O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING
TEORIA DA COMUNICAÇÃO

Realização
Fabiane Fernandes Alves (1085908-2)
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING

A investigação da hipótese do agenda setting, surgiu nos anos 70, propondo uma nova investig...
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING

Os pesquisadores Maxwell McCombs e Donald Shaw, pioneiros na apresentação da hipótese do
age...
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING

Em um estudo realizado em 1979, Shaw relata que a hipótese do agenda setting, em conseqüênci...
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING

Em outro estudo, os autores sublinham que o impacto da função do agendamento não é igual par...
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING

Para Clóvis, outro ponto que causa desentendimentos sobre a hipótese, é a falta de rigor na ...
A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING

A agenda de setting foi, e ainda é uma forma de perceber essa influência, como ela se dá e c...
QUESTIONÁRIO

1- Qual foi o objetivo da pesquisa realizada por McCombs?
A pesquisa tinha por objetivo comparar a classific...
QUESTIONÁRIO

3- Em estudos realizados, alguns conceitos básicos são apontados e utilizados para determinar o efeito
do ag...
QUESTIONÁRIO

5- Com base nas explicações sobre o Agenda Setting, cite um exemplo do agendamento na publicidade.
A companh...
BIBLIOGRAFIA

Razón y Palabra
Disponível em:http://www.razonypalabra.org.mx/anteriores/n35/jbrum.htm
Acesso em 18 de Out. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Agenda setting

3.611 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Agenda setting

  1. 1. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING TEORIA DA COMUNICAÇÃO Realização Fabiane Fernandes Alves (1085908-2)
  2. 2. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING A investigação da hipótese do agenda setting, surgiu nos anos 70, propondo uma nova investigação sobre os efeitos da comunicação de massa. Segundo Clóvis de Barros Filho, é a hipótese segundo a qual a mídia, pela seleção, disposição e incidência de suas notícias, vem determinar os temas sobre os quais o público falará e discutirá.
  3. 3. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING Os pesquisadores Maxwell McCombs e Donald Shaw, pioneiros na apresentação da hipótese do agendamento, confirmam que a mídia tem a capacidade de influenciar a projeção dos acontecimentos na opinião pública, estabelecendo um pseudo-ambiente fabricado e montado pelos meios de comunicação. Além do acesso aos meios de comunicação e às conversas interpessoais, as pessoas possuem uma necessidade de orientação, que segundo McCombs, é definida por uma junção de duas variáveis: alto interesse e um alto nível de incerteza. Assim, o efeito de agendamento ocorre com pessoas que têm uma grande necessidade de obter informação sobre um assunto; devido a esta “necessidade de orientação”.
  4. 4. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING Em um estudo realizado em 1979, Shaw relata que a hipótese do agenda setting, em conseqüência da ação dos meios de informação, realça ou negligência elementos específicos dos cenários públicos. As pessoas têm tendência para incluir ou excluir dos seus próprios conhecimentos aquilo que os mass media incluem ou excluem do seu próprio conteúdo. Clóvis de Barros, justifica o surgimento da primeira geração de pesquisa de agenda-setting como uma reação aos quatro pontos fundamentais da Teoria dos Efeitos Limitados: - Excessivo empirismo e preocupação quantitativa dos estudos; - Concentração nos efeitos de curto prazo; - Limitação do conceito de opinião pública; - Análise do comportamento do receptor apenas no contato com a mensagem. O modelo de agenda-setting representa uma ruptura nas linhas investigatórias da comunicação.
  5. 5. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING Em outro estudo, os autores sublinham que o impacto da função do agendamento não é igual para todas as pessoas e depende da necessidade de orientação. Para as pessoas com grande necessidade de orientação, os meios de comunicação social fazem mais do que reforçar opiniões existentes, eles podem orientar a atenção para questões e tópicos específicos. Outro aspecto na pesquisa sobre o agendamento é que o efeito da agenda da mídia varia segundo a natureza do assunto, ou seja, que as pessoas podem mobilizar a sua experiência direta e questões não envolventes, que estão mais distantes das pessoas, que elas não têm experiência direta.
  6. 6. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING Para Clóvis, outro ponto que causa desentendimentos sobre a hipótese, é a falta de rigor na utilização dos termos, que essa falta de rigor costuma começar pela própria noção de agendamento. A sociedade vive em constante influência dos meios de comunicação de massa, esses meios acabam indicando quais os assuntos quem tem maior importância para a sociedade, e assim quais os temas que serão discutidos ao longo dos dias.
  7. 7. A HIPÓTESE DO AGENDA SETTING A agenda de setting foi, e ainda é uma forma de perceber essa influência, como ela se dá e como o indivíduo reage a essa manipulação. A essência do conceito não está muito longe da realidade, atualmente somos submergidos por um mar de informações selecionadas e transmitidas pelas mídias de massa, que são classificadas e separadas pelo seu grau de impacto e importância.
  8. 8. QUESTIONÁRIO 1- Qual foi o objetivo da pesquisa realizada por McCombs? A pesquisa tinha por objetivo comparar a classificação de eleitores, na cobertura jornalística dos meios de comunicação. Os assuntos discutidos pela opinião pública eram os mesmos transmitidos pelo mass media. O que o público assistia, consentia na opinião pública. 2- Atualmente a jornalista Fabíola Reipert, vem sendo desmentida no mundo dos famosos, como podemos explicar tal atitude, no agenda setting? Enquanto ela deveria retratar a realidade da sociedade e informar, diversas vezes, cita, divulga matérias que muitas vezes não existe, mas que gera uma “força maior”, sobre os concorrentes de outras mídias a republicar, e gerando desconforto nas pessoas envolvidas.
  9. 9. QUESTIONÁRIO 3- Em estudos realizados, alguns conceitos básicos são apontados e utilizados para determinar o efeito do agenda setting, como podemos definir a Tematização? É a capacidade de dar o destaque necessário (sua formulação, a maneira pela qual o assunto é exposto), de modo a chamar a atenção. Um dos desdobramentos deste item é os múltiplos enfoques que a informação vai recebendo para manter presa a atenção do receptor. 4- Segundo McCombs & Shaw, como podemos definir o Agenda Setting? A teoria explica a correspondência entre a intensidade de cobertura de um fato pela mídia e a relevância desse fato para o público. Acredita-se que o agendamento ocorra porque a imprensa deve ser seletiva ao noticiar os fatos, deixando passar algumas e barrando outras, na medida em que escolhem o que noticiar e o que ignorar. O que o público sabe e com o que se importa em dado momento é, em grande parte, um produto midiático.
  10. 10. QUESTIONÁRIO 5- Com base nas explicações sobre o Agenda Setting, cite um exemplo do agendamento na publicidade. A companhia telefônica OI, lançou uma campanha, na qual tratava abertamente, sobre a livre escolha da operadora por parte do consumidor, essa ação gerou interesse da Anatel, que regulou o desbloqueio gratuito, e fidelizou muitos clientes, através da comunicação de massa.
  11. 11. BIBLIOGRAFIA Razón y Palabra Disponível em:http://www.razonypalabra.org.mx/anteriores/n35/jbrum.htm Acesso em 18 de Out. 2013 Barros Filho, Clóvis. Ética na Comunicação. Summus, 6º edição.

×