Risco de Crédito
Garanta que as cobranças sejam feitas dentro do prazo
Wagner S. de Moraes
Novembro/ 2015
2
Agenda Prevista
• Currículo resumido
• O Grupo Palma
• Overview macroeconômico
• Risco de Crédito
• Como avaliar crédito...
3
Um pouco sobre mim ...
Graduado em Adm. Empresas pela Anhembi Morumbi, Pós-Graduado em Adm. Contábil
Financeira pela FG...
O Grupo Palma
Um case de sucesso !
5
O Grupo
É uma holding
100% brasileira formada
por Cinco empresas:
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
6
Estrutura Finanças
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
CFO
HC: 92HC: 27 HC: 29 HC: 27
HC: 180
HC: 4
Responsavel por 40% do...
Overview macroeconômico
Pressões atuais .....
8
Capacidade Instalada
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
9
Indústria de Construção
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
10
Confiança – Empresários
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
11
Confiança - Consumidores
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
12
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
13
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
14
Avaliação Governo
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
15
Avaliação Governo
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
16
Principais pontos
Fonte: CNI
Inflação: continua elevada e fora da meta, previsão para 2016 tb é pessimista;
Juros: prin...
Risco de Crédito
Sustentabilidade e “Fly to quality”.....
18
Famílias
Intenção de Consumo das Familias Nivel de Consumo Atual
Perpectiva de Consumo Momento para Bens Duráveis
Wagne...
19
Políticas de Risco e Crédito
Visam manter uniforme nas decisões;
Padronização dos critérios para tomada de risco;
Ga...
20
O que fazer???
Política de risco e crédito: para quem emprestar (risco-modelos preditivos) e o
quanto emprestar (crédit...
21
O que olhar???
 Controle de rolagem das safras de crédito;
 FPD : first payment default
 EFICC 0-90 e 0-180
 PDD ma...
Como avaliar crédito
23
Como avaliar crédito???
 Caráter do cliente: behaviour, restritivos, alavancagens;
 Capacidade de gestão: análise DF´...
24
Como avaliar crédito???
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
25
Credit Scoring - exemplo
Baixo Risco
Risco Elevado
AAA
AA+
AA
AA-
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
BB+
BB
BB-
B
B-
CCC+
CCC
CCC-
DDD
...
Seguro de Recebíveis
27
Seguro de Crédito
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
Alvo:
• Efetuem vendas a crédito.
• Tenham alto nível de exportaçõe...
28
Seguro de Crédito
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
Principais modalidades:
• Faturamento ou Exposição: consiste em apó...
29
Obrigado !!!!
Informações adicionais:
Wagner S. de Moraes
CFO
F: 011-3469-2334
wagner.moraes@grupopalma.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Risco de Crédito EuroFinance - Novembro 2015 - Wagner S. de Moraes II

227 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Risco de Crédito EuroFinance - Novembro 2015 - Wagner S. de Moraes II

  1. 1. Risco de Crédito Garanta que as cobranças sejam feitas dentro do prazo Wagner S. de Moraes Novembro/ 2015
  2. 2. 2 Agenda Prevista • Currículo resumido • O Grupo Palma • Overview macroeconômico • Risco de Crédito • Como avaliar crédito • Seguro de Recebíveis Wagner S. de Moraes - Novembro-15 Slides: 38 Tempo Previsto: 30´
  3. 3. 3 Um pouco sobre mim ... Graduado em Adm. Empresas pela Anhembi Morumbi, Pós-Graduado em Adm. Contábil Financeira pela FGV, MBA em Finanças Corporativas pela FGV, especialização em Docência pela FGV; Executivo com mais de 25 anos de experiência em gestão de empresas, tendo sido CEO de empresa química e Diretor Executivo de outras empresas; Membro do CFO Council – EUA / Researcher Retail e Meios de Pagamentos na Coleman Research - EUA Palestrante e escritor de diversos artigos, Professor de Finanças Corporativas , além de Conselheiro em outras empresas, além de criador da maior comunidade de varejo no Linkedin; Especialista em Planejamento Estratégico, reestruturação, turnaround e reposicionamento estratégico de empresas, M&A, implantação e gestão de Shared Service, planejamento orçamentário, BSC, mercado financeiro, de capitais e derivativos. Carreira construída em SP em empresas nacionais e multinacionais; Atualmente é CFO do Grupo Palma, entre os maiores grupos empresariais do país, respondendo pelas áreas Contábil-Financeira, Soluções Corporativas, Jurídico, Controladoria, Soluções Financeiras e Meios de Pagamento, Shared Service e Planejamento Estratégico do Grupo; Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  4. 4. O Grupo Palma Um case de sucesso !
  5. 5. 5 O Grupo É uma holding 100% brasileira formada por Cinco empresas: Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  6. 6. 6 Estrutura Finanças Wagner S. de Moraes - Novembro-15 CFO HC: 92HC: 27 HC: 29 HC: 27 HC: 180 HC: 4 Responsavel por 40% do Budget
  7. 7. Overview macroeconômico Pressões atuais .....
  8. 8. 8 Capacidade Instalada Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  9. 9. 9 Indústria de Construção Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  10. 10. 10 Confiança – Empresários Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  11. 11. 11 Confiança - Consumidores Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  12. 12. 12 Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  13. 13. 13 Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  14. 14. 14 Avaliação Governo Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  15. 15. 15 Avaliação Governo Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  16. 16. 16 Principais pontos Fonte: CNI Inflação: continua elevada e fora da meta, previsão para 2016 tb é pessimista; Juros: principal medida de controle a inflação, continua em alta para assegurar meta e desaquece economia; Câmbio: mercado instável, com pressões internas (desequilíbrio político- econômico) e externas (USA, China, Europa – Portugal, Espanha e Italia); Desemprego: continua elevado, com tendencia a atingir 10,8 % em 2016; Demanda interna: continua desaquecida para o próximo ano; Contas públicas: continua gastos elevados e déficit primário crescente, outros downgrades iminentes; Inadimplência: previsão de crescimento em 2016, com forte elevação no primeiro trimestre; Crédito: bancos reduzindo risco (exposure) e foco no qualidade das carteiras (“fly to quality”), o que gerará maior escassez de recursos de mercado; Investimentos : ainda sem previsão de retorno; Ajuste fiscal: Governo sem credibilidade e força política para promover os ajustes necessários (redução de gastos e equilíbrio das contas públicas); Retomada: em 2018 caso “lição de casa” seja feita ao longo dos próximos 2 anos. Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  17. 17. Risco de Crédito Sustentabilidade e “Fly to quality”.....
  18. 18. 18 Famílias Intenção de Consumo das Familias Nivel de Consumo Atual Perpectiva de Consumo Momento para Bens Duráveis Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  19. 19. 19 Políticas de Risco e Crédito Visam manter uniforme nas decisões; Padronização dos critérios para tomada de risco; Garantir integridade das ativos de crédito; Elevar qualidade da carteira; Prevenir perdas potenciais; Tratam do retorno ajustado do risco (raroc), dos limites máximos de concentração e percentuais de comprometimento do patrimônio; Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  20. 20. 20 O que fazer??? Política de risco e crédito: para quem emprestar (risco-modelos preditivos) e o quanto emprestar (crédito – behaviour) ; Perdas: o foco maior sai de geração de resultados para prevenção de perdas financeiras (perdas são evitáveis); Carteiras: foco em qualidade do crédito e diluição/venda de risco; “Fly to quality”: fundamental!!!! Controle rígidos com acompanhamentos constante e ajustes rápidos, melhor score; Garantias: buscar proteção com garantias reais; Cobrança: eficiência e readequação da régua de cobrança. Foco em giro mais curtos na carteira para ganhar eficiência. Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  21. 21. 21 O que olhar???  Controle de rolagem das safras de crédito;  FPD : first payment default  EFICC 0-90 e 0-180  PDD mais conservadora;  Exposure;  Limites e volumes médios;  PDD;  Custo de carregamento de carteira  RAROC Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  22. 22. Como avaliar crédito
  23. 23. 23 Como avaliar crédito???  Caráter do cliente: behaviour, restritivos, alavancagens;  Capacidade de gestão: análise DF´s, indicadores de liquidez e solvência, rentabilidade e capacidade de geração de caixa;  Valor do patrimônio: bens e disponibilidades de curto e longo prazo, valor de mercado;  Garantias de crédito: capacidade de pagamento, liquidez, valor de mercado, co-garantidores, contratos;  Contexto operacional: avaliar condições de mercado do cliente, quais os imponderáveis, projeções, etc. Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  24. 24. 24 Como avaliar crédito??? Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  25. 25. 25 Credit Scoring - exemplo Baixo Risco Risco Elevado AAA AA+ AA AA- A A- BBB+ BBB BBB- BB+ BB BB- B B- CCC+ CCC CCC- DDD DD D ‘ Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  26. 26. Seguro de Recebíveis
  27. 27. 27 Seguro de Crédito Wagner S. de Moraes - Novembro-15 Alvo: • Efetuem vendas a crédito. • Tenham alto nível de exportações ou recebíveis do exterior. • Concentrem seus recebíveis em poucos clientes. • Busquem financiamentos bancários com base nos seus ativos. • Tenham seus riscos operacionais baseados em gerenciamento financeiro (questões de “compliance”).
  28. 28. 28 Seguro de Crédito Wagner S. de Moraes - Novembro-15 Principais modalidades: • Faturamento ou Exposição: consiste em apólice única, segurando todos os recebíveis da empresa. • Compradores Específicos: o programa é desenhado para cobrir perdas catastróficas em caso de inadimplência dos maiores clientes. • Risco Único: apólices específicas para cobrir apenas um cliente. Principais benefícios: • Proteção contra inadimplência ou débitos comerciais. • Segurança dos recebíveis em negociações de financiamentos com instituições financeiras. • Proteção contra imprevistos financeiros, mitigando seus impactos no resultado. • Análise dos riscos de crédito envolvidos no negócio (compradores). • Possibilidade de expansão dos negócios de uma maneira mais segura Preço médio: de 0,5 % a 3% conforme reembolso , histórico da carteira e direito de regresso.
  29. 29. 29 Obrigado !!!! Informações adicionais: Wagner S. de Moraes CFO F: 011-3469-2334 wagner.moraes@grupopalma.com.br

×