CIRCUITO
TRANSMISSOR DE
TEMPERATURA
ANÁLISE DO HARDWARE
O CIRCUITO SE DIVIDE EM 5 PARTES
• CIRCUITO DE CORRENTE COM LM 317
• PONTE DE WHEATSTONE
• DIFERENCIADOR COM AOP LM 741
• ...
OBJETIVOS DO CIRCUITO
• ENTREGAR OS VALORES 0 A 10 VOLTS E 4 A 20 MILI AMPERES PARA A FAIXA DE
TEMPERATURA DE 0° A 100° CE...
CIRCUITO COMPLETO
CIRCUITO DE
CORRENTE
MANTÉM UMA CORRENTE
CONSTANTE NO PT100
PONTE DE
WHEATSTONE
TENSÕES DE VOUT1 E VOUT2 SÃO
IGUALADAS PARA O DIFERENCIADOR
R2=R3 E COM TENSÃO PELO MENOS 10
VEZES A D...
DIFERENCIADOR
COM LM741
RESISTORES FAZENDO A
CONFIGURAÇÃO DE DIFERENCIADOR
O GANHO É DE 103 X PARA 10 V
RF = 10,3 K
R=100
ESPELHO DE
CORRENTE
CÁLCULO DE TENSÃO PARA A CORRENTE DE 4MA
ATÉ 20MA
RELAÇÃO DE ¼ + A TENSÃO
QUEDA DE TENSÃO SOBRE O TIP ...
TENSÃO
FLUTUANTE
COM LM 317
AJUSTA TENSÃO PARA A MESMA
TENSÃO PARA SE OBTER 4 MA.
A SAÍDA DA TENSÃO PASSA A SER
MEDIDA ENT...
GRANDEZAS E RESPOSTAS DO
CIRCUITO
TESTES
VALORES COM GRANDE VARIAÇÃO
MÉTODO UTILIZADO NÃO GARANTE
PRECISÃO
OBS: TENSÃO E CORRENTE FICARAM
LIMITADOS
COMPARAÇÃO DAS RESPOSTAS
CARACTERÍSTICAS DO CIRCUITO
CONCLUIU-SE QUE
• TENSÃO OK
• CORRENTE PRÓXIMO
• TAMANHO E PREÇO OK
• RESPOSTA LM 741 PREJUDICADA PELA LIMITAÇÃO POR ALIME...
JOSÉ LUIZ LEITE JUNIOR
ALEXANDRE RIBEIRO NORA
4° PERÍODO EM TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO
INDUSTRIAL
“INATEL
INSTRUMENTAÇÃO
INDUSTRIAL
PROFESSOR
WANDERSON ELEUTÉRIO SALDANHA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Transmissor de temperatura 4 a 20 mili amperes 0 a 10 volts, ajustável

392 visualizações

Publicada em

Transmissor de temperatura para sensor pt 100 pode ser alterado

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
392
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transmissor de temperatura 4 a 20 mili amperes 0 a 10 volts, ajustável

  1. 1. CIRCUITO TRANSMISSOR DE TEMPERATURA ANÁLISE DO HARDWARE
  2. 2. O CIRCUITO SE DIVIDE EM 5 PARTES • CIRCUITO DE CORRENTE COM LM 317 • PONTE DE WHEATSTONE • DIFERENCIADOR COM AOP LM 741 • CIRCUITO ESPELHO DE CORRENTE COM TIP 122 • CIRCUITO DE TENSÃO FLUTUANTE COM LM 317
  3. 3. OBJETIVOS DO CIRCUITO • ENTREGAR OS VALORES 0 A 10 VOLTS E 4 A 20 MILI AMPERES PARA A FAIXA DE TEMPERATURA DE 0° A 100° CELSIUS • USAR O MÍNIMO DE COMPONENTES • BARATO • TER MENOR GANHO POSSÍVEL • ADEQUAR AS CARACTERÍSTICAS DO PT 100 • POSSIBILITAR AJUSTES
  4. 4. CIRCUITO COMPLETO
  5. 5. CIRCUITO DE CORRENTE MANTÉM UMA CORRENTE CONSTANTE NO PT100
  6. 6. PONTE DE WHEATSTONE TENSÕES DE VOUT1 E VOUT2 SÃO IGUALADAS PARA O DIFERENCIADOR R2=R3 E COM TENSÃO PELO MENOS 10 VEZES A DO PT100 PARA FORÇAR UMA CORRENTE IGUAL NOS DOIS LADOS DA PONTE FAIXA DE VARIAÇÃO DE TENSÃO DE 96,25 MV
  7. 7. DIFERENCIADOR COM LM741 RESISTORES FAZENDO A CONFIGURAÇÃO DE DIFERENCIADOR O GANHO É DE 103 X PARA 10 V RF = 10,3 K R=100
  8. 8. ESPELHO DE CORRENTE CÁLCULO DE TENSÃO PARA A CORRENTE DE 4MA ATÉ 20MA RELAÇÃO DE ¼ + A TENSÃO QUEDA DE TENSÃO SOBRE O TIP 0,7 V (AJUSTADA PARA CORREÇÃO) COM A TENSÃO É AJUSTADO RV1 NA PONTE PARA 3,2 V A SAÍDA DO AMPLIFICADOR AGORA DEVE SER DE 3,2 A 13,2 A RESISTÊNCIA TEM QUE TER 625 PARA 4 A 20 MA RV5 É DEFINIDO (625-R8) R8 BALANCEIA O ESPELHO
  9. 9. TENSÃO FLUTUANTE COM LM 317 AJUSTA TENSÃO PARA A MESMA TENSÃO PARA SE OBTER 4 MA. A SAÍDA DA TENSÃO PASSA A SER MEDIDA ENTRE A SAÍDA DO CIRCUITO DE TENSÃO E A SAÍDA DO AMPLIFICADOR
  10. 10. GRANDEZAS E RESPOSTAS DO CIRCUITO
  11. 11. TESTES VALORES COM GRANDE VARIAÇÃO MÉTODO UTILIZADO NÃO GARANTE PRECISÃO OBS: TENSÃO E CORRENTE FICARAM LIMITADOS
  12. 12. COMPARAÇÃO DAS RESPOSTAS
  13. 13. CARACTERÍSTICAS DO CIRCUITO
  14. 14. CONCLUIU-SE QUE • TENSÃO OK • CORRENTE PRÓXIMO • TAMANHO E PREÇO OK • RESPOSTA LM 741 PREJUDICADA PELA LIMITAÇÃO POR ALIMENTAÇÃO • ADICIONAR ZENER PARA LIMITAR TENSÃO MÁXIMA • ADICIONAR DIODO COMUM PARA LIMITAR TENSÃO MÍNIMA • ESTÁVEL EM CONDIÇÕES TÍPICAS DO DATASHEETE DO AOP
  15. 15. JOSÉ LUIZ LEITE JUNIOR ALEXANDRE RIBEIRO NORA 4° PERÍODO EM TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL “INATEL
  16. 16. INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL PROFESSOR WANDERSON ELEUTÉRIO SALDANHA

×