SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Homossexuais brasileiros lutam pela igualdade
Após aprovação de união civil entre pessoas do mesmo sexo,
homossexuais continuam luta por seus direitos.

Parte II da matéria Direitos Civis dos Homossexuais de abril de 2011




Zé Ricardo Oliveira

Após manifestações de alguns grupos religiosos e políticos, e até de
parlamentares, contra a união civil de pessoas do mesmo sexo, foram
aprovadas com dez votos a zero, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI)
4277, com objetivo de declarar a união civil entre pessoas do mesmo sexo, e a
A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 132. Dos 11
ministros um alegou não poder votar por ter se envolvido com o projeto quando
advogado. As ações apresentadas pelo governo do Rio de Janeiro,
representado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB), a outra, pela vice-
procuradora-geral da República, Deborah Duprat, foram levadas a julgamento
pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 04 de maio último.

Reverberando por grande parte da mídia em torno do mundo, a união ainda
deixa uma série de dúvidas. A maioria delas sobre quais os direitos passam a
ser assegurados por lei. Confira aqui o que muda a partir da decisão do
STF. (Linkar com quadro do IG postado separado aqui no Blog – endereço
abaixo)

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/veja+os+direitos+que+os+homossexuais+
ganham+com+a+decisao+do+stf/n1300153607263.html

Justiça

Para a Ministra Maria do Rosário, da Secretaria Especial de Direitos Humanos
do Governo Federal, falta no país o reconhecimento da igualdade dos direitos
do cidadão, principalmente os direitos relacionados aos homoafetivos. Em
entrevista para a edição de maio da revista JÚNIOR, a Ministra declara que “o
Brasil precisa avançar em leis que garantam os direitos de todas as pessoas,
reconheçam os direitos civis da população como um todo e enfrentem a
violência. A democracia fica incompleta quando enquanto setores da sociedade
não são respeitados e ouvidos”.

Faltam ainda serem votadas outras duas importantes ações a favor dos direitos
dos homossexuais. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/06, lei que
criminaliza a homofobia no Brasil e o Kit anti-homofobia do MEC, que foi
aprovado e logo em seguida, teve a distribuição suspensa pela presidenta
Dilma Roussef, proibição essa que tem gerado uma série de manifestações de
insatisfação por parte de grupos e organizações em apoio aos direitos dos
homossexuais.

Criminalização da homofobia

Arquivado desde 2008, o PLC 122/06 é um projeto de lei que defende a
criminalização da homofobia em território nacional. Desengavetado pela
senadora Marta Suplicy (PT-SP) em 2010, o projeto já teve seu texto alterado e
possivelmente passará por nova reformulação. A revisão do texto foi anunciada
pelo site oficial da Agência Senado no último dia 31 de maio. O novo texto é
resultado de uma articulação entre os senadores Marcelo Crivella (PRB-RJ) e
Demóstenes Torres (DEM-GO).

O principal motivo pela revisão do texto é de interesse da bancada religiosa, aí
representada por Crivella. Eles defendem a liberdade nas igrejas, de pregações
que condenem a homossexualidade. Para os demais, e visão da senadora
Marta, o mais importante é direcionar o texto em defesa de punição para quem
induzir à violência, ponto também acertado entre os religiosos. Esta é a
segunda vez que o texto passa por alterações, a primeira, também por
solicitação da bancada religiosa. Para Marta Suplicy, relatora do projeto, uma
maneira encontrada para garantir maior número de votos a favor.

Em entrevista Agência do Senado, a senadora Marta declarou sobre o acordo
com o Crivella. “Eu pedi para ele (Crivella), em homenagem à (ex-deputada)
Iara Bernardi, que fez o projeto original, e à (ex-senadora) Fátima Cleide que
mantivéssemos o projeto original com todos os adendos, tirando algumas
coisas que eram do original. Isso eu acho que foi contemplado.
Estão ainda entre as principais alterações o aumento de pena, já prevista no
código civil, motivo pelo qual Crivella insiste ser desnecessário o PLC 122.
Segundo ele, as penas contra qualquer tipo de violência já estão previstas no
Código Penal, como crime de injúria.

Mas, para os homossexuais, a aprovação do PLC 122 é de grande relevância,
principalmente na garantia de uma consequente diminuição de crimes contra
os gays. O coordenador do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS)
da Ufba, Leandro Colling, alerta sobre a importância da aprovação da lei e que
ainda há muito a ser feito: “Eu considero a aprovação dessa lei muito
importante, mais até que a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Isso
porque essa lei atinge e beneficia todos os LGBTs, inclusive aqueles que
querem permanecer sem a união civil. No entanto, também não podemos
apostar que com essa lei todos os nossos problemas estarão resolvidos. É
apenas uma etapa, importante, sim, mas uma etapa”.




18 Junho de 2011.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas
8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas
8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas
fdparizotto
 
Compre seu terreno e financie sua casa pela
Compre seu terreno e financie sua casa pelaCompre seu terreno e financie sua casa pela
Compre seu terreno e financie sua casa pela
agenciaqi
 
SALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIAL
SALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIALSALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIAL
SALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIAL
colegioaddburlada
 
Seguro de saúde internacional itaú você em boa companhia
Seguro de saúde internacional itaú   você em boa companhiaSeguro de saúde internacional itaú   você em boa companhia
Seguro de saúde internacional itaú você em boa companhia
Joe Pinheiro
 
Los numerales y los indefinidos power poiint
Los numerales y los indefinidos power poiintLos numerales y los indefinidos power poiint
Los numerales y los indefinidos power poiint
angela2002lopez
 
A minha aldeia, ontem e hoje (1)
A minha aldeia, ontem e hoje (1)A minha aldeia, ontem e hoje (1)
A minha aldeia, ontem e hoje (1)
Patriben
 

Destaque (20)

Unidad 3 Listas Enlazadas
Unidad 3 Listas EnlazadasUnidad 3 Listas Enlazadas
Unidad 3 Listas Enlazadas
 
69 cipm
69 cipm69 cipm
69 cipm
 
8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas
8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas
8. Cautelares específicas - Produção antecipada de provas
 
Standee
StandeeStandee
Standee
 
Compre seu terreno e financie sua casa pela
Compre seu terreno e financie sua casa pelaCompre seu terreno e financie sua casa pela
Compre seu terreno e financie sua casa pela
 
Apresentação1ercilia
Apresentação1erciliaApresentação1ercilia
Apresentação1ercilia
 
CURS MADE IN PIRINEUS. Com obrir les explotacions agràries i els obradors a v...
CURS MADE IN PIRINEUS. Com obrir les explotacions agràries i els obradors a v...CURS MADE IN PIRINEUS. Com obrir les explotacions agràries i els obradors a v...
CURS MADE IN PIRINEUS. Com obrir les explotacions agràries i els obradors a v...
 
SALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIAL
SALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIALSALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIAL
SALIDA 2º ESO EN BICICLETA POR EL PARQUE FLUVIAL
 
Presentation final
Presentation finalPresentation final
Presentation final
 
Feliz natal
Feliz natalFeliz natal
Feliz natal
 
Seguro de saúde internacional itaú você em boa companhia
Seguro de saúde internacional itaú   você em boa companhiaSeguro de saúde internacional itaú   você em boa companhia
Seguro de saúde internacional itaú você em boa companhia
 
Los numerales y los indefinidos power poiint
Los numerales y los indefinidos power poiintLos numerales y los indefinidos power poiint
Los numerales y los indefinidos power poiint
 
Biblioteca do Mailee.me em .NET
Biblioteca do Mailee.me em .NETBiblioteca do Mailee.me em .NET
Biblioteca do Mailee.me em .NET
 
Dicas
DicasDicas
Dicas
 
Beijinhos
BeijinhosBeijinhos
Beijinhos
 
Cada instante de nós dois - Cassiane e jairinho
Cada instante de nós dois - Cassiane e jairinhoCada instante de nós dois - Cassiane e jairinho
Cada instante de nós dois - Cassiane e jairinho
 
Autor do mês
Autor do mêsAutor do mês
Autor do mês
 
Enredo
EnredoEnredo
Enredo
 
Jfa cartaz a3_coros_final
Jfa cartaz a3_coros_finalJfa cartaz a3_coros_final
Jfa cartaz a3_coros_final
 
A minha aldeia, ontem e hoje (1)
A minha aldeia, ontem e hoje (1)A minha aldeia, ontem e hoje (1)
A minha aldeia, ontem e hoje (1)
 

Semelhante a Zé Ricardo Oliveira Homossexuais Brasileiros Lutam pela Igualdade

Ficha limpa – wikipédia, a enciclopédia livre
Ficha limpa – wikipédia, a enciclopédia livreFicha limpa – wikipédia, a enciclopédia livre
Ficha limpa – wikipédia, a enciclopédia livre
Agassis Rodrigues
 
Ação direta de inconstitucionalidade 4
Ação direta de inconstitucionalidade 4Ação direta de inconstitucionalidade 4
Ação direta de inconstitucionalidade 4
Franck Lenzi
 

Semelhante a Zé Ricardo Oliveira Homossexuais Brasileiros Lutam pela Igualdade (20)

Pl 122
Pl 122Pl 122
Pl 122
 
"O LONGO CAMINHO CONTRA A DISCRIMINAÇÃO POR ORIENTAÇÃO SEXUAL NO BRASIL NO CO...
"O LONGO CAMINHO CONTRA A DISCRIMINAÇÃO POR ORIENTAÇÃO SEXUAL NO BRASIL NO CO..."O LONGO CAMINHO CONTRA A DISCRIMINAÇÃO POR ORIENTAÇÃO SEXUAL NO BRASIL NO CO...
"O LONGO CAMINHO CONTRA A DISCRIMINAÇÃO POR ORIENTAÇÃO SEXUAL NO BRASIL NO CO...
 
Reforma codigopenal
Reforma codigopenalReforma codigopenal
Reforma codigopenal
 
Reforma Código Penal Brasileiro 2012 - Aborto Legal
Reforma Código Penal Brasileiro 2012 - Aborto LegalReforma Código Penal Brasileiro 2012 - Aborto Legal
Reforma Código Penal Brasileiro 2012 - Aborto Legal
 
Discriminação contra minorias sexuais, religião e o constitucionalismo pós 88
Discriminação contra minorias sexuais, religião e o constitucionalismo pós 88Discriminação contra minorias sexuais, religião e o constitucionalismo pós 88
Discriminação contra minorias sexuais, religião e o constitucionalismo pós 88
 
1ª série reda cem - 10.7
1ª série   reda cem -  10.71ª série   reda cem -  10.7
1ª série reda cem - 10.7
 
Agência Liderança
Agência LiderançaAgência Liderança
Agência Liderança
 
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos HomossexuaisZé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
 
Jornal da câmara 05 12-2013
Jornal da câmara 05 12-2013Jornal da câmara 05 12-2013
Jornal da câmara 05 12-2013
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativa
 
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
 
Ficha limpa – wikipédia, a enciclopédia livre
Ficha limpa – wikipédia, a enciclopédia livreFicha limpa – wikipédia, a enciclopédia livre
Ficha limpa – wikipédia, a enciclopédia livre
 
Ação direta de inconstitucionalidade 4
Ação direta de inconstitucionalidade 4Ação direta de inconstitucionalidade 4
Ação direta de inconstitucionalidade 4
 
Inércia legislativa unisc
Inércia legislativa   uniscInércia legislativa   unisc
Inércia legislativa unisc
 
No direito
No direitoNo direito
No direito
 
Revogação da Lei de Imprensa
Revogação da Lei de ImprensaRevogação da Lei de Imprensa
Revogação da Lei de Imprensa
 
Relatório do I Encontro de Setoriais LGBT do PT - Região Nordeste
Relatório do I Encontro de Setoriais LGBT do PT - Região NordesteRelatório do I Encontro de Setoriais LGBT do PT - Região Nordeste
Relatório do I Encontro de Setoriais LGBT do PT - Região Nordeste
 
A guinada dos Direitos Himanos no brasil1
A guinada dos Direitos Himanos no brasil1A guinada dos Direitos Himanos no brasil1
A guinada dos Direitos Himanos no brasil1
 
Pec37
Pec37Pec37
Pec37
 
A guinada dos dh no brasil1
A guinada dos dh no brasil1A guinada dos dh no brasil1
A guinada dos dh no brasil1
 

Zé Ricardo Oliveira Homossexuais Brasileiros Lutam pela Igualdade

  • 1. Homossexuais brasileiros lutam pela igualdade Após aprovação de união civil entre pessoas do mesmo sexo, homossexuais continuam luta por seus direitos. Parte II da matéria Direitos Civis dos Homossexuais de abril de 2011 Zé Ricardo Oliveira Após manifestações de alguns grupos religiosos e políticos, e até de parlamentares, contra a união civil de pessoas do mesmo sexo, foram aprovadas com dez votos a zero, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4277, com objetivo de declarar a união civil entre pessoas do mesmo sexo, e a A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 132. Dos 11 ministros um alegou não poder votar por ter se envolvido com o projeto quando advogado. As ações apresentadas pelo governo do Rio de Janeiro, representado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB), a outra, pela vice- procuradora-geral da República, Deborah Duprat, foram levadas a julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 04 de maio último. Reverberando por grande parte da mídia em torno do mundo, a união ainda deixa uma série de dúvidas. A maioria delas sobre quais os direitos passam a ser assegurados por lei. Confira aqui o que muda a partir da decisão do STF. (Linkar com quadro do IG postado separado aqui no Blog – endereço abaixo) http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/veja+os+direitos+que+os+homossexuais+ ganham+com+a+decisao+do+stf/n1300153607263.html Justiça Para a Ministra Maria do Rosário, da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Governo Federal, falta no país o reconhecimento da igualdade dos direitos do cidadão, principalmente os direitos relacionados aos homoafetivos. Em entrevista para a edição de maio da revista JÚNIOR, a Ministra declara que “o Brasil precisa avançar em leis que garantam os direitos de todas as pessoas,
  • 2. reconheçam os direitos civis da população como um todo e enfrentem a violência. A democracia fica incompleta quando enquanto setores da sociedade não são respeitados e ouvidos”. Faltam ainda serem votadas outras duas importantes ações a favor dos direitos dos homossexuais. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/06, lei que criminaliza a homofobia no Brasil e o Kit anti-homofobia do MEC, que foi aprovado e logo em seguida, teve a distribuição suspensa pela presidenta Dilma Roussef, proibição essa que tem gerado uma série de manifestações de insatisfação por parte de grupos e organizações em apoio aos direitos dos homossexuais. Criminalização da homofobia Arquivado desde 2008, o PLC 122/06 é um projeto de lei que defende a criminalização da homofobia em território nacional. Desengavetado pela senadora Marta Suplicy (PT-SP) em 2010, o projeto já teve seu texto alterado e possivelmente passará por nova reformulação. A revisão do texto foi anunciada pelo site oficial da Agência Senado no último dia 31 de maio. O novo texto é resultado de uma articulação entre os senadores Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Demóstenes Torres (DEM-GO). O principal motivo pela revisão do texto é de interesse da bancada religiosa, aí representada por Crivella. Eles defendem a liberdade nas igrejas, de pregações que condenem a homossexualidade. Para os demais, e visão da senadora Marta, o mais importante é direcionar o texto em defesa de punição para quem induzir à violência, ponto também acertado entre os religiosos. Esta é a segunda vez que o texto passa por alterações, a primeira, também por solicitação da bancada religiosa. Para Marta Suplicy, relatora do projeto, uma maneira encontrada para garantir maior número de votos a favor. Em entrevista Agência do Senado, a senadora Marta declarou sobre o acordo com o Crivella. “Eu pedi para ele (Crivella), em homenagem à (ex-deputada) Iara Bernardi, que fez o projeto original, e à (ex-senadora) Fátima Cleide que mantivéssemos o projeto original com todos os adendos, tirando algumas coisas que eram do original. Isso eu acho que foi contemplado.
  • 3. Estão ainda entre as principais alterações o aumento de pena, já prevista no código civil, motivo pelo qual Crivella insiste ser desnecessário o PLC 122. Segundo ele, as penas contra qualquer tipo de violência já estão previstas no Código Penal, como crime de injúria. Mas, para os homossexuais, a aprovação do PLC 122 é de grande relevância, principalmente na garantia de uma consequente diminuição de crimes contra os gays. O coordenador do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS) da Ufba, Leandro Colling, alerta sobre a importância da aprovação da lei e que ainda há muito a ser feito: “Eu considero a aprovação dessa lei muito importante, mais até que a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Isso porque essa lei atinge e beneficia todos os LGBTs, inclusive aqueles que querem permanecer sem a união civil. No entanto, também não podemos apostar que com essa lei todos os nossos problemas estarão resolvidos. É apenas uma etapa, importante, sim, mas uma etapa”. 18 Junho de 2011.