Tecnologia Educativa: As TIC no ensino da Leitura

1.125 visualizações

Publicada em

1. Mitos das TIC na Educação e Formação:
Verdades, mentiras ou desculpas?

2. As TIC no ensino da leitura e da escrita
Mudanças ao nível do currículo, da leitura e da escrita

3. Edutainment:
Da Edu1.0 à Edu3.0: Mundos 3D; Second Life; Serious Games.

Seminario - 25-06-2011

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.125
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologia Educativa: As TIC no ensino da Leitura

  1. 1. Tecnologia Educativa As TIC no ensino da Leitura Vitor Barrigão Gonçalves vg@ipb.pt | Gab. 2.46 | Tel. 273330649 | http://www.vgportal.ipb.pt | http://www.catraios.pt As TIC no ensino da leitura e da escrita Sumário: 1. Mitos das TIC na Educação e Formação:  Verdades, mentiras ou desculpas? 2. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mudanças ao nível do currículo, da leitura e da escritaSeminário 3. Edutainment: Da Edu1.0 à Edu3.0: Mundos 3D; Second Life; Serious Games.  2 1
  2. 2. As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC na Educação e Formação: As TIC na Educação e Formação: Com as TIC surgiram: – Novas estratégias de difusão de informação: Novas estratégias de difusão de informação: • Websites pessoais … Sistemas de Informação distribuídosSeminário • E‐mail, Fóruns de Discussão, Wikipédia, Blogs… – Novos modelos de comunicação: • Interacção pessoal e profissional (anytime, anywhere) • Cada indivíduo pode ser um nó na Rede (Web 2.0) p ( ) – Novas formas de ensino/aprendizagem: • Aprendizagem via conteúdos Web dispersos (Webquests) • Aprendizagem via e‐cursos (soluções de formação à distância) • e‐Learning, b‐Learning, m‐Learning e outros ambientes Web 3 As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC na Educação e Formação: As TIC na Educação e Formação: Modalidade de utilização pedagógica: • Como fonte de pesquisa (modo colector) p q ( ) Directórios e Motores de busca; Estratégias: Webquests, e‐rallypappers e roteiros de exploração.Seminário • Como meio de publicação (modo produtor) Portais educativos e Ambientes de Aprendizagem; Gestão de conteúdos (escolares ou de formação); Páginas pessoais, Weblogs e Webquests... • Como meio de interacção (modo comunicador) Interacção com os conteúdos; Interacção social; Solução integrada: e‐Learning ou b‐Learning. 4 2
  3. 3. As TIC no ensino da leitura Contexto: Sim! Mas nem tudo são rosas… rosas Receios: - pode bloquear... - demora muito tempo a aprender... - demora muito tempo a preparar... - aparecem conteúdos impróprios... 5 Etc… As TIC no ensino da leitura e da escrita Contexto: Porquê? • Formação em TIC baseada apenas em competências técnicas e não na integração curricular das TIC.Seminário • Ausência de avaliações do software educativo • Fraca investigação co-relacionando o software educativo e o sucesso no â bit d determinados conteúdos âmbito de d t i d t úd programáticos, áreas disciplinares ou níveis de ensino. • Pouca divulgação sobre comunidades de boas práticas. • Pouco tempo e fraca atitude “autodidacta”. 6 3
  4. 4. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 1. O mito da idade Os computadores são para os professores mais novos! Se algo corre mal/bloqueia, os alunos perdem o respeito peloSeminário professor! A autoridade do professor é garantida quando ele trata os estudantes com respeito, domina os conteúdos e apresenta propostas desafiadoras. Não se trata de uma questão de idade, mas de integrar algum conhecimento tecnológico com a experiência pedagógica. A pedagogia recorre a vários 7 recursos. A Tecnologia Educativa é apenas mais um deles. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 2. O mito da quantidade Não uso as TIC no processo de ensino e aprendizagem porque apenas tenho um equipamento!Seminário Haverá um quadro preto ou um televisor por aluno? Haverá um dicionário por aluno na escola? Um computador é um recurso didáctico. Use-o… Um projector é um recurso didáctico. Use-o… Um QMI é um recurso didáctico. Use-o… 8 4
  5. 5. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 3. O mito da posse Na minha sala há apenas um computador… Se os alunos mexem fica desconfigurado!Seminário A integração da TE nos processos de aprendizagem necessita de recursos tecnológicos, mas quando eles escasseiam deverão ser usados por todos os intervenientes do processo de aprendizagem. 9 As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 4. O mito da guloseima (reforço positivo) O computador da sala é usado apenas como um meio de entretenimento e de lazer para aqueles que se portam bem ouSeminário terminam as actividades primeiro! Os professores devem tirar proveito das potencialidades das TIC: como meio de pesquisa e recuperação de informação, de organização de dados, de acesso a recursos, de publicação de informação, de comunicação… Enfim, como meio de aprendizagem…10 5
  6. 6. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 5. O mito da hora da informática Na minha escola os alunos têm uma hora de informática por semana.Seminário Leccionar com TIC apenas porque acha que as crianças gostam ou acredita que tem jeito para informática também não é solução. Educação para as TIC deve aprender-se na Escola, mas a tecnologia não tem hora. O recurso à tecnologia deve acontecer tal como a outro qualquer equipamento ou material.11 As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 6. O mito da magia As TIC são a solução mágica!Seminário Muitos dos problemas da educação são endémicos, não resolúveis apenas por apetrechar com TIC as escolas. As TIC, só por si, não melhoram resultados nem resolvem qualquer problema da Educação. A eficácia da tecnologia depende não só da qualidade dos recursos mas principalmente da utilização educativa (método) que é feita pelos professores.12 6
  7. 7. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 7. O mito da pedagogia informatizada Passar tudo para formato digital é a palavra de ordem! Suportar a estratégia metodológica convencional com asSeminário mais recentes tecnologias educativas será solução? Exemplo: Usar o QMI tal como se usava o quadro preto!!! Recorrer a tecnologia educativa exige mudança nas práticas, nas atitudes e inclusive nos papeis do professor e do aluno.13 As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 8. O mito da complexidade Eu e os computadores somos incompatíveis! Para usar as TIC é preciso ter muita formação para dominar os programas.Seminário A distância entre os utilizadores e os programas de autoria é cada vez menor. A criação de recursos não tem que envolver linguagens de programação nem conhecimentos avançados... Mas exige algumas horas de aprendizagem.14 7
  8. 8. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 9. O mito da falta de tempo Não tenho tempo para experimentar nem me pagam para tal!Seminário É verdade que a aprendizagem das ferramentas leva tempo, mas pode ser gradual. Ontem fizemos um questionário no Word… Hoje usámos as ferramentas de questionário do Word… Amanhã disponibilizamos o questionário on-line…15 As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 10. O mito da obsolescência Os computadores são antigos e não têm programas ou jogos suficientes.Seminário A maioria de nós não usa 10% das potencialidades dos programas que tem instalados. Muitos dos computadores continuam a ser máquinas capazes de ser usadas em prol do processo de ensino e aprendizagem. Para quê instalar a nova versão se a anterior serve?!16 8
  9. 9. As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 11. O mito da confiança Este software educativo é de uma editora, a qualidade está garantida!Seminário O que é grátis não é bom! O que é nacional não é bom! Hum! Alguns são produtos que, nem sempre, privilegiam aspectos como a diferenciação pedagógica, possuem erros científicos e pedagógicos, e ainda não provaram a sua eficácia nos resultados.17 As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: 12. O mito dos mitos Deixar de usar as TIC só porque se enquadrou num dos mitos anteriores!Seminário O uso das TIC não fazem de um professor um bom professor, Mas ajudam… Sem Tecnologia Educativa os alunos também aprendem. Claro que sim... E o empenho e motivação será o mesmo?18 9
  10. 10. As TIC no ensino da leitura Mitos das TIC na Educação e Formação: Mitos das TIC na Educação e Formação: Mas, também nem tudo são espinhos… espinhos Desde que…19 As TIC no ensino da leitura e da escrita Mitos das TIC na Educação e Formação: Não se acredite no mito da máquina de ensinar…Seminário20 10
  11. 11. As TIC no ensino da leitura As TIC no Ensino da Leitura e da Escrita • O professor adopte um perfil empreendedor:   Atitude ou espírito positivo em relação à mudança  Auto‐confiante e capacidade de transmitir confiança  Optimista em relação à inovação  Autonomia e capacidade de iniciativa (Pro‐actividade)  Capacidade de tomar decisões responsáveis e criativas  Implementar estratégias para atingir objectivos A t Aposta na formação contínua baseada em TICs f ã tí b d TIC  Espírito de equipa (ambiente colaborativo e cooperativo)  Questione, aceite desafios, explore novas ideias, divirta‐se com as TIC…21 As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC no Ensino da Leitura e da Escrita Geração de ideias: O processo Walt Disney Explorar algo a partir de vários pontos de vista… Existem 3 Disneys diferentes: o sonhador, o realista e o crítico. sonhador crítico Qual queremos que participe nas reuniões?Seminário Sonhador é necessário a fim de formar novas ideias e objectivos. Designer ou realista é necessário como uma forma de D i li t ái f d transformar essas ideias em coisas concretas. Minucioso ou Crítico é necessário como um filtro e um estímulo para pormenorizar ou apurar cada vez mais.22 11
  12. 12. As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC no Ensino da Leitura e da Escrita Porquê?  No ensino/aprendizagem da Língua MaternaSeminário Ler e escrever com computador é distinto?!!! Ler e escrever num QMI é diferente?!!  Que mudanças ocorreram?  No currículo da Língua No currículo da Língua  Na leitura  Na escrita  Na comunicação23 As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC no ensino da leitura e da escrita: Mudanças:  Mudanças no currículo da Língua uda ças o cu cu o da gua Uso de Processadores de texto Uso de correctores ortográficosSeminário Uso do multimédia, hipertexto, hipermédia e ambientes colaborativos  Mudanças no processo da escrita Da redacção para o hipertexto, podcasts e videocasts Do ditado para o multimédia Do autor para o editor ou co‐produtor  Mudanças ao nível da leitura Leitura não linear Mapas mentais da estrutura do sítio Web Importância na aprendizagem da pesquisa24 12
  13. 13. As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC no Ensino da Leitura e da Escrita O que fazer? • Conhecer e avaliar as tecnologias e recursos. • Gerar ideias para utilização das TIC.Seminário • Procurar tutoriais (Scribd, Youtube, etc). • Frequentar formação que promova a integração das tecnologias e não apenas o seu conhecimento técnico. • Desenvolver recursos com ferramentas de autoria. • Recorrer à tecnologia para suportar processos de interacção com conteúdos e interacção interpessoal e intrapessoal. • Frequentar comunidades virtuais de práticas.25 As TIC no ensino da leitura e da escrita As TIC no Ensino da Leitura e da Escrita Porquê? Vivemos numa sociedade digital povoada de nativos digitais e imigrantes digitais. A escola não pode alhear-se desta nova forma de pensar eSeminário interagir com a informação e com o conhecimento. Presky e outros sugerem a integração de vídeo-jogos como elemento incontornável no processo de ensino e aprendizagem. O jogo não só preenche as necessidades de entretenimento das crianças, mas também contribui para o seu desenvolvimento cognitivo, social, afectivo e cultural (Gomes e Carvalho, 2008). Jogos, simulação e mundos 3D26 13
  14. 14. As TIC no ensino da leitura e da escrita Edutainment Educação + Entretenimento = edutenimento Acto de aprender concentradamente através de vários meios A t d d t d t t é d á i i tecnológicos como programas de televisão, jogos electrónicos, filmes, música, websites e programas de computador.Seminário Robert Heyman Randal (2003) defende que o público infantil passa por três estágios de jogo ou fases de desenvolvimento: 1. 1 Dos 2 aos 8 anos: aceitam actividades que apresentem desafios de forma gradual; 2. Dos 9 aos 12 anos: mais exigentes, procurando maior dificuldade nas tarefas; 3. A partir dos 12 anos: tornam-se exigentes, procuram27 variedade e contextos mais apelativos. As TIC no ensino da leitura e da escrita Edutainment Esta geração net tem: 1) preferência pela tentativa e erro, em vez de manuais; 2) preferência pela não linearidade (hipertexto);Seminário 3) capacidade de realizar várias acções simultâneas 4) criadores e não apenas consumidores de informação (blogs); 5) maior socialização (redes sociais, jogos on-line, fóruns de discussão e chats); 6) visão positiva da tecnologia, considerando-a como uma extensão do próprio corpo.28 14
  15. 15. As TIC no ensino da leitura e da escrita EdutainmentSeminário29 As TIC no ensino da leitura e da escrita Edutainment Second LifeSeminário Descubra o Second Life: http://www.youtube.com/watch?v=qOFU9oUF2HA http://www.youtube.com/watch?v=TMGR9q43dag http://www.youtube.com/watch?v=H8jBhgfRDnw30 http://www.youtube.com/watch?v=FZAj8Cg4bLo 15
  16. 16. As TIC no ensino da leitura e da escrita Edutainment Serious GamesSeminário Serious Games é uma designação normalmente atribuída a jogos com objectivos  educacionais. Jogos cujo propósito não é apenas o entretenimento.31 http://indusgeeks.com/learning‐training‐collaboration‐metamersive.html MLS_Cut.flv As TIC no ensino da leitura e da escrita Edutainment Serious GamesSeminário Serious Games é uma designação normalmente atribuída a jogos com objectivos  educacionais. Jogos cujo propósito não é apenas o entretenimento.32 http://indusgeeks.com/learning‐training‐collaboration‐metamersive.html MLS_Cut.flv 16
  17. 17. As TIC no ensino da leitura e da escrita Considerações finais • A missão da Lego é “inspirar e desenvolver os construtores do amanhã . Ou seja, não se trata de fabricar brinquedos de amanhã”. plástico, mas sim de desabrochar as capacidades humanas.Seminário • Os adultos estão aprendendo aquilo que as crianças já sabiam: jogar ou brincar também é uma maneira de aprender e desenvolver novas habilidades. • Mas, será que tudo pode ser transformado em brinquedo e diversão, mesmo que sendo jogos sérios?33 As TIC no ensino da leitura Alguns homens vêem as coisas como são, e perguntam: Porquê? Eu sonho com as coisas que nunca existiram e pergunto: "Por que não?". George Bernard Shaw34 17

×