Santa Maria, sexta-feira, 16 de outubro de 2015 - Ano XVII - Edição 1089 - R$ 1,50
ja@jornalacidade.com-circulaàssextas-fe...
2 De 16 a 22 de outubro de 2015
Em 16 de outubro comemora-se no
Brasileemmais150países,oDiaMun-
dial da Alimentação. Essa ...
A CidadeA Cidade 3De 16 a 22 de outubro 2015
Foi por volta de 1930 e pela necessi-
dade dos policiais militares receberem
...
A CidadeA Cidade4 De 16 a 22 de outubro de 2015
Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch ...
A CidadeA Cidade 5De 16 a 22 de outubro 2015
Valdemar Roveda, “Cidadão
Santa-mariense”, Ponto do Cafezi-
nho, desde março ...
A CidadeA Cidade6 De 16 a 22 de outubro de 2015
Oláamigosleitores!
Nestas épocas de muitas chuvas devemos ter al-
guns cui...
A CidadeA Cidade 7De 16 a 22 de outubro de 2015
A chuva na quarta-feira que ante-
cedeu o feriadão somente à noite foi
o s...
A CidadeA Cidade8 De 16 a 22 de outubro de 2015
Outubro é o mês
dasfeiras,doslei-
lões e dos shows
que não faltam na
regiã...
9De 16 a 22 de outubro de 2015
No lar é o inicio do aprendizado, do
sucesso e o futuro das crianças. Na es-
cola é a conti...
10 De 16 a 22 de outubro de 2015
11De 16 a 22 de outubro de 2015
Jornal A Cidade em Comunidade
É o espaço que valorizamos ...
12 De 16 a 22 de outubro de 2015
São duas opções para você anunciar o que deseja vender, utilidades de um modo geral, pequ...
A CidadeA Cidade 13De 16 a 22 de outubro de 2015
O Agrô- nomo
Nosso município foi atingido pelos tem-
porais e muita chuva...
A CidadeA Cidade14 De 16 a 22 de outubro de 2015
1º caminho – A pobreza: Ser pobre não é
deixar de possuir bens e sim ser ...
A CidadeA Cidade 15De 16 a 22 de outubro de 2015
E n q u e t e
Câncer de mama, você faz os exames de prevenção? Ouvimos al...
A CidadeA Cidade16 De 16 a 22 de outubro de 2015
A primavera chegou e com ela vem tam-
bém o aumento de alergias causadas ...
A CidadeA Cidade 17De 16 a 22 de outubro de 2015
Edital de Citação Cível de Paulo Borges
dos Passos
2ª Vara Cível – Comarc...
A CidadeA Cidade18 De 16 a 22 de outubro de 2015
16-10
Mirce Terezinha Refosco
Neli H. Leon Soares
Nestor Bonini
Carlos Fe...
19De 16 a 22 de outubro de 2015
Amanhã ao vivo dos estúdios da rádio Imembuí, uma sín-
tese da semana e a visão da valoriz...
Jornal A Cidade - Edição 1089 - 16.10.2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal A Cidade - Edição 1089 - 16.10.2015

440 visualizações

Publicada em

Edição semanal do Jornal A Cidade, o jornal que valoriza o empreendedorismo em Santa Maria/RS.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
440
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal A Cidade - Edição 1089 - 16.10.2015

  1. 1. Santa Maria, sexta-feira, 16 de outubro de 2015 - Ano XVII - Edição 1089 - R$ 1,50 ja@jornalacidade.com-circulaàssextas-feiras- www.jornalacidade.com Solidariedade acima de tudo!Solidariedade acima de tudo!O inesperado aconteceu agora compete a cada um ter cautela, compreensão, humildade e num trabalho conjuga- do, órgãos públicos e a comunidade para que aos poucos podemos ver nossas ruas e estradas do interior e, principalmente, as famílias reintegradas e suas casas, é necessário manter a solidariedade a característica melhor do santa-mariense. Os pequenos na arte Os pequenos na arte Brilhante iniciativa da casa do gaúcho o primeiro festival e lá estavam as crianças, aprendendo, dançando e memorizando a cultura dos pampas. Investir na EducaçãoInvestir na Educação Dentre tantas homenagens na semana, pelo dia do professor, e o município valoriza o educador. Justa homena- gem, com a presença de autoridade. ROMARIAAMEDIANEIRA: O mês de outubro, com tantos eventos, que são gratificantes para a cidade em tantos segmentos, mas até o presente é um mês preocupante pelos temporais que tem acontecido na região central, e ontem pela manhã, mais uma vez a cidade foi atingida. Chegouomomentodetodosnósrefletirmossobrenossamaneiradeser,eomotivomaiorainda, paraqueosanta-marienseprincipalmente,marquepresençananovenaenaromariadapadroeira do estado, Nossa Senhora Medianeira.Aqui ou seja qual for o seu caminho de fé, será através dele que vamos conseguir atingir nossos objetivos, e principalmente a paz e a tranquilidade. e aqueles focados em prejudicar os outros, ou usar o poder para vantagens pessoais diante dos temporais, na certa deve meditar o seu modo de agir. Comece segunda-feira participando da celebração da missa, às 09h, no Santuário. Arborizar? PÁGINA 09PÁGINA 09PÁGINA 09PÁGINA 09PÁGINA 09 PÁGINA 06PÁGINA 06PÁGINA 06PÁGINA 06PÁGINA 06 PÁGINA 07PÁGINA 07PÁGINA 07PÁGINA 07PÁGINA 07 PÁGINA 11PÁGINA 11PÁGINA 11PÁGINA 11PÁGINA 11 Arborizar?
  2. 2. 2 De 16 a 22 de outubro de 2015 Em 16 de outubro comemora-se no Brasileemmais150países,oDiaMun- dial da Alimentação. Essa celebração começou em 1981. O tema desse ano diz:“ProteçãoSocialeAgricultura:que- brandoociclodapobrezarural”.Estadata é marcada também pela criação da Or- ganizaçãodasNaçõesUnidasparaaAli- mentaçãoeAgricultura(FAO),em1945. SegundoanutricionistaCarolinaTaschet- to Lena, tendo como objetivo, desen- volverumareflexãoquantoàsquestões relacionadas à nutrição e a alimentação emtodoomundo,destacandoalutacon- tra a fome, que atinge diversas popula- ções.Tambémbuscachamaratençãoda sociedade sobre a importância da segu- rançaalimentar,paragarantirumaalimen- tação adequada para todos. Entende-se porsegurançaalimentar,umaalimentação Alimentação para vida saudável saudável, acessível, de qualidade, em quantidadesuficienteedemodoperma- nente.Essarealidade,infelizmente,nãoé vivida por uma grande parte da popula- çãobrasileiraemundial,comentaanutri- cionista.Pensandonisso,relata,foicria- doem2008,orestaurantePopularDom Ivo Lorscheiter – que tem por objetivo possibilitar maior qualidade de vida às pessoasatravésdeumaalimentaçãosau- dável,debaixocustoemenordesperdí- cio.Incentivandoareduçãodoconsumo de sal e óleo nas suas preparações, uma vezqueelesaumentamoriscodedoen- ças, como a Hipertensão e obesidade. ALIMENTAÇÃO DE QUALIDA- DE:Nessabusca,orestauranteconduzi- dopelanutricionistaCarolinaTaschetto Lena,optaporalimentoscrus,cozidos,as- sados ou até mesmo grelhado, pois são mais saudáveis e mais ricosemnutrientes,que os fritos.A gordura dá saboraosalimentos,au- xilianotransporteeab- sorção de vitaminas pelointestino,masem contrapartida, fornece maisqueodobrodeca- lorias,queoscarboidra- tos e as proteínas. E, o seuexcessodiárionaali- mentação, ocasiona uma série de doen- ças,queafetamboapartedapopulação. SEMANADAALIMENTAÇÃO:A SemanadaAlimentação,nacidadeacon- tecede14a16,programadapelaequipe deSegurançaAlimentar(RestaurantePo- pular/Prefeitura/MesaBrasilSesc. HOJE, 16 - Exibição do Documentá- rio “MuitoAlém do Peso”, para educa- doresecomunidadeemgeral.Mostrade programas e projetos desenvolvidos na CidadeeRegião,Distribuiçãodefilipe- tasinformativas;desementesdetempe- ros e de biscoitos produzidos nas Cozi- nhas Comunitárias, das 9h às 12h, na Praça Saldanha Marinho. João Alves/arq.CCI Carolina 2014João Alves/arq.CCI Carolina 2014João Alves/arq.CCI Carolina 2014João Alves/arq.CCI Carolina 2014João Alves/arq.CCI Carolina 2014 Alimentação saudável pro-Alimentação saudável pro-Alimentação saudável pro-Alimentação saudável pro-Alimentação saudável pro- move a qualidade de vidamove a qualidade de vidamove a qualidade de vidamove a qualidade de vidamove a qualidade de vida
  3. 3. A CidadeA Cidade 3De 16 a 22 de outubro 2015 Foi por volta de 1930 e pela necessi- dade dos policiais militares receberem atendimento que foi criado no primeiro RC(RegimentodeCavalaria)umposto médico que era atendido pelo Dr. Seve- rodoAmaraleDr.AmauriLens.Quan- do não era possível solucionar o trata- mento,eraencaminhadoaoHospitalde Caridade. Já em 1933 foi organizado o serviçodesaúdenoregimentopelosDrs. MenaBarretoeAlbertoSchons,masfoi em 18 de outubro de 1946 que foi cria- do oficialmente o Hospital da Brigada MilitardeSantaMaria.Apartirdaquela época ele era responsável pelo atendi- mentodafamíliabrigadiana.Eleéoúni- co do interior do estado com sede em Durante a romaria de N. Sr.ª Apa- recida no Santuário Nacional, bispo e arcebispo do Brasil foram convida- dos para celebrar a novena em um de- terminado dia e o arcebispo Dom Hélio da arquidiocese local celebrou na quarta-feira, lá não estava só o re- ligioso, mas sim Santa Maria, dá para imaginar a alegria do nosso represen- tante nesta missa solene. É um traba- lho nacional com uma grande equipe quevempromovendoacampanhados devotos da padroeira do Brasil.Aar- quidioceselocallançouem19demar- Hospital da Brigada MilitarHospital da Brigada Militar SantaMaria,dentretantosdiretoresque dirigiram o hospital, o saudoso Médico IzidroAgostinho Gai, sendo o patrono destainstituição.Sabe-sequeexisteum movimento no estado para que ele pas- se a atender a comunidade em um todo e o que deve ser salientado que cons- tantemente o hospital vem recebendo equipamentos modernos, logística acompanhandosempreasnecessidades para o bom atendimento dos policiais e seusfamiliares.Aatualgestãodohospi- tal é composta: Diretor Geral: Ten Cel QOEMAdemar Grasel, Diretor Técni- co: Cap QOES Fabrício Lemos, Dire- torAdministrativo: Cap QOEM Ilvair Viana de Souza Campanha dos devotos ço de 2012 o projeto evangelizar e a terceira segunda-feira de cada mês é celebrada a missa e transmitida ao vivo pela Rede Vida TV. É sonhar, mas porque não nossa cidade atra- vés das campanhas dos devotos, dos seguidores de N. Sr.ª Medianeira, pois aos poucos podemos alcançar essas graças. Acidade foi homena- geada por ter sido escolhida a sede da padroeira do Rio Grande. Já é o indicativo da esperança e o que o fu- turo poderá nos trazer. Dado que aconteceu recentemente e na certeza quemilhõesrecorrerama proteção divina para se proteger ou para resolver problemas acontecidos. Sejaatravésdaféouqual for o segmento, que cada pessoa alcançará seus objetivos e cada um que puder valorize este mo- mento religioso, às 9h no santuário da medianeira, umahoradetrabalhonão lhe fará falta, se algumas pessoas em plena sema- na de trabalho compare- cem aos estádios para assistir ao jogo de fute- bol dá para unir esforços e prestigiar os atos religi- osos.
  4. 4. A CidadeA Cidade4 De 16 a 22 de outubro de 2015 Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch – Pároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do Seminário Maior São João Maria VianeyMaior São João Maria VianeyMaior São João Maria VianeyMaior São João Maria VianeyMaior São João Maria Vianey..... “MOMENTO DE COMPREENSÃO”: O que vem acontecendo no mundo em termos de aci- dentes, intrigas disputa por poderes e chega o momento que a natureza também reage para pe- nalizar ou por fatores naturais. O inverno deste ano foi a típico nunca visto, pouco frio, muito quente e agora o mês de outubro frio e os temporais. Uma enchente que só os mais antigos estão lembrados de fatos semelhantes no passado. A igualdade foi para todos, não encontramos diferenças de poder ou financeira, ficamos por algumas horas ilhados sem maneira de sair ou chegar em nossa cidade dá para imaginar os prejuízos que a chuva causou a todos do perímetro urbano e no interior de onde vem parte da produção para o sustento da popu- lação. Não vamos tentar como já ouvi que a pre- feitura é culpada por algum fato acontecido. O mo- mento é de diálogo e compreensão de todos, não adianta buscar culpados e sim buscar soluções, elas são os fatores preponderantes para podermos vol- tar a normalidade. SOLIDARIEDADE: É igual uma briga familiar na hora de um acidente, de um passamento fatal es- quece-se as sequelas do passado e a família está unida. Assim eu vi Santa Maria neste mês de outu- bro com o executivo no comando, mas ele teve ao seu lado com forte atuação o corpo de bombeiros, o exército, empresas com máquinas e equipamen- tos pesados, lideranças, secretários e não faltou em momento algum a solidariedade da população. Quem teve condições levou seus donativos para o local de coleta e de distribuição, uma demonstra- ção de amor para com as vítimas, isto deve ser destacado, pois é desta forma que todos nós atin- gimos os objetivos. É nesse momento que conse- guimos avaliar o bom senso e o compromisso soci- al das pessoas. A RECUPERAÇÃO: Como já mencionei é neces- sário mobilizar o município, no perímetro urbano que a chuva destruiu o asfalto, pelos alagamentos causados pelo lixo que o povo solta em via pública como vi domingo após a chuva na Niederauer, como sofás, mesas e móveis ao lado dos containers, pois este estava lotado, mas é o papel jogado em via pública que acaba entupindo as bocas de lobo e os bueiros. E a água começa a acumular e destruindo calçadas e asfaltos. Por isso que a mobilização da comunidade neste momento é importante, bem como no interior ações coletivas devem ser organi- zadas para recuperar as estradas. Quantas empre- sas que prestam o serviço público através de con- tratos com bons resultados financeiros e é chegado o momento que todo o empresário que tem algum meio para colaborar com máquinas, caminhões e pessoal que o faça gratuitamente. Coloca-se a dis- posição, o combustível se recorrer aos postos eles também não vão se negar de fornecer e em um fim de semana é possível prefeito municipal unir esfor- ços entre todos para recuperar nossas ruas, uma varredura nos buracos e tenho certeza que não fal- tará mão de obra, material, equipamento para que isso aconteça. O que passou foi uma lição e deve- mos estar prevenidos, pois de agora em diante as pessoas que residem em regiões de risco devem encontrar maneiras para que sejam removidas ur- gentemente para evitar futuros aborrecimentos. O importante agora são ações gerais em todo o muni- cípio como o fez no último fim de semana o prefeito Schirmer, onde comandou as ações em toda a ci- dade, que o faça agora também mobilizando todos os setores na reconstrução de ruas e avenidas e as estradas do interior. Vamos esquecer as sequelas po- líticas e pensar no positivismo. Preparar a cidade para receber os romeiros no dia 08 de novembro, tudo isso dependerá de todos nós, bem como na limpe- za da cidade e na colocação do lixo no seu devido lugar. Seja solidário com sua cidade. Neste próximo domingo(18), celebramos o dia do mé- dico, manifestamos a nossa gratidão aos médicos que cuidam de nossa saúde. “O alvo de toda a atenção do médico é a saúde do ser humano, em benefício do qual deverá agir com o máximo de zelo e o melhor de sua capacidade profissional”(Código de ética médica). Um serviço de amor. O médico contemporâneo vive em um mundo de grandes avanços na medicina. Medicações de última geração, equipamentos tecnológicos modernos, cirurgias minimamente invasivas, laser, ressonância magnética e tantas outras sofisticações. Tudo isso é óti- mo e permite que muitas vidas possam ser salvas ou, pelo menos, prolongadas ao máximo, o que é compro- vado visto o aumento da expectativa de vida no Brasil. Entre os fatores que propiciaram esta melhoria esta o crescimento econômico, melhoria das condições sanitá- rias, acesso á água tratada e esgoto, aumento de consu- mo e qualidade na alimentação, acesso à saúde pública, médicos, hospitais e medicações. Porém ainda nos en- contramos bastante abaixo da realidade de outros países desenvolvidos. Contudo, gostaria citar o Papa Bento XVI que, por ocasião da Campanha da Fraternidade de 2012 – “Que a saúde se difunda sobre a terra” – dizia: “Mes- mo em uma sociedade em que as relações e serviços se pautem pela justiça, faz-se necessário caridade, pois não há qualquer ordenamento estatal justo que possa tornar supérfluo o serviço do amor”. Ser médico: uma vocação. De fato, a caridade e o amor, são essenciais para o bom exercício de qualquer grande missão ou vocação. Todos tem em sua vida uma missão. A missão do médico é de cuidar da vida dos outros. A alma do bom médico não deve se aco- modar diante do sofrimento e desespero de quem cho- ra ou sofre com a doença. Deve se colocar como ins- trumento nas mãos de Deus para operar o bem ao próximo, através de seus cuidados, medicações, cirur- gias, palavras de consolo e esperança. Mesmo com di- ficuldades, pois o médico também é um ser humano, com defeitos, incertezas, problemas e sentimentos. No entanto, o trabalho do médico deve ser incansável na busca do auxílio aos necessitados, sempre com firme- za de caráter, desinteresse pessoal, muita solidarieda- de, altruísmo e repleto de verdadeiro amor. O verda- deiro médico forma-se e vive sua vida atendendo a um chamamento. Ser médico é ainda mais que missão é preciso ter vocação. O bom samaritano. Ser um bom médico é colocar-se no lugar do doente e de seus familiares. Sentir sua dor e sofrimento. Somente desta forma é possível se doar por inteiro, ser como o “Bom Samaritano” que não cuidou apenas das feridas, mas também deu as condi- ções possíveis para a recuperação do enfermo. Foi sem dúvida “o seu próximo”, como ensina Jesus em Lu- cas(10,30-35). Essa atitude do médico, a exemplo do samaritano, é de fato a que agrada a Jesus. No dia 18 de outubro comemora-se o dia do médico e este dia não foi escolhido por acaso. Dia 18 de outubro é dia de São Lucas que é o padroeiro dos médicos. Lucas (Lu- cano), o terceiro evangelista e também autor dos atos dos apóstolos, era da Antioquia onde aprendeu a arte da medicina, possuindo sólida formação científica. Depois se tornou fervoroso cristão e grande amigo de São Paulo que, na epístola aos colossenses, refere-se a Lucas, como o “amado médico”. São Lucas em nome de todos os médicos nos te pedimos: Seja grande exem- plo, seja nosso grande intercessor junto a Deus, para que possamos estar sempre disponíveis para atender com excelência e muita caridade a todos os doentes, os que sofrem e que de nós se aproximam. AMissãodeCuidar daVida No dia 08 de novembro, a cidade vai estar contemplada por milhares de devotos da Pa- droeira do Estado, N. Sr.ª Medianeira. Aqui estão para rezar e agradecer. Sabedores que através do caminho de fé eles atingiram ou vão atingir seus objetivos e nós o que estamos fa- zendo para receber esta multidão. Dá para ima- ginar quantos que aqui residem desligados da vida e nem se dão conta da Romaria. Todos os anos nós registramos que seria o momento sem igual para receber os Romeiros de uma manei- ra diferente, carisma, paciência no trânsito e cordialidade com visitantes. Estar atento para bem recebê-lo. É uma pauta para você leitor ir pensando dessa forma. Convidamos hoje a pre- feitura municipal, suas secretarias com toda a sua estrutura para que seja limpo os locais que foram pichados. Num trabalho conjunto isso é possível ser feito, principalmente na Acampa- mento e na Av. Medianeira onde irá passar a procissão, não só remover, mas pintar também. Trazer para o serviço os vândalos que foram pegos, se sabem pichar sabem limpar. E o prin- cipal que as ruas mencionadas sejam decora- das com faixas e flores dando boas vindas aos romeiros e agradecer a N. Sr.ª Medianeira por tantas oportunidades dadas para Santa Maria. É preciso pensar agora e agir com rapidez para uma Santa Maria diferente. Quem vai a Santa Cruz, na oktoberfest não vê só o parque pre- parado, mas sim todas as ruas. E quem fez isso? Acomunidade com a gestão do setor pú- blico e a empresa que organiza a oktoberfest, com a comunidade unida sem dúvida o suces- so será total. Estamos na metade de outubro, vejam quantos bons eventos já tivemos, somos gratificados pela luz divina e por N. Sr.ª Medi- aneira, portanto em sua romaria ela merece algo diferente, sem pichações com flores e faixas. Secretária Norma leve adiante e execute essa ideia. Nossa cidade através do arcebispo Dom Hélio que celebrou no santuário nacional em Aparecida na novena da padroeira do Brasil sentimos orgulho por sua presença e pelo mo- mento de estarmos lá. Por que não investirmos mais na romaria a Nossa Senhora Medianeira que é padroeira do Rio Grande do Sul?
  5. 5. A CidadeA Cidade 5De 16 a 22 de outubro 2015 Valdemar Roveda, “Cidadão Santa-mariense”, Ponto do Cafezi- nho, desde março 2004. Sugestões e/ou críticas para esta página: Tel.: (55) 3223.5192/8407.1000 site: www.jornalacidade.com E-mail.: ja@jornalacidade.com ELEIÇÕESMUNICIPAIS2016:Aturbulênciacontinua,dois líderes vêm sendo apontados, Werner Rempel e Paulinho Cec- cin, mas até março Luiz Fernando Pacheco também será filiado a uma sigla. Pelo que sei todos querem assumir a cadeira do executivo, mas vamos aguardar, pois o importante é que gente nova ingresse na política e para quem for eleito, a recente enchente alertou aos gestores públicos o quanto é importante a prevenção principalmente nas regiões de risco e fiscalizar melhor o lixo colocado em via pública. LEGISLADORES: São os nossos senadores, deputados e vereadores que tem entre outras a missão de legislar, fazer e criar leis para serem aplicadas no país. Muitas vezes ela nem foi sancionada e já tem remendos, será que eles fazem a leitura dos textos, pois lá no congresso o líder do partido vota em nome dos demais, daí vem as barbaridades que você conhece. ARIVILMARBAR- ROSO: Meu amigo e professor de rádio e jornal, sabe tudo em turfe. Estava sábado noJockeyClubdoRS, transmitindo ao vivo pelamedianeiraospá- reos, com destaque o prêmioBentoGonçal- ves, presente também Gilberto Cremonese queaguardaapromes- sa do prefeito em doar umaáreaparaconstru- ção do Jockey local, será que até o fim do ano que vem ele con- segue? Quem sabe faz ao vivo, como diz o Faustão.ParabénsAri! ESPORTE:Éapoioou é um vício?Terça-feira Veranópolis não veio, masconvenhamosdepoisdetantachuva,feriadão,quinzehorasem umjogodefutebol,perdoe-memeuamigoNoveleto,alguémtemque trabalhar ou você imagina que aqui só tem aposentados? GENERALEDUARDODIASDACOS- TAVILLASBOAS:énaturaldeCruzAlta, 63anos,comandaoexércitobrasileirocom 200milhomens.Importanteentrevistaem zero hora e descartou a possibilidade de intervenção militar no país, mas cada um denósdeverefletirumaliçãoecomtanto efetivo já imaginou patrulhar a fronteira nopaíspermanentementeparaevitaraen- trada de drogas e armas? MINHACASAMINHAVIDA:Ogovernosina- lizouquevaiutilizar8biem2016parainvestirno segmento, origem FGTS, meteu a mão também. ROMARIA DAS MOTOS: Foi na segunda- feira na capital em homenagem a N.Sr.ªApareci- da, dezenas de condutores tiveram as motos apreendidas, placas cobertas, descarga aberta, imprudência e a fiscalização agiu. Será que es- ses condutores são devotos? Será que presta- ram exame para obter a carteira? O padre que organiza na certa vai re- pensar para o próximo ano por fal- ta de conscientização de alguns. CICLISTAS:Por incrível que pa- reça com intenso trânsito por Ar- roio Grande lá estão eles circulando em seus pas- seios a rodovia, pois não tem acostamento, deveriam pelo menos dar uma trégua neste mo- mento. PASSOFUNDO:AUPFvemdivulgandoopoten- cial dessa universidade conceito máximo no ENA- DE, a 6ª melhor universidade privada do estado do RS, a 4ª em inovação. Doze cursos entre os cinco melhoresemsuascategoriaseamelhoruniversida- de privada do país pelo 8º ano consecutivo na área de ciências e biologia. Quem conhece a instituição sabe da qualidade e do ensino que ela possui. SAIBAVOTAR: quanto desperdício de dinhei- ro gasto por políticos em viagens para o exterior numa crise deste tamanho. Satori que se vire. E o deputado Jardel, com mais um assessor, foi para Europa, em missão oficial ou a passeio. Nós pa- gamos a viagem. Devemos votar em técnicos e em quem tem competência, não nos populares. PARQUE NONOAI: construído pela Cacism, uma estrutura exemplar, seria uma parceria com a prefeitura e que ela entregaria o Centro de Evento do CDM. Motivo: elevados custos de manuten- ção. Concordo com as entidades, quem deve cons- truir as praças é o poder publico, meu amigo prefeito, faltam só 15 meses, quantos parques teremos até lá? E agora com as enchentes? Que São Pedro lhe de a chave do positivismo. FATURAMENTONACARNE:paraquemtemcachorrosem casa, a semana foi gorda pela bondade da falta de luz. Tonela- das foram julgadas impróprias para o consumo humano. E lá na capital, os assaltantes levaram do mercado uma tonelada. Que festa fizeram. COMPRAS:quandoalguémlhe oferecer um produto, seja o que for, até um carro, abaixo de valor de mercado, e depois fornecerá a nota, desconfie, você será indici- adocriminalmenteporreceptação. MINISTÉRIOPÚBLICO:De- veria agir, se o estado tem um pedágio, uma receita fabulosa das multas e a 287 no estado que se encontra e vem pela frente as férias, receitas não falta o que falta é ação e gestão, já que os deputados não agem deveria o judiciário levantar as cancelas e liberarem os pardais só depois queestiveremcondiçõescobrar. TURISMO:OgovernoFederal sinalizou que vai incentivar e di- vulgar o turismo gastronômico e oquecadacidadetemaoferecer. Beleza,aquinãofaltaopções,mas ébomfiscalizaraformacontratu- al desta mídia para que alguém não leve vantagem. PONTE: É só a cabeceira, converse com a Cotrel na certa o Hélio vai dar a sua contribuição para construir esse aterro. Se esperarmos a burocracia pública ficaremos sem estrada por alguns meses e quem construiu a ponte desta foto que pelo visto não foi colocado uma parede para proteger o aterro e sim postes de madeira, dá a entender que faltou fiscalização, não pode ser assim. IMPOSTO CENTRALIZADO: Pelo volume que o governo federal arrecada será que eles tem uma gestão correta, sabem de quanto arrecada e de quanto gasta, sem planejamento. REDOM: É a recuperação previdenciária dos empregados domésticos, mais de 11 mil fizeram um acordo, boa arrecada- ção para o governo federal. FRONTEIRA DO BRASIL: Que virada estrangeiros com- prando em nosso país, comércio batem palma, depois de mui- to sofrimento veio a volta já imaginem o quanto foi investido em Rivera e agora tudo no estoque. PRESIDENTEDILMA:Depoisdeviajar,segundoela,éneces- sárioformarparcerias,porissolevoujuntoempresáriosinclusive os mencionados na lava-jato, na volta no sábado reuniu-se com os ministros e veio descansar em Porto Alegre, é justo visitar o neto no dia da criança. Sem compromissos oficiais no domingo retornou a Brasília. Pelo que foi dito pela imprensa ela permane- ceu em silêncio. Será que abandonou os velhos companheiros Tarso e Olívio? Não deixaram ou ela não quis falar com o gover- nador, com seu amigo Fortunati, pelo menos não foi divulgado, nãocapazdeusaramídiaparaprestarsolidariedadeaosgaúchos pela enchente. Mas veio no avião presidencial, quanto custou sua viagem? Não era mais fácil a filha, o genro e o neto irem a Brasília?ComofoiditonasemanaoPlanaltonãosabiaquetinha anúncios oficiais na internet, será que ela não foi avisada das enchentes? E lá do alto ela não viu o Guaíba cheio? Deveria lembrar-se que, aqui começou a sua vida pública, os gaúchos lamentam na certa esta postura de silêncio, imagina quando che- gar os recursos prometidos para ajudar as vítimas. EX-PRESIDENTELULA:quedeveestargovernando,disse ele: as pedaladas fiscais são necessárias para manter o paga- mento do social em dia. GOVERNADORSARTORI:EoSecretárioPedroWestphalenecomitivapercor- reramváriascidadesnosábadocomveículo,assimsefazeconomia,poispuderam ver de perto a realidade das nossas rodovias, assim o governador vai longe. AGILIDADENOSALVARÁS:Assimdeveserunidosbuscandosoluçõesparaacabarcomaburo- cracia.Opovonãoquerfavoresquerfazerolegal,masnãopodeperdertempo,opoderpúblicodevese organizar para atender com maior agilidade. Nesta foto no encontro na CACISM da para perceber o quanto é agradável ver uma ação dessa grandeza em benefício do crescimento desta cidade. Foto de Felipe Pires
  6. 6. A CidadeA Cidade6 De 16 a 22 de outubro de 2015 Oláamigosleitores! Nestas épocas de muitas chuvas devemos ter al- guns cuidados redobrados e adotar procedimen- tossimplesparanossosdeslocamentoscommaior segurança. Antes de sair em dias de chuvarada devemos pri- meiro avaliar a real necessidade desta saída, se, a sua saída for inevitável, vou passar algumas dicas que observadas, e colocadas em prática, podem colaborar com a sua segurança. Você na condição de pedestre deve usar roupas claras, pois, lembro que a frota em circulação no nosso Brasil ainda é considerada antiga, e muitos carros não contam com um bom sistema para de- sembaçar os vidros, isto somado ao efeito spray (Nuvem formada ao redor dos veículos em dia de chuva) colaboram para a pouca visibilidade dos condutores, desta forma, em dias chuvosos a rou- paclaradospedestresajudamemuitonasuavisu- alização.Aos idosos fica a lembrança que nestes dias chuvosos aumenta o número de roupas, e isto dificulta a caminhada, as calçadas ficam lisas, as- sim como as poças d’agua podem esconderem enormes buracos, e ao atravessar as ruas eu cos- tumo recomendar “pegar carona” ou seja, espere sempre que possível mais pessoas iniciarem a tra- vessia preferencialmente nas faixa de travessia de pedestresquandoexistir,pois,talmedidafacilitaa visualização do grupo pelos condutores. Preste maior atenção em fios caídos, e proximidades de bueiros. Para os condutores de veículos temos que falar sobre aquelas velhas regras conhecidas de direção defensivaquemuitagenteconhece,mas,quepou- cos colocam em prática apoiados na ideia que co- migonadaacontece,coisadeBrasileiroimediatis- ta,primeirotemqueacontecerparadepoisprevenir. Vamos as Regras? Revisão do veículo: Pneus em condições mínimas de segurança e com a calibra- gem certa, isto aumenta a aderência do veículo e diminui a distância de frenagem, se os pneus do seu carro não estiverem em condições mínimas nestesdiaschuvosos,rodarcomelesaumentainú- meras vezes a possibilidade de acidentes. Carga ou passageiros que estamos carregando, se estiver com o carro cheio tenho que considerar que o ve- ículovaidemorarmaisaparar,aocontráriodoque muitospensamquequantomaispesomelhorficaa frenagem,sehouvercargadeveestarbemacondi- cionada e amarrada. Palhetas do limpador de pa- rabrisasestasdevemestarcomaborrachaflexível, na posição certa e limpas, aliadas a elas temos que terfuncionandoosesguichosd’aguaqueauxiliam nalimpezadovidro. A questão da iluminação do veículo, recomendo sempre que os condutores andem com os faróis baixosligadosduranteodiaindependentedechuva, emtodasasviascomqualquerpavimentação,pois, istotornaoveiculomaisvisívelmelhoraapercep- çãodedistânciadosveículosprincipalmenteaque- lescujasuacorseconfundemcomoasfalto. Condutorfaçaaescolhasempredamelhorrota,lem- bro que nem sempre o menor percurso, ou o mais rápido, é o mais seguro, leve em consideração as possibilidadesdealagamentosesemprenestesdias diminuasuavelocidade,pois,buracospodemsefor- maremempoucosminutoscomaçãodachuva. Uma cidade repleta de árvores e perigos.Asflores embelezamepre- servamomeioambiente,sóquenão existebomsensodosetorambiental, de um modo geral, em orientar, acompanharoplantioeocrescimen- to de árvores, planta como quer e deixaavontade,resultadoprático,aí está nossa cidade, com árvores gi- gantes, cobrindo a rede das opera- doras que é um perigo, destruindo calçadasemurosecausandoumter- roremdiasdevendavais.Semmen- cionar os acidentes que elas provo- cam, e sabe-se que para podar ou cortar, a burocracia pública é gran- Arborização de,poucosresponsáveisassinamautorização,omedo foiimplantado.Concordamosnorigordafiscalização parapreservaromeioambiente,masquesejaprepara- daaestruturaparaquenãocauseprejuízosaninguém, o que não está ocorrendo. Não há bom senso pelos diretores públicos e seus assessores, é no pé da lei. Na semanavimosoquantoacidadefoipenalizada,ostrans- tornos causados, o quanto a arborização prejudicou a parte elétrica, e agora, vão procurar seus direitos, as vitimas, e sabe-se o quanto é difícil levar adiante um processocontraumórgãopúblico,amorosidadeimpe- raeoprocessovaisearrastandoeacausanuncatermi- na.Porisso,dadosostemporaisdeoutubro,principal- mente o bom senso que desembarque na secretaria de meioambientemunicipal,equesejapreparadoumalo- gísticaparapodar,fiscalizareautorizaraspessoasque cortemasárvoresqueapresentamperigoeminente.Pos- tesatingidospelasarvoresepelovento,podiaserfatal emmuitasfamílias,graçasadeusnãoaconteceu. O poste quase atingiu umaO poste quase atingiu umaO poste quase atingiu umaO poste quase atingiu umaO poste quase atingiu uma residência,na Tresidência,na Tresidência,na Tresidência,na Tresidência,na Tancredo Nevesancredo Nevesancredo Nevesancredo Nevesancredo Neves Foto: Cristina ChagasFoto: Cristina ChagasFoto: Cristina ChagasFoto: Cristina ChagasFoto: Cristina Chagas Árvores cairam por toda a cidade interrom-Árvores cairam por toda a cidade interrom-Árvores cairam por toda a cidade interrom-Árvores cairam por toda a cidade interrom-Árvores cairam por toda a cidade interrom- pendo o trânsitopendo o trânsitopendo o trânsitopendo o trânsitopendo o trânsito AndandopelaCidade Nãoestamoscriticandoninguém,ape- naslevantamosquestõesparaaquelesque temodeverdedeterminarasolução. 1-NaRuaVenâncioAires,naponte sobre o cadena, onde começa a rua OswaldoNobre,existeumarótulamui- tobemplanejada,faltourecursosouvi- são,semiluminação,comoacontececom aAv.MaestroRibas.Anoiteéumperi- go,ejuntoaocanteiroestáumpostecom transformador,ébemfácililuminar. 2- Rua Eulália Irion: que atravessa aavenidaPascoalLibrelotto,sónopa- pel, no Bairro DomAntonio Reis. Ela estáintransitável,ocalçamentorequer recuperação urgente. 3- Centro de Eventos da UFSM: quanta área, quanta construção,aguardandoarealizaçãodeeventos.Poderiaser nessepavilhão,permanentemente, abaladauniversitária,eansiosa- menteaguarda-seaExpofeira. 4- Rua Pedro Santini: foi asfaltado o acesso para a re- gião das dores, da Sede Cam- pestre. Mas a rua Pedro Santi- nisempreéumaalternativa,que evita, o motorista ingressar na 287.Porissoqueoasfaltones- sa rua é de suma importância. Dáparaimaginarquantaspes- soasresidemnestaregiãohoje? Enatemporada,onúmeroquefrequen- ta as dores, principalmente neste ano que vai ter a praia? 5- Colégio Maria Rocha: tradicional educandárionacidade,émetadasesco- lasestimularosalunosaoplantiodeárvo- res,nãopoderiaserdiferente.Noentanto, elascresceramdesordenadamente,ultra- passaoprédio,bemcomoosmuros.Será queasraízesnãoprejudicamacalçada? 6-RuaTrêsdeMaio:umasfaltoque éumabeleza,eveiosolucionarumpro- blemadetrânsito,oacessoaomercado nacionalpelosfundos,evitandocaminhões pesadospelamedianeira. 7- Aantiga Sede da USE: NaAcampamento que só temasconstruçõesantigaseque ospichadoresestãorespeitando o local, não sei porquê, mas o muroserveemplenatardepara jovensdegustaremumcigarro. 8-RuaDr.Zamenhof:Foimé- dico,nasceunaPolônia,foicria- dordalínguaesperantoearuacom seunome,vaidaÂngeloBolson até a ruaAppel. Prédios, casas, calçamentoaguardamconsertos. Impressionamonúmerodepla- casparavendadeimóveis. Centro de EventosCentro de EventosCentro de EventosCentro de EventosCentro de Eventos Maria RochaMaria RochaMaria RochaMaria RochaMaria Rocha RRRRRua Drua Drua Drua Drua Dr..... ZamenhofZamenhofZamenhofZamenhofZamenhof Foto Tubias Calil
  7. 7. A CidadeA Cidade 7De 16 a 22 de outubro de 2015 A chuva na quarta-feira que ante- cedeu o feriadão somente à noite foi o suficiente para criar um clima as- sustador para as pessoas, além das chuvas, os relâmpagos e os raios só que ninguém imaginava chover até o final do dia 12. Um feriadão pla- nejado para as pessoas passearem com os filhos, por ser dia da crian- ça, eventos prejudicados e cance- lados e não só quem reside em re- giões de risco estava preocupado e sim a cidade como um todo. Com tanta água não sabemos até que ponto um prédio, uma casa, um poste em via pública, um bueiro comporta tamanho volume de água, as pessoas custam para formar um patrimônio para viver, mas em poucos minutos tudo poderá ser destruído e não adian- ta apontar culpados. Na terça-feira a cidade voltou ao normal e começou o diálogo para recuperar os estragos, sa- bemos que no feriadão a prefeitura mu- nicipal com toda a sua equipe, com li- nha de frente o prefeito, secretários, trabalhadores, bombeiros, exército, saúde, trabalharam todos abraçados por uma causa justa, proteger os desa- brigados, encontrar formas e soluções e em momento algum faltou a solida- Arapidez dos temporaisArapidez dos temporais riedade dos santa-marienses, dona- tivos, alimentos, enfim o local tor- nou-se pequeno para acolher tantas doações, sinaliza que a cidade tem suas virtudes também na ajuda para quem tanto precisa e para recuperar agora é necessário o apoio de todos para que rapidamente podemos ver a cidade como todos planejamos. O relato da prefeitura Municipal: De acordo com o secretário deAção Comunitária, Adelar Vargas, 423 casas foram atingidas no perímetro urbano e outras 300 residências fi- caram ilhadas no Passo do Verde, totalizando 723 moradias prejudi- cadas pelos 286 milímetros de chu- va registrados nos últimos dias. Se- gundo a Defesa Civil, neste momento há 32 famílias desabri- gadas e alojadas em centros comu- nitários e 104 estão em casa de pa- rentes. Adelar Vargas também relatou que, nos últimos dias, cer- ca de 50 toneladas de lixo foram depositados nas ruas. No entanto, a prefeitura, por meio das Secreta- rias de Meio Ambiente e de Infra- estrutura, Obras e Serviços, já está recolhendo e dando descarte ade- quado aos entulhos. PPPPPrefeito Municipal comandando arefeito Municipal comandando arefeito Municipal comandando arefeito Municipal comandando arefeito Municipal comandando a equipe com apoio dos bombeiros,equipe com apoio dos bombeiros,equipe com apoio dos bombeiros,equipe com apoio dos bombeiros,equipe com apoio dos bombeiros, exército, saúde e outrosexército, saúde e outrosexército, saúde e outrosexército, saúde e outrosexército, saúde e outros apoiadores desbloqueando aapoiadores desbloqueando aapoiadores desbloqueando aapoiadores desbloqueando aapoiadores desbloqueando a estrada que dá acesso ao Pestrada que dá acesso ao Pestrada que dá acesso ao Pestrada que dá acesso ao Pestrada que dá acesso ao Perau.erau.erau.erau.erau. TTTTTubiasubiasubiasubiasubias A chuva foi devastadoraA chuva foi devastadoraA chuva foi devastadoraA chuva foi devastadoraA chuva foi devastadora As enchentes na região (PAs enchentes na região (PAs enchentes na região (PAs enchentes na região (PAs enchentes na região (Passo do verde)asso do verde)asso do verde)asso do verde)asso do verde) PPPPPonte doonte doonte doonte doonte do VVVVVerdeerdeerdeerdeerde PPPPPontes caidasontes caidasontes caidasontes caidasontes caidas
  8. 8. A CidadeA Cidade8 De 16 a 22 de outubro de 2015 Outubro é o mês dasfeiras,doslei- lões e dos shows que não faltam na região central in- clusive os nacio- nais,mastambém o estado destaca- se pelas tradicio- naisfestasaexem- plo de Santa Cruz do Sul com a Oktoberfest, que alémdochopp,da gastronomiatam- bém têm a feira comercial,industri- al e as bandinhas queanimamafesta.Umademonstração deorganização,determinaçãoeacimade tudo uma grande empresa que tem o apoiodoministériodacultura,prefeitura municipal e tantos outros órgãos públi- cos, porém o destaque principal são as grandesempresasqueinvestemnestafes- ta. E domingo será o último dia e o que A programação continua e cada se- mana que passa constata-se mais se- guidoresnestacampanhadeprevenção. O principal é a conscientização das pessoas. Hoje, das 09 às 15h, naAA- PECAN, Borges de Medeiros, 1897- Campanha de cadastro para doação de 1- AlexandreCassianodoNascimen- to; senador Cassiano, nasceu em 1856, emPelotas,formou-seemdireitoemSão Paulo,voltouasuacidadeparaadvogar. Comaproclamaçãodarepública,eleito deputado,foiministrodoexterior,sem- pre esteve ao lado do governo, faleceu em 09 de setembro de 1912. A rua em suahomenagem,inicianoParqueItaim- bé e vai até a Euclides da Cunha. 2- Cacildo Prates Carrión; Tenente Carrión, nasceu em Rosário em 1919 e faleceu em 1961, militar, jovem, gosta- vadaaviação.Efoinumacidenteaéreo em Itaara que morreu. A rua com seu nome,localiza-senaVilaOliveira. 3- UlissesCoelho;nasceuemLivra- mento, em 1822, ele era um dos 08 fi- lhosdocasalJoséFaustoedonaRufina Coelho, trabalhou em várias atividades Para quem passa na Serafim Valandro, na Av. Presidente Vargas, na Floriano Peixoto e na rua Tuiuti, é um períme- tro que tem tantas vir- tudes que impressio- nam.Algumas empresas históricas como o jornal A Razão, diversas ativi- dades comerciais de to- das as naturezas que atendem ao consumidor “Mãe, Rainha e Padro- eira do Brasil” Festa 12 de Outubro. Co- memora-se todo dia 12. Ó Incomparável Senho- ra da Conceição Apareci- da, Mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Advogada dos Pecadores, Refúgio e Consolação dosAflitos, li- vrai-nos de tudo o que possa ofender-vos e a vosso Santíssimo Filho, meu Redentor e Querido Jesus Cristo. Virgem ben- dita dê proteção a mim e a minha família das doen- ças, da fome, assalto, rai- É uma profissão importante para quem exerce,masmuitomaisparaquemprecisa dessesprofissionaisnaconstruçãocivil,numa obra nova aparentemente o destaque é o visual,aarquiteturaeaobraemsi.Muitas vezesnãoédadaadevidaimportância,a parte elétrica ela não aparece, mas ela é muitoimportanteparaobomfuncionamen- to,aqualidadedomaterialempregado,a formadeexecuçãoquemesmosendoele- tricistaqualificadosempreébomoacom- panhamentodoengenheiroeletricistaque elaborouoprojetoeeletemodevernuma reformaderevisareorientaraspessoasda capacidadedafiação.Vejoporexemploum prédio construído há 30 anos passados quandonãotinhamtantoseletrônicoscomo hojeeafiaçãomuitasvezeséamesmaeos usuáriosutilizamtantoquechegamausaro famoso“T”parautilizarmaisaredeelétri- ca.Elaéimportanteéumaresponsabilida- deenormedequemrevisaeexecutaosser- viços, por isso que a revisão constante Quando falamos sobre pintura, pode- mos abrir um amplo trabalho e vários segmentos, seja qual for, eles são ver- dadeiros artistas pela sua criatividade, pela sua arte. Pintar é um dom que a pessoanãoaprende,jávemdeinfância, o que ocorre é que ele pode qualificar- se melhor e somando conhecimentos paraapresentarcadavezmaistrabalhos diferenciados. No dia 18, é uma data festiva para o pintor, nós vamos abor- dar apenas aquele profissional normal, que tem a missão de pintar prédios, in- terno e externo, recuperar pinturas, en- fim, embelezar, dar ao imóvel a valori- zação padronizada de mercado. Por onde se passa, seja qual for a atividade, um ambiente comercial ou residencial, torna-se acolhedor quando é mantida a pintura com qualidade e capricho. Vai sentir-sebemquemocupaoespaço,mas muitomaisquemfezoserviço.Opintor geralmente é formado pelos conheci- mentos que ele tem, poucos cursos en- contramos que formam pintores, a não ser as lojas de tintas, que elas preparam oprofissionalquenacertaoinvestimen- Oktoberfest dáparaconstatarsemdúvidaéqueaci- dade em um todo preparou-se para este grandeevento.Existeumaempresaque organiza,masoapoioécoletivo,porisso que a cidade tem atraído multidões em seuseventos,poisondetodostrabalham o sucesso é esperado. O destaque para amanhãéLuluSantos. OutubroRosamedula óssea; Dia 19, às 09h, segun- da-feira participação da missa do San- tuário da Medianeira, transmitida pela RedeVida; dias 21 e 22, das 09 às 16h – Brechó Rosa, na AAPECAN. Na foto, mostra ainda, o lançamento da campanhanaPraçaSaldanhaMarinho. Personalidades Gaúchas em Livramento, com 18 anos de idade, conheceu a filha de Ernesto Canabarro, neto de Davi Canabarro, com a família, em 1903 veio para São Pedro do Sul, trabalhar na construção da viação fér- rea. Dado momento, Ulisses entrou na política, Partido Republicano do Dr. Borges de Medeiros, quando iniciou a luta armada, e ele entrou para as forças deClaudinoNunesPereira,com40anos de idade, nessa revolução conheceu o amigo OsvaldoAranha. Participou de vários combates e ações, galgou varias graduaçõesdentrodoâmbitomilitar,foi até prefeito em Canguçu, delegado de polícia em Santa Rosa e outros cargos. Faleceu com 51 anos de idade, na cida- de de Jaguari. Era neto do Dr. Ulisses Coelho, médico santa-mariense, que hoje reside em Camboriú, SC. OraçãoàNossaSenhoraAparecida os e outros perigos que possam nos atingir. Sobe- rana Senhora dirige-nos em todos os negócios Es- pirituais e Temporais. Li- vrai-nos das tentações do demônio para que trilhan- do o caminho da virtude, pelos merecimentos de vossa puríssimaVirginda- de e o preciosíssimo san- gue de vosso Filho, vos possamos ver, amar, e gozar da eterna glória, por todos os séculos. Amém! Querida Mãe Aparecida, faça-me alcançar a gra- ça que tanto preciso. Um quarteirão e os empreendimentos não param, lojas são abertas, prédios são construídos e móveis renovados. É um per- curso quase obrigatório para todos e poucas pessoas sabem que este local tem uma determi- nação que chama-se Ri- zzato Irmãos. O Profissional da Luz precisaestaremdia.Oeletricistaéforma- dopelauniversidade,comcursosuperior chamadodeengenheiro,poucosexecutam oserviçoesimfiscalizamepreparamopro- jeto.Eaqueleprofissionalqueaprendeso- zinhopelavivênciapelodiaadia,poisatu- almentepoucoexistecursospreparatórios, aprendecopiandodosoutrosefeitoalguns cursosdeconhecimentos,masquemcon- tratanadúvidasempredevetercuidados especiais,poiscomágua,luzefogodeve existirmuitaresponsabilidade.Oeletricista festeja seu dia amanhã, 17 de outubro. É bomsalientarquealgunsqueconhecema profissãoaproveitamaoportunidadepela necessidadedoconsertoecobramalémdo esperado.Porissoébomsemprecombi- naroserviçoaserfeitoeovaloraserpago sepossívelfazerumcontratoderesponsa- bilidadeoqueémuitodifícilequasenão existe,poisemtodasasprofissõesencon- tramospessoasdiferentes,amizadeeboa convivênciaenegóciosaparte. Pintores toteráumbomretorno,poisaqueleque recebe orientações e cursos, não vai es- queceraempresaqueopreparouecada vezmaisaindústriadetintastambémtem se qualificado, o mercado é carente de pintores, no segmento mencionado, e com isso, existe por parte de alguns, exageros nos valores cobrados. Saben- do que o mercado pouco tem a ofere- cer, e aqueles também que procuram aprendersozinhos.Éumaprofissãono- bre,sónãopodemosvalorizarospicha- dores, que também se dizem pintores, que estragam o que os outros fizeram. Para remover uma pichação, além do custo elevado, se torna um tanto difícil. E agora que chegamos na reta final do ano,geralmenteosproprietáriosdeimó- veis procuram pintar, criando um clima favorável, para a chegada das festas de fimdeano.Ealgunspintores,dadaasi- tuação atual, em seus orçamentos, de- vemrefletirparacobrarvaloresjustose você que necessita um serviço sempre com referencias, ou quem você conhe- ce. Geralmente, as lojas de tintas tem boas indicações.
  9. 9. 9De 16 a 22 de outubro de 2015 No lar é o inicio do aprendizado, do sucesso e o futuro das crianças. Na es- cola é a continuação, no segmento de fé é a linha maior para pessoas atingi- rem seus objetivos. Os clubes e CTGs são o complemento onde eles come- çam aprender a conviver com respeito e disciplina, as- sim todo cida- dão que preser- va a cultura e as tradições da sua cidade, estado e país, obterão êxitoemsuasati- vidades. No dia da criança a Casa do Gaú- cho, na rua do Acampamento, realizou um evento denomi- nado Oficina da Dança Gaúcha, um festival de dança,oqualfoi a primeira edi- ção, mas abriu as portas para que outros eventos se reali- zem. E não fo- ram poucas as crianças que compareceram Abertura oficial hoje, às 19h, no Sesc do Parque Itaimbé, e durante a sema- na, até segunda-feira, uma extensa programação será oferecida ao público, a maior parte na sede do Sesc e na Praça Saldanha Marinho. Shows Renoma- dos, companhia do sorriso local, e outros artistas da Região Central foram valorizados para integras as apresentações daAldeia Sesc Imembui. Não fal- tarão motivos para as pessoas prestigiarem. E a mesa Brasil, também com programações especiais nas boas praticas alimentares, dentro da semana da alimentação, entre outras entidades que receberão a equipe para apresentar orientações, estáAPAE,Aldeia SOS e a Escola Santa Rita de Cassia, e ama- nhã, das 09 às 12h, a presença na Praça Saldanha Marinho. FESTIVALGASTRONÔMICO: Foi marcante o sucesso da nossa gas- tronomia que precisamos valorizar mais e destacar o que se produz como destaque foi homenageado a casa do pastel. Os pequenos e as tradições para dançar, declamar, ouvir e chamar a atenção de quem ali passava. Dessa maneira,seguindoesteencaminhamento équevamosconseguirformarumanova geração.As fotos nos foram enviadas pela acadêmica de jornalismo Dara Lu- izaHamann. Aldeia Sesc Imembui
  10. 10. 10 De 16 a 22 de outubro de 2015 11De 16 a 22 de outubro de 2015 Jornal A Cidade em Comunidade É o espaço que valorizamos o empreendedorismo principalmente no setor empresarial. São ações que vem beneficiar o crescimento da cidade.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo principalmente no setor empresarial. São ações que vem beneficiar o crescimento da cidade.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo principalmente no setor empresarial. São ações que vem beneficiar o crescimento da cidade.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo principalmente no setor empresarial. São ações que vem beneficiar o crescimento da cidade.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo principalmente no setor empresarial. São ações que vem beneficiar o crescimento da cidade. Outubro Rosa: principalmente as mulheres são empreendedoras no segmento que vem atingir milhões de pessoas. Ministro do Governo (opinião): Aos leitores que façam uma meditação, pois o Brasil é extenso é grandioso como consegue governar um presiden- te com mais de 30 ministros, talvez algum passe tempo sem conversar com a presidente agora imagine o custo de cada um e a estrutura para funcionar sem contar o número de empregos e apadrinhados acomodados em cada ministério. Ruy Giffoni: O executivo administrador do Royal Plazza Shopping feliz com a sua gestão com toda a sua equipe, festeja aniversário dia 17. Cintia Sarturi: Da loja Sercimaq, no dia 18 comemora aniversário e de casamento também. Na foto com seu marido Robson. ADCE: Sucesso total no café mensal realizado na Porto Belo e agora trabalhando para preparar o jantar no dia 31 “Homens na Cozinha”, ingressos por adesão,a bebida está incluída. (3223-7777). Festival Gastronômico: Apesar da chuva da última quinta-feira foi sucesso total. Na foto a Diretoria e os Homenageados, entre eles a Casa do Pastel Giovana Bianchini e Alcides Rigo Jr. : Participan- do da Oktoberfest, presente com as facas e produtos Coqueiro de Arroio Grande, indús- tria tradicional dirigida hoje por Walter Bianchini. Sem muito a comemorar, no dia de on- tem, inúmeras homenagens prestadas aos mestres nas escolas, de modo geral, um chá realizado no Via Gastronômica e a valorização daqueles que tem bom senso e reconhecem o trabalho que lhes pres- tam. Diante da realidade atual, na rede pu- blica, a falta de investimentos de modo geral, e alguns alunos que perderam o res- peito com os mestres em sala de aula, nem assim tira o mérito do quanto é importan- te a educação. Pelo que constatamos em nosso município, através do SMED, a se- O perímetro central, depois do Parque Itaimbé é a região que mais tem arborização em vista da sanga do hospital, localiza-se com acesso pela rua Gaspar Martins. Este espaço público é o estacionamento di- ário de centenas de automóveis, ainda é uma rua que não foi contemplada pela cobrança do espaço, só que a insegurança ronda a Gaspar Martins que é um acesso da Acampamento até a Av. Medianeira, onde o comércio prospera e está localizado o res- taurante Vera Cruz e a madeireira Medianeira e um dos acessos para o Complexo Hospitalar Caridade. Nesta região encontramos a rua Luiz Antônio Ma- ffini, entrada única que poderá se transformar em um condomínio fechando a rua, se assim os mora- dores os desejarem. Naquela região possui edifíci- os e belas casas e o que mais chama a atenção é o verde, a beleza por cima e a sujeira por baixo, no leito da sanga do hospital. Professores Homenageados cretária Sil- vana Gerri- no, monta- ram uma e s t r u t u r a motivadora, e constata-se durante todo o ano, os eventos, as campanhas promovidas, prin- cipalmente unindo alunos e familiares, e o projeto Leitura do Coração, talvez seja inédito no estado, mas é o caminho ideal para que mudanças aconteçam. Percebe-se o quanto pessoas de bem estão inseridas no contexto educação, para melhorar o qua- dro atual e formar uma geração mais cons- ciente. Temos divulgado o quanto a mobi- lidade urbana tem feito de campanhas educativasnoscolégi- os, o quanto os CTGs tem levado para den- tro crianças para dan- çar, e o setor empre- sarial também. Algumas lojas estão nestefoco,nasemana da criança, a Casa do Gaúcho fez a diferen- ça, lá estavam os pe- quenos dançando. O reconhecimento mu- nicipal é grandioso, é o caminho para renovação das pessoas, até na política se faz necessário uma renova- ção total e na semana, o executivo no Se- minário São José, prestou homenagem aos professores da rede municipal, inclusive o apoio, o prestigio com a presença do arce- bispo Dom Helio e o Padre Enio Rigo, que dirige um colégio exemplar, o São José. ParqueCentenárioParqueCentenário AutoridadesAutoridadesAutoridadesAutoridadesAutoridades PPPPPrefeito Schirmer saudando os professoresrefeito Schirmer saudando os professoresrefeito Schirmer saudando os professoresrefeito Schirmer saudando os professoresrefeito Schirmer saudando os professores
  11. 11. 12 De 16 a 22 de outubro de 2015 São duas opções para você anunciar o que deseja vender, utilidades de um modo geral, pequenos custos. Para os imóveis, o anúncio é gratuito, no jornal e na rádio. Se Roveda Imóveis intermediar a venda, o proprietário pagará somente a comissão de corretagem prevista em lei.Traga as escrituras e, dentro de valores de mercado, nós estaremos divulgando. APARTAMENTO:Conj.Res.Acampamento,c/02dorm.,R$ 150.000,00.Fone:8407-1000. ITAARA/TERRENO:naAvenida principal, frente a praça e próximoaoSicredi514m².(55)3223.5192 TERRENO: Rua Davi Ribeiro, esquina Catarina Parcianello, 2 medindo 26x37, c/ chalé e poço artesiano. (55) 3223.5192. TERRENO: 2ha, frente para a 287 e P. Santini. Próximo a 158.Tratar:8407.1000. APARTAMENTO:EdifícioCentenário, com03dormitórios de frente para aAcampamento. Ótimo! R$ 280.000,00. Con- tato:8407-1000. CASA: Dr.Turi 2060, de alvenaria, com 280m de área, terre- no 12x30, de fronte ao Centenário. Aceita-se apartamento bom no negócio. Contato: 8407-1000. CONDOMÍNIOPARQUEDASOLIVEIRAS:dapartesul, próximo a sede das Dores, é o mais moderno da cidade. Tecnologia, espaço para todas as idades. As oliveiras já estão produzindo os primeiros frutos, mas de 30 casas em construção. Terreno com 350m², bem na entrada. CASA: em construção, com 250m² + casa de fundos, com terreno 10x40, na Vila Bela União, frente para rodovia que vai a São Martinho da Serra. 3223.5192. CASADEALVENARIA:c/380m²,terreno15x30,doispisos, próximo ao ATC, Bairro Residencial e aceita-se imóvel em Capão ou PortoAlegre. Bom negócio. 8407.1000. EMPRESA: focada na construção civil, bom terreno, 500m² de área construída, toda estrutura de funcionamento, futuro promissor, vendida como está, em pleno funcionamento. In- formações, apenas pessoalmente na Imobiliária Roveda. APARTAMENTO: em Capão da Canoa de 2 e 3 dorm., no- vos, prox.Av. Ruda.Tr. (55) 8407.1000. Acampamento - R$ 359.000,00 A P A R T A - MENTO: na esquina com José Bonifácio, 03 dormitóri- os, banheiro social e privati- vo, dependên- cia empregada completa, ga- ragem, três sa- cadas. Valor: R$359.000,00. Tratar pelo fone: 3223- 5192 ou 8407- 1000. Vendas Roveda Imóveis Aluga PAVILHÃO P/DEPÓSITO: C/ toda a estrutura, incl. escritó- rio. Área construída 1500m², estacionamento 1200m. Poço artesiano. Próx. trevo Uglione. T.: 8407.1000. APTO: Borges de Medeiros, 1930,Ap. 405, 2 dormitório, R$ 580,00. DIVIDE-SEALUGUEL: Mulheres, informações neste jor- nal.Tr.3223.5192. LOJA: Gal Neto, próx. da Rede Vivo, c/170m². R$3.500,00 (55)8407.1000. APTO: Ed. Centenário, 02 dorm, dependência, 6º andar, R$ 900,00.Informações:3223-5192. LOJA: Na Floriano Peixoto 938, loja com 170 m², onde a varanda ali esteve 26 anos. Condomínio em media R$280,00. Valor: R$ 6.000,00 com bonificação. Contato: 8407-1000. Capão da Canoa:Aluga-se mínimo 10 dias na temporada, 1 dormitório, bem mobiliado, sacada de frente na Sepe, Ed Ilha de Capri, com garagem opcional e no feriadão de novembro, mínimo6dias.3223-5192 8307-1000. Aluga-se: naAcampamento, 590, apartamento de 2 dormitó- rios, banheiro, dep. de empregada, terraço, churrasqueira, garagem opcional. Na acampamento 590. 3223-5192. CREMATÓRIO DOM JOSÉ: em Santa Rosa – planeje sua vida após a morte! Deseja ser cremado? Consulte o Rui. 3222.5362 | 9602.7736. Plano pagável em até 20 meses. ATELIER SCHULTZ: Dona Maria procura profissional p/ ser parceira ou deseja vender equipamento com a clientela fiel. É só trabalhar. 8448.6657. DIRETOR COMERCIAL: buscamos um profissional com conhecimentos e liderança, agendar entrevista. 3223.5192 CIRCULAÇÃO EASSINATURAS: Vaga para trabalho na circulação do jornal e no comercio de assinaturas. Agendar 3223.5192. BICICLETA: P/ criança, até 10 anos, boas condições, R$ 200,00.3223-5192. VENDE-SEGELADEIRABRASTEMPDUPLEX440: óti- mas condições. R$ 490,00.Tr.: 3223-5192. CORREÇÃODETEXTOS:Serviçoeventual,segunda,quar- ta e quinta, meio expediente. Tratar neste jornal.Acadêmica de letras português. CONSULTORDEVENDASDEPUBLICIDADE:obtenha informações, venha conversar conosco, tenha um fixo e a receita em vendas sem limites, seja inovador e ambicioso para viver feliz. Tratar neste jornal. INVISTAEMIMÓVEIS:Escolhaacidade,CapãodaCanoa: (51) 9102.1496 – Aldo; EM Florianópolis: (48) 9648.0600- Marcelo|(48)9143.1213–Andreia|(48)9914.5332-Regina(48) 9983.2254 Loreni; Para facilitar, ligue para (55) 8407.1000- Imobiliária Roveda. REBOQUEFECHADO.Vende-se.Tr:8120.7110. SERVIÇO: trabalho com refrigeração, dou atenção especial amáquinasdelavarroupadomiciliar.3222.93280|9971.8952. VOYAGE: 1.6 completo, branco, ano 2014. Único dono. R$ 36.5000,00.Tr:8402.2616. VENDE-SE: Geladeira Brastemp duplex, boas condições, só falta o motor, vende-se carcaça, R$ 180,00 8407.1000. Utilidades e Serviços Se você tem para vender terrenos com cha- lés nos bairros e vilas, com escrituras legali- zadas, sempre temos comprador. Temos 39 anos de conquistas amizades e clientes, atra- vés de uma imparcialidade nos negócios. 3223.5192. I M Ó V E I S CONSULTOR IMOBILIÁRIO São 39 anos na atividade de advogado e corretor de imóveis,afaculdade devidamuitonosensinou,agora queremosretribuirasoportunidades,aocomprar,ven- der,alugarimóveis,consulteetenhacertezaquetudo está correto. Depois de pegar o dinheiro para voltar é umalongajornada.Esempretemosumbomnegócio para você, credibilidade, confiança e amizade não se compra,seconquistaaolongodotempo.Acampamen- to590,juntoaoJornalACidade.
  12. 12. A CidadeA Cidade 13De 16 a 22 de outubro de 2015 O Agrô- nomo Nosso município foi atingido pelos tem- porais e muita chuva. No perímetro ur- bano a preocupação foi constante prin- cipalmente para quem mora em regiões de risco, em que prédios e regiões com chuva alagam facilmente. No interior al- guns locais ficaram isolados, prejuízos nas estradas, mas muito mais nas planta- ções. O cultivo foi prejudicado, pois importamos muito para o consumo e da- qui para frente aumentará a importação para poder abastecer a cidade. Para as vítimas que foram prejudicadas, não ten- tem buscar culpados, pois poderes públi- cos ou mesmo síndicos dos prédios não são os responsáveis pelo volume de água. Não há calhas, tubulação, bocas de lobo e outros meios para escoar tanta água. É o momento de compreensão de todos. E agora unidos compartilhar as tarefas para evitar elevados custos, revisar os condo- mínios, tudo que foi estragado, é eviden- te dentro de casa a umidade tomou con- ta. Se alguém teve invasão de água provocada pela chuva que causou danos ao condomínio é bom consultar, pois ge- ralmente o síndico faz o seguro do pré- dio e verificar o que foi assegurado, pois existe seguro para isso, mas muitas ve- zes não é feito. Conclamamos também aos profissionais, eletricistas, encanado- res, marceneiros, carpinteiros, enfim todos aqueles que exercem uma ativida- de necessária na construção civil. Não tente exagerar nos valores cobrados se- jam pacientes, porque nesse momento que os oportunistas sabendo da necessi- dade da recuperação aumentam o valor cobrado. Que sejam feitos mutirões li- derados pelos síndicos para examinar e reconstruir o local que você mora, a pre- venção está acima de qualquer vaidade humana e a humildade de todos só tem a reconstruir o patrimônio. Mais uma vez milhares de pessoas neste momento bus- cam a proteção divina, o que deveria ser diário e não só quando as coisas aconte- cem. Tenha Deus e fé consigo que tudo se resolve. Essedomingo,18,éespecialaosprofissionaisquese dedicam a salvar e preservas a vida dos outros e ao mesmotempolevamoconfortoaosfamiliares.Omédi- co é o profissional da área da saúde que trabalha na prevençãoenotratamentodedoenças.Saibaqueessa data, no Brasil foi escolhida em ho- menagemaonascimentodeSãoLu- casevangelista,opatronodessaclas- se,desdeoséculoXV.Elefoiumdos seguidores de Jesus. Estudou Medi- cinanaAntioquia(atualTurquia).Ser médicoéantesdetudo,umamissão. E ao assumir o compromisso com a vida o médico deve aplicar seus co- nhecimentos na promoção do bem estardopaciente.Evolução:Medicina éaciênciaqueinvestigaanaturezae a origem das doenças do homem de modoapreveni-las,controlá-lasecurá-las,preservan- doassimasaúdedaspessoas.Apalavraderivadover- bolatino‘mederi’quesignificacuraretratar.Aciência surgedeformaexperimental,comoresultadodeexpe- riênciascomtécnicasaindarudimentares(comotomar banho frio para baixar a febre, por exemplo.Somente no final do século é que se inicia a medicina moderna com o estudo da anatomia humana. Relatos históri- Hoje, 16, comemora-se a atuação de um profissio- nalimprescindívelduranteoprocessocirúrgico.Oanes- tesiologista, popularmente chamado de ‘anestesista’, médico formado pelas Faculdades de Medicina reco- nhecidaspeloMECecomresidên- cia médica (especialização) em Anestesiologia.Otermoanestesia é de origem grega e quer dizer au- sência de sensações - de dor e outrassensaçõesparaarealização tanto de cirurgias quanto procedi- mentos terapêuticos e diagnósticos.Além de escolher e aplicar a anestesia adequada para cada caso, o anestesista permane- ce todo o tempo do procedimento junto com o paciente, a fim de controlar a pressão arterial,ritmocardíaco,respiração,oxigenaçãodosan- gue,temperaturaeoutrasfunçõesvitais,atravésdaob- servação clínica e de monitores que o auxiliam neste controle.Ele é o responsável pela segurança da cirur- gia. Na história: É comemorado nesta data por ter sidodocumentadaaprimeiraintervençãocirúrgicare- alizada sob anestesia geral no ano de 1846, no anfite- Sempre as pessoas encontram uma desculpa pelo caminhoescolhido,algunssãoviciadosoudependen- tes da bebida que arrasa famílias e patrimônios, ou- tros jogam nas loterias, que deixam de ser um jogo de azar, mas como o governo criou e nunca divulga segmentosdovalorarrecadadoesimdivulgaolíqui- do a receber. Onde é aplicado os lucros e para quem fiscalizaexisteumsilênciototalarespeitodoassunto. Existe o jogo do bicho que é uma contraversão, mas as pessoas jogam abertamente e quase não se sabe de irregularidades do mesmo. Temos os viciados no turfe, viciados no comércio de vender drogas e que envolve milhões de pessoas totalmente destrutivas, são os chamados dependentes químicos. Os fuman- tes que não são poucos e aqueles também que tem amorpelosanimais.Osviciadosdevemoperaratodo instante o celular, qualquer contato é pelo meio ele- trônico, temos viciados nos games shows, ao quais envolvemprincipalmentecriançaserecentementeem Aos guardiões da vida cos:Grandesmédicosassinalaramahistóriadamedici- nanopaíseespecialmente,noRS.Forampioneirosem suas áreas de atuação, dentre estes, o cirurgião cardía- co,dePortoAlegre,IvoNesralla.Eleingressou eassi- nalou umanovaetapaemcirurgiasousadas aorealizar oprimeirotransplantecardíacodoEs- tado, no Instituto do Coração, em 1984. Uma mulher à frente de seu tempo:Valeressaltartambémqueas mulheresmédicasaodesafiar um‘ter- ritório’ liderado por homens promo- veram uma ‘revolução’ ao exercer comcarinhoededicaçãoe,aomesmo tempo assegurando o ingresso das demaisaessaprofissão.Nesseâmbi- to pode-se destacar a gaúcha Rita Lobato, natural de Rio Grande foi a primeiramulher formadaemmedicina nopaís.Porém,estudounoRiodeJaneiroedepoispara a Faculdade da Bahia, onde se formou e defendeu em suatesemétodosdecesariana,poisduranteocursosua mãe morreu de parto. Ela morreu em 1954,prestes a completar90anos. Fonte:http://academiamedica.com.br/curiosida- des-dia-do-medico-no-brasil-e-no-mundo/ http:// www.velhosamigos.com.br/ Homenagem aos anestesistas atrocirúrgicodoMassachusettsGeneralHospital,em Boston, na extirpação de um tumor cervical de um jovem de 17 anos, sendo anestesiado com éter.No Brasil,segundoLycurgoSantosFilho-,médicoflumi- nense, historiador da medicina brasileira,pesquisadoregenealo- gista -, a primeira anestesia geral com éter foi realizada em 25 de maiode1847noHospitalMilitar do Rio de Janeiro pelo médico Roberto Jorge Haddock Lobo. Evolução:Asegurança dos pro- cedimentos anestésicos au- mentou muito desde o primeiro experimentoaosdiasatuais.Hoje, seincentivaoestabelecimentode uma relação médico paciente mais próxima com o médico anestesista, reconhecido fator de melhora da qualidadeeconseqüentediminuiçãodecomplicações relacionadas ao ato. Fonte:http://www.plasticadosonho.com.br/blog/plás- tica/www.drmc.com.br/opiniao-de-especialistas//http:/ /www.portal.cfm.org.br/index.php?/Wikipédia/http:// www.abcdasaude.com.br/ Dependentesdovício São Paulo aconteceu a maior feira Game Show do mundo. O Brasil hoje é o quarto na produção e co- mercialização, pessoas passam horas jogando.Tem os viciados que mesmo com poder aquisitivo preci- sam cometer um delito, subtraindo o que tem pela frente, estes e outros vícios ou dependentes preci- sam de ajuda, primeiro eles devem querer a recupe- ração com esforço próprio e como é bom ouvir pes- soas que abandonaram o vício da dependência química e hoje são pessoas recuperadas, quantas pessoasperderamfamília,amigosepatrimôniopela ilusãoouumasatisfaçãopessoal.Quemjogasempre tem a esperança que vai recuperar e acontece o con- trário a perda é cada vez maior. Se você está inseri- do no que mencionamos procure ajuda e quando al- guémlheestenderamãopararecuperá-loaceite,pois ela sempre virá em seu benefício. Desfrute do lazer, do convívio social com as pessoas, mas nunca deixe seenvolverporalgunsfatoreresaquimencionados.
  13. 13. A CidadeA Cidade14 De 16 a 22 de outubro de 2015 1º caminho – A pobreza: Ser pobre não é deixar de possuir bens e sim ser pobre de coração. “A pessoa que vive a pobreza desde o coração não estabelece uma relação de pos- se com as coisas e com as pessoas. O ter não vira prisão, meta de vida.” Ser pobre de cora- ção é saber que as coisas que temos não nos pertencem, pois não levaremos nada do que temos, somente do que somos. 2º caminho – A dor: O autor foca no choro que provém da dor. “Nós temos o dom da su- peração, e mesmo diante da dor mais profun- da, que deixará marcas, cicatrizes para sem- pre, nós podemos nos reconstruir”. 3º caminho – A Mansidão: Luís Erlin afir- ma que “Mansos são os que conseguem con- trolar seus impulsos de raiva e ira”. É manso quem tem domínio de si, quem pondera. 4º caminho – A sede de justiça: Ao contrá- rio do ditado comum “que a justiça seja feita”, o escritor explica que essa sede de justiça não é a feita com as próprias mãos e sim com a busca pela igualdade entre os cidadãos. 5º caminho – A misericórdia: No livro, Erlín explica que misericórdia é despir-se de todo tipo de preconceito e perceber o quan- to as pessoas são frágeis. A palavra “miseri- córdia” está intimamente ligada à pratica do “perdão”, pois somente perdoa de verdade quem olha não a ofensa recebida, mas a fra- queza daquele que pecou. 6º caminho – A pureza de coração: Pure- za é não se deixar corromper interiormente. É quem se mantém em estado puro sem qual- quer coisa que contamine. Independente de religião, Luís Erlin afirma que a pureza é uma questão de escolha: “Não se trata de separar- se de um mundo que consideramos pecador ou pervertido, mas trata-se, em meio ao pe- cado, de optar pela santidade”. 7º caminho – A busca pela paz: Não é um simples bem-estar pessoal, mas o dom de conviver bem com os demais. “Para que exista um equilíbrio saudável nas relações, é neces- sário estabelecer regras e normas de condu- ta; se cada um cumpre sua parte no acordo, então os conflitos podem ser superados”, afir- ma o padre. 8º caminho – A perseguição por causa do Reino: O autor explica que essa perseguição é provocada pela defesa da justiça que, como ele citou no livro, não é a justiça de interesse próprio e sim para o bem comum. “Os ideais que movem os que promovem a justiça geral- mente fazem que eles não se intimidem; pelo contrário, esse grito tende a aumentar, e por isso as ameaças se tornam realidade, são leva- das a cabo”, finaliza Luís Erlin. Mais informações:Lilian Comunica – As- sessoria de Imprensa; (11) 2275-6787 ou (11) 98753-9095; comunicacao@liliancomunica.com.br Caminhos para a felicidade A sociedade muitas vezes deixa a desejar, mas quem criou etiquetas, bem estar, respeito são as normas do ser humano e para sua boa convivência na sociedade ele deve seguir e respeitá-las. É muito comum em nossa cidade, as pessoas vestirem-se a vontade. É um direito que tem de liberdade e de democracia, só os executivos por normas das empresas estão elegantemente vesti- dos. E quando alguém é inserido em um cargo público ou privado está ali para representar sua entidade ou empresa e como tal deve portar-se. Nossa cidade é pri- vilegiada, pois a população anda a vontade diferente de Porto Alegre, Pelotas, Passo Fundo e outras cidades. Mas, em um momento cívico quem representa alguém deve estar presente conforme as regras, até para repre- sentar bem o cargo que ocupa. Lá não está ele e sim sua representação. Outro fator contaminante em nossa cidade, numa cerimônia, em um jantar de premiações ou Para a Clienter, empresa que uniu 15 anos de conheci- mento em comunicação e tecnologia para oferecer o primeiro serviço contínuo de assessoria de imprensa para pequenos negócios, conversar com a mídia só traz be- nefícios. Claro que, para isso, a empresa precisa ser trans- parente e fazer a diferença no mercado em que atua. Mas usar a informação produzida para gerar conheci- mento e mostrar qualidade é o caminho para estar à frente. Saiba por que: 1. Ampliar visibilidade – estar na mídia promove vi- sibilidade e é por isso que muitas empresas investem em assessoria de imprensa. Ainda existem algumas mídias mais desejadas, como as grandes revistas e a TV, mas a internet ganha cada vez mais força, uma vez que em parceria com o trabalho de redes sociais, pode ajudar a viralizar marcas. 2. Validar posicionamento de mercado – sendo fon- te de imprensa para boas matérias, sendo exemplo para notícias positivas, uma empresa valida suas conquistas e o lugar que ocupa hoje em seu mercado. Mostra o ta- manho de seu negócio, de que forma está trabalhando para crescer e mostra que tem conhecimento sobre o que produz ou comercializa. 3. Consolidar marca – se alguém está na dúvida se compra o seu produto e vê sua marca em uma matéria de um bom veículo, é quase impossível não decidir posi- tivamente. Estar presente em mais de um veículo ao mesmo tempo, sendo citado como fonte de informação, dá peso para a marca e garante que ela esteja no imaginário do cliente na hora em que ele for consumir. 4. Gerar informação de qualidade – contribuir para que as informações existen- tes nas mídias e nas redes sociais seja de qualidade é um dever de quem opta pela assessoria de imprensa. O trabalho precisa ser de garimpo de informação e forneci- mento de bons dados, que rendam matérias contundentes. Vemos muita notícia rasa por Quem observa tantos arquivos devidamente acondici- onados nem imagina a importância do profissional que se dedica a esse trabalho de reservar e arquivar docu- mento de forma apropriada. Em 20 de outubro, registra- se o Dia do Arquivista, uma data que marca o tempo e a evolução tecnológica, o qual trabalha nas inovações e melhorias dos arquivos físicos através de software. Ele atua em diversos acervos, sejam privados, públicos ou pessoais.Esse trabalho de cuidar e arquivar documentos em um local próprio começou a ser pensado no Brasil no dia 20 de outubro de 1823, após o projeto proposto pelo deputado Pedro Araujo de Lima - , futuro Marquês de Olinda - da inclusão de um arquivo público no país . A data foi escolhida pela Associação dos Arquivistas Brasileiros (ABB), em 1970 que legitimou a comemo- ração, a qual lembrava a intenção de criar um arquivo público brasileiro, o atualArquivo Nacional. Importân- cia: É o arquivista que separa e conhece o valor de um documento. Atualmente, trabalho de manusear papéis está dando lugar a busca on-line , o que mostra que mesmo com os avanços tecnológicos o mercado para o profissional continua crescente e atuante.Além da ter- ceirização do trabalho, a criação de softwares possibili- tou a digitalização dos documentos e sua busca rápida Arquivistas expandiu o setor. O arquivo digital usado para museus,acervos públicos simplificou o processo e faci- litou a consulta tanto para o profissional como para os usuários. A lembrança dessa data serve para destacar o arquivista, que ao longo do tempo teve e tem uma gran- de importância para preservar a história e a autenticida- de dos documentos. Fonte:http://www.bertholdo.com.br/blog/index.php Respeito e Valorização em qualquer outro tipo de evento, pessoas ao invés de ouvir quem está falando colocam a conversa em dia tor- nando muito deselegante, mas acontece e como. Como é belo ver uma formatura, um casamento, todos padro- nizados, deveriam sempre ser assim em qualquer ato cerimonial, pessoas bem vestidas e o comportamento exemplar. Levantamos essa questão não para criticar alguém, apenas para lembrar a importância e o respei- to de quem ocupa cargos e de quem vai representar, lembrando calar-se quando alguém fala na tribuna. E compete a quem organiza o evento dizer qual traje as pessoas devem usar. Somos uma cidade civilizada, co- nhecida como cidade cultura e dos conhecimentos. Quem pergunta onde reside já tem uma postura de uma cidade produtiva e diferenciada das demais, precisa- mos valorizar mais as pessoas, empresas, entidades e instituições. Motivosparacomunicar-se aí, ser fornecedor de informações que realmente impor- tam melhor ainda mais a imagem da empresa. 5. Prestar contas aos clientes – estar na mídia não deixa de ser um jeito de devolver a confiança e a fideli- dade de seus clientes. Quando se consome uma marca e a vê com fonte de informação confiável em notícias e veículos de qualidade, há uma validação imediata do re- lacionamento. Essa pode ser uma das melhores ferra- mentas de continuidade que existem. Outro motivo muito importante é ter ao seu lado uma empresa que vai pensar sua comunicação de forma po- sitiva e defender você de possíveis crises. Muitas vezes, uma empresa tem que gerenciar uma reclamação ou uma questão complicada de relacionamento com o cli- ente, e a assessoria de imprensa também funciona como mediadora entre a crise e a informação positiva, extra- indo de cada situação o que ela tem de melhor. Sobre a Clienter: Criada em 2014, a Clienter é uma empresa com foco em comunicação para pequenos ne- gócios, com foco especial em assessoria de imprensa e redes sociais. Com a exclusiva ferramenta Clienter xPress, a Clienter cortou custos, enxugou a equipe e, com isso, consegue oferecer um serviço de qualidade, embasado e contínuo, que garante visibilidade e retorno de mídia. Informações: Clienter xPress – 2594-7891 / 99497-8523
  14. 14. A CidadeA Cidade 15De 16 a 22 de outubro de 2015 E n q u e t e Câncer de mama, você faz os exames de prevenção? Ouvimos algumasCâncer de mama, você faz os exames de prevenção? Ouvimos algumasCâncer de mama, você faz os exames de prevenção? Ouvimos algumasCâncer de mama, você faz os exames de prevenção? Ouvimos algumasCâncer de mama, você faz os exames de prevenção? Ouvimos algumas opiniões! Integre-se a campanha do Outubro Rosa.opiniões! Integre-se a campanha do Outubro Rosa.opiniões! Integre-se a campanha do Outubro Rosa.opiniões! Integre-se a campanha do Outubro Rosa.opiniões! Integre-se a campanha do Outubro Rosa. MariaLuciaFlores–77anos – aposentada. Nunca tive nenhumcasodecâncerde mama na família. Mesmo assim vou ao médico fazer o exame todos os anos, desde os meus 40 anos. Marluce Costa – 22 anos – vendedora.Tenhoumatiaque estáagoraserecuperandodo câncer de mama. Graças a Deusestatudobem.Eumes- ma nunca fiz o exame no médicoenemoautoexame. Tayonara Trindade – 18 anos – estudante. Não tenho casos de câncer de mama na família. Também nunca fiz o autoexame. Fernanda Silva – 17 anos. Não tenho casos de câncerdemamanafamília e nunca fiz o autoexame. Erica Paixão – 16 anos – estudante.Nuncative casos de câncer de mama na família, porém sei fazer e faço sempre o autoexame. Cleonice Farias – 56 anos – técnica de enfermagem. Nunca tive casos de câncer de mama na família, porém faço o autoexame e vou ao médico todos os anos. Instituições: Novamente a prefeitura fez a doação de verbas a enti- dades locais entre elas: Sociedade Espírita Estudo e Caridade, Associa- ção Colibri,Associação Espírita Francisco Spinelli,Associação Riogran- dense Equoterapia e Equilíbrio, Associação dos Amigos do Hospital Universitário (HUSM), Associação Amparo Providência – Lar das Vo- vozinhas, Sociedade Assistencial e Educativa Mãe Admirável – SAE- MA e Instituto Nacional de Desenvolvimento Inst. e Ação Social S/S. AlziraFarias-65anos–aposen- tada.Nuncativecasosdecâncer demamanafamília,masvouao médico regularmente. LizianeCosta–43anos–au- tônoma.Nãotenhocasosde câncerdemamanafamília.Sei que estou no grupo de risco, masnuncafuiaomédico,faço o apenas o exame em casa. Paula Fioravante – 34 anos – farmacêutica. Não tenho casos de câncer de mama na família. Sempre faço o autoexame em casa. Maria Eunice Etchichury – 51 anos – professora. Não tenho casos na família e sempre faço o autoexame e vou ao médico. AndressaColvero–21anos–vendedora.Tenhoum caso distante de câncer de mama na família. Só fiz o autoexamequandofiqueigrávida,nãofaçoregularmente. DaianedeRosso–29anos–vendedora.Nãotenho nenhum caso na família e nunca fiz o autoexame.
  15. 15. A CidadeA Cidade16 De 16 a 22 de outubro de 2015 A primavera chegou e com ela vem tam- bém o aumento de alergias causadas pelo pólen das plantas, que afetam boa parte da população. Conjuntivite alérgica, rinite Atualmente, 33% das terras do planeta estão degradadas por razões físicas, quí- micas ou biológicas, estima a Organiza- ção das Nações Unidas para a Alimenta- ção e aAgricultura (FAO). Isso influencia diretamente na qualidade dos alimentos e na saúde das pessoas. A preocupação com o tema é tão grande que a ONU ins- tituiu 2015 como sendo oAno Internacio- nal dos Solos, uma vez que, com o esgo- tamento do solo, causado pelo plantio excessivo, os alimentos que comemos têm menos nutrientes do que o corpo humano precisa. ”Ficam comprometidas as quantidades necessárias de minerais para os processos bioquímicos e para o equilí- brio ácido-básico de nosso organismo. Estudos demonstram que a presença de cálcio e magnésio, por exemplo, nos principais gru- pos alimentares consumidos pelos brasileiros, não é sufi- ciente. A concentração des- ses minerais em 100g de ali- mentos representa apenas até 10% da IDR (ingestão diária recomendada). Deste modo, mesmo com uma ali- mentação saudável, legumes, frutas e verduras chegam à mesa do brasileiro sem a quantidade nutricional e mi- neral suficiente, pois seu plantio foi feito em solo em- pobrecido”,explicao químico Evite doenças alérgicas na primavera alérgica, coriza, congestão nasal, crises de asma, falta de ar, coceira e vermelhi- dão nos olhos ainda fazem parte da vida de muitos brasileiros. Para evitar que esses pro- blemas se agravem, especi- almente para pessoas que já sofrem constantemente de doenças respiratórias, além da limpeza do local, há tam- bém a opção da utilização de desumidificadores de ar para manter o ambiente sau- dável, seja em residências ou comércio. Esses aparelhos filtram as impurezas que ficam suspensas no ar, como o pólen que nesta época do ano se misturam com a chamada “poeira domicili- ar”, denominada pela jun- ção de fragmentos e fezes de ácaros e baratas, res- tos de alimentos e de insetos, bactérias, fibras de tecidos, peles, penas e pelos de animais. Neste caso, a Thermomatic do Brasil dispõe de desumidificadores de ar da li- nha “Desidrat” que elimina até 90% des- sas partículas em suspensão, que são pre- judiciais à saúde. Ajuda no combate de doenças alérgicas e respiratórias, não só na primavera como o ano todo. Também auxiliam na conservação de objetos, evi- tando danos causados pela umidade rela- tiva elevada, principal responsável pela proliferação de fungos, como o mofo e bolor. A Thermomatic também oferece mode- los para inúmeros segmentos, como: in- dústrias, residências, armazéns, hospitais, laboratórios, hotéis, orquidários, museus, transportadoras marítimas, petrolíferas, entre outros. Para saber mais sobre os aparelhos da Thermomatic e curiosidades, acesse: www.thermomatic.com.br Suaalimentação José Celso Guimarães, responsável téc- nico da Phosther Algamar. Se não bastasse a perda de fertilidade dos solos, que prejudica as plantações, convivemos ainda com o crescente mercado de alimentos industrializados, o que compromete ainda mais a boa alimen- tação. “Os alimentos industrializados são desvi- talizados em 80% de seus nutrientes, ca- rentes em fibras e enzimas e ricos em con- servantes,estabilizantes,corantes,gorduras, açúcar, sal e hormônios. Tudo isso deixa o organismoacidificado,predispondooindi- víduoainflamaçõesedoençascomohiper- tensão, diabetes, obesidade e osteoporose, entre outras. Em crianças e jovens, a falta de Ferro, por exemplo, pode afetar o de- sempenhoescolar,poisdiminuiacapacida- de de concentração; além de mudanças de comportamento e de humor. Suplementos alimentares, como o Vitalidade, são uma alternativa eficaz para suprir esta deficiên- cianutricional”,explicaaconsultoradenu- trição da Phosther Algamar, Camila Prata. O Vitalidade é um suplemento natural, proveniente de algas marinhas, que tem em sua composição 74 minerais, como cálcio, magnésio, manganês, cro- mo, zinco, ferro, cobre, entre outros ne- cessários para manter o organismo saudável. ”O fato de ser multimineral faz com que no Vitalidade todos os minerais se complementem, uma vez que esses elementos não atuam de forma isolada no organismo. Não adianta, por exemplo, to- mar suplementos só à base de Cálcio, como muitos que existem no mercado. O Cálcio precisa do Magnésio para cum- prir sua função no organismo. E o Ferro precisa do Cobre para potencializar sua ação. Por isso a eficácia do Vitalidade”, explica o químico da Phosther. Uma opção correta para manter a saú- de estável é manter uma alimentação balanceada, com o consumo de produtos orgânicos, exercícios físicos regulares e suplementação de minerais. “Vale a pena ir em busca dos orgânicos, de legumes, verduras, frutas e hortaliças que em seu processo de produção não utilizam nenhum tipo de herbicida, fertili- zante ou pesticida, além de não utilizar sementes transgênicas nem aditivos quí- micos. No plantio de alimentos não-orgâ- nicos, os produtores fazem uso de tudo isso, diminuindo drasticamente a qualida- de dos produtos que consumimos e ainda causando estragos ao meio ambiente”, resume a nutricionista Camila Prata.
  16. 16. A CidadeA Cidade 17De 16 a 22 de outubro de 2015 Edital de Citação Cível de Paulo Borges dos Passos 2ª Vara Cível – Comarca de Santa Maria Prazo de: 30 (trinta) dias. Natureza: Ação Monitória Processo: 027/1.13.0006875-2 (CNJ:. 0013451-98.2013.8.21.0027). Autor: Po- trich Materiais de Construção Ltda. Réu: Paulo Roberto Borges dos Passos. Objeto: Citação de Paulo Roberto Bor- ges dos Passos, CPF n° 234.148.980-04 atualmente em lugar incerto e não sabi- do, para, pagamento da soma em dinhei- ro, entrega da coisa móvel fungível ou do bem determinado, além das cominações legais, no PRAZO DE QUINZE (15) DIAS, a contar do término do presente edital ou, querendo, no mesmo prazo oferecer em- bargos, sem prévia segurança do Juízo. Efetuando o requerido o cumprimento do objeto da ação ficará isento de custas e honorários advocatícios. Caso não opos- tos embargos constituir-se-ão em Título Executivo Judicial, com prosseguimento na forma de processo de execução, e pre- sumir-se-ão como verdadeiros os fatos articulados na petição inicial. Santa Maria, 26 de agosto de 2015. ESCRIVÃO: Luiz Carlos Paim Donato JUIZ: Regis Adil Bertolini. SINDICATODOSCONTADORESE TÉCNICOSEMCONTABILIDADEDE SANTAMARIA Rua Alameda Santiago do Chile, nº 115, 3° andar, bairro Nossa Srª das Dores, Santa Maria/RS CEP:97.050-685 CNPJ/MF n° 87.496.238/0001-38 EDITALDECONVOCAÇÃOPARA ASSEMBLÉIAGERALORDINÁRIA Em conformidade com o que dispõe o Estatuto Social, convoco os senhores associados quites com suas obrigações sindicais, para reunirem-se na sede des- ta entidade, em Assembleia Geral Ordi- nária, no dia 20 de Outubro de 2015, ás 18:00h em 1ª chamada com a maioria dos associados presentes, e , às 18:30h em 2ª chamada com qualquer número de associados presentes, a fim de deli- berarem sobre a seguinte ordem do dia: 1. Eleição dos membros efetivos e seus respectivos suplentes para compor a Comissão Eleitoral; 2. Dar posse aos eleitos RSanta Maria, 16 de Outubro de 2015 Contador Alexandre Prates da Silva Presidente Quatro seguranças acusados pelo crime dehomicídio,deverãoseremsubmetidosa julgamento popular no dia 03 de novem- bro,apartirdas9h30min.PeloTribunaldo Júripelocrimedehomicídioqualificadoos réusMiguelC.daSilvaJúnior,MauroSér- gio B. Marques,Taylor Marvel R. Lima e Anderson L. Collares. O Ministério Pú- blico será representado pelo Promotor de Justiça Ricardo Lozza e naAssistência de acusaçãooadvogadocriminalistaAntonio Carlos Porto E Silva. Os trabalhos sob a presidência do Juiz de Direito Michel Lu- ciano Vedia Porfírio,Juiz de Direito da 1 VaraCriminal. Todos foram denuciados pelo Ministé- rio Público com base em inquérito penal, que diz no dia 14 de janeiro de 2007, por volta das 05h45mim, na Av. Presidente Vargas, na casa noturna denominada Ponto de Partida, os denun- ciados, fazendo o uso de bastões, além de desferirem socos e pontapés, fazendo o uso de bastões,além de desferirem as lesões na vitima, mataram Alex Sandro de Mello, causando coagulo cerebral. A vítima encontrava-se no interior do estabelecimento, dançando quando foi abordado pelos denunciados, que exer- ciam a função de “Seguranças”, Temos comentado no jornal e na rádio, o vandalismo que foi criado no pórtico de entrada da cidade, onde a BASM doou um avião, só não foi levado pelo tama- nho, pois os fios da iluminação já foram comercializados. Sugerimos que a Base Aérea adotasse o pórtico, manutenção e segurança, mas recebemos sugestões da comunidade e passamos a registrar para que as lideranças se mobilizem a respei- to disso, quando se fala em policia rodo- viária estadual, compete a ela o serviço nas rodovias, em inúmeras cidades do estado, a sede da PRE é nas margens das mesmas, inclusive com a sede admi- nistrativa. Em nossa cidade, a sede em uma avenida e perímetro urbano, onde ela nem pode agir, pois ali pertence a guarda municipal, e quando ocorrência policial, a Policia Rodoviária Estadual brigada e policia civil. O que nos foi ob- servado, que o ideal seria que ela cons- truísse a sua unidade na 287, próximo ao pórtico, por vários fatores, o Primeiro, daria segurança ao local, seria realmen- te, o cartão postal da cidade, iluminado, asfalto em dia e a fiscalização só com a presençadaunidadepolicialrodoviáriaali, impõe respeito e afasta o vandalismo; outro fator importante, quem vem pela 287, faixa nova, ele não é abordado, se a sede é no castelinho, nada a ver com quem vai pelo outro caminho. E a BR-158, com- pete a policia rodoviária federal. Salvo o acordo, que não entramos em mérito, do castelinho até a Base Aérea, chama-se Av. Prefeito Evandro Behr, não conse- guimos entender como deixaram o nome de rodovia 509, se a denominação é uma avenida com perímetro urbano. No nosso entender, existe conflito de denominação, que não vem ao caso, o importante é que o Prefeito, Vereadores, Lideranças, uni- dos, se mobilizem para construir lá, a sede da Companhia rodoviária, e com isso, da- rão suporte policial ao pórtico de Santa Maria, que é uma beleza de projetos e objetivos. Segurançasquemataramjovem,vãoajúri. Arrastando-a para fora da “Boate” e já no canteiro central da Av. Presidente Vargas passaram a desferir-lhe golpes com bastões e pontapés, cessando as agressões quando perceberam que o ofendido estava desacordado. Conduzi- do para atendimento médico, Alex San- dro, faleceu no Hospital três dias após, em decorrência das lesões sofridas.
  17. 17. A CidadeA Cidade18 De 16 a 22 de outubro de 2015 16-10 Mirce Terezinha Refosco Neli H. Leon Soares Nestor Bonini Carlos Fernando Flores LidaMariaBilar 17-10 Andressa Dall Pazzollo Rubianara Carvalho Michele Soccal Erna E. Scheder Bastos ReginaVizzoto Canto Ivo Dornelles Prolla João Carlos Martins OtavioAntoniazzi Cezar D. Padilha Damilano 18-10 Joice Lopes deAlmeida Terezinha Freitas Artênio Celestino Alves Nair Barbosa Wilson de Barros Tarcia L. Lopes Luiz Felipe Stolver Cíntia Sarturi 19-10 CíntiaTeixeira Suzi Domingues Aleonoara M.Paixão Fabiano Peres Driéli Roveda AirtonAmaral 20-10 José Antônio Saccol Mariana Tolfo Luciula Dornelles Madson Teixeira Leonardo Díllgularte 21-10 Maria Andreata de Souza Josilaine Soares Paula V. Martini Vanessa Balin Gabriel Rocha Fernanda Borsa 22-10 Alcides Caetano Carine Englert Fernanda Rauber Belinazo Ramiro Rodrigues Milton Sarlari SANTOS DA SEMANA: Margarida Maria Alaquoque, Edwiges, Geraldo Majela (16); Inácio de Antioquia,Rodolfo (17); Lucas Evan- gelista (18); Paulo da Cruz, João de Brébeuf, Pedro deAlcântara (19); Ma- riaBertillaBoscardin(20);Úrsulaecom- panheiros, Hilarião (21); Donato, Bea- to ContardoFerrini (22). SANTAEDWIGES:Festejadaem16 de outubro. Protetora dos endividados, pobres e desvalidos.Nasceu em Ande- chs (Baviera) em 1174e morreu em Tre- bnizem15deoutubrode1243.Tevesete filhos, perdeu seis e o marido. Deixou o mundo e entrou para o mosteiro cister- ciense de Trebniz.Oração para todos os dias: Ó Santa Edwiges, Vós que na Terra fostes o amparo dos pobres, a ajuda dos desvalidos e o socorro dos endividados, no Céu agora desfrutais do eterno prêmio da caridade que em vida praticastes, supli- cante Te peço que sejais a minha advogada, para que eu obte- nha de Deus o auxílio que urgentemente preciso...(Fazer o pedidodagraçaqueurgentementeprecisa) THEATROTREZE DE MAIO: (3028-0909) Hoje, Solidão pública às 21h, sábado Fossa Nova às 20h, domingo Buko- wski “Histórias da vida subterrânea”, às 20h, terça o Ballet Ivone Freire, às 20h, quarta Musicomania In Concert, às 19h30min, quinta OrquestraSinfônicade Santa Maria, às 20h30min. CIÊNCIAETECNOLOGIA:Hojeécomemoradoestadata, os primeiros registros da tecnologia no Brasil foi no período da colonização em 1553, na criação do primeiro engenho de açúcar, de lá até o presente momento da para avaliar o que cresceu, o segmento na ciência e tecnologia e a mudança mun- dial que a internet proporcionou ao mundo. ANIVERSÁRIOS: Várias cidades da região, entre elas Diler- mando deAguiar que domingo realiza a sua Feicad, os municí- pios de Itaara, Novos Cabrais, Toropi e outros comemoram aniversário de emancipação no dia 22. IDOSOS SESC: Continua a programação do mês com vári- os eventos para homenagear as pessoas idosas. Amanhã a partir das 15h uma extensa programação na praça Saldanha Marinho encerrando com uma peça no Theatro Treze de Maio, domingo às 19h show na praça com Débora Rosa, dia 19 ofici- na de técnicas teatrais na sede do Sesc e na praça, às 20h show com Os Vespertinos, quarta-feira torneio no CDM e na quinta-feira, às 14h palestra sobre saúde bucal na sede do Sesc. ENCONTRO: Os ex-integrantes da 3ª DE, como fazem anu- almente, no dia 07 de novembro mais um encontro na Estância do Minuano a partir das 10h. (3222-5250). JORNADA: A II Jornada Arquidiocesana de Catequistas acontece nesse domingo, 18, a partir das 8h, até às 18h, no Seminário São José, em uma promoção do Setor deAnimação Bíblico-Catequético. Conforme os organizadores, o evento de- verá reunir cerca de 500 catequistas. LAR DAVOVOZINHAS:A AssociaçãoAmparo Providên- cia Lar das Vovozinhas- localizada naAvenida Hélvio Basso, 1250, tradicional instituição da cidade - fundada 16 de outu- bro de 1946, pelo Diácono Constantino Cordiole – completa hoje, 69 anos de existência no amparo de idosos desamparados.A instituição possui vagas para 200 assistidas e atualmente conta com 194. Risoto Beneficente:Neste do- mingo, 18, a partir das 11h30, instituição. Informações pelo 2103.2626 JANTAR BAILE: O costelão doAlegrete, dia 24 de outubro a partir das 21h,no Sentinela da Querência em Camobi. (9112- 4913) ENCONTRO DE FAMÍLIAS: Família Colussi realiza o en- contro domingo em São João da Bela Vista, interior de Passo Fundo, a família chegou em Monte Belo em 1884. (54)8129- 4164. KMW: um bom empreendimento, agendada a sua inaugura- ção para o dia 20, às 10h, na BR 287. HORÁRIO DE VERÃO:Amanhã os relógios devem ser adi- antados em uma hora, e no dia 21 de fevereiro atrasado. Se- gundo informações, é uma economia no consumo de energia elétrica. DEMAPELLE: MaristerRigon, formada em farmácia pela UFSM, em 1995.Abriu a primeira loja na rua Pinheiro Macha- do, 2380, no dia 21 de outubro de 1996, a empresária foi expan- dindo, ganhando espaço e hoje é uma referência em nossa cidade. Data enfatiza a contribuição das cooperativas de crédito para o desenvol- vimento das localidades onde estão presentes A Sicredi Região Centro comemora nesta quinta-feira (15), juntamente com o Sistema Sicredi, o Dia Internacional do Cooperativis- mo de Crédito (DICC). A data, promovida pelo Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu), é comemorada, mundialmente, há 67 anos na terceira quinta-feira do mês de outubro, com o objetivo de reforçar a impor- tância e a contribuição das cooperativas de crédito para o desenvolvimento econômico e social dos países onde estão presentes. Neste ano, a campanha comemorativa tem como tema “Pessoas ajudando pessoas”, salientando a importância de ajudar o próxi- mo, os valores da cooperação, a força da união e a relevância da intercooperação. A Sicredi Região Centro, juntamente com a Or- ganização das Cooperativas do Brasil (OCB) e a Confederação Brasileira das Cooperati- vas de Crédito (Confebras), aderiu ao movi- mento para evidenciar os diferenciais desse modelo de negócio, ressaltando que o coo- perativismo de crédito é para todos e faz par- te da vida das pessoas da cidade, do campo, dos jovens, dos empreendedores. Segundo dados de 2014 do Woccu, 57 mil cooperativas,presentesem105paísesnosseis continentes, reúnem 217 milhões de associa- dos.NoBrasil,deacordocominformaçõesdo BancoCentral,maisde7,5milhõesdepessoas escolheram as cooperativas de crédito como a suainstituiçãofinanceira.Ototaldecooperati- vas, em dezembro de 2014, chegou a 1.106, o que representa mais de 43 mil pessoas empre- Sicredi Região Centro celebra o Dia InternacionaldoCooperativismodeCrédito(DICC) gadas pelo setor e ativos no valor de R$ 143,6 bilhões, com R$ 68 bilhões em depósitos. O Sicredi, no primeiro semestre de 2015, atingiu mais de 3 milhões de associados, dis- tribuídos em 11 Estados brasileiros. No mes- mo período, a instituição registrou R$ 49,8 bilhões em ativos totais, R$ 7,4 bilhões em patrimôniolíquidoesobralíquidadeR$703,5 milhões. Em 208 cidades brasileiras, o Sicre- di é a única instituição financeira. O Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito é reservado para lembrar o passado mas também para olhar para o futuro. Um dos grandes desafios para o crescimento do se- tor, definido pela Woccu, é aumentar a base deassociados,especialmenteosjovens.Além disso, o foco está em outros quatro pontos: obrigações regulatórias, inovação nos meios de pagamento, sustentabilidade das peque- nas cooperativas de crédito e a concorrência de novos participantes não-tradicionais. A Woccu tem como objetivo atrair 50 mi- lhões de novos associados para as coope- rativas de crédito até 2020, totalizando 260 milhões de pessoas. Para tanto, a entidade aponta para a necessidade de documentar e compartilharasmelhorespráticaseferramen- tas para o crescimento da base de associa- dos jovens. Esta é também uma das grandes missõesdoSicredi,queemdezembrode2013 contava com 237 mil jovens e, em agosto desse ano, chegou a mais de 293 mil. SOBREASICREDIREGIÃOCENTRO:A Sicredi Região Centro, integrante do Sistema Sicredi, possui mais de 64 mil associados e 323 colaboradores (um amplo quadro funcio- nal que compreende colaboradores, estagiá- rios e jovens aprendizes). No exercício de 2014, obteve a maior sobra já registrada nesta cooperativa, compre- endendo cerca de R$ 29,2 milhões: números que demonstram a soli- dez e a saúde financei- ra desta centenária ins- tituição, que celebra, também, no dia 27 de outubro, 101 Anos de Cooperação na região central do Estado.Atua em18municípios,com 20 pontos de atendi- mento. Fechou o mês de setembro de 2015 com mais de R$ 1 Bi- lhão de ativos e, nacio- nalmente, se destaca comoa5ªmaiorcoope- rativafinanceiradosul dopaís. CEDEDICA:Asede do Cen- tro dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cededica) – localizada desde 2009, na Rua João Rolim, Bairro Nossa Se- nhora de Lourdes – será de- molida.APrefeitura conta com 30 dias – a partir da confirma- ção da sentença pela Procura- doria Geral do Município - , para cumprir a determinação da decisão judicial, da 1ª Vara Cível Especializada em Fazen- da Pública. Na alegação cons- ta que a estrutura foi constru- ída no local onde deverá ser uma rua, conforme o Plano Di- retor.
  18. 18. 19De 16 a 22 de outubro de 2015 Amanhã ao vivo dos estúdios da rádio Imembuí, uma sín- tese da semana e a visão da valorização principalmente do empreendedor seja qual for o segmento. Os comentários ficam por conta de Roveda e Luis Vargas. Levantamos ques- tões do interesse da comunidadee podemos transmitir ao vivo da sua empresa destacando a produção e a sua marca. (3223-5192) ANIVERSÁRIO: José Antônio Saccol, o Tonho, empresário é o empreende- dor diretor da Uglione e da Minami. Comemora seu ani- versário dia 20 de outubro, apoiador do jornal A cida- de e deste espaço há doze anos. É o espaço do empreendedor

×