Infestação de Insetos e Ratos

1.210 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infestação de Insetos e Ratos

  1. 1. Infestação de animais e insetos Kátia Teresa, Michele Marega, Sara Vital e Vinicius Lopes
  2. 2. Cães e Gatos A maioria das pessoas tem animais de estimação, e os mais comuns são os cães e os gatos. Por mais companheiros e leais que eles sejam, podem trazer alguns riscos à nossa saúde, sendo os principais a raiva, a toxoplasmose e as leishmanioses.
  3. 3. Raiva
  4. 4. Raiva Urbana • Transmitida por cães e gatos (é a que tem maior incidência no Brasil)
  5. 5. Raiva Silvestre • Transmitida por animais silvestres (gambás, guaxinins, raposas, etc.), principalmente pelos morcegos sugadores de sangue.
  6. 6. Raiva • Quando os sinais da moléstia de manifestam já não há mais cura possível. Por conta disso, todo tratamento deve ser feito durante o período de incubação.
  7. 7. Sinais e sintomas
  8. 8. Após período de extrema excitação, ocorre paralisia flácida da face da língua, dos músculos da deglutição, oculares e das extremidades dos membros.
  9. 9. Controle e profilaxia
  10. 10. Toxoplasmose
  11. 11. Sinais e sintomas A toxoplasmose pode ser uma doença assintomática.
  12. 12. Como evitar
  13. 13. Toxoplasmose
  14. 14. Aranhas
  15. 15. Após a picada pode surgir
  16. 16. Locais onde se abrigam
  17. 17. Como evitar/se prevenir:
  18. 18. Insetos Hoje em dia, a população de insetos vem crescendo consideravelmente, por diversos fatores e em diversas áreas. Há milhões de espécies em todo o mundo, com diferentes formas, hábitos e complicações para o homem. Consequentemente, todos nós estamos propícios a esses males.
  19. 19. Pernilongos
  20. 20. Suas picadas podem causar
  21. 21. Pernilongos • Além de provocar os sintomas citados anteriormente, alguns mosquitos também podem transmitir doenças, causando sintomas mais graves, podendo levar até à morte, as principais são:
  22. 22. Dengue
  23. 23. Sinais e sintomas
  24. 24. Como evitar
  25. 25. Febre Amarela
  26. 26. Sinais e sintomas
  27. 27. Como evitar
  28. 28. Leishmaniose
  29. 29. • Tegumentar americana:
  30. 30. • Visceral:
  31. 31. Sinais e sintomas
  32. 32. Comoevitar
  33. 33. Doença de Chagas
  34. 34. Locais propícios para alojamento do mosquito
  35. 35. Sintomas e consequências • O indivíduo infectado pode passar grande parte de sua vida sem apresentar nenhum sintoma ou complicação.
  36. 36. Medidas padrões no combate a mosquitos
  37. 37. Medidas caseiras
  38. 38. Receitaderepelentecaseirotestadoeaprovado porlaboratóriosbiológicos: • - 500 ml (1/2 litro) de álcool; • - 10 gramas de cravo-da-índia; • - 100 ml de óleo corporal. Preparo: • Misture o álcool e os cravos em um frasco fechado que não deixe a luz passar; deixe a solução descansando por quatro dias, agitando duas vezes ao dia, de manhã e à noite; após esse período coe a solução, desprezando os cravos; em seguida acrescente o óleo corporal e agite ligeiramente
  39. 39. Pulgas
  40. 40. Pulgas
  41. 41. • Curiosidade: As pulgas conseguem pular até 18 cm de altura.
  42. 42. Como evitar
  43. 43. Medidas caseiras
  44. 44. Baratas
  45. 45. Curiosidades • O alimento preferido das baratas é cerveja azeda quente; • O único alimento que elas detestam é pepino; • Podem sobreviver semanas sem água ou alimento, e até um mês sem a cabeça;
  46. 46. Curiosidades • Segundo a Food and Drugs Administration (FDA), uma barra de chocolate comum contém, em média, 8 resíduos de baratas. • Há pessoas que criam a espécie barata de Madagascar como bicho de estimação.
  47. 47. Ratos
  48. 48. A infestação de ratos pode ser verificada através de alguns sinais: • Presença: Avistar ratos significa uma considerável infestação, principalmente quando isso ocorre durante o dia; • Fezes: Um dos melhores indicadores de infestação, podem trazer também a identificação da espécie presente; • Roeduras: Os ratos costumam roer (sem ingerir) materiais como madeira, cabos de fiação elétrica e embalagem de alimentos para gastar sua dentição e para chegar a alimentos.
  49. 49. Os ratos trazem os seguintes prejuízos: • Econômicos: Perda de alimentos contaminados e danificações na rede de esgoto e nas fiações da casa; Sanitários: Estes animais carregam micro organismos que causam doenças muito graves como a Leptospirose E até mesmo a peste bubônica.
  50. 50. Medidas preventivas
  51. 51. Pombos
  52. 52. • Os pombos são aves que vivem com facilidade nas cidades, morando em edificações onde costumam fazer seus ninhos em telhados, forros e etc. Causam prejuízos por danificar as estruturas dos prédios;
  53. 53. • Como dificilmente são caçados por outros animais, sua população cresce muito rápido ; • O aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema de saúde, pois, podem causar várias doenças graves como a Salmonelose.
  54. 54. Cobras e Escorpiões
  55. 55. Medidas preventivas • Manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios, não acumulando entulho e lixo doméstico; • Aparar a grama dos jardins e recolher as folhas caídas; • Vedar soleiras de portas com saquinhos de areia ou friso de borracha, colocar telas nas janelas, vedar ralos de pia, de tanque e de chão com tela ou válvula apropriada;
  56. 56. Medidas preventivas • Examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las; • Colocar o lixo em sacos plásticos, que devem ser mantidos fechados para evitar o aparecimento de baratas, moscas e outros insetos, que são os alimentos prediletos dos escorpiões; • Andar sempre calçado e usar luvas de raspa de couro ao trabalhar com material de construção, lenha e etc.
  57. 57. • cuidados dos moradores: • • Manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios, não acumulando entulho e lixo doméstico; • • Colocar o lixo em sacos plásticos, que devem ser mantidos fechados para evitar o aparecimento de baratas, moscas e outros insetos, que são os alimentos prediletos dos escorpiões;
  58. 58. O que fazer em caso de picada de escorpião: • Não esprema nem sugue o local da picada; • Lave o local com água e sabão; • Procure o serviço de emergência; • Se há condições de segurança, leve o escorpião (vivo OU MORTO);
  59. 59. Áreas de infestação de cobras
  60. 60. CONTROLE E PREVENÇÃO:  Vedar frestas e buracos em paredes e assoalhos;  Não depositar ou acumular material inútil junto à habitação e manter sempre os arredores limpos; • Procurar controlar o número de roedores existentes na área de sua propriedade.
  61. 61. Primeiros socorros • Hidrate a vítima com goles de água; • Mantenha a pessoa deitada e imóvel deixando o membro elevado; • Lave o local com água e sabão abundantemente e cubra com pano limpo.
  62. 62. O que não fazer nos primeiros socorros: • Não fazer torniquete ou garrote; • Não cortar o local e nem perfurar ao redor do local da picada; • Não colocar folhas, pó de café ou outras receitas caseiras na ferida; • Não oferecer bebidas alcoólicas a vítima. • Hidrate a vitima oferecendo lhe água.
  63. 63. Os principais gênerosde serpentesque causamacidentes no Brasilsão:
  64. 64. Bibliografia – Animais e Insetos • Enfermagem comunitária – Emilia Emi Kawamoto, Maria Cristina Honório dos Santos, Thalita Maia de Mattos – EPU, 1995 • http://www.zoonoses.agrarias.ufpr.br/ • http://drauziovarella.com.br/letras/t/toxoplasmose/
  65. 65. Bibliografia – Mosquitos, Pulgas e Baratas • http://super.abril.com.br/ciencia/tudo-voce-nunca-quis-saber- baratas-686178.shtml • http://www.maisnatureza.com/animais/insectos/barata/ • http://www.sistemadifusoraderadio.com.br/am/open.php?idnew=1 3794 • http://www.minhavida.com.br/saude/temas/pulgas • http://www.blupet.com.br/noticia/como-acabar-com-pulgas • http://drauziovarella.com.br/letras/d/dengue/ • http://drauziovarella.com.br/letras/c/doenca-de-chagas/ • http://drauziovarella.com.br/letras/f/febre-amarela/ • http://www.agencia.fiocruz.br/leishmaniose • http://drauziovarella.com.br/letras/m/malaria/ • http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/moscas.htm • http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-vivem-as-moscas
  66. 66. Bibliografia – Ratos e Pombos • http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigi lancia_em_saude/pecas_graficas/index.php?p=6755 • http://www.minhavida.com.br/saude/temas/leptospirose • http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/238_pombos.html

×