Curso de geotectônica

2.132 visualizações

Publicada em

Curso de geotectônica

  1. 1. CURSO DE GEOTECTÔNICA Geólogo José Oliveira CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  2. 2. Verticalismo, maçã cozida e as nappes Alpinas... CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  3. 3. Leonardo da Vinci, por volta do ano 1500 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Estratos dobrados OLIVEIRA nas montanhas da Itália
  4. 4. Francis Bacon foi o primeiro cientista a cogitar a possibilidade da deriva continental CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  5. 5. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  6. 6. Alfred Lothar Wegener ( 1880-1930) Propôs em 1912 a Teoria da Deriva Continental a partir do primeiro estudo pormenorizado e sistemático de diversas evidências geológicas que sugeriam a mobilidade dos continentes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  7. 7. Wegener, 1915 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  8. 8. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  9. 9. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  10. 10. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  11. 11. O ressurgimento da ideias da deriva continental: Anomalias magnéticas no fundo oceânico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  12. 12. Anomalias magnéticas no fundo oceânico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  13. 13. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  14. 14. Sea-floor spreading... CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  15. 15. ... and subduction CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  16. 16. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  17. 17. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  18. 18. O motor: as correntes de convecção CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  19. 19. Estrutura da Terra Lehmann Gutenberg Mohorovicic CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  20. 20. Estrutura da Terra CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  21. 21. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  22. 22. As Placas Tectônicas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  23. 23. Deslocamentos atuais CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  24. 24. As junções tríplices Aulacógeno CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  25. 25. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  26. 26. Abertura e fechamento dos oceanos: o Ciclo de Wilson CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  27. 27. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  28. 28. Os Supercontinentes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  29. 29. 7 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  30. 30. Pangea CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  31. 31. Tipos de limites de Placas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  32. 32. LIMITES DIVERGENTES CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  33. 33. Limites divergentes: Cadeias Oceânicas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  34. 34. Limites divergentes: Cadeias Oceânicas São mais de 70.000 km de cadeias oceânicas interligadas. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  35. 35. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  36. 36. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  37. 37. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  38. 38. Limites divergentes: Rifts a. b. c. d. e. f. Rift acima de uma pluma termal Extensão na placa subductada Colapso Gravitacional de orógeno Extensão de back-arc por rollback Extensão em orógeno antigo Pull-apart basin CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  39. 39. Limites divergentes: Rifts CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  40. 40. Simétricos e assimétricos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  41. 41. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  42. 42. Padrão de subsidência (rifts ativos simétricos) Subsidência mecânica Subsidência térmica CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  43. 43. Nos rifts ativos assimétricos, o locus da subsidência mecânica é diferente do locus da susidência termal. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  44. 44. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Petroleum Geoscience, 16 (2010) pp. 217-229 OLIVEIRA
  45. 45. Rift ativo: O Rift Africano CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  46. 46. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  47. 47. Rift Passivo: O Lago Baikal CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  48. 48. Sistema de rifts europeus rúptil dúctil CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  49. 49. LIMITES TRANFORMANTES CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  50. 50. Limites Transformantes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  51. 51. Limites transformantes Oceânicos: Zona de Fratura de Romanche CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  52. 52. Limites transformantes continentais: Falha de Santo André CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  53. 53. Limites transformantes continentais: Falha do Mar Morto CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  54. 54. Limites transformantes continentais: Anatolian Fault CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  55. 55. Limites transformantes continentais Falha Alpina CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  56. 56. LIMITES CONVERGENTES CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  57. 57. Limites Convergentes Arcos tipo Marianas (Ensimáticos) Arcos tipo Andino (margens continentais ativas Arcos tipo Japão (Ensiálicos) Colisão Continental CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  58. 58. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  59. 59. O início da convergência CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  60. 60. Tipologia dos arcos: O conceito de rollback Com relação a um ponto fixo no manto, a posição da fossa migra ao longo do tempo. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  61. 61. Arco tipo Andino Vor maior que Vrb (Backarc contracional) Arco tipo Marianas Vor menor que Vrb ou de sentido oposto (Backarc extensional) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  62. 62. Arco tipo Japão Iniciou como um backarc extensional e hoje é compressional CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  63. 63. A curvatura dos arcos de ilha maior rollback na região central CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  64. 64. A subducção Mudança de fase mineralógica Fim da sismicidade Perturbação termal no manto Expulsão de CO2 e H2O, fusão parcial da crosta, formação dos eclogitos, (Piroxênio + granada) aumento da slab-pull force CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  65. 65. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  66. 66. O ângulo de subducção CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  67. 67. Seção ideal de uma margem convergente Bulge periférico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  68. 68. O Bulge periférico Ocorre por volta dos 250 km antes da fossa terremotos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  69. 69. A fossa As fossas resultam do fato da slab-pull force “puxar” a placa oceânica para profundidades maiores do que aquelas que seriam possíveis pelo mecanismo isostático. A profundidade da fossa mais profunda supera a altura da montanha mais alta do planeta. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  70. 70. A profundidade da fossa é função da idade da placa subductada e do fluxo sedimentar. Sedimentação típica: turbiditos e debris-flows, eventualmente incorporados ao prisma acrecionário. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  71. 71. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Porto Rico Marianas
  72. 72. O prisma acrecionário CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  73. 73. Cunha bivergente CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  74. 74. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  75. 75. O Arco de Sunda CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  76. 76. Características gerais dos prismas acrecionários - Presença comum de olitostromas (acumulações caóticas de sedimentos) - Slumps e dobras penecontemporâneas - Ocorrência comum de turbiditos e debris-flows causados pela ruptura de taludes - Intensa “reciclagem de material; são comuns os conglomerados com seixos de conglomerados. - Intensos dobramentos e formação de clivagens -Formação das melanges, onde rochas de litologias e graus metamórficos contrastantes ocorrem lado a lado. -O acamadamento não possui grande continuidade lateral. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  77. 77. Os Xistos Azuis: mistério desvendado pela Tectônica de Placas Rochas formadas em condições de alta pressão e baixa temperatura, os xistos azuis permaneceram um mistério até a descoberta das zonas de subducção. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  78. 78. As bacias de forearc e os arcos vulcânicos Um dos lugares do mundo onde aflora o trench-slope break é na Ilha de Barbados no Caribe CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  79. 79. Região de retro-arco: Back-arc basin ou retro-arc foreland basin Bacias de back-arc do Mar do Japão e do Mar das Filipinas Retro-arc foreland basin dos Andes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  80. 80. Foreland Andina Back-arc basins do Pacífico overfilled underfilled CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  81. 81. Limites convergentes: colisão continental CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  82. 82. Fases finais da convergência: Slab breakoff A desaceleração da convergência e a flutuação (buoyancy) da crosta continental causa o rompimento da placa subductada. O rompimento da placa permite a entrada de material quente do manto e novo episódio de magmatismo. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA A perda de peso em virtude do breakoff possibilita o soerguimento do orógeno.
  83. 83. A colisão continental O orógeno resultante pode ter caráter assíncrono A convergência pode ser frontal ou oblíqua e sujeita às irregularidades das margens continentais. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  84. 84. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  85. 85. Estágios básico de uma colisão continental Configuração pré-colisional Plataforma continental transforma-se no embasamento da fossa. Interação inicial Basin inversion Espessamento crustal, dobras, nappes, milonitos, metamorfismo regional gerando xistos e gnaisses. Fim da subducção e sutura CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Estrutura bivergente
  86. 86. Espessamento crustal e colapso extensional Erosão e descompressão CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  87. 87. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  88. 88. Deformação Intracontinental (Tectônica Intraplaca): Transcorrências e Escape Tectônico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  89. 89. Zonas de sutura: Os Ofiolitos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  90. 90. Origem dos Ofiolitos: Perfil da crosta oceânica CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  91. 91. Formação dos Ofiolitos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  92. 92. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  93. 93. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  94. 94. Paleoceno-Eoceno Alpes América do Norte Himalayas Andes Convergências atuais Pangea CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  95. 95. Cordilheira Norte-Americana CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  96. 96. Fold and thrust belt das Rochosas Escudo Canadense Columbia River Basalts (Mioceno) Sevier fold-and-thrust belt Central Nevada Thrust Belt (Permo-Triássico) Batólito Sierra Nevada (Triássico) Cobertura Plataformal Platô do Colorado CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  97. 97. A Cordilheira Norte-Americana faz parte do Orógeno mais antigo do planeta As rochas do Grupo Windermere datam entre 730 e 550 ma e estão associadas com a quebra do supercontinente da Rodínia CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  98. 98. Cordilheira Norte-Americana: Uma longa história de subducção Paleozóico Arcos de ilhas e back-arc basins Carbonífero Permiano CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  99. 99. Mesozóico No Triássico ocorre mudança no padrão de subducção da margem, passando p/ tipo Andino (fechamento de back-arc basins e magmatismo continental) em virtude da abertura do Atlântico Norte Batólito de Serra Nevada CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  100. 100. W Soerguimento intensificado nos últimos 4 milhões de anos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  101. 101. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  102. 102. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  103. 103. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  104. 104. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  105. 105. Basin and Range e Rift Rio Grande CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  106. 106. Basin and Range CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  107. 107. Cenário atual: Estilos de Deformação variáveis ao longo do orógeno Compressão com dobras e falhas associadas Strike-slip/Transformante Extensão e rifteamento CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  108. 108. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  109. 109. Califórnia: Tectônica transcorrente CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  110. 110. Placas Tectônicas envolvidas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  111. 111. Monte Denali, Alaska (6000m) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  112. 112. Cordilheira dos Andes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  113. 113. Orógeno Andino possui 9000 km de extensão, extendendo-se da Colômbia até a junção tríplice Chilena localizada a 46 graus de latitude sul. É compartimentado em diversos segmentos, cujas diferenças principais são a direção de convergência e o ângulo de subducção. A história da orogênese inicia-se com a acreção de terrenos no Paleozóico e assume seu formato atual a partir da metade do Jurássico. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  114. 114. Placas Envolvidas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  115. 115. A Margem Gondwânica CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  116. 116. A acreção de terrenos é característica da porção sul dos Andes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  117. 117. Abertura do Atlântico e extensão na Cordilheira CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  118. 118. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  119. 119. Os Alpes 3 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  120. 120. Os Alpes representam o registro do fechamento de diversas bacias oceânicas na região do Mediterrâneo em virtude da convergência entre a Placa Africana e a Européia. O principal episódio deformacional ocorre durante o Oligoceno e o Mioceno. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  121. 121. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  122. 122. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  123. 123. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  124. 124. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  125. 125. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  126. 126. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  127. 127. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  128. 128. Com uma estrutura complexa e extremamente variável, já foram atribuídos ao orógeno Alpino i) seis períodos de extrusão de basaltos, ii) sete episódios de formação de ofiolitos, iii) três episódios de obducção de ofiolitos; iv) onze episódios deformacionais e (v) sete episódios metamórficos de alta T/P, todos ocorrendo de forma diácrona. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  129. 129. A Linha Periadriática (Insubric line) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  130. 130. A Linha Periadriática (Insubric line) À esquerda, metamórficas de alto grau do continente Europeu; à direita, rochas ultramáficas da África CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  131. 131. Neo-Tethys e Palaeo-Tethys CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  132. 132. Elementos Tectônicos dos Alpes * 30 ma CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Ivrea geophysical body OLIVEIRA
  133. 133. M E T A M O R F I S M O CURSO = GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ DIA = diagênese SGS = sub-grenschist LGS = low-greenschist UGSDEupper greenschist AM = amphibolite HPGS = high pressure greenschist OLIVEIRA GAT = greenschist-amphibolite transition UBS = upper blueschist BS = blueschist BET = blueschis/eclogite transition EC = eclogite UHP = ultra high pressure
  134. 134. As Nappes Alpinas Ocorrem nappes Austroalpinas no domínio Pennínico Nappes Austroalpinas: mobilizam material da Placa Adriática Nappes Helvéticas: mobilizam material da Placa Européia CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Nappes Pennínicas: mobilizam material que existia entre as duas massas continentais OLIVEIRA
  135. 135. Ferdenrothorn, 3180 m Nappe Helvética em calcários CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  136. 136. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  137. 137. Os Himalayas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  138. 138. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  139. 139. Deslocamento = 6000 km CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  140. 140. Nos Himalayas encontra-se a montanha mais alta do mundo CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Monte Evereste (8.844m) OLIVEIRA
  141. 141. Nos Himalayas ocorre a maior concentração de glaciares fora dos pólos, o maior platô do mundo e a fonte para os maiores rios do mundo. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  142. 142. A massa crustal ocorrente CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA no Platô do Tibet excede em 100 vezes a dos Alpes
  143. 143. Em 1924 Emile Argand já propunha a subducção da Índia sob a Ásia CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  144. 144. Algumas regiões possuem a maior razão de soerguimento já medida ( 1cm/ano) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  145. 145. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  146. 146. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  147. 147. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  148. 148. Alguns autores sugerem CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA influência do soerguimento do Tibete na Evolução do Homem
  149. 149. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  150. 150. O Platô do Tibete As forças tectônicas que sustentam o platô do Tibete ainda são um enigma CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  151. 151. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  152. 152. Sutura de fechamento do Paleo-Tethys. Todas as suturas a norte são paleozóicas. Sutura de fechamento do Neo-Tethys. Perfil próximo slide CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA (Indus suture zone)
  153. 153. Siwalik: Produtos erosivos incorporados em nova thrust Metamórficas de baixo grau e rochas sem metamorfismo Metamórficas de alto grau do Embasamento Proterozóico Sutura do Neo-Thetys (Indus suture zone) (Tibetan Thetys) ofiolito Batólito Granítico Cretáceo MFT = Main Frontal Thrust MBT = Main Boundary Thrust MCT = Main Central Thrust STD = South Tibet Detachment CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Principais zonas de acomodação dos esforços compressivos atuais juntamente com..............
  154. 154. Obs: A alternância de zonas de intensa deformação e zonas de “sombra”, sugere existência de controle tectônico por trends estruturais pré-existentes. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  155. 155. Extensão CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  156. 156. T E C T Ô N I C A T R A N S C O R R E N T E CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  157. 157. Escape Tectônico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  158. 158. Obs: Na região da Turquia ocorre outro exemplo importante de feição de escape tectônico. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  159. 159. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  160. 160. Hot Spots: testemunhas da deriva CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  161. 161. Hot Spots: testemunhas da deriva CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  162. 162. G Ê N E S E CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  163. 163. A camada D” CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  164. 164. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  165. 165. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  166. 166. Hot spot do Hawaii CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  167. 167. Hot spot do Hawaii CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  168. 168. Hot spot do Hawaii CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  169. 169. Hotspots de Trindade e Tristão da Cunha CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Anomalias gravimétricas
  170. 170. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  171. 171. Hotspot da Islândia: um ponto quente sobre a dorsal oceânica (Associação de magmas toleíticos e alcalinos) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  172. 172. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  173. 173. Hotspot de Yellowstone CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  174. 174. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  175. 175. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  176. 176. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  177. 177. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  178. 178. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  179. 179. CURSO Muito DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ !! obrigado pela atenção OLIVEIRA

×