Antonio gramsci biografia e educação

8.316 visualizações

Publicada em

A biografia e trajetória de Antonio Gramsci e seus conceitos sobre educação em sua obra.

Publicada em: Educação
1 comentário
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Ele é o responsável pela instrumentalização das escolas. Estas deveriam desenvolver o aluno intelectualmente e não manipulá-lo ideologicamente. Alunos não deveriam ser usados como massa de manobra, como os gramscianos fazem.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.316
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
298
Comentários
1
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Antonio gramsci biografia e educação

  1. 1. Antonio Gramsci Nascimento: 23 de janeiro de 1891, em Ales na Sardenha, Itália. Falecimento: 27 de abril de 1937, em Roma, na Itália. Filósofo, político, cientista político, comunista e antifascista italiano. ________________________________________________________________ Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Antonio_Gramsci
  2. 2. O Contexto Italiano A Itália é um dos últimos países a se formar na Europa. Pós 1918 a pobreza e o caos social se espalham por toda a Europa. A situação do operariado vai se agravando e os movimentos de esquerda vão surgindo, fragmentados. Em 1920 greve geral na Itália. Reivindicações urbanas e de reforma agrária. O “L‘ AVANTI” um jornal com origem no Partido Socialista e que se torna o órgão de expressão das esquerdas. Fonte: http://4.bp.blogspot.com/_BerABMKfXsQ/SXY7DGCf47I/AAAAAAAAAE0/jN-sYY-qsPc/s400/mapa-da-italia-4.gif
  3. 3. O Contexto Italiano Em 1924 os fascistas conquistam a maioria do parlamento. Características fascistas: totalitarismo, nacionalismo, militarismo, culto a pessoa física, censura, propaganda, violência contra minorias, anti-socialismo. O ano de 1926 é um marco: a repressão já é oficial, órgãos de imprensa fechados, partidos políticos caem na ilegalidade (exceto o fascista), pena de morte legalizada, os camisas negras se fortalecem. Milhares de civis foram presos, mortos ou deportados. Gramsci foi preso. Crise de 1929. Fonte: http://www.slideshare.net/arprotasio/antonio-gramsci-5408168
  4. 4. Aspectos Biográficos Nascido em Ales, na ilha da Sardenha em 1891, numa família pobre e numerosa, Antonio Gramsci foi vítima, antes dos 2 anos, de uma doença que o deixou corcunda e prejudicou seu crescimento. Na idade adulta, não media mais do que 1,50 metro e sua saúde sempre foi frágil. Fonte: http://www.slideshare.net/arprotasio/antonio-gramsci-5408168
  5. 5. Aspectos Biográficos Em 1908, concluído o ginásio em Oristano, ingressa no curso colegial em Cagliari. Vive com o irmão Gennaro, que era tesoureiro da Câmara do Trabalho local e, mais tarde, secretário de seção do Partido Socialista Italiano (PSI). Gramsci frequenta o movimento socialista e participa ativamente dos grupos juvenis que discutem os problemas econômicos e sociais da Sardenha. No verão de 1911 conclui o segundo grau para poder inscrever-se na Universidade. Em outubro, parte para Turim, onde presta o concurso e obtém a bolsa. No mês seguinte, inscreve-se na Faculdade de Letras. Mora durante algum tempo com Angelo Tasca, companheiro de estudos e dirigente do movimento juvenil socialista. Fonte: http://www.slideshare.net/arprotasio/antonio-gramsci-5408168
  6. 6. Fonte: http://www.slideshare.net/arprotasio/antonio-gramsci-5408168 Aspectos Biográficos 1912 - Nos primeiros meses como estudante universitário, vive isolado, sofrendo graves dificuldades materiais e padecendo de um esgotamento nervoso. Interessa-se particularmente pelos estudos de glotologia, realizando algumas pesquisas sobre o dialeto sardo. Frequenta também o curso de literatura italiana ministrado por Umberto Cosmo. Nessa época, conhece Palmiro Togliatti¹, de quem se torna amigo. Pouco tempo depois, fazem juntos uma pesquisa sobre a estrutura social da Sardenha. _____________________________ Palmiro Togliatti, Comunista, em 1924 funda com Gramsci o jornal L'Unitá.
  7. 7. Aspectos Biográficos ● Em 1914 na Universidade de Turim, cursou Literatura, em contato com a Federação Juvenil Socialista, o que terminou com sua filiação ao Partido Socialista. ● Em 1919 abandona o curso para fazer política e para defender suas ideias. Constituí o jornal de esquerda L''Ordine Nuovo”. ● Defendia a participação do proletariado na política e faz propaganda a favor da organização de conselhos de trabalhadores fabris.
  8. 8. Aspectos Biográficos ● Em 1921, com outros militantes e intelectuais de esquerda, funda o Partido Comunista Italiano. ● Preso em 08 de novembro de 1926, devido suas atividades políticas de oposição ao regime fascista é condenado a mais de 20 anos de prisão. ● Durante o tempo em que cumpre a pena, escreve seus 32 cadernos de reflexão, publicados postumamente com o título de Lettere del Carcere (Cartas do Cárcere, 1947). Fonte: http://www.slideshare.net/arprotasio/antonio-gramsci-5408168
  9. 9. Aspectos Biográficos 1937 - Encerra-se o período de liberdade condicional. Gramsci readquire a plena liberdade. Projeta voltar à Sardenha para se reestabelecer. Na noite de 25 de abril tem uma crise imprevista: sofre um derrame cerebral. Tatiana o assiste. Gramsci morre aos 46 anos, no início da manhã de 27 de abril. Os funerais têm lugar na tarde do dia 28. As cinzas de Gramsci, depositadas numa urna, são sepultadas no cemitério de Verano, nas tumbas da prefeitura. Posteriormente sendo transferidas para o Cemitério dos Ingleses, em Roma. Fonte: http://www.slideshare.net/arprotasio/antonio-gramsci-5408168
  10. 10. A trajetória de Gramsci Gramsci no IV Congresso da Internacional comunista, 1922 Cartão de acesso ao Kremlin,1923 Gramsci, assinatura e impressões digitais, novembro de 1926 Gramsci em 1935 Primeiro Caderno" de Turi, cela de Antonio Gramsci, 08 de fevereiro Gramsci, 1950 Fonte: http://www.slideshare.net/amorimanamaria/cultura-e-ao-apresentao-8179747 de 1929
  11. 11. A Obra Os “Cadernos” são um conjunto de 29 obras escritas por Gramsci no período em que ele esteve preso na Itália, entre 1926 e 1937. Começaram a ser redigidos em 1929, no cárcere de Turi, pouco após ter obtido autorização para estudar e escrever. Sua primeira edição, datada pós segunda guerra mundial, foi organizada por Palmiro Togliatti e Felice Platone, que optaram por fazer uma seleção nesses seis volumes, de acordo com os grandes temas estudados por Gramsci: “A filosofia de Benedetto Croce”; “A questão dos intelectuais e da educação”; “Maquiavel e a política moderna”; “O passado e o presente”; “O Risorgimento italiano, a literatura e a vida nacional”. Em 1975, apareceu a edição dita “crítica”, organizada pelo estudioso Valentino Gerratana. Nela, os 29 cadernos são apresentados na sua ordem cronológica.
  12. 12. Alguns Conceitos Intelectual • Intelectual tradicional. • Intelectual orgânico. Hegemonia • Capacidade das classes dominantes na manutenção do poder pelo consenso e não pela coerção. Sociedade Civil • Compostas por organismos privados (estatais) que atuam como agentes de consenso e hegemonia.
  13. 13. Alguns Conceitos Fordismo • Termo cunhado por Gramsci = racionalização da produção, criação do mercado de massa, fragmentação do trabalho: expropriar o homem dos seus saberes = trabalhador desqualificado. Resumo da trama de Gramsci • As concepções de mundo são acompanhadas de comportamentos: se as massas delegam poder ao Estado, este se tornam hegemônico, e exerce a direção moral e intelectual da sociedade.
  14. 14. Alguns Conceitos Cultura • Insuficiência da cultura popular: contraditória, visão restrita. • Cultura elaborada: educar as massas, fazê-las se apropriar dos códigos dominantes. Partido político • Fundação: tem a tarefa de construir dirigentes para uma determinada classe social. A escola em Gramsci • É um programa político em direção a igualdade social, refere-se ao homem como DEVIR. É Humanista-renascentista.
  15. 15. Proposta Educacional de Gramsci Marx concentrava-se nas relações entre política e economia, Gramsci, no papel da cultura e dos intelectuais nos processos de transformação histórica. Escola única, unitária, “desinteressada” • Para trabalhadores intelectuais e manuais; • Conteúdos de formação profissional e de cultura clássica; • Rompimento com o dualismo educação profissional para a classe trabalhadora e de cultura clássica para a classe dominante.
  16. 16. Proposta Educacional de Gramsci • Organiza-se a partir do princípio educativo do trabalho; • Escola pública, mantida pelo Estado; • Responsável pela formação do intelectual orgânico por meio do qual e dos conteúdos escolares ocorreria a revolução cultural (a mente antes do poder). ORGANIZAÇÂO • • • • • Etapa básica: 3,4 anos – ler, escrever, fazer contas, geografia, história, direitos e deveres, primeiras noções de Estado e de Sociedade; Etapa média: 6 anos; (criar os valores fundamentais do humanismo, da autodisciplina intelectual e da autonomia moral); Conclusão: 15, 16 anos; O docente não deve ser passivo e sim engajado nessa proposta; Estímulo a criatividade.
  17. 17. Proposta Educacional de Gramsci Operacionalização • Requer mudanças na organização escolar referente aos prédios, material científico e corpo docente; • Necessidade de um maior nº de docentes (relação professor x nº de alunos); • Instalações com dormitórios, refeitórios, bibliotecas, salas para trabalhos de seminários, e outros (tempo integral).
  18. 18. A Inspiração de Gramsci • Antonio Gramsci foi uma das referências essenciais do pensamento de esquerda no século XX. Embora comprometido com um projeto político que deveria culminar com uma revolução proletária, Gramsci se distinguia de seus pares por desacreditar de uma tomada do poder que não fosse precedida por mudanças de mentalidade. Para ele, os agentes principais dessas mudanças seriam os intelectuais e um dos seus instrumentos mais importantes, a escola.
  19. 19. Referências Charles Chaplin, Industrialização e trabalho. – Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=uN6QPRqNhFk>. Acesso em 22 nov. 2013. FERRARI. Márcio. Antônio Gramsci: um apóstolo da emancipação das massas. In: Revista Nova Escola. Disponível em <http://revistaescola.abril.com.br/historia/pratica-pedagogica/apostolo-emancipacao-massas-423092.shtml> Data de acesso: 28 nov de 2013. GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere: os intelectuais. O princípio educativo. Jornalismo. Ed. e trad. de Carlos N, Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000. v. 2. GRAMSCI. Antonio. Cadernos do cárcere, 6 vols. Ed. De Carlos Nelson Coutinho, com a colaboração de Luiz Sérgio Henriques e Marco Aurélio Nogueira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999-2002 (Ivete Simionatto). GRAMSCI, A. Homens ou Máquinas – Disponível em: <http://www.marxists.org/portugues/gramsci/1916/12/24.htm> - data de acesso 15 nov. de 2013. MONASTA, Attilio. Antonio Gramsci. Fundação Joaquim Nabuco. Recife, PE: Massangana, 2010. Monólogo baseado na dissertação de mestrado - WEBER, S. W. Gramsch e Vygotsky: na educação para os excluídos. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1998. NASCIMENTO, M. I. et al. Escola Unitária: Educação e Trabalho em Gramsci. Revista HISTEDBR On –line, Campinas, n. 30, p.275-291, jun.2008. OLIVEIRA, T. Fonseca. A recepção e a repercussão das idéias de Antonio Gramsci no Brasil: o particular conceito de sociedade civil. In: Revista Espaço Acadêmico, n. 78, nov. 2007. Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/078/78oliveira.htm> - Acesso em: 02 nov. 2013.
  20. 20. Mensagem “A indiferença atua poderosamente na história. Atua passivamente, mas atua. É a fatalidade; é aquilo com que não se pode contar; é aquilo que confunde os programas, que destrói os planos mesmo os mais bem construídos.” Antonio Gramsci Web Art: LEÃO, W.J. Dez.2013

×