No prato da balança um verso basta
para pesar no outro a minha vida.
Eugénio de Andrade
Um samba anuncia: morreu a batucada...
No silêncio que fica, o que se ouve é poesia.
Aqui, Emily Dickinson canta samba.
Alegria, beleza e poesia é o que apresenta o novo
cd Boca do Mundo, do MEB. Partindo dos violões, o disco
chega a um batic...
Algumas canções do repertório
Morreu a batucada
_sobre samba de 1939, de Saint Clair Senna
São Sebastião
_a partir de poem...
MEB e as artes plásticas
	 No palco, sentidos e significados se
interceptam e ultrapassam, determinando ritmos
e espaciali...
Ticiana Passos_voz
Eduardo Lyra_percussão
Flávio Luiz_contra-baixos
Zé Luiz Rinaldi_criação, composição e violões
Bruno LT...
Palavra que eu uso me inclui nela
	 O projeto do MEB_Música Extemporânea Brasileira
possui oficinas e palestras dirigidas ...
O que mais impressiona no trabalho de Zé Luiz Rinaldi, é vê-lo manter
unido e indissociável: melodia, emoção e conceito. T...
Quem conhece a encantadora personalidade de Zé Luiz Rinaldi
se dá conta de uma perfeita harmonia com sua sensibilidade e
m...
A música de Zé Luiz Rinaldi tem a força da originalidade, que não
pede licença e dá o recado. Resgata uma elegância tão im...
Zé Luiz Rinaldi, é dono de um talento ímpar e enorme personalidade. Seus trabalhos são
reconhecíveis não só pelos recursos...
ACASO
Faça os gestos certos,
o destino vai ser teu aliado,
ouço uma voz dizendo
do fundo mais fundo do passado.
Hoje, não ...
meb.music@gmail.com
https://meboficial.com.br
https://soundcloud.com/oficialmeb
Vmeb2015BocadoMundo
Vmeb2015BocadoMundo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vmeb2015BocadoMundo

67 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
67
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vmeb2015BocadoMundo

  1. 1. No prato da balança um verso basta para pesar no outro a minha vida. Eugénio de Andrade
  2. 2. Um samba anuncia: morreu a batucada... No silêncio que fica, o que se ouve é poesia. Aqui, Emily Dickinson canta samba.
  3. 3. Alegria, beleza e poesia é o que apresenta o novo cd Boca do Mundo, do MEB. Partindo dos violões, o disco chega a um baticum que tem sambajazz, bossapop, sambarock e outros batepapos. Na roda, tudo conversa. Se tem dor? Tem. Se tem amor? Tem. Humor, delicadeza e safadeza também tem. O samba nem lamenta e enche o peito com o ímpeto de alguns grandes poetas. MEB_Música Extemporânea Brasileira
  4. 4. Algumas canções do repertório Morreu a batucada _sobre samba de 1939, de Saint Clair Senna São Sebastião _a partir de poema de Orides Fontela Hoje de manhã _poema de Alberto Caeiro O silêncio é que fala _poema de Rainer Maria Rilke Espera (de verão) _dois poemas de Eugénio de Andrade Relicário _poema de Paulo Leminski Canção do anjo _poema de Garcia Lorca Deserto e mar _três poemas de Juan Ramón Jiménez Emily _poema de Emily Dickinson
  5. 5. MEB e as artes plásticas No palco, sentidos e significados se interceptam e ultrapassam, determinando ritmos e espacializações de uma poética visual que se dirige inteiramente à imaginação do espectador. Em Boca do Mundo, o artista plástico Ricardo Becker, com seu trabalho “Belvedere” e a cenografia de Fernando Mello da Costa são os responsáveis por essa provocação.
  6. 6. Ticiana Passos_voz Eduardo Lyra_percussão Flávio Luiz_contra-baixos Zé Luiz Rinaldi_criação, composição e violões Bruno LT_programações Marcia Rubin_direção de movimento Ricardo Becker_instalação “Belvedere” Fernando Mello da Costa_cenografia Paulo Denizot_iluminação Mariana Martins_direção de produção Pequena Mari Produções_realização Ficha Técnica
  7. 7. Palavra que eu uso me inclui nela O projeto do MEB_Música Extemporânea Brasileira possui oficinas e palestras dirigidas a Universidades, Institutos de Arte e Educação e Escolas. Intitulada Palavra que eu uso me inclui nela, a série de encontros apresenta o caráter formador da arte tratando a disposição da escuta e a relação música, poesia e silêncio. As palestras e oficinas são ministradas pelo compositor Zé Luiz Rinaldi, Doutor em Filosofia, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ.
  8. 8. O que mais impressiona no trabalho de Zé Luiz Rinaldi, é vê-lo manter unido e indissociável: melodia, emoção e conceito. Tempo e Espaço passam a ser música afetiva. Com esta "falsa" simplicidade temos nossa inteligência enganada, e, quando percebemos, já escutamos o eco desta música dentro de nós mesmos, sem defesas. Certamente é uma música que toca quem a ouve e transforma o que se vê. Bia Lessa - Diretora Teatral
  9. 9. Quem conhece a encantadora personalidade de Zé Luiz Rinaldi se dá conta de uma perfeita harmonia com sua sensibilidade e musicalidade inspirada no espírito de Satie. Zé Luiz sugere, por exemplo, uma fuga, de maneira inteligente dirigindo seu trabalho por caminhos que popularizam o erudito e oferecem um tratamento mais requintado ao popular. Assim, atinge seus objetivos num resultado bem acabado, que, sem dúvida, agradará ao ouvinte. Jocy de Oliveira - Compositora
  10. 10. A música de Zé Luiz Rinaldi tem a força da originalidade, que não pede licença e dá o recado. Resgata uma elegância tão importante na linguagem da música popular brasileira. É um músico que combina diferentes referências, sem no entanto deixar de colocar sempre a sua marca pessoal. Livio Tragtemberg - Compositor
  11. 11. Zé Luiz Rinaldi, é dono de um talento ímpar e enorme personalidade. Seus trabalhos são reconhecíveis não só pelos recursos inovadores, mas pelo acabamento impecável que nos permite ouvir suas harmônicas composições e identificá-las. Nesta época, onde quase tudo é igual a quase tudo, há ressonância pessoal em suas composições. Ulysses Cruz - Diretor de TV e Teatro
  12. 12. ACASO Faça os gestos certos, o destino vai ser teu aliado, ouço uma voz dizendo do fundo mais fundo do passado. Hoje, não faço nada direito, que é preciso muito mais peito pra fazer tudo de qualquer jeito. Ai do acaso, se não ficar do meu lado. Paulo Leminski
  13. 13. meb.music@gmail.com https://meboficial.com.br https://soundcloud.com/oficialmeb

×