Natureza, geometria e simetria

6.409 visualizações

Publicada em

A Simetria inserida na Natureza em nossa volta.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Natureza, geometria e simetria

  1. 1. A Matemática e a vida são intrínsecas. A própriadeterminação da vida necessita da Matemática: a divisãoexata das células e o número preciso de cromossomos emcada uma delas determinam o ser vivo gerado e aconsagração, ou não, das características da suaespécie. A Matemática traz-nos cada vez mais surpresas nacompreensão do nosso Universo. Aplicar a Matemática na Natureza é uma forma deverificação dela própria. Ainda hoje, e possivelmente nofuturo, matemáticos do mundo inteiro procuram, eprocurarão, uma Matemática formalizada para representarfatos e fenômenos da Natureza.
  2. 2. A Matemática está presente em todos os domínioscientíficos mostrando e demonstrando a sua unidadeno funcionamento da Natureza. Desde os caracóis aosgirassóis, das imagens médicas às variações da bolsa devalores podemos encontrar a ciência dos númeroscomo base de múltiplos fenômenos. A Matemática está mesmo muito mais presente no nosso dia a dia do que aquilo que muitos de nós julga, pelo que, assim sendo, valeria a pena procurar conhecê-la mais de perto, para melhor entendermos como funciona o mundo que nos rodeia.
  3. 3. Geometria e Natureza... Uma das primeiras características geométricascom que deparamos quando procuramos detectá-lasna Natureza é, porventura, a simetria. A simetria na natureza é um fenômeno único efascinante. A ideia desta surge naturalmente aoespírito humano, remetendo-nos para um equilíbrio eproporção, padrão e regularidade, harmonia e beleza,ordem e perfeição. Estes são alguns dos vocábulos queresumem reações que temos inerentes às simetrias queabundam na natureza, nas formas vivas e inanimadas.
  4. 4. Eixo de simetria Podemos encontrar simetrias sob as mais diversas formas e em diferentes locais. São exemplos, as pérolas das ostras, os flocos de neve, as borboletas, as estrelas do mar, os ouriços e até mesmo as criações artísticas. Uma figura geométrica plana diz-se simétrica se for possível dividi-lapor uma reta, de forma que as duas partes obtidas se possam sobrepor pordobragem. As retas que levam a esse tipo de divisão chamam-se eixos desimetria da figura.
  5. 5. Todavia existem figuras que podem ter vários eixos de simetria ou nenhum. A simetria bilateral é imediatamente detectada nesta imagem da cabeça de uma coruja. No dente de leão (flor à direita) é facilmenteperceptível o arranjo em simetria radial. Mas a assimetria (ou a não-simetria) é umacaracterística que também ocorre. Verificam-semesmo alguns casos invulgares que têm deixadointrigados os observadores, como sucede, porexemplo, com a solha (peixe estranho abaixo).
  6. 6. Outras imagens...Simétricas E assimétricas
  7. 7. "O universo (...) não pode sercompreendido a menos que primeiroaprendamos a linguagem no qual ele estáescrito. Ele está escrito na linguagemmatemática e os seus caracteres são otriângulo, o círculo e outras figurasgeométricas, sem as quais é impossívelcompreender uma palavra que seja dele:sem estes, ficamos às escuras, numlabirinto escuro.” Galileu Galilei (1564-1642)
  8. 8. Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Igarassu – FACIG Licenciatura Plena em Matemática com ênfase em InformáticaProf.: Jaelson Almeida – Prática de Ensino da Matemática II, 2º Período 2010.2Equipe 06: Bibliografia Cássia Rita  A Matemática e a Natureza  A simetria na Natureza (cassiacoutinho1@hotmail.com)  Prisma, à luz da Física Eulália Maria (eu-mds@hotmail.com) Gilberto Tavares (filhodaindia@hotmail.com) Hozana Maria (batistazane@hotmail.com) Roberto Fraga (robertofraga71@hotmail.com) Wendell Batista (wendler7@hotmail.com)

×