O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Curso de geotectônica

2.418 visualizações

Publicada em

Curso de geotectônica

  1. 1. CURSO DE GEOTECTÔNICA Geólogo José Oliveira CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  2. 2. Verticalismo, maçã cozida e as nappes Alpinas... CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  3. 3. Leonardo da Vinci, por volta do ano 1500 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Estratos dobrados OLIVEIRA nas montanhas da Itália
  4. 4. Francis Bacon foi o primeiro cientista a cogitar a possibilidade da deriva continental CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  5. 5. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  6. 6. Alfred Lothar Wegener ( 1880-1930) Propôs em 1912 a Teoria da Deriva Continental a partir do primeiro estudo pormenorizado e sistemático de diversas evidências geológicas que sugeriam a mobilidade dos continentes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  7. 7. Wegener, 1915 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  8. 8. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  9. 9. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  10. 10. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  11. 11. O ressurgimento da ideias da deriva continental: Anomalias magnéticas no fundo oceânico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  12. 12. Anomalias magnéticas no fundo oceânico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  13. 13. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  14. 14. Sea-floor spreading... CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  15. 15. ... and subduction CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  16. 16. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  17. 17. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  18. 18. O motor: as correntes de convecção CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  19. 19. Estrutura da Terra Lehmann Gutenberg Mohorovicic CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  20. 20. Estrutura da Terra CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  21. 21. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  22. 22. As Placas Tectônicas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  23. 23. Deslocamentos atuais CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  24. 24. As junções tríplices Aulacógeno CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  25. 25. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  26. 26. Abertura e fechamento dos oceanos: o Ciclo de Wilson CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  27. 27. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  28. 28. Os Supercontinentes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  29. 29. 7 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  30. 30. Pangea CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  31. 31. Tipos de limites de Placas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  32. 32. LIMITES DIVERGENTES CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  33. 33. Limites divergentes: Cadeias Oceânicas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  34. 34. Limites divergentes: Cadeias Oceânicas São mais de 70.000 km de cadeias oceânicas interligadas. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  35. 35. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  36. 36. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  37. 37. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  38. 38. Limites divergentes: Rifts a. b. c. d. e. f. Rift acima de uma pluma termal Extensão na placa subductada Colapso Gravitacional de orógeno Extensão de back-arc por rollback Extensão em orógeno antigo Pull-apart basin CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  39. 39. Limites divergentes: Rifts CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  40. 40. Simétricos e assimétricos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  41. 41. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  42. 42. Padrão de subsidência (rifts ativos simétricos) Subsidência mecânica Subsidência térmica CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  43. 43. Nos rifts ativos assimétricos, o locus da subsidência mecânica é diferente do locus da susidência termal. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  44. 44. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Petroleum Geoscience, 16 (2010) pp. 217-229 OLIVEIRA
  45. 45. Rift ativo: O Rift Africano CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  46. 46. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  47. 47. Rift Passivo: O Lago Baikal CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  48. 48. Sistema de rifts europeus rúptil dúctil CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  49. 49. LIMITES TRANFORMANTES CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  50. 50. Limites Transformantes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  51. 51. Limites transformantes Oceânicos: Zona de Fratura de Romanche CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  52. 52. Limites transformantes continentais: Falha de Santo André CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  53. 53. Limites transformantes continentais: Falha do Mar Morto CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  54. 54. Limites transformantes continentais: Anatolian Fault CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  55. 55. Limites transformantes continentais Falha Alpina CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  56. 56. LIMITES CONVERGENTES CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  57. 57. Limites Convergentes Arcos tipo Marianas (Ensimáticos) Arcos tipo Andino (margens continentais ativas Arcos tipo Japão (Ensiálicos) Colisão Continental CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  58. 58. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  59. 59. O início da convergência CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  60. 60. Tipologia dos arcos: O conceito de rollback Com relação a um ponto fixo no manto, a posição da fossa migra ao longo do tempo. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  61. 61. Arco tipo Andino Vor maior que Vrb (Backarc contracional) Arco tipo Marianas Vor menor que Vrb ou de sentido oposto (Backarc extensional) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  62. 62. Arco tipo Japão Iniciou como um backarc extensional e hoje é compressional CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  63. 63. A curvatura dos arcos de ilha maior rollback na região central CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  64. 64. A subducção Mudança de fase mineralógica Fim da sismicidade Perturbação termal no manto Expulsão de CO2 e H2O, fusão parcial da crosta, formação dos eclogitos, (Piroxênio + granada) aumento da slab-pull force CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  65. 65. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  66. 66. O ângulo de subducção CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  67. 67. Seção ideal de uma margem convergente Bulge periférico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  68. 68. O Bulge periférico Ocorre por volta dos 250 km antes da fossa terremotos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  69. 69. A fossa As fossas resultam do fato da slab-pull force “puxar” a placa oceânica para profundidades maiores do que aquelas que seriam possíveis pelo mecanismo isostático. A profundidade da fossa mais profunda supera a altura da montanha mais alta do planeta. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  70. 70. A profundidade da fossa é função da idade da placa subductada e do fluxo sedimentar. Sedimentação típica: turbiditos e debris-flows, eventualmente incorporados ao prisma acrecionário. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  71. 71. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Porto Rico Marianas
  72. 72. O prisma acrecionário CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  73. 73. Cunha bivergente CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  74. 74. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  75. 75. O Arco de Sunda CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  76. 76. Características gerais dos prismas acrecionários - Presença comum de olitostromas (acumulações caóticas de sedimentos) - Slumps e dobras penecontemporâneas - Ocorrência comum de turbiditos e debris-flows causados pela ruptura de taludes - Intensa “reciclagem de material; são comuns os conglomerados com seixos de conglomerados. - Intensos dobramentos e formação de clivagens -Formação das melanges, onde rochas de litologias e graus metamórficos contrastantes ocorrem lado a lado. -O acamadamento não possui grande continuidade lateral. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  77. 77. Os Xistos Azuis: mistério desvendado pela Tectônica de Placas Rochas formadas em condições de alta pressão e baixa temperatura, os xistos azuis permaneceram um mistério até a descoberta das zonas de subducção. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  78. 78. As bacias de forearc e os arcos vulcânicos Um dos lugares do mundo onde aflora o trench-slope break é na Ilha de Barbados no Caribe CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  79. 79. Região de retro-arco: Back-arc basin ou retro-arc foreland basin Bacias de back-arc do Mar do Japão e do Mar das Filipinas Retro-arc foreland basin dos Andes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  80. 80. Foreland Andina Back-arc basins do Pacífico overfilled underfilled CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  81. 81. Limites convergentes: colisão continental CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  82. 82. Fases finais da convergência: Slab breakoff A desaceleração da convergência e a flutuação (buoyancy) da crosta continental causa o rompimento da placa subductada. O rompimento da placa permite a entrada de material quente do manto e novo episódio de magmatismo. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA A perda de peso em virtude do breakoff possibilita o soerguimento do orógeno.
  83. 83. A colisão continental O orógeno resultante pode ter caráter assíncrono A convergência pode ser frontal ou oblíqua e sujeita às irregularidades das margens continentais. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  84. 84. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  85. 85. Estágios básico de uma colisão continental Configuração pré-colisional Plataforma continental transforma-se no embasamento da fossa. Interação inicial Basin inversion Espessamento crustal, dobras, nappes, milonitos, metamorfismo regional gerando xistos e gnaisses. Fim da subducção e sutura CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Estrutura bivergente
  86. 86. Espessamento crustal e colapso extensional Erosão e descompressão CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  87. 87. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  88. 88. Deformação Intracontinental (Tectônica Intraplaca): Transcorrências e Escape Tectônico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  89. 89. Zonas de sutura: Os Ofiolitos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  90. 90. Origem dos Ofiolitos: Perfil da crosta oceânica CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  91. 91. Formação dos Ofiolitos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  92. 92. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  93. 93. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  94. 94. Paleoceno-Eoceno Alpes América do Norte Himalayas Andes Convergências atuais Pangea CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  95. 95. Cordilheira Norte-Americana CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  96. 96. Fold and thrust belt das Rochosas Escudo Canadense Columbia River Basalts (Mioceno) Sevier fold-and-thrust belt Central Nevada Thrust Belt (Permo-Triássico) Batólito Sierra Nevada (Triássico) Cobertura Plataformal Platô do Colorado CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  97. 97. A Cordilheira Norte-Americana faz parte do Orógeno mais antigo do planeta As rochas do Grupo Windermere datam entre 730 e 550 ma e estão associadas com a quebra do supercontinente da Rodínia CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  98. 98. Cordilheira Norte-Americana: Uma longa história de subducção Paleozóico Arcos de ilhas e back-arc basins Carbonífero Permiano CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  99. 99. Mesozóico No Triássico ocorre mudança no padrão de subducção da margem, passando p/ tipo Andino (fechamento de back-arc basins e magmatismo continental) em virtude da abertura do Atlântico Norte Batólito de Serra Nevada CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  100. 100. W Soerguimento intensificado nos últimos 4 milhões de anos CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  101. 101. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  102. 102. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  103. 103. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  104. 104. W CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  105. 105. Basin and Range e Rift Rio Grande CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  106. 106. Basin and Range CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  107. 107. Cenário atual: Estilos de Deformação variáveis ao longo do orógeno Compressão com dobras e falhas associadas Strike-slip/Transformante Extensão e rifteamento CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  108. 108. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  109. 109. Califórnia: Tectônica transcorrente CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  110. 110. Placas Tectônicas envolvidas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  111. 111. Monte Denali, Alaska (6000m) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  112. 112. Cordilheira dos Andes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  113. 113. Orógeno Andino possui 9000 km de extensão, extendendo-se da Colômbia até a junção tríplice Chilena localizada a 46 graus de latitude sul. É compartimentado em diversos segmentos, cujas diferenças principais são a direção de convergência e o ângulo de subducção. A história da orogênese inicia-se com a acreção de terrenos no Paleozóico e assume seu formato atual a partir da metade do Jurássico. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  114. 114. Placas Envolvidas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  115. 115. A Margem Gondwânica CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  116. 116. A acreção de terrenos é característica da porção sul dos Andes CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  117. 117. Abertura do Atlântico e extensão na Cordilheira CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  118. 118. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  119. 119. Os Alpes 3 CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  120. 120. Os Alpes representam o registro do fechamento de diversas bacias oceânicas na região do Mediterrâneo em virtude da convergência entre a Placa Africana e a Européia. O principal episódio deformacional ocorre durante o Oligoceno e o Mioceno. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  121. 121. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  122. 122. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  123. 123. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  124. 124. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  125. 125. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  126. 126. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  127. 127. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  128. 128. Com uma estrutura complexa e extremamente variável, já foram atribuídos ao orógeno Alpino i) seis períodos de extrusão de basaltos, ii) sete episódios de formação de ofiolitos, iii) três episódios de obducção de ofiolitos; iv) onze episódios deformacionais e (v) sete episódios metamórficos de alta T/P, todos ocorrendo de forma diácrona. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  129. 129. A Linha Periadriática (Insubric line) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  130. 130. A Linha Periadriática (Insubric line) À esquerda, metamórficas de alto grau do continente Europeu; à direita, rochas ultramáficas da África CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  131. 131. Neo-Tethys e Palaeo-Tethys CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  132. 132. Elementos Tectônicos dos Alpes * 30 ma CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Ivrea geophysical body OLIVEIRA
  133. 133. M E T A M O R F I S M O CURSO = GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ DIA = diagênese SGS = sub-grenschist LGS = low-greenschist UGSDEupper greenschist AM = amphibolite HPGS = high pressure greenschist OLIVEIRA GAT = greenschist-amphibolite transition UBS = upper blueschist BS = blueschist BET = blueschis/eclogite transition EC = eclogite UHP = ultra high pressure
  134. 134. As Nappes Alpinas Ocorrem nappes Austroalpinas no domínio Pennínico Nappes Austroalpinas: mobilizam material da Placa Adriática Nappes Helvéticas: mobilizam material da Placa Européia CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Nappes Pennínicas: mobilizam material que existia entre as duas massas continentais OLIVEIRA
  135. 135. Ferdenrothorn, 3180 m Nappe Helvética em calcários CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  136. 136. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  137. 137. Os Himalayas CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  138. 138. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  139. 139. Deslocamento = 6000 km CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  140. 140. Nos Himalayas encontra-se a montanha mais alta do mundo CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ Monte Evereste (8.844m) OLIVEIRA
  141. 141. Nos Himalayas ocorre a maior concentração de glaciares fora dos pólos, o maior platô do mundo e a fonte para os maiores rios do mundo. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  142. 142. A massa crustal ocorrente CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA no Platô do Tibet excede em 100 vezes a dos Alpes
  143. 143. Em 1924 Emile Argand já propunha a subducção da Índia sob a Ásia CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  144. 144. Algumas regiões possuem a maior razão de soerguimento já medida ( 1cm/ano) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  145. 145. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  146. 146. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  147. 147. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  148. 148. Alguns autores sugerem CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA influência do soerguimento do Tibete na Evolução do Homem
  149. 149. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  150. 150. O Platô do Tibete As forças tectônicas que sustentam o platô do Tibete ainda são um enigma CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  151. 151. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  152. 152. Sutura de fechamento do Paleo-Tethys. Todas as suturas a norte são paleozóicas. Sutura de fechamento do Neo-Tethys. Perfil próximo slide CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA (Indus suture zone)
  153. 153. Siwalik: Produtos erosivos incorporados em nova thrust Metamórficas de baixo grau e rochas sem metamorfismo Metamórficas de alto grau do Embasamento Proterozóico Sutura do Neo-Thetys (Indus suture zone) (Tibetan Thetys) ofiolito Batólito Granítico Cretáceo MFT = Main Frontal Thrust MBT = Main Boundary Thrust MCT = Main Central Thrust STD = South Tibet Detachment CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Principais zonas de acomodação dos esforços compressivos atuais juntamente com..............
  154. 154. Obs: A alternância de zonas de intensa deformação e zonas de “sombra”, sugere existência de controle tectônico por trends estruturais pré-existentes. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  155. 155. Extensão CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  156. 156. T E C T Ô N I C A T R A N S C O R R E N T E CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  157. 157. Escape Tectônico CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  158. 158. Obs: Na região da Turquia ocorre outro exemplo importante de feição de escape tectônico. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  159. 159. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  160. 160. Hot Spots: testemunhas da deriva CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  161. 161. Hot Spots: testemunhas da deriva CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  162. 162. G Ê N E S E CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  163. 163. A camada D” CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  164. 164. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  165. 165. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  166. 166. Hot spot do Hawaii CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  167. 167. Hot spot do Hawaii CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  168. 168. Hot spot do Hawaii CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  169. 169. Hotspots de Trindade e Tristão da Cunha CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA Anomalias gravimétricas
  170. 170. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  171. 171. Hotspot da Islândia: um ponto quente sobre a dorsal oceânica (Associação de magmas toleíticos e alcalinos) CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  172. 172. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  173. 173. Hotspot de Yellowstone CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  174. 174. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  175. 175. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  176. 176. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  177. 177. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  178. 178. CURSO DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ OLIVEIRA
  179. 179. CURSO Muito DE GEOTECTÔNICA - GEÓLOGO JOSÉ !! obrigado pela atenção OLIVEIRA

×