Guga aposta em Centro Olímpico para crescimento do tênis no país

228 visualizações

Publicada em

Oi, o meu nome é Vittorio Tedeschi e, além de um empresário no ramo de mineração, sou um entusiasta do jogo de tênis.


Uma das construções mais imponentes e representativas para as Olimpíadas Rio 2016 é o Centro Olímpico de Tênis. A quadra central tem capacidade para receber 10 mil torcedores, além da quadra 1, com estrutura temporária para 5 mil pessoas, e a quadra 2, com estrutura permanente e arquibancada temporária para um público de 3 mil espectadores. Em visita às obras, Gustavo Kuerten, que é membro do Conselho de Esportes do Comitê Rio 2016, concedeu uma visita ao site do Comitê Olímpico Brasileiro Rio 2016, e afirmou que o Centro vai inaugurar uma era promissora do tênis brasileiro.

“O legado pode ser transformador, tanto no impacto no entusiasmo, como também na estrutura. O Centro Olímpico de Tênis pode servir como um centro de treinamento de referência e para competições que até hoje não foram realizadas no Brasil”, afirmou Guga, elogiando o espaço, futuramente formado por sete quadras externas de competição e seis quadras para treinamento e aquecimento. Durante o passeio pelo local, o ex-tenista mostrou-se empolgado com os avanços das obras.

“A sensação é tanto de confiança que a estrutura vai ser entregue dentro do prazo quanto de ansiedade, já visualizando os jogos que vão acontecer, antecedendo o sonho Olímpico. A cada dia a expectativa aumenta ainda mais”, concluiu.

Publicada em: Esportes
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Guga aposta em Centro Olímpico para crescimento do tênis no país

  1. 1. Guga aposta em Centro Olímpico para crescimento do tênis no país VITTORIO TEDESCHI
  2. 2. Oi, o meu nome é Vittorio Tedeschi e, além de um empresário no ramo de mineração, sou um entusiasta do jogo de tênis.
  3. 3. Uma das construções mais imponentes e representativas para as Olimpíadas Rio 2016 é o Centro Olímpico de Tênis. A quadra central tem capacidade para receber 10 mil torcedores, além da quadra 1, com estrutura temporária para 5 mil pessoas, e a quadra 2, com estrutura permanente e arquibancada temporária para um público de 3 mil espectadores.
  4. 4. Em visita às obras, Gustavo Kuerten, que é membro do Conselho de Esportes do Comitê Rio 2016, concedeu uma visita ao site do Comitê Olímpico Brasileiro Rio 2016, e afirmou que o Centro vai inaugurar uma era promissora do tênis brasileiro.
  5. 5. “O legado pode ser transformador, tanto no impacto no entusiasmo, como também na estrutura. O Centro Olímpico de Tênis pode servir como um centro de treinamento de referência e para competições que até hoje não foram realizadas no Brasil”, afirmou Guga, elogiando o espaço, futuramente formado por sete quadras externas de competição e seis quadras para treinamento e aquecimento.
  6. 6. Durante o passeio pelo local, o ex-tenista mostrou-se empolgado com os avanços das obras.
  7. 7. “A sensação é tanto de confiança que a estrutura vai ser entregue dentro do prazo quanto de ansiedade, já visualizando os jogos que vão acontecer, antecedendo o sonho Olímpico. A cada dia a expectativa aumenta ainda mais”, concluiu.

×