Jung – Inconsciente Coletivo

703 visualizações

Publicada em

Carl Gustav Jung
Carl Gustav Jung (Kesswil, 26 de julho de 1875 — Küsnacht, 6 de junho de 1961) foi um psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. Jung propôs e desenvolveu os conceitos da personalidade extrovertida e introvertida, arquétipos, e o inconsciente coletivo. Seu trabalho tem sido influente na psiquiatria e no estudo da religião, literatura e áreas afins.
O conceito central da psicologia analítica é a individuação - o processo psicológico de integração dos opostos, incluindo o consciente com o inconsciente, mantendo a sua autonomia relativa. Jung considerou a individuação como o processo central do desenvolvimento humano.
Ele criou alguns dos melhores conceitos psicológicos conhecidos, incluindo o arquétipo, o inconsciente coletivo, o complexo, e a sincronicidade. A classificação tipológica de Myers Briggs (MBTI), um instrumento popular psicométrico, foi desenvolvido a partir de suas teorias.
Via a psique humana como "de natureza religiosa", e fez esta religiosidade o foco de suas explorações. Ele é um dos maiores colaboradores contemporâneos conhecidos para análise de sonhos e simbolização. Embora exercesse sua profissão como médico e se considerasse um cientista, muito do trabalho de sua vida foi passado a explorar áreas tangenciais, incluindo a filosofia oriental e ocidental, alquimia, astrologia e sociologia, bem como a literatura e as artes. Seu interesse pela filosofia e ocultismo levaram muitos a vê-lo como um místico.








Inconsciente coletivo
Inconsciente Coletivo, segundo o conceito de psicologia analítica criado pelo psiquiatra suíço Carl Gustav Jung, é a camada mais profunda da psique. Ele é constituído pelos materiais que foram herdados, e é nele que residem os traços funcionais, tais como imagens virtuais, que seriam comuns a todos os seres humanos. O inconsciente coletivo também tem sido compreendido como um arcabouço de arquétipos cujas influências se expandem para além da psique humana.
Características
A existência do inconsciente coletivo não é derivada de experiências individuais, tal como o inconsciente pessoal, trabalhado por Freud, embora precise de experiências reais para poder se manifestar. Tais traços funcionais do inconsciente coletivo foram chamados por Jung de arquétipos, que não seriam observáveis em si, mas apenas através das imagens que eles proporcionam. Jung chamou a atenção para o fato de que o inconsciente coletivo retém informações arquetípicas e impessoais, e seus conteúdos podem se manifestar nos indivíduos da mesma forma que também migraram dos indivíduos ao longo do processo de desenvolvimento da vida.
O psicanalista Erich Fromm apresenta outra posição a respeito. É denominada de "inconsciente social", que seria a parte específica da experiência dos seres humanos que a sociedade repressiva não permite que chegue à consciência dos mesmos. Já o sociólogo e filósofo Nildo

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
703
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jung – Inconsciente Coletivo

  1. 1. . wg. ..$§~§§~§›~ss 1a. ,.. . Y› _ê §S§§~ MamwwwT É°____. ... ... ..: WÊ@ _ssasãaa gw_ s a _sàà a mâma? L . n _mwaqnmnmwuwm Êq_ : hum qu; r -UL 'nu -m 'm H¡ , l H? Ilül: I I, l u¡ I- Ilt l¡'| _| (NH x _u xnxxs ~ u u u ~ . . ¡cn/ ,Ín od¡ , u. . f. .. .n/ /auwanuu . _. 1 : :J a . . M45? . É. . .a Ídffdll ç¡ c. . ÃG u QM_ ' 'l 'mnÊ-Izvñ** 'AI usu- : nmnuv Iwxonn ¡ . gfnlifm** v . u 'E i h n Jmnmnmn«w§-n. .u. . . _._. ... .=: §n§. .,_50.. ..: s_. .=: _=. :.4_ÊÉ252w: _. _n"_u_. __. .p_mm. _?Jüüw . ..zzzhn à aqípâ
  2. 2. i ú , J M' b a ; J A. M A k (nl. w. . (ÇÊÚFÀ§UÃÊ@W@; Ê» = ç › l . à f: '; :', ;*__¡ 0 2:9¡ r. . f: @ç "o t: í Ip: : ". _;" W . ;YA . . , ., . . . 5 _ . Fx *g sv» À r ÍV/ w . . Jul! Á »i . ,HP : gr ' . n v
  3. 3. 4,0: I t I c w ñííaiíÍTgüíle, i.i5pía . ..rg-t- - 'A' " ' Íiçv_ Í' 7 lê_
  4. 4. H; _y _. ., . x, . . . kl, ,. _
  5. 5. @ÉJEFÉJCQÊQFÍSÊÊÍCQÉJÉ
  6. 6. Pwaajs: rNSC-Têí EU SEMPRE os ama E connnuo a mosTRHR L QUE o ma; amem POP. VOCÊS ? a , . .i= :f¡tí. f.' À' t 9- f: j# "j ' ' : :í r' à) , _r; . roissobullwcaes. íumblrgom
  7. 7. .A.

×