O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
"O mundo é um grande espelho. Ele reflete de
volta o que você é. Se você é carinhoso, se você
é bondoso, se você é prestat...
Objetivo:
Trabalhar a autocrítica com alunos em vários níveis,
levando-os a se perceberem como parte que
influência a soci...
Antes de trabalhar com o texto, poderá ser aplicada a
Dinâmica do Espelho. Que consiste em distribuir
espelhos para os par...
AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL
PARTICIPATIVA
Relatório parcial do dia D
ATRAVÉS DESTE DIAGNÓSTICO SERÁ
FORMULADA AÇÕES QUE
INTEGRARÁ O PAP – PLANO DE
AÇÃO PARTICIPATIVO
Relatório parcial do dia D
Relatório parcial do dia D
1) Os recursos pedagógicos e tecnológicos
(internet, jornais, revistas, livros, obras de
arte, filmes, documentários,
comp...
CRÍTICAS E SUGESTÕES EM SUA MAIORIA
Relatório parcial do dia D
É A UTILIZAÇÃO DA SALA DE INFORMÁTICA.
LABORATÓRIOS DIVERSO...
ALGUMAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• TECNOLOGIA FAZ PARTE DO NOSSO DIA A DIA
• AULAS MAIS INTERATIVAS.
• AUMENTA...
ALGUMAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• Hoje há muitos fatores que contribui
positivamente para o aprendizado dos j...
ALGUMAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• Aprendizado iria ficar melhor pois o interesse ia
aumentar durante as aulas...
ALGUMAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• Raramente são utilizados esses meios, na minha
opinião ... não temos vontad...
ALGUMAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• AULAS TRANSMITIDAS COM A LINGUAGEM QUE
OS JOVENS ENTENDAM, TERIAM MAIS VONT...
3) Hoje sabemos que a frequência escolar é um
grande problema (o aluno falta demais). Que
ações/sugestões você acha viável...
DENTRE MUITAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• Inovação na aula – como gincanas.
• Colaborações dos professores na e...
DENTRE MUITAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• AULAS FOSSEM MAIS INTERESSANTES, MAIS
COISAS LEGAIS NO INTERVALO, SE ...
DENTRE MUITAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• TER AULAS MAIS ATRATIVAS.
• UMA AULA DIFERENTE.
• AULA PARAR DE SER C...
DENTRE MUITAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• TER MAIS APARELHO ELETRÔNICO, TER TEATRO,
TER UMA FORMA DE ENSINAR A ...
DENTRE MUITAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
• TORNAREM AS AULAS DIFERENTES, MAIS
ATRATIVAS COM TECNOLOGIA, COLOCAR
...
DENTRE MUITAS RESPOSTAS
Relatório parcial do dia D
É UM GRANDE PROBLEMA EM EVIDÊNCIA, MAS PODE-SE DIZER QUE É
CAUSADO POR ...
Objetivo
Orientar nossa equipe com projetos
educacionais visando uma diferenciação na
prática docente.
Fonte:http://www.in...
Professora prende alunos pelo estômago
Diferenciando aula de Matemática
1
Ivanira Gomes de Aquino Santos, professora da
Escola de Tempo Integral Antonio José de
Sucre, resolveu implantar algo bem ...
Na primeira aula prática os alunos fizeram um
lanche saudável e também a leitura de
embalagens, checando data de validade,...
A motivação para a criação do projeto, que
começou há anos, foi a falta de informação dos
alunos sobre alimentação saudáve...
Eu e outros colegas começamos a pedir para que
os alunos não jogassem mais as frutas no lixo. A
fruta mais desprezada era ...
...
“Foi um desafio. Em 2012, quando comecei,
resolvi trabalhar com a sala que apresentava
mais problemas de disciplina e ...
Professores aplicam método diferente de
avaliação na E.E José Florêncio do Amaral
2
Há mais de dois anos, a equipe pedagógica da E.E
José Florêncio do Amaral, em Monções, realiza
pesquisas para avaliar o ap...
Um dos exemplos da boa prática aconteceu
durante a aula de Biologia, da professora Edilce
Ferlete Teixeira, sobre evolução...
Após uma primeira avaliação para identificar o
conhecimento de cada um, a professora seleciona
alunos monitores que, poste...
O objetivo é acompanhá-los em sua forma de se
relacionar com o processo de ensino, desde a
leitura do conteúdo, análise e ...
Concluída essa etapa do que foi assimilado na
aula, os alunos monitores desenvolvem
apresentação do conteúdo utilizando re...
“A experiência deu certo e os alunos
demonstraram um avanço na aprendizagem do
tema proposto em relação às observadas em
a...
“A experiência deu certo e os alunos
demonstraram um avanço na aprendizagem do
tema proposto em relação às observadas em
a...
3
VAMOS ASSISTIR PARTE DE UMA AULA QUE A
PROFESSORA SILVIA APLICOU AOS ALUNOS DO 8º ANO
3
VAMOS ASSISTIR PARTE DE UMA AULA QUE A
PROFESSORA SILVIA APLICOU AOS ALUNOS DO 8º ANO
4
Quem sabe ajuda o outro na tabuada.
4
Utilizando tecnologia.
Aulas lúdicas.
DISPONÍVEL NO CANAL DO PROFESSOR MAIS DE 100 EXEMPLOS
WWW.EEDURVALGUEDES.BLOGSPOT.COM.BR
Aulas lúdicas.
Desde os filósofos gregos que se utiliza esse
expediente para ajudar os aprendizes. As
brincadeiras e jogos...
Aulas lúdicas.
O JOGO DO PIM
Idade : a partir dos 8 anos
Material: nenhum
ATIVIDADE
Os alunos escolhem uma tabuada, por ex...
Aulas lúdicas.
PALAVRA SURPRESA
IDADE = 9 a 12 anos
MATERIAL = Nenhum
ATIVIDADE
O professor deve colocar um aluno para for...
Oficina
Reunir-se em grupos por disciplinas ou
individualmente e apresentar um plano de aula
diferenciada ou lúdica dentro...
Reunião pedagógica 05 05 2014
Reunião pedagógica 05 05 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reunião pedagógica 05 05 2014

2.112 visualizações

Publicada em

filosofia do espelho atpc realizada na escola estadual Durval guedes de Azevedo Bauru.
Aplicado boas praticas, e informática na sala de aula

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Reunião pedagógica 05 05 2014

  1. 1. "O mundo é um grande espelho. Ele reflete de volta o que você é. Se você é carinhoso, se você é bondoso, se você é prestativo, o mundo se mostrará carinhoso, bondoso e prestativo para você. O mundo é o que você é". (Thomas Dreier). Thomas Dreier foi um editor americano, escritor, publicitário e teórico de negócios. Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Thomas_Dreier
  2. 2. Objetivo: Trabalhar a autocrítica com alunos em vários níveis, levando-os a se perceberem como parte que influência a sociedade com o que são.
  3. 3. Antes de trabalhar com o texto, poderá ser aplicada a Dinâmica do Espelho. Que consiste em distribuir espelhos para os participantes e pedir que... por um momento analisem sua imagem e se questionem sobre qual a imagem eles transmitem para a sociedade (amigos, família, escola etc.) – positiva ou negativa. Boas ações, comportamento etc. Após um momento de discussão, introduzir o seguinte texto: O Caso do Espelho.
  4. 4. AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PARTICIPATIVA Relatório parcial do dia D
  5. 5. ATRAVÉS DESTE DIAGNÓSTICO SERÁ FORMULADA AÇÕES QUE INTEGRARÁ O PAP – PLANO DE AÇÃO PARTICIPATIVO Relatório parcial do dia D
  6. 6. Relatório parcial do dia D
  7. 7. 1) Os recursos pedagógicos e tecnológicos (internet, jornais, revistas, livros, obras de arte, filmes, documentários, computadores, etc.) e outros espaços de aprendizagem, além da sala de aula, são utilizados de modo a contribuir com a sua aprendizagem? Haveria mais interesse nas aulas se elas fossem passadas de um modo diferenciado? Justifique Relatório parcial do dia D FOI QUESTIONADO EM 09 DE ABRIL DE 2014 ...
  8. 8. CRÍTICAS E SUGESTÕES EM SUA MAIORIA Relatório parcial do dia D É A UTILIZAÇÃO DA SALA DE INFORMÁTICA. LABORATÓRIOS DIVERSOS. VARIEDADES DE LIVROS. AULAS DIFERENCIADAS.
  9. 9. ALGUMAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • TECNOLOGIA FAZ PARTE DO NOSSO DIA A DIA • AULAS MAIS INTERATIVAS. • AUMENTARIA MAIS O INTERESSE NA APRENDIZAGEM. • UMA AULA DIFERENTE DE CADA MATÉRIA . • AULAS EM AMBIENTES DIVERSIFICADOS. • A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS FAZ AS AULAS MENOS REPETITIVAS, AUMENTANDO O INTERESSE DO ALUNO.
  10. 10. ALGUMAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • Hoje há muitos fatores que contribui positivamente para o aprendizado dos jovens e eles deveriam ser usados. • haveria, porque se as aulas fossem diferenciadas os alunos iriam sair da ‘rotina de sempre’ e ter mais participação nas aulas, contando com essas fontes de aprendizagem de um modo diferente.
  11. 11. ALGUMAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • Aprendizado iria ficar melhor pois o interesse ia aumentar durante as aulas. A tecnologia é algo de muito interesse dos adolescentes porque é bom inovar, não fica cansativo e enjoativo. • OS ALUNOS NÃO PRESTAM MUITA ATENÇÃO, PORQUE NÃO TEM NADA PARA PRESTAR ATENÇÃO NAS AULAS.
  12. 12. ALGUMAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • Raramente são utilizados esses meios, na minha opinião ... não temos vontade de estudar porque não temos um incentivo. Regras, aulas chatas, textos enormes, não vai nos fazer gostar de estudar. Claro que não pode ser brincadeiras, mas com certeza aulas interativas, com vídeos sobre as matérias, ... Sala de informática para fazer pesquisa sobre o assunto, aulas mais dinâmicas...
  13. 13. ALGUMAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • AULAS TRANSMITIDAS COM A LINGUAGEM QUE OS JOVENS ENTENDAM, TERIAM MAIS VONTADE DE APRENDER. • O JOVEM DE HOJE GOSTA DE AULA DIFERENCIADA, PORQUE É ENJOATIVO SÓ COPIAR, ELE ACABA PERDENDO O INTERESSE NO ESTUDO E COMEÇA A BAGUNÇAR, SE ELE TIVER INTERESSADO NA SALA, NÃO SÓ ELE MAS A ESCOLA INTEIRA, VÃO PRESTAR ATENÇÃO E IRÁ MELHORAR O COMPORTAMENTO NAS SALA DE AULA.
  14. 14. 3) Hoje sabemos que a frequência escolar é um grande problema (o aluno falta demais). Que ações/sugestões você acha viável para tentarmos resolver este problema? Relatório parcial do dia D FOI QUESTIONADO EM 09 DE ABRIL DE 2014 ...
  15. 15. DENTRE MUITAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • Inovação na aula – como gincanas. • Colaborações dos professores na explicação, e das ajudas dos pais para focar mais o seu filho no ensino. • alunos não tem interesse nas aulas-> as aulas deviam ser mais interessantes como filmes, passeios, aulas no bosque, etc. AMBIENTES DIFERENTES.
  16. 16. DENTRE MUITAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • AULAS FOSSEM MAIS INTERESSANTES, MAIS COISAS LEGAIS NO INTERVALO, SE LIBERASSE A QUADRA NO INTERVALO, O BOSQUE, SERIA MAIS INTERESSANTE. • TER AULAS CRIATIVAS PARA O ALUNO TER MAIS INTERESSE A AULA E NÃO QUERER FICAR NA RUA.
  17. 17. DENTRE MUITAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • TER AULAS MAIS ATRATIVAS. • UMA AULA DIFERENTE. • AULA PARAR DE SER CHATA, FAZER COISAS DIFERENTES. • AULAS MAIS LEGAIS SEM MUITO CÓPIA, AULAS DIFERENCIADAS, CONCURSOS PARA PASSEIO (POR SALA).
  18. 18. DENTRE MUITAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • TER MAIS APARELHO ELETRÔNICO, TER TEATRO, TER UMA FORMA DE ENSINAR A MATÉRIA DIFERENTE: COMO CANTANDO, DANÇANDO, POIS ASSIM... • MAIS ATRATIVOS NAS SALAS DE AULAS E TER MAIS DIÁLOGO ENTRE ALUNOS E PROFESSORES, TER MAIS APARELHOS PARA QUE SER MAIS FÁCIL, PRÁTICO, E MAIS GOSTOSO DE ESTUDAR.
  19. 19. DENTRE MUITAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D • TORNAREM AS AULAS DIFERENTES, MAIS ATRATIVAS COM TECNOLOGIA, COLOCAR BRINCADEIRAS DENTRO DAS MATÉRIAS, DEBATES DE DEFESA E ATAQUE COMO POR EXEMPLO, O ASSUNTO DIVERSIDADE, RAÇA, BULLYING, ETC..
  20. 20. DENTRE MUITAS RESPOSTAS Relatório parcial do dia D É UM GRANDE PROBLEMA EM EVIDÊNCIA, MAS PODE-SE DIZER QUE É CAUSADO POR ALUNOS QUE NÃO SENTEM VONTADE DE ESTUDAR, POIS SE HÁ PROFESSORES QUE EM PLENO SÉCULO XXI, COM TODO ESSE AVANÇO DA TECNOLOGIA AINDA PASSAM UM SIMPLES TEXTO NA LOUSA JUNTO COM ALGUMAS QUESTÕES E DIZEM PARA RESPONDERMOS, MAS O QUE APRENDEMOS? COMO SENTIREMOS VONTADE DE VIR, SE NEM OS PROFESSORES INTERESSAM? OS PROFESSORES TEM QUE DAR AULA, E NÃO ESCREVER TEXTO NA LOUSA ELES QUEREM NOS MOSTRAR QUE A AULA DELE É INTERESSANTE E QUE PODEMOS E VAMOS USAR ISSO NA NOSSA VIDA, SEJA PARA USO INDIVIDUAL, SEJA EM GRUPO
  21. 21. Objetivo Orientar nossa equipe com projetos educacionais visando uma diferenciação na prática docente. Fonte:http://www.intranet.educacao.sp.gov.br/
  22. 22. Professora prende alunos pelo estômago Diferenciando aula de Matemática 1
  23. 23. Ivanira Gomes de Aquino Santos, professora da Escola de Tempo Integral Antonio José de Sucre, resolveu implantar algo bem diferente na escola. Para trabalhar a oficina de “Experiências Matemáticas” ela criou o projeto “Culinária na Escola”. A primeira impressão é que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas a professora provou o contrário. 1
  24. 24. Na primeira aula prática os alunos fizeram um lanche saudável e também a leitura de embalagens, checando data de validade, SAC, peso e tabela nutricional. Eles também contaram quantos pães havia na embalagem e, com esta quantidade, quantos lanches poderiam fazer. Fizeram a decoração do lanche e pesaram depois de pronto. “O resultado foi muito positivo e, depois disso desta primeira atividade, desenvolvemos outras receitas”, conta Ivanira. 1
  25. 25. A motivação para a criação do projeto, que começou há anos, foi a falta de informação dos alunos sobre alimentação saudável e até mesmo desrespeito com os alimentos. Segundo a ela, os alunos vinham de escolas localizadas em comunidades carentes e jogavam no lixo parte do lanche que recebiam da escola, principalmente as frutas.“Em outra escola eu dava uma oficina de alimentos e via o desperdício. 1
  26. 26. Eu e outros colegas começamos a pedir para que os alunos não jogassem mais as frutas no lixo. A fruta mais desprezada era a banana. Um dia, fizemos uma coleta de bananas na escola e criamos uma receita simples de torta de banana com canela e convidamos os alunos para uma aula prática, como forma de conscientizá- los”, lembra a professora. 1
  27. 27. ... “Foi um desafio. Em 2012, quando comecei, resolvi trabalhar com a sala que apresentava mais problemas de disciplina e de aprendizado. Levei fita métrica e balança e os alunos foram pesados e medidos durante a aula. Consegui o interesse e atenção da maioria criando expectativas sobre a realização da primeira aula de culinária, que foi o ‘lanchinho saudável’. Foi um sucesso! 1
  28. 28. Professores aplicam método diferente de avaliação na E.E José Florêncio do Amaral 2
  29. 29. Há mais de dois anos, a equipe pedagógica da E.E José Florêncio do Amaral, em Monções, realiza pesquisas para avaliar o aprendizado dos alunos da 3º série do Ensino Médio, por meio de novas práticas. Os professores aderiram ao modelo, após assistirem a uma apresentação de um aluno e um coordenador da Universidade Estadual Paulista (UNESP) sobre a Prática de Aprendizagem Mediada por Avaliação, e, desde então, os alunos da escola também são avaliados dessa maneira. 2
  30. 30. Um dos exemplos da boa prática aconteceu durante a aula de Biologia, da professora Edilce Ferlete Teixeira, sobre evolução e as teorias de Darwin e Lamarck, onde ela propõe aos alunos o tema para ser discutido em grupos, e aplica antes e depois da atividade uma avaliação para comparar os resultados do aprendizado. 2
  31. 31. Após uma primeira avaliação para identificar o conhecimento de cada um, a professora seleciona alunos monitores que, posteriormente, são orientados a apresentar de forma autônoma o conteúdo curricular aos outros colegas da sala 2
  32. 32. O objetivo é acompanhá-los em sua forma de se relacionar com o processo de ensino, desde a leitura do conteúdo, análise e resultado do conhecimento. 2
  33. 33. Concluída essa etapa do que foi assimilado na aula, os alunos monitores desenvolvem apresentação do conteúdo utilizando recursos multimídia, e a professora Edilce, mediadora e orientadora do processo pedagógico, assegura que os estudantes absorvam o conteúdo proposto. 2
  34. 34. “A experiência deu certo e os alunos demonstraram um avanço na aprendizagem do tema proposto em relação às observadas em aulas expositivas teóricas tradicionais”, comemora a equipe pedagógica da escola. 2
  35. 35. “A experiência deu certo e os alunos demonstraram um avanço na aprendizagem do tema proposto em relação às observadas em aulas expositivas teóricas tradicionais”, comemora a equipe pedagógica da escola. A prática continua sendo aplicada neste ano, e, recentemente, a equipe pedagógica desenvolveu o projeto "Uma experiência de avaliação para a aprendizagem", e apresentou ao Congresso Nacionalde Formação de Professores, em Águas de Lindóia. 2
  36. 36. 3 VAMOS ASSISTIR PARTE DE UMA AULA QUE A PROFESSORA SILVIA APLICOU AOS ALUNOS DO 8º ANO
  37. 37. 3 VAMOS ASSISTIR PARTE DE UMA AULA QUE A PROFESSORA SILVIA APLICOU AOS ALUNOS DO 8º ANO
  38. 38. 4 Quem sabe ajuda o outro na tabuada.
  39. 39. 4 Utilizando tecnologia.
  40. 40. Aulas lúdicas. DISPONÍVEL NO CANAL DO PROFESSOR MAIS DE 100 EXEMPLOS WWW.EEDURVALGUEDES.BLOGSPOT.COM.BR
  41. 41. Aulas lúdicas. Desde os filósofos gregos que se utiliza esse expediente para ajudar os aprendizes. As brincadeiras e jogos podem e devem ser utilizados como uma ferramenta importante de educação. Frequentemente, as atividades lúdicas também ajudam a memorizar fatos e favorecem em testes cognitivos.
  42. 42. Aulas lúdicas. O JOGO DO PIM Idade : a partir dos 8 anos Material: nenhum ATIVIDADE Os alunos escolhem uma tabuada, por exemplo a tabuada do 7, e começarão o jogo pelo número 1. O primeiro jogador começara falando 1, o seguinte 2, o próximo 3 e os demais continuarão, mas toda vez que encontrar o número 7, ou um múltiplo de 7 eles devem falar PIM. Aquele que erra, saí do jogo, e recomeça novamente, até sair o campeão. OBJETIVO Integrar a sala atenção Rapidez Compreensão Sequência Múltiplos Tabuada
  43. 43. Aulas lúdicas. PALAVRA SURPRESA IDADE = 9 a 12 anos MATERIAL = Nenhum ATIVIDADE O professor deve colocar um aluno para fora da sala. Os que permanecerem vão escolher uma palavra (concreta ou abstrata), depois que todos souberem qual é a palavra o aluno que estava fora da sala deve entrar e fazer perguntas aos colegas para poder adivinhar qual a palavra escolhida, porém, os alunos só poderão responder "sim ou não". O aluno ganhará um ponto se acertar a palavra e retornará ao seu lugar se após 3 tentativas ele não descobrir a palavra secreta. OBS: Se a classe for muito numerosa o aluno só poderá perguntar uma vez para cada aluno, mas se a classe for pequena o professor deve conduzir o final das perguntas. OBJETIVOS: - Integração do grupo; - Imaginação; - Concentração; - Habilidade em memorizar dados; - Capacidade de dedução.
  44. 44. Oficina Reunir-se em grupos por disciplinas ou individualmente e apresentar um plano de aula diferenciada ou lúdica dentro da sua disciplina, e que contenha: JUSTIFICATIVA, OBJETIVOS, ESTRATÉGIAS, RECURSOS, AVALIAÇÃO.

×