Ge amb 2 sustentabilidade 11

406 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ge amb 2 sustentabilidade 11

  1. 1. SUSTENTABILIDADE Gestão Ambiental Prof. Osvaldo Viégas outubro de 2011
  2. 2. Conceito de Sustentabilidade O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem a suas próprias necessidades Comissão Brundtland - CNUMAD, 1988 “Satisfazer as necessidades e as aspirações humanas é o principal objetivo do desenvolvimento. .......... sobretudo as necessidades essenciais dos pobres do mundo,......”
  3. 3. Conceito de Sustentabilidade ... necessidades essenciais dos pobres do mundo,...” (relação 20/80)
  4. 4. O processo de apropriação o acesso ----------------------------------humanos  restante da natureza humanos  restante da natureza ---------------------------------- o crescimento populacional  o padrão de consumo  o padrão tecnológico  o contrato social / cultura / dominação 
  5. 5. A capacidade de suporte e os limites do crescimento
  6. 6. A capacidade de suporte e os limites do crescimento    Antes dos impactos humanos, a terra apresenta-va uma produtividade primária líquida de 150 bilhões de toneladas de matéria orgânica Estima-se que o ser humano já destruiu 12%, usa diretamente 27%, deixando 60% para os milhões de outros animais e plantas limites do crescimento estão no âmbito das decisões do presente Peter Vitousek, 1986
  7. 7. Conceito de Sustentabilidade O desenvolvimento sustentável é :  economicamente eficiente  socialmente justo  ambientalmente adequado
  8. 8. Conceito de Sustentabilidade EQUIDADE SOCIAL FALTA DE REALISMO ECONÔMICO CONSERVAÇÃO AMBIENTAL DESENVOLV. SUSTENTÁVEL DEGRADAÇÃO AMBIENTAL INJUSTIÇA SOCIAL EFICIÊNCIA ECONÔMICA
  9. 9. Políticas externas sócio-econômicas e ambientais (dívidas, termos de contrato, etc.) Exportação e Importação Capital de Uso Depreciação de Capital Investimento Produção e Serviços (incluindo produção intermediária) Volume e Estrutura Produção de Tecnologia Estoque de Capital Ambiente Construído Outros Capitais Fornecimento de bens e serviços Sistema de Alocação (taxas, preços, mercado, distribuição direta, etc.) Demanda por Trabalho Reciclagem Uso de recursos naturais: energia, matéria-prima, etc. Poluição Ambiente Natural Externo (clima global, etc.) Qualidade do ambiente construído Volume total e estrutura da demanda (não só em dinheiro) Consumo imediato e formação de estoque Volume e Estrutura Consumo de Tecnologia Tamanho e Estrutura da População Demanda per capita QUALIDADE DE VIDA Satisfação Consumo per capita Estrutura Legal e Institucional Estruturas e processos sócioeconômicas (estrutura de poder, etc.) Incentivos Nível de Desenvolvimento da população Necessidades, desejos e aspirações Saúde humana física e mental Desperdício Ambiente Natural Recursos Naturais Condições de Suporte da Vitais Processos Ecológicos de Degradação e Renovação Estoque de K Natural/Nível de Renovação Uso de serviços naturais Condições macroeconômicas (inflação, etc.) Renda (renda pessoal, status econômica, etc.) Restauração E Poluição com DDT Outras mudanças ecológicas atróficas Uso dos recursos naturais para a reprodução social e demográfica; p. ex. Uso de serviços naturais (condições vitais) Sistema de Valor, educação média em massa Mercado de Trabalho Emprego, desemprego (nível e estrutura) SUBSISTEMA: SOCIAL ECONÔMICO ECOLÓGICO Qualidade do ambiente natural
  10. 10. DESENVOLVIMENTO diretrizes      Integração das políticas públicas promover a participação popular mobilização política promover a inclusão social desenho institucional e fontes de recursos
  11. 11. DESENVOLVIMENTO diretrizes           Efetivo envolvimento no processo liderança e lideranças respeito à realidade local exercício da cidadania adaptabilidade / flexibilidade valorização do conhecimento / cultura local inovação Aspirações / iniciativas locais (envolvimento local) saber ouvir (“agente de desenvolvimento”) garantir educação básica (focada na cidadania)
  12. 12. Sustentabilidade - diretrizes Utilizar os recursos renováveis de acordo com sua capacidade de reposição - “manejo sustentável” Dispor os resíduos de acordo com a capacidade de assimilação do meio ambiente Reduzir, reutilizar e reciclar os resíduos (3 Rs) Preservar a biodiversidade Fechar os ciclos e otimizar a eficiência energética Prover as necessidades básicas da população e reduzir a pobreza Valorizar a cultura local
  13. 13. Sustentabilidade - diretrizes Manter ou aumentar o capital natural = estoque constante ou crescente de capital natural, constituído pelo conjunto de todos os ativos ambientais (recursos ambientais de uso direto, ou prestadores de serviços ambientais: estoques pesqueiros, madeira explorável de uma floresta, cobertura florestal com serviço de proteção do solo, promoção da infiltração da água de chuva no solo e controle de cheias,.............) ASPECTO ECONÔMICO, POR EXCELÊNCIA
  14. 14. Estratégias - Sustentabilidade “manter ou ampliar o capital natural”     Valoração ambiental Contabilização dos recursos naturais Instrumentos econômicos de incentivo à conservação/preservação Instrumentos econômicos de controle da degradação ambiental
  15. 15. Estamos mais próximos da sustentabilidade do desenvolvimento????

×