A importância do conteúdo nas mídias sociais

1.758 visualizações

Publicada em

A apresentação faz do Grupo de Estudos dos Advisors no dia 18/11, iniciativa que objetiva que a equipe compartilhe ideias, mantendo uma formação contínua sobre temáticas que abrangem a comunicação digital.

Publicada em: Negócios
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A importância do conteúdo nas mídias sociais

  1. 1. VOCÊ ENTENDE AIMPORTÂNCIADO CONTEÚDONAS MÍDIASSOCIAIS? Um pouco do que deve-se saber
  2. 2. > ÍNDICE 1.  INTRODUÇÃO   2.  CONTEXTO   3.  PÚBLICO   4.  EXPERIÊNCIA  COM  USUÁRIO     5.  ESTRATÉGIA   6.  CONTEÚDO   7.  QUEM  FAZ?     8.  EXEMPLOS   9.  CONCLUSÃO   10. BÔNUS  
  3. 3. LIDAR comCONTEÚDOS é Confuso! Complicado!Doloroso! Caro! > INTRODUÇÃO
  4. 4. CONTEÚD O é a web WEB é conteúdo  > INTRODUÇÃO
  5. 5. NTEXTO E entender o COÉ IMPORTANT objetivos objetivos clientes clientes marca marca timing timing canais canais > CONTEXTO
  6. 6. O conteúdo não AGRADARÁ todas as pessoas > PÚBLICO
  7. 7. QUANTO MAIOR O VOLUME DE INFORMAÇÃO ES do seu públic o se SENTIR mais CHANCfrustrado e com FOME de algo SUBSTANCIAL > PÚBLICO
  8. 8. COMO ALINHAR O CONTEÚDO PARA O PÚBLICO? 1) IDENTIFIQUE seu alvo  2) ENVOLVA seu público  3) ANTECIPE suas necessidades  4) ESCOLHA a linguagem do conteúdo  5) MONITORE o feedback  (CASEY,2011)
  9. 9. “Conteúdo é apropriado para os usuários quando ajuda-os a atingir seus objetivos. Conteúdo é adequado perfeitamente para os usuários quando eles se sentem como gênios em missões extremamente importantes, oferecendo-lhes exatamente o que eles precisam, exatamente quando eles precisam, e na forma correta.” KISSANE, 2011 (tradução livre) > PÚBLICO
  10. 10. IMPOSSÍVEL projetar uma ÓTIMA E XPERIÊNCIA do usuário com um CON TEÚDO RUIM A chave para EXPERIÊNCIAS - satisfatórias, eficientes e consistentes - é a ENTREGA ÚTIL E ENVOLVENTE DE CONTEÚDO > EXPERIÊNCIA
  11. 11. consumidor + SOFI ST ICADO Informações relevantes para ocontexto que são inseridos Abandonam marcas por fa lta de profissionalismo e hab ilidades de escrita > EXPERIÊNCIA
  12. 12. “ Uma estratégia é um plano de ação cuidadoso, bem articulado, possível de realizar e executar. É UM MAPA QUE NOS LEVA DE ONDE ESTAMOS PARA ONDE DESEJAMOS ESTAR.” (HALVORSON, 2010) “... Aponta, claramente o propósito do projeto, sua abrangência, os objetivos de negócios e as necessidades do usuário. Ele pode ajudar a focar os recursos de forma apropriada, prevenir o erro de abrangência e identificar outras oportunidades.” (HALVORSON, 2010) > ESTRATÉGIA
  13. 13. “O objetivo principal da estratégia de conteúdo é usar palavras edados para criar conteúdo inequívoco que suporta significativasexperiências interativas. Nós temos que ser especialistas em todosos aspectos da comunicação, a fim de fazer isso de formaeficaz..” (LOVINGER, 2007) > ESTRATÉGIA
  14. 14. identifica qual Explica como a conteúdo é equipe irá necessário manter e gerir para executar o conteúdo Substância Fluxo de a estratégia trabalho central como o ESTRATÉGIA conteúdo ajuda CENTRAL atingir os objetivos de negócios Estrutura Governança Priorização, CONTEÚDO PESSOAS descreve as organização e políticas, acesso normas e diretrizes (Brain Traffic ,2010) tradução livre
  15. 15. para BONS RE SULTADOS INSPIRAÇÃO MOTIVAÇÃO CONFIANÇA > CONTEÚDO
  16. 16. APROPRIADO para o cliente e para o negócio; ÚTIL para os consumidores de informação; CENTRADO no usuário; LINGUAGEM clara, consistente e concisa; BOM conteúdo = > CONTEÚDO
  17. 17. ATENÇÃOMonitoramento de desempenho de conteúdo em relação às metas e benchmarks Assegurar a relevância contínua de conteúdo para os objetivos de negócio Manter utilidade e a usabilidade do conteúdo > QUEM FAZ?
  18. 18. conteúdo para busc a conteúdo para rede s sociais Busca Social O conteúdo O conteúdodeve ser fácil deve serde encontrar compartilhável > QUEM FAZ?
  19. 19. Até que se comprometa a tratar o conteúdo como um recurso críticodigno de planejamento e investimentos significativos, o conteúdo produzido ainda será inútil em reação as demandas dos usuários. OS CLIENTES NÃO ENCONTRARÃO O QUE PROCURAM. > CONCLUSÃO
  20. 20. > EXEMPLOS
  21. 21. Melhorar a mim, minha família e o meu mundo REALIZAÇÃO Criar experiências diversas que posso compartilhar com os outros CONEXÃOProporcionar informações valiosas, incentivos e serviços SOLUÇÃO
  22. 22. > CAMILA CARRANO PLANNER Marqueteira por formação, publicitária por obrigação e RP por paixão. -  Administradora e Gerente de Conteúdo do blog Mídia Boom; -  Colaboradora e Editora da Revista Digital do blog A Bordo da Comunicação; -  Planejamento e Conteúdo do blog Choco La Design; -  Colaboradora dos blogs Mídia 8 e Ponto Marketing. www.twitter.com/camilajoaquina www.facebook.com/camilacarrano FONTES •  “Give  Content  Strategy  a  FighUng  Chance”.  ArUgo  de  Meghan  Casey  publicado  no  Brain  Traffic  | h`p://migre.me/6aXB5 •  Content  Strategy:  The  Philosophy  of  Data  -­‐  Rachel  Lovinger  –  Boxesandarrows  |  h`p://migre.me/6aYAI   •  KISSANE,  Erin.  The  Elements  of  Content  Strategy.  A  Book  Apart,  2011   •  JONES,  Colleen.  Clout:  The  Art  and  Science  of  InfluenUal  Web  Content:  New  Riders,  2011   •  HALVORSON,  KrisUna.  Estratégia  de  Conteúdo  para  a  Web.  Altabooks,  2010  
  23. 23. > www.webadvisor.com.br Sia Trecho 17 • Rua 20 • Lote 90 Brasília/DF • CEP. 71.200-256 +55 61 2195-6000

×