Plano de ensino_waldney_roberto

485 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
485
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de ensino_waldney_roberto

  1. 1. DISCIPLINA: DIDÁTICA E METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIORUNIDADE II – Didática do Ensino Superior e Organização do TrabalhoPedagógico. PROFESSORA: Profª Mestre: Janice Machado Ribeiro Rodrigues TUTORA: Simara Soares ACADÊMICO: Waldney Roberto de Matos e Ávila
  2. 2. Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES Pró-Reitoria de Ensino - Coordenadoria de Graduação Centro de Ciências Biológicas e da Saúde ANO SEMESTRE PLANO DE ENSINO 2012 | | 1.º | X | 2.º DEPARTAMENTO CIDADE Educação Física e do Desporto Montes Claros CURSO PERÍODO OU SÉRIE Educação Física – Bacharelado | 4° | Período | | Série DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TOTAL Fisiologia do Exercício 80 horas/aula REGIME ACADÊMICO CARGA TEÓRICA 03h/a HORÁRIA | x | Semestral | | Anual SEMANAL PRÁTICA 01h/a PROFESSOR(A) TURNO Waldney Roberto de Matos e Ávila | | Matutino | X | Vespertino | | Noturno EMENTABioenergética. Alterações fisiológicas agudas provocadas pelo exercício físico. Modificações morfo-funcionais crônicas induzidas pela prática do exercício físico. OBJETIVOS1. Geral:Mostrar a importância do raciocínio e interpretação fisiológica para a formação e exercício doprofissional de Educação Física.2. Específicos:Ao final do curso o aluno deverá apresentar capacidade de:a) Aplicar os conceitos importantes da fisiologia do exercício na prescrição do exercício físico;b) Compreender as adaptações fisiológicas necessárias ao suprimento energético imposto peloestresse do exercício físico.c) Aplicar testes de esforço com a finalidade de quantificar o nível inicial de condicionamento físico;d) Avaliar, interpretar e aplicar resultados de testes de esforço na elaboração de programas detreinamento cardiorespiratório;e) Compreender as limitações impostas pelo estresse ambiental e sua relação com a prática deexercícios físicos. CONTEÚDO PROGRAMÁTICOUNIDADE I – BIOENERGÉTICA, NUTRIENTES E FONTES ENERGÉTICAS1. Controle do ambiente interno, homeostasia e estado estável.2. Bioenergética: vias metabólicas de produção de ATP3. Nutrientes e exercício físico.
  3. 3. UNIDADE II – METABOLISMO DO EXERCÍCIO1. Transição Repouso / Exercício2. Comportamento metabólico na recuperação.3. Medida do consumo energético humano ( medidas diretas e indiretas ).4. Limiar aeróbio, limiar anaeróbio, limiar ventilatório e limiar de lactato.5. Exercício físico e equilíbrio ácido básico.6. Fadiga central e periféricaUNIDADE III – PRESCRIÇÃO DE EXERCÍCIOS PARA SAÚDE E PERFORMANCE ATLÉTICA1. Avaliação funcional e seus componentes.2. Critérios para montagem de bateria de testes.3. Aplicação de testes ergométricos e ergoespirométricos.4. Parâmetros de prescrição e controle da intensidade de treinamento.4. Parâmetros hemodinâmicos de segurança do avaliado/avaliador.5. Cálculos metabólicos6. Prescrição de exercícios cardiorespiratórios.UNIDADE IV - EFEITOS FISIOLÓGICOS DO TREINAMENTO SOBRE O ORGANISMO1. Efeitos agudos imediatos, agudos tardios e crônicos do exercício físico.2. Efeitos agudos e crônicos do exercício no sistema cardiovascular.3. Efeitos agudos e crônicos do exercício no sistema respiratório.4. Efeitos agudos e crônicos do exercício no sistema músculo-esquelético.5. Efeitos agudos e crônicos do exercício no sistema endócrinoUNIDADE V - PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS E ESTRESSE AMBIENTAL1. Prática de exercícios em ambientes com altas temperaturas: respostas fisiológicas e processosadaptativos.2. Prática de exercícios em ambientes com baixas temperaturas: respostas fisiológicas e processosadaptativos.3. Prática de exercícios em ambientes hipobáricos: respostas fisiológicas e processos adaptativos. METODOLOGIA/ATIVIDADES DIDÁTICASa) Aulas presenciais teórico-práticas usando como estratégias de ensino a expositiva dialogada,estudo de caso, mapa conceitual, estudo de texto e seminários.b) Apresentação de trabalhos individuais e em grupo. ESTRUTURA(S) DE APOIO/RECURSOS DIDÁTICOS1. Visuais: livros didáticos, artigos científicos, quadro/giz, e retroprojetor.2. Audio-visuais: televisão e DVD.3. Tecnológicos: equipamentos de laboratório.
  4. 4. AVALIAÇÃO Aspectos a serem avaliados Instrumentos de avaliação Distribuição de pontos:a) Pontualidade e assiduidade.b) Iniciativa e interesse. Avaliações Teóricas: 03 de 20 pontos cada.c) Riqueza das discussões coletivas.d) Conhecimento e domínio dos Avaliação Prática: somente uma no valor de 5 pontosconteúdos abordados. (entrega do relatório) Trabalhos (resumos e análise crítica de artigos): 30 pontos ( 2 pontos por artigo). Avaliação qualitativa: 5 pontos ( não é baseada em presença e sim na riqueza das discussões durante as aulas) Total: 100 pontos distribuídos. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Bibliografia Básica1. FOSS,L.M. & KETEYIAN,J.S. Fox Bases Fisiológicas do Exercício e do Esporte. 6ª ed. Rio de Janeiro - RJ: Guanabara/Koogan, 2000.2. McARDLE ,W.D., KATCH, F.I., KATCH, V. L. Fisiologia do Exercício -Energia, Nutrição e Desempenho Humano. 5ª ed. Rio de Janeiro -RJ: Ed. Guanabara, 2001.3. ROBERGS, R.A.; ROBERTS, S.O. Princípios Fundamentais de Fisiologia do Exercício para Aptidão, Desempenho e Saúde. São Paulo: Phorte, 2002.4. WILMORE, J.H. COSTILL, W.D. Fisiologia do Esporte e do Exercício. 2ª ed. São Paulo: Manole, 2001. Bibliografia Complementar1. FARINATT, P.T.V., MONTEIRO, W.D., Fisiologia e Avaliação Funcional.3ª ed. Rio de Janeiro RJ: Sprint, 1999.2. MARINS, J.C.B., GIANNICHI, R.S. Avaliação e Prescrição de Atividade Física: guia prático. Rio de Janeiro - RJ: Shape, 1996.3. NOVAES, J.S.; VIANA,J.M. Personal Training & Condicionamento Físico em Academia. 2ª ed. Rio de Janeiro: Shape, 2003.

×