If this is art

295 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

If this is art

  1. 1. Fotografia Arte Contemporânea Fotografia tem assumido um papel importante na criação de imagens no âmbito da arte contemporânea.
  2. 2. Significa que o acto artístico vá além da captura do momento observado <ul><li>A criação da imagem (fotografia) começa antes do disparo: </li></ul><ul><li>Idealização da imagem </li></ul><ul><li>Relaciona-se com outras áreas artísticas, nomeadamente, movimentos de arte a partir dos anos 60 e 70, quando a fotografia tornou-se o meio de documentar e divulgar trabalhos temporários, abordados na arte Conceptual, Performances e Body Art. </li></ul>
  3. 3. Alfred Stieglitz Fountain, 1917 by Marcel Duchamp
  4. 4. Joseph Beuys, I like America and America likes me , 1974 Photo credit Caroline Tisdall © DACS 2005 Joseph Beuys, I like America and America likes me , 1974 Photo credit Caroline Tisdall © DACS 2005 Joseph Beuys, I like America and America likes me , 1974 Photo credit Caroline Tisdall
  5. 5. Joseph Beuys, I like America and America likes me , 1974 Photo credit Caroline Tisdall http://www.youtube.com/watch?v=P8lUC2Pjtoc
  6. 6. The chromatic deit, 1998 (durante seis dias, sophie comeu uma dieta de cor. Cada dia uma cor) Estratégia artística e vida diária Sophie Calle
  7. 7. Traductrice en langage SMS / Translator into SMS language, Alice Lenay Photo: 113 x 140 cm Text: 113 x 85 cm http://www.youtube.com/watch?v=ZbNzIL6J9po
  8. 8. Prossegue um personagem, nem sempre convidado
  9. 11. As One Minute Sculptures , muitas vezes referidas genericamente como a estratégia de criação do seu trabalho, são uma espécie de performances , fotografadas e filmadas, em que o artista se submete, e aos seus modelos, a bizarras relações com objetos comummente utilizados no quotidiano, e representam tentativas de criar escultura com meios aparentemente tão parcos como o corpo e os objetos que o rodeiam: Wurm é o primeiro a admitir um fascínio pelo que designa de &quot;caminho mais curto&quot;, pela procura de formas de expressão claras e rápidas. Para cortar caminho, o artista utilizou uma espécie de lógica niveladora: a da absoluta proximidade, que o levava a utilizar o que estava sempre à mão. Segundo as suas próprias palavras, em entrevista recente à Art Press , quis &quot;perceber se e como era possível converter e transformar em escultura coisas que têm a ver com jogos, comida, desejo, higiene corporal&quot;.
  10. 15. http://www.gestalten.com/motion/clip?id=98
  11. 16. Kenneth Lum
  12. 17. Palavra associada à fotografia
  13. 19. ONCE UPON A TIME Narrador de histórias <ul><li>“ Storytelling” </li></ul><ul><li>Contador de histórias, referências a fábulas, contos de fadas, mitos modernos (que fazem parte da consciência colectiva) </li></ul><ul><li>Códigos culturais </li></ul>
  14. 20. Sam Taylor-Wood
  15. 21. Still Life Natureza Morta
  16. 26. Tom Hunter
  17. 27. &quot;Woman Reading a Repossession Order&quot; Vermeer's painting &quot;Woman Reading at the Window&quot;
  18. 28. Hannah Starkey
  19. 30. Mariko Mori
  20. 31. «Nirvana» Mariko Mori «Beginning of the End and Body Capsule » 2000.
  21. 32. Kumano, 1998
  22. 33. SOMETHING AND NOTHING TUDO E NADA <ul><li>Tracey Baran </li></ul>
  23. 34. Something and Nothing <ul><li>Objectos simples do dia a dia, poderão parecer extraordinários quando fotografados. </li></ul><ul><li>A sua forma/função é alterada conceptualmente devido ao enquadramento e à forma que são representados </li></ul>
  24. 35. Peter Fischli
  25. 37. Peter Fraser
  26. 42. Wolgang Tilmans
  27. 46. Anthony Hernandez

×