Gênero textual notícia

62.346 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
62.346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.241
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gênero textual notícia

  1. 1. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss Gênero Textual – NOTÍCIA Os gêneros textuais costumam possuir semelhanças entre si, contudo, há alguns gêneros textuais nos quais esta semelhança muito se aproxima, pela forma de apresentação, suporte no qual veicula, etc. Assim, destacamos no quadro a seguir, algumas observações que podem auxiliar no momento de distinguirmos entre os gêneros: Relato, Notícia, Reportagem e anúncio publicitário. Características do Gênero Textual Relato Responde as Perguntas: -O quê? -Quem? -Quando? -Onde? -Por quê? Etc. Objetivo: -Narrar fatos reais relevantes vividos ou presenciados pelo autor. - registrar as experiências pessoais na intenção de ensinar ou documentar como prova um fato. Características: - narrado em 1ªou 3ª pessoa com verbos no presente e no pretérito perfeito (predominantemente); - o narrador é protagonista; - apresenta elementos básicos da narrativa; - espaço onde se desenrola a narrativa é restrito. Estrutura: -Estrutura narrativa, com personagens, tempo, espaço, sequencia cronológica. Características do Gênero Textual Notícia Responde as Perguntas: -O quê? -Quem? -Quando? -Onde? -Por quê? -Como? Etc. Objetivo: -Relatar fatos reais relevantes do cotidiano que sejam do conhecimento do autor e por ele verificado, e apresentado de uma forma mais sintética. -Publicar/anunciar acontecimentos na intenção de informar. Características: - narrado em 3ª pessoa com verbos no presente, pretérito perfeito ou futuro; - o narrador NÃO é protagonista; -apresenta elementos básicos da narrativa; - espaço onde se desenrola a narrativa NÃO é restrito. Estrutura: -manchete ou título principal; -título auxiliar; -lide; -corpo ou texto da notícia. Características do Gênero Textual Reportagem Responde as Perguntas: -O quê? -Quem? -Quando? -Onde? -Por quê? -Como? Etc. Características do Gênero Textual Anúncio Publicitário Responde as Perguntas: - O quê? - Para que? Objetivo: -Relatar fatos reais relevantes do cotidiano que sejam do conhecimento do autor e por ele investigado, e apresentados de forma abrangente. Objetivo: -Apresentar um produto ou uma empresa. - Publicar/anunciar acontecimentos na intenção de informar. Características: - narrado em 3ª pessoa com verbos no presente, pretérito perfeito ou futuro; - o narrador NÃO é protagonista; -apresenta elementos básicos da narrativa; - espaço onde se desenrola a narrativa NÃO é restrito; Estrutura: -manchete ou título principal; -título auxiliar; -lide; -corpo ou texto da notícia. -podem aparecer sequencias de perguntas e repostas, caso a reportagem seja proveniente de uma entrevista*. - Publicar/anunciar marcas, empresas e produtos na intenção de divulgar e ofertar serviços ou mercadorias. Características: -Não há predominância de verbos (uso “livre”, conforme a intenção linguística do autor), contudo tem-se observado a predominância de verbos no imperativo e no presente; - Não possui, necessariamente, narrador; - Não possui, necessariamente, narrativa. Estrutura: - Título; - Corpo do texto; - Identificação do produto ou da marca.
  2. 2. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss Separar para esta aula várias revistas e jornais que contenham reportagens, entrevistas, notícias, anúncios publicitários e, se possível, relatos. ATIVIDADE Escolham uma NOTÍCIA dos suportes apresentados e respondam: Principais informações da notícia O que aconteceu? Com quem? Onde? Como? Quando? Por quê? Notícia, “é o gênero básico do jornalismo, em que se relata um fato do cotidiano considerado relevante, mas sem a opinião do autor. É um gênero genuinamente informativo, em que, em princípio, o repórter não se posiciona, pois o que vale é o fato” (BALTAR, 2004, p.133). Leia a notícia abaixo: NO NOROESTE, 10 CIDADES PODEM FICAR SEM O DINHEIRO DA MERENDA De acordo com MEC, munícipios que não realizarem a prestação de contas de 2011 e 2012 e não atualizarem os dados dos Conselhos de Alimentação Escolar deixarão de receber o repasse Tatiane Salvatico Dez munícipios da região noroeste do Paraná podem deixar de receber a verba destinada para compra de merenda para os alunos de toda a rede pública. O motivo é a existência de irregularidades nos Conselhos de Alimentação Escolar (CAEs). Em todo o Paraná, 35 munícipios estão nessa situação, segundo a relação divulgada em 9 de abril pelo Ministério da Educação (MEC). Bom Sucesso, Cruzeiro do Sul, Indianópolis, Itaúna do Sul, Maria Helena, Mariluz, Nova Olímpia, Paranapoema, Querência do Norte e Xambrê têm até 30 de abril para realizar a prestação de contas 2011-2012 e atualizar as informações referentes aos CAEs no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Aqueles que não atualizarem deixarão de receber o repasse no fim deste mês, informou o MEC. A Secretaria de Educação de Mariluz afirmou que a prestação de contas e os dados atualizados foram enviados ao MEC nesta semana. A nutricionista responsável pela merenda no município, Dirlene de Lima, disse acreditar que a situação esteja completamente regularizada nos próximos dias. Em Mariluz, o repasse é de R$ 7,5 mil para os cerca de 1,5 mil alunos da rede pública. “Já organizamos o conselho e enviamos todas as informações. Agora só temos que aguardar a resposta do Ministério.” A situação é semelhante em Bom Sucesso. O secretário da Educação, Robson Correa, contou que as informações solicitadas pelo MEC já foram enviadas. “Nossos dados do conselho devem
  3. 3. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss vencer no final do mês, mas já fizemos tudo o que é exigido. Então, acredito que não haverá problema algum.” Já a Secretaria de Educação de Querência do Norte alegou desconhecer que as informações do município junto ao FNDE estejam desatualizadas. Segundo a pasta, o repasse foi feito normalmente nos últimos meses. Questionados sobre a situação irregular, porém, a secretaria informou que vai verificar a situação e, se for o caso, sanar os problemas. Disponível em: <www.gazetamaringa.com.br/online/conteudo.phtml?tl=1&idtit=Dez-municipiospodem-ficar-sem-o-dinheiro-da-merenda> Acesso em: 10 abr 2013. Sem nenhuma dúvida, os gêneros textuais se encontram presentes nas diversas situações cotidianas. Eis que estamos frente a uma delas, pois frequentemente assistimos às notícias, sejam elas retratadas por jornais impressos, transmitidas pelos meios de comunicação e até mesmo divulgadas em meio eletrônico, como é o caso da notícia acima. O objetivo principal da notícia é deixar o leitor/expectador informado acerca dos fatos reais, verídicose atuais (recentes)que norteiam a sociedade e que são do interesse público. Outro aspecto relevante é que o emissor (quem transmite a notícia) deve manter-se imparcial o tempo todo, mesmo apresentando opiniões próprias. Por isso, dizemos que a objetividade representa um traço peculiar na notícia. De todo modo, é bom lembrar que, por mais objetivo que seja o escritor da notícia sempre expressa uma opinião ou posicionamento, mesmo que de forma velada, em seus textos. Em suma, a notícia é um texto narrativo, escrito na 3ª pessoa do singular ou do plural, com verbos no presente, passado e futuro, e que circula na esfera jornalística.De cunho informativo, tende relatar (narrar) os fatos de modo objetivo (exato) e imparcial. Assim sendo, a notícia apresenta quatro partes elementares e fundamentais: manchete ou título principal; título auxiliar; lide; corpo ou texto da notícia. Vejamos cada uma destas partes: MANCHETE ou título principal - tem o objetivo de despertar o interesse do receptor, apresenta-se de forma bastante evidente, geralmente grafada (o) em letras garrafais ou até mesmo numa dimensão maior que o restante do texto: NO NOROESTE, 10 CIDADES PODEM FICAR SEM O DINHEIRO DA MERENDA TÍTULO AUXILIAR – pode não aparecer na notícia. O objetivo é acrescentar informações adicionais já expressas pela manchete, tornando-a ainda mais atrativa. De acordo com MEC, munícipios que não realizarem a prestação de contas de 2011 e 2012 e não atualizarem os dados dos Conselhos de Alimentação Escolar deixarão de receber o repasse LIDE (termo oriundo do inglês lead = aquele que direciona) – Corresponde ao primeiro parágrafo da notícia e deve responder às questões: Quem? (personagens);O quê? (o fato, a ação – enredo); Como? (o modo como se desenrolou o fato ou a ação); Quando? (a época, o momento em que ocorreu o fato); Onde? (lugar da ocorrência); Por quê? (a causa, razão ou motivo); Por isso? (resultado ou consequência). ATENÇÃO: Nem sempre todos esses elementos estarão presentes, salvo “QUEM” e “O QUÊ”, sem os quais não há narração.
  4. 4. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss (quem?) Dez munícipios da região noroeste do Paraná (o quê?) podem deixar de receber a verba destinada para compra de merenda para os alunos de toda a rede pública. (por quê?) O motivo é a existência de irregularidades nos Conselhos de Alimentação Escolar (CAEs). (Onde?) Em todo o Paraná, 35 munícipios estão nessa situação, segundo a relação divulgada em 9 de abril pelo Ministério da Educação (MEC). CORPO ou Texto da notícia –é o discurso propriamente dito. Revela de forma detalhada o fato exposto. Desenvolve as questões do lide e responde as perguntas: como? Por quê? O corpo vai do segundo parágrafo até o final do texto. Bom Sucesso, Cruzeiro do Sul, Indianópolis, Itaúna do Sul, Maria Helena, Mariluz, Nova Olímpia, Paranapoema, Querência do Norte e Xambrê têm até 30 de abril pararealizar a prestação de contas 2011-2012 e atualizar as informações referentes aos CAEs no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Aqueles que não atualizarem deixarão de receber o repasse no fim deste mês, informou o MEC. A Secretaria de Educação de Mariluz afirmou que a prestação de contas e os dados atualizados foram enviados ao MEC nesta semana. A nutricionista responsável pela merenda no município, Dirlene de Lima, disse acreditar que a situação esteja completamente regularizada nos próximos dias. Em Mariluz, o repasse é de R$ 7,5 mil para os cerca de 1,5 mil alunos da rede pública. “Já organizamos o conselho e enviamos todas as informações. Agora só temos que aguardar a resposta do Ministério.” A situação é semelhante em Bom Sucesso. O secretário da Educação, Robson Correa, contou que as informações solicitadas pelo MEC já foram enviadas. “Nossos dados do conselho devem vencer no final do mês, mas já fizemos tudo o que é exigido. Então, acredito que não haverá problema algum.” Já a Secretaria de Educação de Querência do Norte alegou desconhecer que as informações do município junto ao FNDE estejam desatualizadas. Segundo a pasta, o repasse foi feito normalmente nos últimos meses. Questionados sobre a situação irregular, porém, a secretaria informou que vai verificar a situação e, se for o caso, sanar os problemas.
  5. 5. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss ATIVIDADES 1 – Identifique, nas notícias abaixo, as partes que constituem o gênero textual notícia: FESTIVAL VARILUX TRAZ 16 FILMES FRANCESES PARA MARINGÁ Evento ocorrerá entre os dias 10 e 16 de maio no Cineflix, no Shopping Maringá Park. Filmes serão exibidos em outras 34 cidades brasileiras. Erick Gimes O cinema francês recente estará em cartaz em Maringá de 10 a 16 de maio. O Festival Varilux trará 16 filmes francófonos recentes, divididos entre os mais variados gêneros. As exibições ocorrerão no Cineflix, no Shopping Maringá Park. Esta é a segunda vez que o festival vem para Maringá – o primeiro ocorreu entre 15 e 23 de agosto do ano passado. Ao todo, a mostra de filmes franceses passará por outras 34 cidades brasileiras. Em 2012, o número de espectadores passou dos 60 mil. Disponível em: <www.gazetamaringa.com.br/online/conteudo.phtml?id=1361676&tit=festival-varilux-traz16-filmes-franceses-para-maringa> Acesso em: 10abr 2013. ANA MARIA BRAGA USA COLAR DE TOMATES E SATIRIZA PREÇO Durante o “Mais Você” desta manhã, até a apresentadora da TV Globo resolveu aderir aos recentes protestos contra a alta cotação do alimento Durante o programa Mais Você, da TV Globo, nesta manhã, a apresentadora Ana Maria Braga decidiu aderir aos protestos contra o alto preço do tomate. Vestindo um colar com alguns frutos, a apresentadora fez graça. “Estou usando ouro”, disse. A atriz Thammy Miranda, entrevistada por Ana Maria nesta quarta, também participou da brincadeira e chegou ao estúdio com uma pulseira com dois tomates. Nas redes sociais, porém, a piada parece não ter agradado. “Ana Maria usando colar de tomate enquanto a maioria da população não tem dinheiro nem pra comprar”, escreveu a personalidade de internet Joseane Silva no Twitter. “Ana Maria Braga satiriza preço de tomate e usa colar com o fruto. No passado para parecer o povo colocava uma melancia no pescoço”, afirmou Douglas Magalhães, outro usuário do microblog. Disponível em:<www.veja.abril.com.br/noticia/celebridades/ana-maria-braga-usa-colar-de-tomate-e-satirizapreco> Acesso em: 10abr 2013.
  6. 6. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss 2 –Observe a imagem: Imagine-se no papel de um repórter que comparece ao local onde ocorreu o fato retratado. Redija um texto para ser publicado no jornal em que você trabalha, noticiando esse fato. Para tanto, observe as seguintes orientações: Siga a estrutura de uma notícia; Redija seu texto com, no mínimo 12 linhas, e, no máximo, com 15 linhas; Use a norma padrão da língua escrita. Disponível em: www.coperve.ufpb/pss2009/provas/redacao.pdf>Acesso em: 10/04/2013. _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________
  7. 7. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss ATIVIDADE PARA AVALIAÇÃO: UEM 2010 – Inverno A coletânea de textos a seguir aborda a temática O destino dos resíduos urbanos atualmente nas cidades. Tendo-a como apoio, redija os gêneros textuais solicitados. Lixo urbano Jairo Augusto Nogueira Pinheiro Desde o surgimento dos primeiros centros urbanos, a produção de lixo se apresenta como um problema de difícil solução. A partir da Revolução Industrial, com a intensificação da migração dos trabalhadores do campo para a cidade, aumentaram as dificuldades referentes à produção de resíduos sólidos de diferentes naturezas (domésticos, industriais, serviços de saúde, etc.). (…) Os excedentes vão se acumulando cada vez em maior escala, colocando a questão do lixo urbano como uma das mais sérias a ser enfrentada atualmente. Com a elevação da população e, principalmente, com o estímulo dado ao consumismo, o problema tende a se agravar. (…) A grande preocupação em torno do destino do lixo se dá principalmente em face da sua característica de inesgotabilidade, comprometimento de grandes áreas e pela sua complexidade estrutural, devido à grande variedade de materiais, desde substâncias inertes a substâncias altamente tóxicas. A heterogeneidade é uma das características principais dos resíduos sólidos urbanos, que apresentam uma composição qualitativa e quantitativa muito variada. Essas variações ocorrem geralmente em função do nível de vida e educação da população, do clima, dos modos de consumo, das mudanças tecnológicas, etc. (…) A partir da Revolução Industrial, as fábricas começaram a produzir objetos de consumo em larga escala e a introduzir novas embalagens no mercado, aumentando consideravelmente o volume e a diversidade de resíduos gerados nas áreas urbanas. O homem passou a viver então a era dos descartáveis, em que a maior parte dos produtos – desde guardanapos de papel e latas de refrigerante, até computadores – são utilizados e jogados fora com enorme rapidez. Ao mesmo tempo, o crescimento acelerado das metrópoles fez com que as áreas disponíveis para colocar o lixo se tornassem escassas. A sujeira acumulada no ambiente aumentou a poluição do solo e das águas e piorou as condições de saúde das populações em todo o mundo, especialmente nas regiões menos desenvolvidas. Até hoje, no Brasil, a maior parte dos resíduos recolhidos nos centros urbanos é simplesmente jogada sem qualquer cuidado em depósitos existentes nas periferias das cidades. O lixo urbano é, portanto, um dos maiores problemas da atualidade, pois os moldes de consumo adotados pela maioria das sociedades modernas estão provocando um aumento contínuo e exagerado na quantidade de lixo produzido.
  8. 8. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss (Texto adaptado de http://www.webartigos.com/articles/10684/1/Lixo-Urbano/pagina1.html) Destinação correta dos resíduos sólidos urbanos requer inicialmente investimentos da ordem de R$ 1,3 bilhão Mônica Pinto O Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil é um estudo realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – Abrelpe – desde 2003. Em sua segunda edição, com dados referentes ao ano de 2004, ele mostra que a questão do lixo no país demanda não só vontade política para fazer andarem os projetos, para levar ao povo procedimentos de asseio basilares. Mais que isso, todo esse processo requer investimentos vultuosos, da ordem de R$ 1,3 bilhão na fase pré-operacional e R$ 80 milhões/mês na fase operacional. (…) O Brasil tem hoje 237 cidades, em todas as regiões, com coleta seletiva de lixo. Parece pouco diante do universo de 5.560 sob a bandeira verde-amarela, mas a curva é ascendente e os números otimistas. Ainda mais se observados os estímulos à reciclagem, que invariavelmente caminham junto com a coleta seletiva. Os dados mais significativos quanto à reciclagem podem ser sintetizados a seguir: • a taxa de recuperação de papéis recicláveis evoluiu de 30,7%, em 1980, para 43,9%, em 2002; • a reciclagem de plásticos pós-consumo é da ordem de 17,5, sendo que, na Grande São Paulo, o índice é de 15,8% e, no Rio Grande do Sul, é da ordem de 27,6%; • a reciclagem de embalagens PET cresceu de 16,25%, em 1994, para 35%, em 2002; • a reciclagem das embalagens de vidro cresceu de 42% para 45% entre 2001 e 2003; • o índice de reciclagem de latas de aço para bebidas evolui de 43%, em 2001, para 75%, em 2003. (Texto adaptado de http://noticias.ambientebrasil.com.br/exclusivas/2005/06/28/19786exclusivo-destinacao-correta-dos-residuos-solidos-urbanos-requer-inicialmente-investimentosda-ordem-de-r-13-bilhao.html) Você sabe a diferença entre lixão, aterro controlado e aterro sanitário? Um lixão é uma área de disposição final de resíduos sólidos sem nenhuma preparação anterior do solo. Não tem sistema de tratamento de fluentes líquidos – o chorume (líquido preto que escorre do lixo). Este penetra pela terra levando substâncias contaminantes para o solo e para o lençol freático. (…) No lixão, o lixo fica exposto sem nenhum procedimento que evite as consequências ambientais e sociais negativas. Já o aterro controlado (…) é uma célula adjacente ao lixão (…) que recebeu cobertura de argila, grama (idealmente selado com manta impermeável para proteger a pilha de água de chuva), captação de chorume e gás. (…) Tem também recirculação do chorume que é coletado e levado para cima da pilha do lixo, diminuindo a sua absorção pela terra ou eventualmente outro tipo de tratamento. (…) Aterro sanitário (…) tem o terreno preparado previamente com o nivelamento de terra e com o selamento da base com argila e mantas de PVC extremamente resistente. Com essa impermeabilização do solo, o lençol freático não será contaminado pelo chorume. (…) A operação
  9. 9. Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência – PIBID-LETRAS/UEM Oficinas de leitura de textos literários e produção textual Elaborador da proposta didática: Carlos Henrique Durlo e Virgínia Nuss do aterro sanitário, assim como a do aterro controlado, prevê a cobertura diária do lixo, não ocorrendo a proliferação de vetores, mau cheiro e poluição visual. (Texto adaptado de http://www.lixo.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=144&Itemid=251) GÊNERO TEXTUAL 1 – NOTÍCIA Redija uma notícia, com até 15 linhas, aos leitores do Jornal da Cidade, apresentando informações sobre o destino dos resíduos urbanos nas cidades brasileiras. _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ BIBLIOGRAFIA: BALTAR, Marcos. Competência discursiva e Gêneros Textuais: uma experiência com o jornal de sala de aula. Caxias do Sul, RS: Educs, 2004. Fontes virtuais: http://pibidletrasuea.blogspot.com.br/2011/04/genero-noticia.html>Acesso em 10 abr. 2013. http://www.brasilescola.com/redacao/anuncio-publicitario.htm>Acesso em 11/04/2013. http://www.brasilescola.com/redacao/a-reportagem.htm>Acesso em 11/04/2013.

×