SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 18.09.2016 às 17h.Lição 28
Escola Bíblica Dominical
O poder da evangelização na família
Atos 16.25-34
“[...] Crê no Senhor Jesus Cristo e serás
salvo, tu e a tua casa” (At 16.31)
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
A salvação pela fé em Jesus deve ser
pregada aos filhos e aos familiares não
crentes, tanto por meio de palavras
quanto por um testemunho bom, eficaz e
amoroso.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
 Conscientizar de que os filhos precisam ser evangelizados;
 Saber que o nosso maior desafio é evangelizar nossos cônjuges;
 Mostrar que precisamos evangelizar nossos parentes.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
I. EVANGELIZANDO OS FILHOS
1. Por meio do culto doméstico
2. Através dos símbolos cristãos
3. Levando-os à igreja
4. Tendo um viver cristão
II. EVANGELIZANDO O CÔNJUGE
1. Trazendo a esposa a Cristo
2. Trazendo o esposo a Cristo
III. EVANGELIZANDO OS PARENTES
1. Em tempos favoráveis
2. Em tempos de crise
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
A família deve
ser o nosso
primeiro e mais
importante
campo
missionário
Atos 16.25-34
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
O evangelista Lucas narra a transformação
operada pelo Evangelho no lar do carcereiro
de Filipos. Responsável pela guarda de Paulo
e Silas, o zeloso funcionário público foi
profundamente tocado pelo testemunho dos
missionários que, mesmo presos, oravam e
cantavam ao Senhor. E, quando do terremoto
que abalou os alicerces do cárcere, ele,
tomado pelo medo, perguntou aos apóstolos:
“Senhores, que é necessário que eu faça para
me salvar?” (At 16.30).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Paulo e Silas foram precisos em sua resposta:
“Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu
e a tua casa” (At 16.31). A decisão do
carcereiro abrangeu sua esposa e filhos que,
naquela mesma noite, foram batizados. Nesta
lição, veremos de que forma poderemos
evangelizar os filhos, o cônjuge incrédulo e os
vizinhos. O campo missionário começa em
nossa casa.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Por meio do culto doméstico
2. Através dos símbolos cristãos
3. Levando-os à igreja
4. Tendo um viver cristão
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Este é o momento em que
toda a família reúne-se para
louvar a Deus, conhecê-lo
mais intimamente e buscar
a sua bênção. O culto
doméstico deve ser diário e
envolver a todos. Cada
família marcará o horário
mais apropriado.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Por meio do culto doméstico
As crianças que não sabem
ler aprenderão ouvindo as
histórias bíblicas e os
cânticos. As maiores
acompanharão a família na
leitura alternada do texto
sagrado.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Por meio do culto doméstico
Durante o período de
oração, que também deve
contemplar a idade de cada
filho, a esposa, ou o marido,
apresentará pedidos ao
Senhor, agradecendo pelas
bênçãos já recebidas.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Por meio do culto doméstico
Os pais israelitas foram
instruídos a fazer menção
do Senhor aos filhos, e a
narrar-lhes os feitos divinos
em todas as ocasiões. Eles o
faziam através de lembretes
escritos, rituais e
monumentos (Dt 6.6-9; Êx
12.25-27; Js 4.5-7).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Através dos símbolos cristãos
Em nossa casa, as Bíblias,
os hinários e os livros
cristãos devem estar
sempre visíveis e ao alcance
das crianças. É importante
que também haja boa
música evangélica e filmes
bíblicos. Que o Evangelho
seja visto, ouvido e vivido
em nosso lar.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Através dos símbolos cristãos
Se ir à casa de Deus não
fosse importante, Elcana
não se daria ao trabalho de
levar consigo Ana e Penina,
com todos os seus filhos e
filhas, ao local de adoração
(1Sm 1.3,4).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
3. Levando-os à igreja
Sozinho, ele subiria a Siló
mais rápido e facilmente.
Entretanto, sabia que toda a
sua família precisava
participar do culto ao
Senhor. O próprio Jesus,
embora Deus, era conduzido
regularmente por seus pais
ao Santo Templo (Lc 2.22,
41,42).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
3. Levando-os à igreja
Levar os filhos à igreja não
é simplesmente acompanhá-
los até a porta e deixa-los
lá, para buscá-los mais
tarde. Também não é
correto deixar o cônjuge e
os filhos em casa e ir
sozinho à igreja
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
3. Levando-os à igreja
As crianças observam
atentamente se agimos
conforme o que ensinamos,
ou se quebramos as regras
por nós estabelecidas. Por
isso, a melhor forma de
ensinar-lhes a vida cristã é
vivê-la cotidianamente.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
4. Tendo um viver cristão
A boa conduta do crente,
em casa, é útil para instruir
os filhos, bem como para
evangelizar os vizinhos. A
nossa postura íntegra,
contrastando com o estilo de
vida deste mundo, haverá
de atraí-los a Jesus.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
4. Tendo um viver cristão
A atitude de Isaque quando
da disputa dos poços
certamente foi um
testemunho vivo de
paciência e mansidão para
todos em sua casa (Gn
26.18-22).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
4. Tendo um viver cristão
RESUMO DO TÓPICO (1)
Os pais são os responsáveis pela evangelização
dos filhos.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Trazendo a esposa a Cristo
2. Trazendo o esposo a Cristo
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
O marido crente ganhará a
esposa para Cristo se agir
conforme o modelo bíblico,
amando-a e coabitando com
ela com entendimento.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Trazendo a esposa a Cristo
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Trazendo a esposa a Cristo
a) Amando-a como Cristo
amou a Igreja (Ef 5.25).
Jesus morreu por amor à
igreja. Logo, o marido, à
semelhança de Cristo, deve
colocar os interesses da
esposa à frente dos seus, e
cuidar dela física, emocional
e espiritualmente.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Trazendo a esposa a Cristo
Esposa alguma achará difícil
submeter-se à liderança de um
homem que lhe dedique tanta
honra e apreço.
b) Coabitando com
entendimento (1Pe 3.7).
Como nova criatura, o
esposo agirá segundo o
caráter de Cristo, revelando
as qualidades do fruto do
Espírito (Gl 5.22). Ao
permitir que o Espírito Santo
lhe governe as atitudes, o
marido será um exemplo de
excelência cristã à esposa,
atraindo-a Jesus.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Trazendo a esposa a Cristo
O grande desejo da mulher
salva, cujo marido ainda
está no mundo, é ganhá-lo
para Cristo. O apóstolo
Pedro mostra o passo a
passo dessa tarefa (1Pe 3.1-
6).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Trazendo o esposo a Cristo
a) Sujeitando-se a ele
(vv.1a,6a). Ao submeter-
se à autoridade do marido,
“como Sara obedecia a
Abraão”, a esposa
demonstra obediência a
Deus.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Trazendo o esposo a Cristo
Sua atitude dócil, mas sábia
e prudente, convencerá o
marido de que servir a Jesus
traz harmonia ao lar. Agindo
assim, a mulher cristã
saberá como aconselhar o
esposo, afastando-o de
atitudes erradas e
desastrosas.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Trazendo o esposo a Cristo
b) Pelo porte cristão
(vv.1,2). O porte cristão da
esposa será revelado em
palavras brandas, bom
humor, atos de bondade e
decisões inteligentes. Com
tais qualidades, ela atrairá o
marido a um encontro
pessoal com o Senhor Jesus.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Trazendo o esposo a Cristo
c) Sem palavras (v.1b). A
melhor pregação da esposa
crente é a sua conduta
exemplar. Ela não irritará o
esposo com falatórios e
prédicas diárias; sua
pregação sem palavras
mostrará sua eficácia.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Trazendo o esposo a Cristo
d) Pela beleza interior
(vv.3-5). A esposa salva
não deve descuidar de sua
aparência. Sabe, porém,
que o adorno capaz de
conquistar o marido para
Cristo é o “espírito manso e
quieto”, que não se abala
com as circunstâncias e vive
em contentamento e
gratidão.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Trazendo o esposo a Cristo
RESUMO DO TÓPICO (2)
O crente precisa obedecer aos princípios morais
estabelecidos por Deus.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Em tempos favoráveis
2. Em tempos de crise
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Uma bênção recebida, ou
uma data especial, é sempre
um bom motivo para um
culto em ações de graças
no lar. Então, imitemos
Cornélio, que, amando seus
parentes e amigos,
convidou-os à sua casa para
ouvir o Evangelho através
de Pedro (At 10.24).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
1. Em tempos favoráveis
O cerco à cidade de Jericó
impeliu Raabe a reconhecer
o Deus de Israel como o seu
Senhor. Graças à firmeza de
sua decisão, os seus pais,
irmãos e outros parentes
foram poupados da
destruição (Js 6.23,24).
Quando a família é assolada
por doenças, morte ou
escassez, o crente apontará
Jesus como a única solução.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
2. Em tempos de crise
RESUMO DO TÓPICO (3)
Evangelize seus parentes não crentes.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Conclusão:
“Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo,
tu e a tua casa”. Firmado nessa promessa,
o novo convertido orará pela salvação de
toda a sua família. E, através de seu
testemunho, demonstrará o que o
Evangelho fará na vida de quem recebe
Jesus como o seu Salvador.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Conclusão:
A família salva buscará sempre uma
oportunidade para falar de Cristo aos seus
parentes e vizinhos. Não nos esqueçamos,
igualmente, do fortalecimento espiritual de
nossa família através do culto doméstico,
do ensino bíblico e da frequência regular
aos trabalhos da Igreja. E, dessa forma,
ousemos afirmar como Josué: “Eu e a
minha casa serviremos ao Senhor” (Js
24.15).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
Estudo disponível no
www.facebook.com/EBDFrutosparaVida
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Silas Rodrigues
 
Folha Semanal 52/2010
Folha Semanal 52/2010Folha Semanal 52/2010
Folha Semanal 52/2010
Nuno Bessa
 
Folha Semanal 02/2011
Folha Semanal 02/2011Folha Semanal 02/2011
Folha Semanal 02/2011
Nuno Bessa
 
Boletim dominical 25 de abril de 2010
Boletim dominical 25 de abril de 2010Boletim dominical 25 de abril de 2010
Boletim dominical 25 de abril de 2010
julio cesar
 

Mais procurados (19)

Lição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaLição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na família
 
Boletim238docx
Boletim238docxBoletim238docx
Boletim238docx
 
Boletim 30 anos
Boletim 30 anosBoletim 30 anos
Boletim 30 anos
 
Meditação diária de francisco carvajal 91. rezar em família
Meditação diária de francisco carvajal 91. rezar em famíliaMeditação diária de francisco carvajal 91. rezar em família
Meditação diária de francisco carvajal 91. rezar em família
 
Boletim Informativo ADIG / Setembro
Boletim Informativo ADIG / SetembroBoletim Informativo ADIG / Setembro
Boletim Informativo ADIG / Setembro
 
Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)Lição 10  a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
Lição 10 a necessidade e a urgência do culto doméstico (1)
 
A caminho 3
A caminho 3A caminho 3
A caminho 3
 
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL AMORIS LÆTITIA DO SANTO PADRE FRANCISCO
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL AMORIS LÆTITIA DO SANTO PADRE FRANCISCOEXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL AMORIS LÆTITIA DO SANTO PADRE FRANCISCO
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL AMORIS LÆTITIA DO SANTO PADRE FRANCISCO
 
Boletim da SAF - 2011
Boletim da SAF - 2011Boletim da SAF - 2011
Boletim da SAF - 2011
 
Boletim 647 - 22/09/19
Boletim 647 - 22/09/19Boletim 647 - 22/09/19
Boletim 647 - 22/09/19
 
Folha Semanal 52/2010
Folha Semanal 52/2010Folha Semanal 52/2010
Folha Semanal 52/2010
 
Folha Semanal 02/2011
Folha Semanal 02/2011Folha Semanal 02/2011
Folha Semanal 02/2011
 
A importância do culto doméstico
A importância do culto domésticoA importância do culto doméstico
A importância do culto doméstico
 
Boletim dominical 25 de abril de 2010
Boletim dominical 25 de abril de 2010Boletim dominical 25 de abril de 2010
Boletim dominical 25 de abril de 2010
 
Boletim 89
Boletim 89Boletim 89
Boletim 89
 
Boletim 89
Boletim 89Boletim 89
Boletim 89
 
Boletim167
Boletim167Boletim167
Boletim167
 
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola DominicalEU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR – lição 13 – Escola Dominical
 
03 04 2010
03 04 201003 04 2010
03 04 2010
 

Destaque

Destaque (20)

Implementing innovation and commercialisation - Stuart Abbott, Zoë Prytherch ...
Implementing innovation and commercialisation - Stuart Abbott, Zoë Prytherch ...Implementing innovation and commercialisation - Stuart Abbott, Zoë Prytherch ...
Implementing innovation and commercialisation - Stuart Abbott, Zoë Prytherch ...
 
Applying
Applying Applying
Applying
 
Perspectiva a lo largo del tiempo de nuestra cooperativa y del movimiento aso...
Perspectiva a lo largo del tiempo de nuestra cooperativa y del movimiento aso...Perspectiva a lo largo del tiempo de nuestra cooperativa y del movimiento aso...
Perspectiva a lo largo del tiempo de nuestra cooperativa y del movimiento aso...
 
7th april map discussion
7th april map discussion7th april map discussion
7th april map discussion
 
Lição 13 Líderes e Liderados
Lição 13   Líderes e LideradosLição 13   Líderes e Liderados
Lição 13 Líderes e Liderados
 
Lição 14 Cura Divina
Lição 14   Cura DivinaLição 14   Cura Divina
Lição 14 Cura Divina
 
Lição 17 Os efeitos do mundanismo na família
Lição 17   Os efeitos do mundanismo na famíliaLição 17   Os efeitos do mundanismo na família
Lição 17 Os efeitos do mundanismo na família
 
sand_filter
sand_filtersand_filter
sand_filter
 
S4 tarea4 golom
S4 tarea4 golomS4 tarea4 golom
S4 tarea4 golom
 
S4 tarea4 golom
S4 tarea4 golomS4 tarea4 golom
S4 tarea4 golom
 
New Housing New York: Built Project South Bronx (Bloomberg + EPA + AIA Propos...
New Housing New York: Built Project South Bronx (Bloomberg + EPA + AIA Propos...New Housing New York: Built Project South Bronx (Bloomberg + EPA + AIA Propos...
New Housing New York: Built Project South Bronx (Bloomberg + EPA + AIA Propos...
 
Let go
Let goLet go
Let go
 
從台灣輸入公民軟體的香港經驗
從台灣輸入公民軟體的香港經驗從台灣輸入公民軟體的香港經驗
從台灣輸入公民軟體的香港經驗
 
Lição 24 Desafios de um Casamento
Lição 24   Desafios de um CasamentoLição 24   Desafios de um Casamento
Lição 24 Desafios de um Casamento
 
2013.11.07 Reporting Back
2013.11.07 Reporting Back2013.11.07 Reporting Back
2013.11.07 Reporting Back
 
Work3-50
Work3-50Work3-50
Work3-50
 
arthimatic progressions
arthimatic progressionsarthimatic progressions
arthimatic progressions
 
MAYDAY.US Report on 2014 Elections
MAYDAY.US Report on 2014 ElectionsMAYDAY.US Report on 2014 Elections
MAYDAY.US Report on 2014 Elections
 
Lição 9 Coisas sacrificadas aos ídolos
Lição 9   Coisas sacrificadas aos ídolosLição 9   Coisas sacrificadas aos ídolos
Lição 9 Coisas sacrificadas aos ídolos
 
Thanksgiving
ThanksgivingThanksgiving
Thanksgiving
 

Semelhante a Lição 28 O poder da evangelização na família

Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446
Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446
Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446
Comunidades Vivas
 
Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470
Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470
Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470
Comunidades Vivas
 
Aula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptx
Aula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptxAula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptx
Aula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptx
JosMauroPiresCoutinh
 
Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417
Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417
Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417
Comunidades Vivas
 
Boletim Agosto 2013
Boletim Agosto 2013Boletim Agosto 2013
Boletim Agosto 2013
willams
 
A necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto domésticoA necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto doméstico
Moisés Sampaio
 

Semelhante a Lição 28 O poder da evangelização na família (20)

Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
 
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
Lição 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO.
 
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
 
Zacarias e Isabel, Pais di João Batista
Zacarias e Isabel, Pais di João BatistaZacarias e Isabel, Pais di João Batista
Zacarias e Isabel, Pais di João Batista
 
Lição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaLição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na família
 
Boletim 79
Boletim 79Boletim 79
Boletim 79
 
Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446
Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446
Folha Dominical - 28.10.12 Nº 446
 
Lição 1 A beleza do testemunho cristão
Lição 1   A beleza do testemunho cristãoLição 1   A beleza do testemunho cristão
Lição 1 A beleza do testemunho cristão
 
Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470
Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470
Folha Dominical - 21.04.13 Nº 470
 
Lição 4 Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Lição 4   Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráLição 4   Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Lição 4 Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
 
Boletim 140 - 16/04/2017
Boletim 140 - 16/04/2017Boletim 140 - 16/04/2017
Boletim 140 - 16/04/2017
 
Aula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptx
Aula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptxAula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptx
Aula 2 O Homem Aprovado pela família - Rev. Márcio Abreu.pptx
 
Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417
Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417
Folha Dominical - 25.03.12 Nº 417
 
Dia18-12
Dia18-12Dia18-12
Dia18-12
 
Boletim 30 anos
Boletim 30 anosBoletim 30 anos
Boletim 30 anos
 
Boletim Agosto 2013
Boletim Agosto 2013Boletim Agosto 2013
Boletim Agosto 2013
 
Boletim 462 - 20/12/15
Boletim 462 - 20/12/15Boletim 462 - 20/12/15
Boletim 462 - 20/12/15
 
Boletim 460 - 06/12/15
Boletim 460 - 06/12/15Boletim 460 - 06/12/15
Boletim 460 - 06/12/15
 
A necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto domésticoA necessidade e a urgência do culto doméstico
A necessidade e a urgência do culto doméstico
 
Vida em Cristo (Portuguese)
Vida em Cristo (Portuguese)Vida em Cristo (Portuguese)
Vida em Cristo (Portuguese)
 

Mais de Wander Sousa

Mais de Wander Sousa (20)

Lição 40 O perigo das obras da carne
Lição 40   O perigo das obras da carneLição 40   O perigo das obras da carne
Lição 40 O perigo das obras da carne
 
Lição 39 Integridade em tempos de crise
Lição 39   Integridade em tempos de criseLição 39   Integridade em tempos de crise
Lição 39 Integridade em tempos de crise
 
Lição 38 Ídolos
Lição 38   ÍdolosLição 38   Ídolos
Lição 38 Ídolos
 
Lição 37 O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Lição 37   O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crenteLição 37   O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Lição 37 O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
 
Lição 36 as limitações dos discípulos
Lição 36   as limitações dos discípulosLição 36   as limitações dos discípulos
Lição 36 as limitações dos discípulos
 
Lição 35 o cuidado com a língua
Lição 35   o cuidado com a línguaLição 35   o cuidado com a língua
Lição 35 o cuidado com a língua
 
Lição 34 O propósito da tentação
Lição 34   O propósito da tentaçãoLição 34   O propósito da tentação
Lição 34 O propósito da tentação
 
Lição 33 Desafios de um casamento
Lição 33   Desafios de um casamentoLição 33   Desafios de um casamento
Lição 33 Desafios de um casamento
 
Lição 32 Fé em meio às injustiças
Lição 32   Fé em meio às injustiçasLição 32   Fé em meio às injustiças
Lição 32 Fé em meio às injustiças
 
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31   As consequências das escolhas precipitadasLição 31   As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
 
Dons Ministeriais | Três aulas
Dons Ministeriais | Três aulasDons Ministeriais | Três aulas
Dons Ministeriais | Três aulas
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
 
Lição 27 Jesus e a felicidade
Lição 27   Jesus e a felicidadeLição 27   Jesus e a felicidade
Lição 27 Jesus e a felicidade
 
Lição 26 Os falsos profetas
Lição 26   Os falsos profetasLição 26   Os falsos profetas
Lição 26 Os falsos profetas
 
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25   Cuidado com as pequenas coisasLição 25   Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
 
Lição 23 Depressão, a doença da alma
Lição 23   Depressão, a doença da almaLição 23   Depressão, a doença da alma
Lição 23 Depressão, a doença da alma
 
Lição 22 Terceira idade
Lição 22   Terceira idadeLição 22   Terceira idade
Lição 22 Terceira idade
 
Lição 21 Rebelião
Lição 21   RebeliãoLição 21   Rebelião
Lição 21 Rebelião
 
Lição 20 Renúncia
Lição 20   RenúnciaLição 20   Renúncia
Lição 20 Renúncia
 
Lição 19 Imoralidade
Lição 19   ImoralidadeLição 19   Imoralidade
Lição 19 Imoralidade
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (14)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 

Lição 28 O poder da evangelização na família

  • 1. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 18.09.2016 às 17h.Lição 28 Escola Bíblica Dominical O poder da evangelização na família Atos 16.25-34
  • 2. “[...] Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa” (At 16.31) Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 3. A salvação pela fé em Jesus deve ser pregada aos filhos e aos familiares não crentes, tanto por meio de palavras quanto por um testemunho bom, eficaz e amoroso. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 4. Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:  Conscientizar de que os filhos precisam ser evangelizados;  Saber que o nosso maior desafio é evangelizar nossos cônjuges;  Mostrar que precisamos evangelizar nossos parentes. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 5. I. EVANGELIZANDO OS FILHOS 1. Por meio do culto doméstico 2. Através dos símbolos cristãos 3. Levando-os à igreja 4. Tendo um viver cristão II. EVANGELIZANDO O CÔNJUGE 1. Trazendo a esposa a Cristo 2. Trazendo o esposo a Cristo III. EVANGELIZANDO OS PARENTES 1. Em tempos favoráveis 2. Em tempos de crise Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 6. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP A família deve ser o nosso primeiro e mais importante campo missionário
  • 7. Atos 16.25-34 Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 8. O evangelista Lucas narra a transformação operada pelo Evangelho no lar do carcereiro de Filipos. Responsável pela guarda de Paulo e Silas, o zeloso funcionário público foi profundamente tocado pelo testemunho dos missionários que, mesmo presos, oravam e cantavam ao Senhor. E, quando do terremoto que abalou os alicerces do cárcere, ele, tomado pelo medo, perguntou aos apóstolos: “Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?” (At 16.30). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 9. Paulo e Silas foram precisos em sua resposta: “Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa” (At 16.31). A decisão do carcereiro abrangeu sua esposa e filhos que, naquela mesma noite, foram batizados. Nesta lição, veremos de que forma poderemos evangelizar os filhos, o cônjuge incrédulo e os vizinhos. O campo missionário começa em nossa casa. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 10. 1. Por meio do culto doméstico 2. Através dos símbolos cristãos 3. Levando-os à igreja 4. Tendo um viver cristão Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 11. Este é o momento em que toda a família reúne-se para louvar a Deus, conhecê-lo mais intimamente e buscar a sua bênção. O culto doméstico deve ser diário e envolver a todos. Cada família marcará o horário mais apropriado. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Por meio do culto doméstico
  • 12. As crianças que não sabem ler aprenderão ouvindo as histórias bíblicas e os cânticos. As maiores acompanharão a família na leitura alternada do texto sagrado. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Por meio do culto doméstico
  • 13. Durante o período de oração, que também deve contemplar a idade de cada filho, a esposa, ou o marido, apresentará pedidos ao Senhor, agradecendo pelas bênçãos já recebidas. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Por meio do culto doméstico
  • 14. Os pais israelitas foram instruídos a fazer menção do Senhor aos filhos, e a narrar-lhes os feitos divinos em todas as ocasiões. Eles o faziam através de lembretes escritos, rituais e monumentos (Dt 6.6-9; Êx 12.25-27; Js 4.5-7). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Através dos símbolos cristãos
  • 15. Em nossa casa, as Bíblias, os hinários e os livros cristãos devem estar sempre visíveis e ao alcance das crianças. É importante que também haja boa música evangélica e filmes bíblicos. Que o Evangelho seja visto, ouvido e vivido em nosso lar. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Através dos símbolos cristãos
  • 16. Se ir à casa de Deus não fosse importante, Elcana não se daria ao trabalho de levar consigo Ana e Penina, com todos os seus filhos e filhas, ao local de adoração (1Sm 1.3,4). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 3. Levando-os à igreja
  • 17. Sozinho, ele subiria a Siló mais rápido e facilmente. Entretanto, sabia que toda a sua família precisava participar do culto ao Senhor. O próprio Jesus, embora Deus, era conduzido regularmente por seus pais ao Santo Templo (Lc 2.22, 41,42). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 3. Levando-os à igreja
  • 18. Levar os filhos à igreja não é simplesmente acompanhá- los até a porta e deixa-los lá, para buscá-los mais tarde. Também não é correto deixar o cônjuge e os filhos em casa e ir sozinho à igreja Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 3. Levando-os à igreja
  • 19. As crianças observam atentamente se agimos conforme o que ensinamos, ou se quebramos as regras por nós estabelecidas. Por isso, a melhor forma de ensinar-lhes a vida cristã é vivê-la cotidianamente. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 4. Tendo um viver cristão
  • 20. A boa conduta do crente, em casa, é útil para instruir os filhos, bem como para evangelizar os vizinhos. A nossa postura íntegra, contrastando com o estilo de vida deste mundo, haverá de atraí-los a Jesus. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 4. Tendo um viver cristão
  • 21. A atitude de Isaque quando da disputa dos poços certamente foi um testemunho vivo de paciência e mansidão para todos em sua casa (Gn 26.18-22). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 4. Tendo um viver cristão
  • 22. RESUMO DO TÓPICO (1) Os pais são os responsáveis pela evangelização dos filhos. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 23. 1. Trazendo a esposa a Cristo 2. Trazendo o esposo a Cristo Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 24. O marido crente ganhará a esposa para Cristo se agir conforme o modelo bíblico, amando-a e coabitando com ela com entendimento. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Trazendo a esposa a Cristo
  • 25. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Trazendo a esposa a Cristo
  • 26. a) Amando-a como Cristo amou a Igreja (Ef 5.25). Jesus morreu por amor à igreja. Logo, o marido, à semelhança de Cristo, deve colocar os interesses da esposa à frente dos seus, e cuidar dela física, emocional e espiritualmente. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Trazendo a esposa a Cristo Esposa alguma achará difícil submeter-se à liderança de um homem que lhe dedique tanta honra e apreço.
  • 27. b) Coabitando com entendimento (1Pe 3.7). Como nova criatura, o esposo agirá segundo o caráter de Cristo, revelando as qualidades do fruto do Espírito (Gl 5.22). Ao permitir que o Espírito Santo lhe governe as atitudes, o marido será um exemplo de excelência cristã à esposa, atraindo-a Jesus. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Trazendo a esposa a Cristo
  • 28. O grande desejo da mulher salva, cujo marido ainda está no mundo, é ganhá-lo para Cristo. O apóstolo Pedro mostra o passo a passo dessa tarefa (1Pe 3.1- 6). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Trazendo o esposo a Cristo
  • 29. a) Sujeitando-se a ele (vv.1a,6a). Ao submeter- se à autoridade do marido, “como Sara obedecia a Abraão”, a esposa demonstra obediência a Deus. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Trazendo o esposo a Cristo
  • 30. Sua atitude dócil, mas sábia e prudente, convencerá o marido de que servir a Jesus traz harmonia ao lar. Agindo assim, a mulher cristã saberá como aconselhar o esposo, afastando-o de atitudes erradas e desastrosas. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Trazendo o esposo a Cristo
  • 31. b) Pelo porte cristão (vv.1,2). O porte cristão da esposa será revelado em palavras brandas, bom humor, atos de bondade e decisões inteligentes. Com tais qualidades, ela atrairá o marido a um encontro pessoal com o Senhor Jesus. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Trazendo o esposo a Cristo
  • 32. c) Sem palavras (v.1b). A melhor pregação da esposa crente é a sua conduta exemplar. Ela não irritará o esposo com falatórios e prédicas diárias; sua pregação sem palavras mostrará sua eficácia. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Trazendo o esposo a Cristo
  • 33. d) Pela beleza interior (vv.3-5). A esposa salva não deve descuidar de sua aparência. Sabe, porém, que o adorno capaz de conquistar o marido para Cristo é o “espírito manso e quieto”, que não se abala com as circunstâncias e vive em contentamento e gratidão. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Trazendo o esposo a Cristo
  • 34. RESUMO DO TÓPICO (2) O crente precisa obedecer aos princípios morais estabelecidos por Deus. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 35. 1. Em tempos favoráveis 2. Em tempos de crise Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 36. Uma bênção recebida, ou uma data especial, é sempre um bom motivo para um culto em ações de graças no lar. Então, imitemos Cornélio, que, amando seus parentes e amigos, convidou-os à sua casa para ouvir o Evangelho através de Pedro (At 10.24). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 1. Em tempos favoráveis
  • 37. O cerco à cidade de Jericó impeliu Raabe a reconhecer o Deus de Israel como o seu Senhor. Graças à firmeza de sua decisão, os seus pais, irmãos e outros parentes foram poupados da destruição (Js 6.23,24). Quando a família é assolada por doenças, morte ou escassez, o crente apontará Jesus como a única solução. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP 2. Em tempos de crise
  • 38. RESUMO DO TÓPICO (3) Evangelize seus parentes não crentes. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 39. Conclusão: “Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa”. Firmado nessa promessa, o novo convertido orará pela salvação de toda a sua família. E, através de seu testemunho, demonstrará o que o Evangelho fará na vida de quem recebe Jesus como o seu Salvador. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 40. Conclusão: A família salva buscará sempre uma oportunidade para falar de Cristo aos seus parentes e vizinhos. Não nos esqueçamos, igualmente, do fortalecimento espiritual de nossa família através do culto doméstico, do ensino bíblico e da frequência regular aos trabalhos da Igreja. E, dessa forma, ousemos afirmar como Josué: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24.15). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP
  • 41. Estudo disponível no www.facebook.com/EBDFrutosparaVida Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1139 – São Paulo - SP