Aula Redação- Competência 3

362 visualizações

Publicada em

Aulas de Redação do Programa Maranhão Profissional Coordenador URE São João dos Patos: Walter Alencar de Sousa

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
362
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
47
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Redação- Competência 3

  1. 1. 1
  2. 2. Competência III Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 2 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  3. 3. O terceiro aspecto a ser avaliado no seu texto é a forma como você seleciona, relaciona, organiza e interpreta informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa do ponto de vista defendido como tese. É preciso que elabore um texto que apresente, claramente, uma ideia a ser defendida e os argumentos que justifiquem a posição assumida por você em relação à temática exigida pela proposta de redação. Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa 3 maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  4. 4. • Trata da inteligibilidade do texto, ou seja, da sua coerência, da plausibilidade entre as ideias apresentadas. A inteligibilidade da sua redação depende, portanto, dos seguintes fatores: • ƒ relação de sentido entre as partes do texto; • ƒ precisão vocabular; • ƒ progressão temática adequada ao desenvolvimento do tema, revelando que a redação foi planejada e que as ideias desenvolvidas são pouco a pouco apresentadas, em uma ordem lógica; e • ƒ adequação entre o conteúdo do texto e o mundo real. 4 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  5. 5. O que é coerência? A coerência se estabelece a partir das ideias apresentadas no texto e dos conhecimentos dos interlocutores, garantindo a construção do sentido de acordo com as expectativas do leitor. Está, pois, ligada à compreensão, à possibilidade de interpretação dos sentidos do texto. O leitor poderá “processar” esse texto e refletir a respeito das ideias nele contidas; pode, em resposta, reagir de maneiras diversas: aceitar, recusar, questionar, até mesmo mudar seu comportamento em face das ideias do autor, compartilhando ou não da sua opinião. 5 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  6. 6. 6 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  7. 7. Argumentação • A argumentação é um recurso que tem como propósito convencer alguém, para que esse tenha a opinião ou o comportamento alterado; • Argumentos são como provas que apresentamos com o propósito de defender as nossas ideias e convencer o leitor de que essa é a correta. 7 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  8. 8. Estratégias argumentativas • São várias as estratégias às quais podemos recorrer na hora de desenvolver as ideias. Podemos partir de comparações, de referências histórias, de exemplificações, por exemplo. 8 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  9. 9. Argumentação por citação • Procuramos pessoas consagradas e/ou autoridades no assunto que pensem como nós acerca do tema que apresento; • Apresentamos no corpo do texto a menção a uma informação extraída de outra fonte. 9 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  10. 10. Temos 2 maneiras de fazer uma citação: • Literal: com aspas “...” – Como Shakespeare disse “ser ou não ser, eis a questão”. • Parafraseada: com suas palavras – Como o próprio Shakespeare disse: pode ser ou pode não ser, isso é apenas uma questão. 10 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  11. 11. Argumentação por comprovação • A argumentação se dará a partir de informações apresentadas como: dados, estatísticas, percentuais etc.; • O autor precisa de dados que demonstrem, corroborem a sua tese. 11 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  12. 12. O ministro da Educação, Cristovam Buarque, lança hoje o Mapa da da Exclusão Educacional. Segundo o mapa, no Brasil, 1 milhão de crianças ou 5% da população entre 7 e 14 anos, para as quais o ensino é obrigatório, não frequentam as salas de aula. O pior índice é do Amazonas com 16% das crianças do estado, ou seja, 92 mil estão fora das escolas. O melhor é o Distrito Federal, com apenas 2 % de crianças excluídas, seguido por Rio Grande do Sul, com mais 2,1% e São Paulo, com 3% que dá um total de 168 mil. (Mônica Bergamo. Folha de S. Paulo, 3 dez. 2003) 12 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  13. 13. Argumentação por raciocínio lógico • Há uma relação de causa e efeito; • É um recurso utilizado para demonstrar que uma conclusão (afirmada no texto) é necessária e não fruto de uma interpretação pessoal que pode ser contestada; • Para a construção de um bom texto argumentativo, faz-se necessário o conhecimento sobre a questão proposta, fundamentação para que seja realizada com sucesso. 13 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  14. 14. “O fumo é o mais grave problema de saúde pública no Brasil. Assim como não admitimos que os comerciantes de maconha, crack ou heroína façam propaganda para os nossos filhos na TV, todas as formas de publicidade do cigarro deveriam ser proibidas terminantemente. Para os desobedientes, cadeia”. (Drauzio Varella. Folha de S. Paulo, 20 mai. 200) 14 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  15. 15. Argumentação por fatos históricos • Fazendo uso de sua cultura geral: use exemplos da História. É uma maneira de você explicar a origem de determinado problemas ou comparar um fato atual com outro já ocorrido. 15 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  16. 16. A relação entre desemprego e tecnologia não é uma inovação da economia contemporânea. Já durante a Revolução Industrial, no final do século XVIII, os operários protestavam e quebravam máquinas para tentar deter o desemprego e a redução de salários que essas provocavam. 16 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  17. 17. Argumentação por comparação • A comparação deve ser usada no texto das mais diferentes formas; • Compare geograficamente; • Socialmente; • Identifique características específicas; • Diferenças e semelhanças; • Observe as diferenças culturais, sempre de acordo com sua tese. 17 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  18. 18. A situação do desemprego nas áreas industriais brasileiras não é diferente daquela encontrada em outros centros industriais do mundo, onde também são procuradas alternativas frente à elevação do contigente de desempregados. 18 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  19. 19. Argumentação por refutação • Questionar valores; • Buscar ângulos de uma questão praticamente “fechada”; • Sair do lugar comum, claro, sem discordar pelo absurdo, mas através de uma ideia que consiga sustentar. 19 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  20. 20. Podemos, entretanto, duvidar dessa afirmação: a economia norte-americana, centro da revolução tecnológica dos anos 90, registrou nesse período índices historicamente baixos de desemprego, o que contradiz o binômio: tecnologia e desemprego. 20 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  21. 21. Nível 0 Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista. 21 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  22. 22. O Movimento imigratório para o Brasil no século XXI No Brasil a população e seus imigrantes cada dia sempre aumenta. No pais queremos um pais com suas elevações concretas restintas de modernização para que possa revolucionar as questões posta pelo o poder. Diremos que cada investimento buscamos da propia finalidade de querer e afirmar suas proposita. leguais e integuais dos seus receios investido em cada capitalismo. Temos sim um proposito brasileiro fudamental de cada pais, para buscarmos cada imigrantes de suas soluções positivas para o desenvolvimento passial de casa pais. “O Brasil”e um pais desenvolvido que rever esse quadro, para isso nós buscamos o requerimento de pais subdesenvolvidos. Por exemplo o Hait teve uma por pocão fudamental de preocupação financeira mais para isso O imigrante tutaram, para rever este quadro. Diremos sim que queremos que o pais em ações positivas em melhoria de todos. Cada pais tem um termo de um bom desenvolvimento parcial para cada investimento mem sempre todo tem sua preocupacões financeira para o seu exclarecimento do desenvolvimento que veremos em nosso pais. Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com COMENTÁRIO • A atribuição da nota 0 deve-se à não pertinência dos embriões de argumentos, que guardam relação precária com o tema. 22
  23. 23. Nível 3 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de Coordenador Regionavl: Wiasltetr aAle.ncar de Sousa 23 maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  24. 24. Formando novas culturas A população brasileira cresce a cada dia, decorrente do movimento imigratório, pessoas que vem de outros países e se abrigam aqui nesta terra de belos horizontes. Vários são os fatores que trazem estas pessoas a procurarem o Brasil, terra ao povo que os acolhem de braços abertos. O principal deles é se refugiarem de conflitos, guerras, invasões, terremotos e furacões que acontecem em seus países. Decorrentes desses acontecimentos eles perdem suas casas, seus pertences e com eles seus planos e sonhos, e são obrigados a procurarem outro local para recomeçar e iscolhem o Brasil. outro fator importante é a busca de emprego e melhores condições de vida. Esse movimento imigratório traz para o Brasil novas culturas, traz o reconhecimento destas novas culturas. Com isso a população brasileira so tende a crescer, mesmo com as altas taxas de mortalidade tanto de adultos como adolescentes e crianças. COMENTÁRIO • Defende-se o caráter multicultural garantido pelos movimentos migratórios, em redação, no geral, organizada, porém presa às ideias dos textos motivadores, ainda que não citados explicitamente. Deve-se destacar ainda que a relação entre crescimento populacional, imigração e índices de mortalidade não é clara no texto. Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa 24 maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  25. 25. Nível 5 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista. 25 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  26. 26. O primeiro decênio do século XXI é significativo para o Brasil, pois demarca a entrada do país na lista de nações preferidas por imigrantes estrangeiros, que se dispuseram a adotar um novo endereço. Desde então, o Brasil do “s” comporta o Brazil do “z”: o país é a mais nova “menina dos olhos” de imigrantes oriundos das mais longínquas e diversas nações. Até o final da década de 1990, o Brasil comumente não era um polo atrativo para imigrantes, já que sua economia estava pautada pela instabilidade, com inflação e desempregos em níveis elevados, repelindo, desse modo, os imigrantes estrangeiros para outros países que dispunham de um quadro econômico mais favorável. A situação modifica-se quando o Brasil apresenta melhores resultados econômicos, passando de uma economia dependente externamente, principalmente no que tange ao comércio, a uma economia mais estável, ganhando status de país em desenvolvimento, ao deixar de lado a alcunha de país subdesenvolvido. 26 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  27. 27. Outros fatores são determinantes para esse novo paradigma do movimento imigratório do século XXI, como, por exemplo, as crises que atingiram os principais centros financeiros capitalistas, deflagradas nos Estados Unidos desde 2008, e nos últimos dois anos em diversas nações européias. Tais crises fizeram com que os estrangeiros viessem para o Brasil, sempre em busca de melhores oportunidades. Soma-se a isso, isto é, ao que dissemos anteriormente, o clima brasileiro, visto também como um forte atrativo, já que proporciona uma melhor adaptação do estrangeiro no país. Sem falar, claro, na hospitalidade brasileira, tão difundida e veiculada em outras nações. COMENTÁRIO • Defende-se que a mudança do panorama econômico brasileiro alterou os fluxos migratórios no século XXI, tornando o Brasil mais atrativo para imigrantes. A consistência da argumentação decorre da excelente organização e interpretação dos fatos e opiniões selecionados, que estão relacionados ao tema e provêm de um repertório diversificado e autoral. 27 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com

×