Amor e familia na biblia

5.097 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.097
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
183
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amor e familia na biblia

  1. 1. Trabalho realizado por :Educação -Camila Rodrigues nº 6Moral -Catarina Oliveira nº 8 -Cláudia Neves nº9Religiosa -Luís Lamelas nº19Católica -Maria Fernandes nº20 Escola E.B 2/3 S.Torcato 8ºano Professora Nancy Leite
  2. 2. Amor e Família na BíbliaOs temas da bíblia hoje em dia são pouco abordados,muito menos o amor.E o objectivo deste trabalho é dar a conhecer o amor e afamília na bíblia.
  3. 3. Amor e Família na Bíblia• Nem sempre quando se fala de amor se trata de um amor verdadeiro. Há sempre a atracão física por outras pessoas. A bíblia vem falar-nos do amor que Deus criou entre o homem e a mulher e a família.• Desde sempre, os homens e as mulheres se amaram, e a bíblia passou a interpretar esse amor á luz de um modelo divino: exalta o dom mútuo e completo de um ao outro.
  4. 4. Amor e Família na Bíblia•O matrimónio na Bíblia é usado como comparação e metáfora do amor de Deuspara com a humanidade e da resposta desta ao deus que é amor .• A Bíblia apresenta Deus como criador e pai da humanidade, mas apresenta-o,também, como marido que ama incondicionalmente a comunidade humana comoa uma esposa.• Logo no primeiro livro a Bíblia, o Géneses, se diz que o homem e a mulher foramcriados á imagem de deus e que, “Deus achou que tudo aquilo que tinha feito eramuito bom”
  5. 5. Amor e Família na Bíblia• A sexualidade e a genitalidade não estão fora do projeto de Deus para a humanidade, bem pelo contrário :• Deus deu ao ser humano uma força de vida que é simultaneamente confronto, bem estar pessoal e dom para o outro na comunhão amorosa, total é recíproca aberta à vida sempre nova .
  6. 6. Amor e Família na Bíblia• Este salmo - cantado nas peregrinações à cidade santa de Jerusalém - proclama a presença amorosa de Deus no trabalho, na vida social e, sobretudo, na vida familiar que ele protege e abençoa com o dom maravilhoso dos filhos.• Dar vida, originar vida, ter filhos é uma dádiva de Deus.
  7. 7. • Ou seja, os filhos são a grande bênção de Deus. Através deles é garantida a descendência e a história não só da família, mas também do povo. Para os judeus, aliás, a história era entendida como uma sucessão de gerações.• Ter muitos filhos, para além de bênção divina, é garantia de memória e transmissão de uma identidade colectiva, bem como de felicidade individual.
  8. 8. Amor e Família na Bíblia• O salmo que acabamos de ler, tem como tema central a felicidade do ser humano e a bênção de Deus, que se realizam em todos os que honram e obedecem a Deus.• Na primeira parte, o salmista começa por referir que a felicidade é para quem anda nos caminhos de Deus e respeitas os seus mandamentos.
  9. 9. • Quais as consequências para a vida de quem põe em pratica esta orientação? O salmo refere três: a) o trabalho como fonte de felicidade e prosperidade. Para os Judeus, não produziram era sinal de maldição e infelicidade. b) a fecundidade do casal(a mulher é comparada a uma videira carregada de uvas) c) os filhos como frutos do amor fecundo do casal, comparados no salmo a rebentos de uma oliveira
  10. 10. Amor e Família na Bíblia• A segunda parte do salmo é a formulação de uma bênção: o salmista invoca o poder de Deus para que recaiam sobre o crente todos os bens. Deus deseja que o ser humano seja feliz e abençoado.• Felicidade e bênção destinam-se a todos os que respeitam e seguem os seus mandamentos.• As bênçãos desejadas são três: o bem-estar social, que afeta o bem-estar pessoal; a longevidade(viver até ver os netos) e a paz social.
  11. 11. Amor e Família na Bíblia• Neste salmo canta-se a convicção de que o amor de Deus acompanha o caminho de ser humano. Basta que as mulheres e homens sigam o caminho do ser humano.• Basta que mulheres e homens sigam o caminho de Deus e por Ele se deixem abençoar para colherem os frutos de bem-estar ,felicidade e paz.• O bem-estar pessoal (fecundidade, filhos, trabalho, vida longa) prolonga-se no bem estar social, concretizando se na paz para a sociedade.
  12. 12. Amor e Família na Bíblia• Nesta pequena passagem do Evangelho, podemos observar Jesus a relacionar-se com a multidão e com os seus familiares.• O espaço em que se desenrola a cena é o interior de uma casa, por oposição ao espaço exterior (“ao pé da casa”). Só por si, estes elementos estão carregados de significado, pois colocam-nos num cenário d certo distanciamento (os que estão fora da casa).
  13. 13. Amor e Família na Bíblia• O texto soa um pouco desconcentrante e estranho aos nossos ouvidos. Pelas palavras de Jesus, pode parecer que ele desconhece e desvaloriza a família.• De facto, quando os seus familiares o mandam chamar, recusa-se a segui- los, afirmando que a sua família é outra.
  14. 14. Amor e Família na Bíblia•O texto refere os irmãos, irmãs e mãe de Jesus. Quemsão estes irmãos e irmãs? São parentes de Jesus, poisna bíblia(como no oriente ainda hoje), a palavra“irmãos” poderá referir-se aos filhos da mesma mãeou parentes próximos, como os primos, por exemplo.Quem procura Jesus são, pois, a sua mãe e os seusparentes.Entretanto, Jesus esta rodeado por uma multidão depessoas interessadas em o ver e ouvir.
  15. 15. Amor e Família na Bíblia• Estes dois tipos de personagens são constantes: por um lado, os parentes de Jesus, que lhe são conhecidos e próximos, mas que parecem não estar interessados em ouvir as suas palavras, permanecendo do lado de fora da casa; por outro, a multidão de desconhecidos, sedenta de ouvir, que dele se aproxima.• Procurado pelos seus familiares, Jesus lança uma pergunta provocatória, que motiva os presentes à reflexão: “Quem é minha mãe e meus irmãos?”
  16. 16. Amor e Família na Bíblia• A resposta a esta pergunta revela que Jesus quer fundar uma nova família, da qual poderão fazer parte todas as pessoas, conhecidos e desconhecidos, os que são mais ao menos próximos.• Porém, há uma condição para pertencer a esta nova comunidade familiar: “Quem fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.
  17. 17. Amor e Família na Bíblia• Recordemos que Jesus nasceu numa família e nela foi crescendo e experimentando o amor dos seus pais, o carinho dos seus familiares e a relação com as pessoas da sua aldeia.• Nela foi educando segundo os costumes judaicos, aprendendo a amar a Deus.• Nela compreendeu o valor do trabalho e descobriu a sua missão como filho de deus.
  18. 18. Amor e Família na Bíblia• A Boa-Nova de Jesus consiste na entrega ao pai, fonte de vida e de amor. O que Deus deseja é que os filhos façam a experiência de serem por ele amados.• E é precisamente o amor divino, que é universal, que leva Jesus a ir além da família de Nazaré e a criar um novo laço familiar.• Retomando agora a interpretação do texto de S.Marcos, vemos que o olhar de Jesus se dirige sobretudo para os que continuem essa nova comunidade, cujos membros não estão ligados por por laços de sangue, mas pela relação com Jesus e pela mesma vontade de obedecer ao pai.
  19. 19. Amor e Família na Bíblia• Jesus ensinou que esta família, de acordo com o sonho e vontade de Deus, deve ser tão abrangente e universal quanto o coração de Deus. Os seus membros não tem em comum o facto de terem o mesmo pai, a mesma mãe ou os mesmos irmãos biológicos, mas o facto de nascerem do amor de Deus.
  20. 20. Amor e Família na Bíblia• A única condição para lhe pertencer é fazer a vontade do pai, ou seja, amar a Deus e ao próximo.• Todos são chamados a servir os outros e convidados a viver o perdão como prova do amor que os une.• E porque o amor de Deus é infinito, a nova família que Jesus fundou não se limita a um espaço geográfico, nem a um tempo na história: é composta por todas as famílias do mundo e de todos os tempos.

×