Foto

206 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
206
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Foto

  1. 1. A definição de um objecto móvel depende da direcção e da velocidade com que se desloca e da distância a que se encontra da máquina. Quanto mais lenta for a velocidade de obstrução, tanto mais esbatida e indefinida será a imagem, ao passo que uma velocidade muito rápida «congela» o motivo móvel e dá uma definição geral à imagem. Para obter uma imagem nítida, é preciso utilizar uma velocidade maior com os movimentos que se desloquem no sentido horizontal, do que com os que se deslocam em sentido oblíquo.
  2. 2. Velocidade de obstrução e movimento:
  3. 3. Como parar o movimento As velocidades de obstrução altas – mais de 1/250seg. - eliminam geralmente os problemas de vibração da máquina. As velocidades entre 1/500 e 1/2000seg. Permitem congelar o <movimento do motivo
  4. 4. Fotografar em movimento <ul><li>Fotografia tirada da parte traseira do carro, quando ambos rodavam à velocidade de 60Km/h. </li></ul><ul><li>A máquina foi montada num tripé bem fixo na base. Tiraram-se uma série de fotografias a 1/15, 1/30, e 1/60 Seg. </li></ul>
  5. 5. Movimento selectivo <ul><li>As velocidades 1/30e 1/250seg. São as mais utilizadas na fotografia feita sem qualquer apoio além das mãos. A imagem resultante do motivo móvel é semelhante à que é vista pelos olhos. Geralmente uma mistura de pormenores, uns confusos e outros nítidos. </li></ul>
  6. 6. Como acompanhar o movimento do motivo
  7. 7. Sensação de velocidade
  8. 8. Utilização da luz

×