bases do pensamento científico
 
Turmas 2012_Ensino Medio_CEEP Régis Pacheco/Jequié-BA
Turmas 2012_Ensino Medio_CEEP Régis Pacheco/Jequié-BATurmas 2012_Ensino Medio_CEEP Régis Pacheco/Jequié-BA
Turmas 2012_Ensino Medio_CEEP Régis Pacheco/Jequié-BA
 
Culminancia projeto
Culminancia projetoCulminancia projeto
Culminancia projeto
 
Modelo portfólio
Modelo portfólioModelo portfólio
Modelo portfólio
 
Reunião ii alunos e pais
Reunião ii   alunos e paisReunião ii   alunos e pais
Reunião ii alunos e pais
 
Coerencia textual
Coerencia textualCoerencia textual
Coerencia textual
 
Turmas da Dependencia
Turmas da DependenciaTurmas da Dependencia
Turmas da Dependencia
 
2010_Reuniao Pais Programa De Ressignificação Ierp Jequié
2010_Reuniao Pais   Programa De Ressignificação Ierp Jequié2010_Reuniao Pais   Programa De Ressignificação Ierp Jequié
2010_Reuniao Pais Programa De Ressignificação Ierp Jequié
 
Programa De Ressignificação IERP Jequié
Programa De Ressignificação IERP JequiéPrograma De Ressignificação IERP Jequié
Programa De Ressignificação IERP Jequié
 
Programa de Ressignificação da Dependência_ Ierp_Jequié
Programa de Ressignificação da Dependência_ Ierp_JequiéPrograma de Ressignificação da Dependência_ Ierp_Jequié
Programa de Ressignificação da Dependência_ Ierp_Jequié
 
Programa Ressignificacao Ierp
Programa Ressignificacao IerpPrograma Ressignificacao Ierp
Programa Ressignificacao Ierp
 
Renas Ser Ierp
Renas Ser IerpRenas Ser Ierp
Renas Ser Ierp
 
Reuniao PrevençAo Efii
Reuniao PrevençAo EfiiReuniao PrevençAo Efii
Reuniao PrevençAo Efii
 
Programa de Ressignificacao_IERP, Jequié-BA
Programa de Ressignificacao_IERP, Jequié-BAPrograma de Ressignificacao_IERP, Jequié-BA
Programa de Ressignificacao_IERP, Jequié-BA
 
Ierp Programa Ressignificacão
Ierp Programa RessignificacãoIerp Programa Ressignificacão
Ierp Programa Ressignificacão
 
Estudo Avaliativo da disciplina Educação para Sexualidade
Estudo Avaliativo da disciplina Educação para SexualidadeEstudo Avaliativo da disciplina Educação para Sexualidade
Estudo Avaliativo da disciplina Educação para Sexualidade
 

Último

Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...excellenceeducaciona
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfCuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfsuplementocultural1
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfCuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 

Nucleo e divisao celular

  • 2. NÚCLEO  Presente nas células eucarióticas;  Forma e a quantidade: depende da célula em que se encontra;  Função: Regular as reações químicas dentro das células; Armazenar o material genético.
  • 3. COMPONENTES DO NÚCLEO Carioteca (envelope nuclear); Cromatina; Nucléolo; Nucleoplasma (cariolinfa)
  • 4. Envelope nuclearEnvelope nuclear • Delimita o espaço intra-extracelular; • Estrutura Complexa: 2 MP justapostas + Lâmina Nuclear + Poro CARIOTECACARIOTECA
  • 5. Do grego chromatoschromatos (cor), pois coram-se facilmente e se destacam das outras partes da célula;  Formado por um conjunto de filamentos (cromonemas); Divide-se de acordo com a intensidade do corante: • Heterocromatina => Coloração mais intensa (+ condensada) • Eucromatina => Coloração menos intensa (- condensada) CROMATINACROMATINA
  • 6. Massas densas e arredondadas presentes dentro do núcleo; • NÃO tem Membrana Plasmática; NUCLÉOLOS
  • 7. Cariolinfa • Solução aquosa que envolve a cromatina e os nucléolos; • Colóide formado por H20 + Íons, moléculas de ATP, nucleotídeos e enzimas; NUCLEOPLASMA
  • 10. Nos gametas (n) o número de cromossomos se reduz na metade.
  • 11. ARQUITETURA DO CROMOSSOMO As HISTONAS são proteínas que estabilizam o DNA e participam na regulação gêni ca por poderem ser acetila das e desacetiladas. NUCLEOSSOMO: Unidade estrutural que se repete ao longo do filamento cromossômico Nucleossomo
  • 12. ESTRUTURA DO CROMOSSOMOCROMÁTIDE é cada um dos dois filamentos de DNA formados pela duplicação de um cromossomo durante a fase S da divisão celular.
  • 13.  Metacêntrico: Apresenta um centrômero mais ou menos central e braços de comprimentos aproximadamente iguais.  Submetacêntrico: O centrômero é excêntrico e apresenta braços de comprimento nitidamente diferentes.  Acrocêntrico: Apresenta centrômero próximo a uma extremidade.Os cromossomos acrocêntricos humanos (13, 14, 15, 21, 22) têm pequenas massas de cromatina conhecidas como satélites fixadas aos seus braços curtos por pedículos estreitos ou constrições secundárias.  Telocêntrico: Apresenta o centrômero na extremidade, de modo que ocorre uma única cromátide. Não ocorre na espécie humana CROMOSSOMOS
  • 14. Cromossomos eucarióticos  GENOMA: conjunto de genes da espécie que pode ser encontrado no conjunto diploide. CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS: têm mesma posição, mesmo tamanho e mesma sequência de genes do centrômero.  Autossomos são os tipos de cromossomos presentes igualmente em células de ambos os sexos.  Cromossomo sexuais são os que variam entre os sexos e diferenciam células masculinas e femininas.
  • 15. Cromossomos eucarióticos  Células diploides (2n): pares de cromossomos homólogos, temos o zigoto e as células somáticas.  Células haploides (n): apenas um representante de cada par (um lote cromossômico) Células HAPLÓIDES (N) Células DIPLÓIDES (2N)
  • 16. CITOGENÉTICA HUMANA Ramo da biologia que estuda os cromossomos humanos.
  • 17. CARIÓTIPO HUMANO Cariótipo conjunto de cromossomos de uma célula
  • 19. Em várias espécies, podem nascer indivíduos com alterações cromossômicas em relação ao cariótipo normal, que causam geralmente transtornos no funcionamento celular, levando a doenças graves ou mesmo à morte. Alterações estruturais  Deleção perda de um pedaço do cromossomo; Translocação troca de pedaços de cromossomos homólogos. Alterações numéricas erros no processo da divisão celular que afetam o número de cromossomos da célula ALTERAÇÕES CROMOSSÔMICAS
  • 23. CICLO CELULAR É o período que vai de surgimento de uma célula por divisão até a própria célula dividir-se em duas.
  • 24. Período que antecede uma divisão celular. Na interfase o núcleo das células apresenta: carioteca, nucleoplasma, nucléolo e cromatina, característicos. Ocorre intensa atividade celular e síntese de RNA. Ocorre a duplicação dos cromossomos, antes de iniciar a divisão. Apresenta três fases: G1 = precede a duplicação do DNA; Crescimento celular, transcrição e tradução S = ocorre a duplicação do DNA G2 = sucede a duplicação do DNA. As cromátides irmãs estão unidas pelo centrômero. - Crescimento celular, transcrição e tradução. - Duplicação dos centrossomos e dos centríolos INTERFASE
  • 25. Representação esquemática da relação entre DNA e cromossomos nas diversas fases do ciclo celular. Em G1 há apenas uma molécula de DNA; em S ocorre a duplicação do DNA; em G2, o cromossomo está constituído por duas cromátides-irmãs; as cromátides-irmãs se separam na mitose (M). Reinicia-se o ciclo. Fases do ciclo celular
  • 26.  Processo equacional de divisão celular; Compreende: • prófase • metáfase • anáfase • telófase CICLO CELULAR E MITOSE Ligado a crescimento e regeneração dos seres vivos nos seres pluricelulares  Nos vegetais, responsável pela produção de gametas. Na interfase, embora a célula não esteja em processo de divisão celular, ela se encontra em intensa atividade. Esse período é o que tem maior duração quando comparado à mitose propriamente dita.
  • 27. Tipo de divisão celular onde uma célula mãe origina duas células filhas idênticas à célula mãe Se divide em 4 fases: Prófase, Metáfase, Anáfase e Telófase. Mitose
  • 28. PRÓFASE É a fase mais longa da mitose • Os filamentos de cromatina começam a se condensar; • O nucléolo desaparece; • Cada par de centríolos se dirigem para um dos pólos da célula; • Formam-se as fibras do fuso mitótico; • A carioteca fragmenta-se; • Os cromossomos prendem- se às fibras do fuso. Mitose
  • 29. METÁFASE Os cromossomos atingem o grau máximo de condesação; Os cromossomos encontram-se alinhados em um mesmo plano, na região equatorial da célula, denominado placa metafásica ou equatorial; As cromátides irmãs ainda estão unidas pelo cêntromero.
  • 30. ANÁFASE •O centrômero de cada cromossomo duplicado divide-se longitudinalmente, separando as Cromátides-irmãs. •Passam a ser chamados cromossomos-irmãos e são puxados para os pólos opostos da célula, orientados pela fibra do fuso. •Quando os cromossomos- irmãos atingem os pólos das células, termina a anáfase. •Cada pólo recebe o mesmo material cromossômico, uma vez que cada cromossomo-filho possui a mesma informação genética.
  • 31. TELÓFASE: fase final da mitose Desaparecimento do fuso mitótico; Reorganização da membrana nuclear; Descondensação dos cromossomas; Reaparecimento dos nucléolos.
  • 32. Célula vegetal Citocinese centrífuga a divisão do citoplasma ocorre do centro para a periferia. Célula animal Citocinese centrífuga a divisão do citoplasma ocorre da periferia da célula para o centro. CITOCINESE
  • 33.  Processo reducional  Prófase I (fase geralmente mais longa da meiose) subdivide-se em: • leptóteno • zigóteno • paquíteno (crossing-over) • diplóteno (quiasmas) • diacinese  Nos animais, formam-se gametas; nos vegetais, esporos. Meiose
  • 34.  PRÓFASE I Estágios: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese. • Leptóteno: Os cromossomos condensam-se e tornam-se visíveis. • Zigóteno:Ocorre a sinapse (pareamento dos • cromossomos homólogos). • Paquíteno: Ocorre o crossing-over – troca de segmentos homólogos entre cromátides homólogas (não-irmãs) de um par de cromossomos homólogos. MEIOSE I
  • 35.  Crossing-over Tétrada cromatídica (um par de cromossomas homólogos) formada durante a Profase I Forma-se um quiasma entre os cromátides adjacentes dos cromossomas homólogos. Ocorre quebra e troca de segmentos entre os cromátides. PRÓFASE I
  • 36.  Diplóteno: melhor visualização dos quiasmas ( pontos de contato entre as cromátides)  Diacinese: terminalização dos quiasmas (os quiasmas deslizam para as extremidades dos cromossomos). Desaparecimento do nucléolo e desintegração da carioteca. PRÓFASE I Final da Prófase I
  • 37. Tétrada cromatídica PRÓFASE I  Diplóteno: melhor visualização dos quiasmas ( pontos de contato entre as cromátides);  Diacinese: terminalização dos quiasmas (os quiasmas deslizam para as extremidades dos cromossomos). Desaparecimento do nucléolo e desintegração da carioteca.
  • 38. Os cromossomos já bastante condensados (com grau máximo de condensação) se posicionam na zona equatorial da célula Há formação da placa metafásica dupla. METÁFASE I
  • 39. Separação dos cromossomos homólogos e migração dos cromossomos para os pólos da célula. Não ocorre a divisão dos centrômeros. ANÁFASE I
  • 40. Reaparecimento da carioteca e do nucléolo Descondensação dos cromossomos Ocorre a citocinese TELÓFASE I
  • 41. MEIOSE II PRÓFASE II - Desaparecimento da carioteca e do nucléolo; - Inicia a condensação dos cromossomos Duplicação e migração dos centríolos
  • 42. METÁFASE II Os cromossomos se posicionam na zona central (equatorial) da célula; Há formação da placa metafásica simples Meiose II
  • 43. ANÁFASE II Ocorre a divisão dos centrômeros com separação das cromátides irmãs. Migração dos cromossomos irmãos para os pólos da célula. Meiose II
  • 44. TELÓFASE II  Reaparecimento da carioteca e do nucléolo  Descondensação cromossômica Após ou ao mesmo tempo que a telófase ocorre a CITOCINESE (divisão do citoplasma).  Formação de quatro células haplóides e geneticamen te diferentes Meiose II
  • 45. Ao final da meiose I temos duas células diplóides MEIOSE I
  • 46. Ao final da meiose II temos 4 células haplóides MEIOSE II
  • 47. Não disjunção cromossômica na meiose  É a separação incorreta dos cromossomos. Quando ocorre na: • meiose I, todos os gametas ficam anormais. • meiose II, só metade dos gametas fica comprometida.  Esses gametas anormais podem participar da fecundação, originando: • síndrome de Down (trissomia do cromossomo 21); • síndrome de Turner (perda de um cromossomo sexual – X0); • síndrome de Klinefelter (ganho de um cromossomo sexual – XXY).
  • 48.  Assexuada: não envolve mistura de material genético. Ex.: divisão binária (bipartição ou cissiparidade), brotamento, estaquia.  Sexuada: envolve a mistura de material genético, com fusão de gametas. Gera variabilidade genética. • Autofecundação: gametas provenientes de um mesmo indivíduo. • Fecundação cruzada: gametas produzidos por organismos diferentes.  Partenogênese: o óvulo, sem fecundação, origina um novo indivíduo. Para muitos é uma forma assexuada de reprodução. Ocorre, por exemplo, em plantas, peixes, insetos e répteis. Tipos de reprodução
  • 49. Bibliografia • Amabis, José Mariano & Martho, Gilberto Rodrigues. Biologia Vol. 1. Biologia das Células, 3ª Ed. – São Paulo : Moderna, 2010. • Biologia : ensino médio, 1º ano/ Organizadores Fernando Santiago dos Santos, João Batista Vicentin Aguilar, Maria Martha Argel de Oliveira. – 1. Ed. – São Paulo : Edições SM, 2010. – (Coleção ser protagonista) • Silva Junior, Cézar da. Biologia 1 : as características da vida : Biologia celular, vírus : entre moléculas e células : a origem da vida : histologia animal / César da Silva Júnior, Sezar Sasson, Nelson Caldini Júnior. – 10. Ed. – São Paulo : Saraiva, 2010. • Projetos. Disponível em: http://projetosii.blogspot.com.br / 2014_01_01_archive.html Acesso em: 12 de mar. 2014.