GÓTICO
Século XII ao XV
A Igreja militante
Igrejas antigas:
força e poder
abrigo e proteção contra as investidas do mal
Século XII
Mudanças sociais políticas e econômicas na Europa
Comércio em expansão
Crescimento do poder político representa...
A Igreja
Compreende que os fiéis se concentram nas cidades
Deixa de estar ligada a comunidade monástica
Passa a ver a cate...
A Igreja triunfante
As novas catedrais deveriam propiciar aos fiéis o vislumbre
de um mundo diferente.
Ser um espaço públi...
ARQUITETURA
Dignificação da monarquia e glorificação da religião,
trazendo mais crentes e restabelecendo a confiança entre...
CaracterísticasGerais:
Verticalismodos edifíciossubstituiohorizontalismo do
Românico;
Paredesmaislevesefinas;Contrafortese...
Góticoprimitivo, ou Proto-gótico
Assumem-se novas ideias base edão-se osprimeirospassos
com a reconstruçãodaAbadia de Sain...
CatedralBasílica de Saint
Denis
No século XII, reconstruíram
partes da igreja usando
inovadoras características
estruturai...
Deambulatório de São Denis
Nave de São Denis
Rosácea do transepto norte
mostrando a Criação
Janelas do clerestório
Representação da Trindade sobre a entrada principal
Tumba de Luís XII e Ana da Bretanha
Memorial ao Rei Luís XVI e rainha Maria Antonieta
O Coro
O Coro ao pôr-do-sol
Pintura do século XV mostrando
São Denis rezando uma missa
diante de Carlos Magno ou Carlos
Martel, que foi pensada para d...
Catedral de
NotreDame
Fachada sul do transepto
Vista da cabeceira na parte leste
Rosácea e 13 metros de
diâmetroaocentroencaixada entre
oscontraforteseladeadaporjanelasgé
meas.
Portal do Julgaento– é o portal central e o mais novo do conjunto
O Tímpano apresenta Jesus como o juíz supremo
Arquivolta do Juízo Final:
Apresenta o corte celestial.
Lado esquerdo: onde estão as almas salvas.
Lado direito: onde estão as almas condenadas.
Gárgulas
Catedral de Colônia
Alemanha
Catedral de Burgos - Inglaterra
Iluminuras
Iluminuraé a ilustraçãosobreopergaminho de livrosmanuscritos
Eramencomendadosporparticulares, aristocrataseburg...
Umaletra "P" capitulariluminadanaBíblia de Malmesbury
Daobservação dos
manuscritosilustradospodemostirarduasconclusões:
a primeiraé a compreensão do caráterindividualistaque
a ...
Pinturas
SuascaracterísticasprenunciamoRenascimento.
Sua principal particularidadefoi a
procuraorealismonarepresentação do...
Giotto- a característica principal do
seutrabalhofoi a identificaçãodafigura dos
santos com sereshumanos de
aparênciabemco...
Jan Van Eyck- procurava registrar
nassuaspinturasosaspectosdavidaurban
aedasociedade de suaépoca.
Nota-se emsuaspinturas u...
Mais sobre o gótico:
http://www.youtube.com/watch?v=dvKl_B821Uc
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Gótico
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gótico

581 visualizações

Publicada em

Slides sobre o estilo gótico.

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
581
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gótico

  1. 1. GÓTICO Século XII ao XV
  2. 2. A Igreja militante Igrejas antigas: força e poder abrigo e proteção contra as investidas do mal
  3. 3. Século XII Mudanças sociais políticas e econômicas na Europa Comércio em expansão Crescimento do poder político representado pelo monarca e solidificação do Estado unificado.
  4. 4. A Igreja Compreende que os fiéis se concentram nas cidades Deixa de estar ligada a comunidade monástica Passa a ver a catedral como lugar do culto religioso, por excelência
  5. 5. A Igreja triunfante As novas catedrais deveriam propiciar aos fiéis o vislumbre de um mundo diferente. Ser um espaço público de ensinamento da história bíblica Demonstrar grandiosidade, ser símbolo da glória de Deus e da Igreja Símbolo do poder econômico da burguesia, do Estado e de todos que financiavam sua construção
  6. 6. ARQUITETURA Dignificação da monarquia e glorificação da religião, trazendo mais crentes e restabelecendo a confiança entre a igreja e seu rebanho A luz é a comunicação do divino. Sobrenatural é o veículo ideal para a comunhão com o sagrado. Através da igreja, o homem comum pode admirar a glória de Deus e melhor perceber a sua mortalidade e inferioridade.
  7. 7. CaracterísticasGerais: Verticalismodos edifíciossubstituiohorizontalismo do Românico; Paredesmaislevesefinas;Contrafortesemmenornúmero;Jan elaspredominantes; Torres ornadasporrosáceas; Utilizaçãodo arco de voltaquebrada; Consolidaçãodos arcos feitaporabóbadas de arcos cruzadosou de ogivas; Nastorres (principalmentenastorressineiras) ostelhadossãoem forma de pirâmide.
  8. 8. Góticoprimitivo, ou Proto-gótico Assumem-se novas ideias base edão-se osprimeirospassos com a reconstruçãodaAbadia de Saint-Denis. Góticopleno, ouGóticoclássico Aperfeiçoam-se as inovadorastécnicas de construçãoeentra-se nafase do domínioconstrutivoarquitectónico com o tempo das grandescatedrais. Góticotardio A expressãoartísticatorna-se menosambiciosa, frutodacriseeconómicaedaPesteNegra do século XIV
  9. 9. CatedralBasílica de Saint Denis No século XII, reconstruíram partes da igreja usando inovadoras características estruturais e decorativas, gerando o primeiro edifício gótico. Serviu de modelo de arquitetura para catedrais e mosteiros do norte da França, Inglaterra e outros países.
  10. 10. Deambulatório de São Denis
  11. 11. Nave de São Denis
  12. 12. Rosácea do transepto norte mostrando a Criação
  13. 13. Janelas do clerestório
  14. 14. Representação da Trindade sobre a entrada principal
  15. 15. Tumba de Luís XII e Ana da Bretanha
  16. 16. Memorial ao Rei Luís XVI e rainha Maria Antonieta
  17. 17. O Coro
  18. 18. O Coro ao pôr-do-sol
  19. 19. Pintura do século XV mostrando São Denis rezando uma missa diante de Carlos Magno ou Carlos Martel, que foi pensada para dar uma vista exata da cruxgemmata e do altar frontal em ouro.
  20. 20. Catedral de NotreDame
  21. 21. Fachada sul do transepto
  22. 22. Vista da cabeceira na parte leste
  23. 23. Rosácea e 13 metros de diâmetroaocentroencaixada entre oscontraforteseladeadaporjanelasgé meas.
  24. 24. Portal do Julgaento– é o portal central e o mais novo do conjunto
  25. 25. O Tímpano apresenta Jesus como o juíz supremo
  26. 26. Arquivolta do Juízo Final: Apresenta o corte celestial.
  27. 27. Lado esquerdo: onde estão as almas salvas.
  28. 28. Lado direito: onde estão as almas condenadas.
  29. 29. Gárgulas
  30. 30. Catedral de Colônia Alemanha
  31. 31. Catedral de Burgos - Inglaterra
  32. 32. Iluminuras Iluminuraé a ilustraçãosobreopergaminho de livrosmanuscritos Eramencomendadosporparticulares, aristocrataseburgueses. É precisamenteporestarazãoqueosgrandeslivroslitúrgicos (a BíbliaeosEvangelhos) eramilustradospelosiluministasgóticosemformatosmanejáveis. Os copistasdedicavam-se àtranscrição dos textossobre as páginas. Aorealizaressatarefa, deixavamespaçosparaqueosartistasfizessem as ilustrações, oscabeçalhos, ostítulosou as letrasmaiúsculas com que se iniciava um texto.
  33. 33. Umaletra "P" capitulariluminadanaBíblia de Malmesbury
  34. 34. Daobservação dos manuscritosilustradospodemostirarduasconclusões: a primeiraé a compreensão do caráterindividualistaque a arte dailustraçãoganhava, poisdestinava-se aospoucospossuidores das obrascopiadas, a segundaéqueosartistasilustradores do períodogóticotornaram-se tãohabilidososnarepresentação do espaço tridimensional enacompreensãoanalítica de umacena, queseustrabalhosacabaraminfluenciandooutrospintore s.
  35. 35. Pinturas SuascaracterísticasprenunciamoRenascimento. Sua principal particularidadefoi a procuraorealismonarepresentação dos seresquecompunham as obraspintadas, quasesempretratando de temasreligiosos, apresentavapersonagens de corpospoucovolumosos, cobertospormuitaroupa, com oolharvoltadoparacima, emdireçãoaoplanoceleste. Os principaisartistasnapinturagóticasãoosverdadeirosprecursoresda pintura do Renascimento
  36. 36. Giotto- a característica principal do seutrabalhofoi a identificaçãodafigura dos santos com sereshumanos de aparênciabemcomum. E essessantos com ar de homemcomumeramo ser maisimportante das cenasquepintava, ocupandosempreposição de destaquenapintura. Assim, a pintura de Giotto vemaoencontro de umavisãohumanista do mundo, quevaicadavezmais se firmandoatéganhar plenitude no Renascimento. Obrasdestacadas: AfrescosdaIgreja de São Francisco de Assis (Itália) eRetiro de São Joaquim entre osPastores.
  37. 37. Jan Van Eyck- procurava registrar nassuaspinturasosaspectosdavidaurban aedasociedade de suaépoca. Nota-se emsuaspinturas um cuidado com a perspectiva, procurandomostrarosdetal hese as paisagens. Obrasdestacadas: O CasalArnolfini (1434) eNossaSenhora do ChancelerRolin.
  38. 38. Mais sobre o gótico: http://www.youtube.com/watch?v=dvKl_B821Uc

×