A Espiral Dourada

64 visualizações

Publicada em

Apresentar

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
64
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Espiral Dourada

  1. 1. Jacareí, 13 de Novembrode 2015.·. ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOÃO CRUZ Assunto: Leitura do livro “A Espiral Dourada” de Nuno Crato, Carlos Pereira dos Santos e Luís Tirapicos Tema: Desvendando o tempo universal e o Meridiano de Greenwich Nome: Vinicius Antônio de Moraes Andrade nº39 Série: 3º EMB Professores: Ms Maria Piedade Teodoro da Silva e Carlos Ossamu Cardoso Narita Disciplina: Língua Portuguesa e Matemática
  2. 2. Jacareí, 13 de Novembrode 2015.·. 1 Introdução O estudo deste livro visa à exposição e divulgação do livro “A Espiral Dourada “ dos autores Carlos Pereira dos Santos, Luís Tirapicos e Nuno Crato, que nos mostra como se foi dada a criação de e o surgimento de várias coisas como o meridiano de Paris e de Lisboa que se perderam no tempo e os que se perdura até hoje como, por exemplo, o meridiano de Greenwich que nos dias de hoje é o meridiano com maior valor e importância. O livro “A Espiral Dourada” é uma viagem fascinante pela astronomia e pela matemática. Um livro que separa a verdade da ficção nas referências científicas d'O Código da Vinci, que traz em poucas páginas, um pouco da história da matemática e astronomia como: os meridianos de Paris, Lisboa, Greenwich, a criação dos famosos, porém um pouco desconhecidos números de ouro, a sequência de Fibonacci, e o famoso e já dito código d’Vince. “A pesquisa foi desenvolvida com base nas seguintes questões:” O que levou Sandford Flemind a criar horário mundial? , “Qual sua importância?” e” O que o Meridiano de Greenwich tem a ver com o horário mundial? “.
  3. 3. Jacareí, 13 de Novembrode 2015.·. 2 O HORÁRIO UNIVERSAL , NÃO É SÓ O TEMPO QUE IMPORTA MAIS SIM COMO FOI CRIADO 2.1 O início do tempo certo Já no começo do livro é nos apresenta os famosos meridianos Paris, meridiano de Lisboa que em suas épocas servia de referencia temporal, mas principalmente o de Lisboa, mas o tempo era indicado pela movimentação solar, que mudava quatro minutos por cada grau de longitude deslocado, que era muito ruim pois ao passarem da cidade A para B, mudava o horário que podiam diferir de 13 minutos, ou de uma hora e sete minutos. 2.2A grande ideia E em um dia um engenheiro canadense mais de origem escocesa, teve várias vicissitudes na sua vida por se confundir com os horários com os comboios, tinha vários problema com os horários, pois a cada 1º que se deslocava o horário mudava. Mais Fleming era um trabalhador da estrada de ferro e tinha como eles diziam um espírito inventor, que lamentava destas confusões com o tempo, e aí ele pensou em reorganizar o seu tempo de forma normalizada, que era dividir o globo terrestre em 24 regiões, delimitando as por meridianos que seria atribuído aos tempos uniformes. 2.3 A aposentadoria do horário solar O horário universal foi separado em gomos que cada um desses gomos da superfície terrestre diferirá dos contíguos por horas exatas, que seria um meio muito mais fácil de converter os tempos de cidade para cidade e comparar os horários de linha para linha, que revolucionaria o meio humano, como é dito no seguinte fragmento do livro “Pela primeira vez na historia da humanidade, o tempo deixaria de ser regulado diretamente pelo Sol para passar a ser fixado por convenções humanas”.
  4. 4. Jacareí, 13 de Novembrode 2015.·. 3 Quais são as relações entre o tempo universal e o Meridiano de Greenwich 3.1O que é o meridiano de Greenwich Para começar o meridiano de Greenwich recebe este nome, pois passa sobre a região de Greenwich, nos arredores de Londres, na Inglaterra e divide o Globo Terrestre em Oriente e Ocidente e pode-se medir a escala de Longitude. A métrica foi estabelecida por George Biddell Airy em 1851 e convencionado internacionalmente no ano de 1884. Na época, antes de ser designado como Primeiro Meridiano, foi cotado também por Portugal (Meridiano de Coimbra), pelo governo da França (Meridiano de Paris) e também pela Espanha (Meridiano de Cádis). Mas na época, a Inglaterra exercia forte poder no mundo, e com isto foi definido como o principal meridiano. Ele foi muito importante para o estabelecimento do tempo mundial, pois que para que o tempo normalizado vingasse em nível internacional seria necessário que as nações se entendessem, de forma a definir um fuso horário que serviria de referência, esta oficialização chego ao ano de 1884 então em 1888 como é dito neste fragmento do livro “O memento chegou em 1884-enão em 1888, como por lapsos diz Dan Brown.”. Como já sabemos foi George Biddell Airy que estabeleceu a métrica mais foi em uma reunião em Washington com as principais potências da época que decidiram qual seria o meridiano, mais não foi tão justa pois havia Portugal, França, Espanha e Inglaterra, mais como a Inglaterra era a mandachuva e a com o maior poder em nível militar foi escolhido a métrica de sua escolha . Mas nada é um mar de rosas pois nem todos os presentes na convenção terão ficado contentes com esta decisão. Como é possível ser visto neste fragmento “Os franceses gostariam que fosse escolhido o meridiano de Paris, tal como os espanhóis prefeririam o de Madrid”.
  5. 5. Jacareí, 13 de Novembrode 2015.·. 4 Considerações Finais O horário universal teve como inicio quando Sandford Fleming perdeu um trem em 1876 na Irlanda, pois sua agenda esta PM e não AM, que com isto propôs um plano de que tinha como único propósito, um único relógio de 24 horas no mundo inteiro, facilitando a medição para mudança de horário de um lugar para o outro. E podemos dizer que o Meridiano de Greenwich foi definido oficialmente após o acordo internacional em 1884, que teve opositores como a França e seus meridianos de Paris. Mas assim mesmo foi aprovado e com isto tornou-se possível à criação do tempo universal de Fleming. Portanto sem Fleming o mundo estaria ainda uma confusão temporal e que sua criação foi uma das maiores criação e evolução da humanidade, e que se não fosse a perca de um trem não haveria esta ideia. E que se não fosse o meridiano de Greenwich não haveria, horário mundial e se houvesse teria que ser com outro meridiano, e nosso tempo poderia ser totalmente diferente.
  6. 6. Jacareí, 13 de Novembrode 2015.·. 5 Referências Bibliográficas  PDF- Espiral Dourada  http://www.infoescola.com/geografia/meridiano-de-greenwich/  http://www.thecanadianencyclopedia.ca/en/article/sir-sandford-fleming/

×