SlideShare uma empresa Scribd logo

Estudo em 1 coríntios

1 de 31
Baixar para ler offline
1ª Coríntios
Te x t o : 1 C o 1 . 1 - 3 1
Templo de Afrodite em Corinto
Cidade Antiga de Corinto
Templo de Apolo em Corinto
Golfo de Corinto
Ístmo de Corinto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusRespirando Deus
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.RODRIGO FERREIRA
 
Panorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosPanorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosRespirando Deus
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãJoanilson França Garcia
 
Panorama do AT - Números
Panorama do AT - NúmerosPanorama do AT - Números
Panorama do AT - NúmerosRespirando Deus
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosRespirando Deus
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Natalino das Neves Neves
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da FéWander Sousa
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesRespirando Deus
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasRespirando Deus
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 
Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Panorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1CoríntiosPanorama do NT - 1Coríntios
Panorama do NT - 1Coríntios
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Panorama do AT - Números
Panorama do AT - NúmerosPanorama do AT - Números
Panorama do AT - Números
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
 
8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
 

Semelhante a Estudo em 1 coríntios

Aula 14 - I Coríntios
Aula 14 - I CoríntiosAula 14 - I Coríntios
Aula 14 - I Coríntiosibrdoamor
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – IntroduçãoEstudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – IntroduçãoMárcio Pereira
 
Aula 4 gálatas e efésios
Aula 4   gálatas e efésiosAula 4   gálatas e efésios
Aula 4 gálatas e efésiosPastor W. Costa
 
Continuação da Análise de I Corintios
Continuação da Análise de I CorintiosContinuação da Análise de I Corintios
Continuação da Análise de I CorintiosUEPB
 
Estudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I CorintiosEstudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I CorintiosUEPB
 
I Corintios Inicio
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios InicioUEPB
 
Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...
Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...
Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...GilvanBarretoSantos
 
Estou pronto para anunciar
Estou pronto para anunciarEstou pronto para anunciar
Estou pronto para anunciarJUERP
 
140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1
140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1
140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1Robson Tavares Fernandes
 
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxLição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxCelso Napoleon
 
Paulo e a Igreja em Corinto
Paulo e a Igreja em CorintoPaulo e a Igreja em Corinto
Paulo e a Igreja em Corintoguest985a0e
 
Aula 6 (I Coríntios 14-16).pptx
Aula 6 (I Coríntios 14-16).pptxAula 6 (I Coríntios 14-16).pptx
Aula 6 (I Coríntios 14-16).pptxInclusão em LIBRAS
 
Panorama Biblico 1Corintios
Panorama Biblico 1CorintiosPanorama Biblico 1Corintios
Panorama Biblico 1Corintiosssusere39624
 
Estudo 01 - Chamados Para Ser Santos
Estudo 01 - Chamados Para Ser SantosEstudo 01 - Chamados Para Ser Santos
Estudo 01 - Chamados Para Ser SantosJUERP
 

Semelhante a Estudo em 1 coríntios (20)

Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
 
CURSO EETAD -
CURSO EETAD - CURSO EETAD -
CURSO EETAD -
 
Aula 14 - I Coríntios
Aula 14 - I CoríntiosAula 14 - I Coríntios
Aula 14 - I Coríntios
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 1 - A PRIMEIRA CARTA DE PAULO À IGREJA DE CORINTO
 
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – IntroduçãoEstudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
Estudo Epístola 1 Coríntios – Introdução
 
Aula 4 gálatas e efésios
Aula 4   gálatas e efésiosAula 4   gálatas e efésios
Aula 4 gálatas e efésios
 
Livro bibliologia novo testamento
Livro bibliologia novo testamento Livro bibliologia novo testamento
Livro bibliologia novo testamento
 
Continuação da Análise de I Corintios
Continuação da Análise de I CorintiosContinuação da Análise de I Corintios
Continuação da Análise de I Corintios
 
Estudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I CorintiosEstudo Bíblico de I Corintios
Estudo Bíblico de I Corintios
 
I Corintios Inicio
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios Inicio
 
Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...
Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...
Slide Licao 1 - 4T - 2023 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx_20230929_174826_00...
 
Comentário Geral sobre I Coríntios
Comentário Geral sobre I CoríntiosComentário Geral sobre I Coríntios
Comentário Geral sobre I Coríntios
 
Estou pronto para anunciar
Estou pronto para anunciarEstou pronto para anunciar
Estou pronto para anunciar
 
140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1
140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1
140 estudo panoramico-da_biblia-o_livro_de_1_corintios-parte_1
 
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxLição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
 
Paulo e a Igreja em Corinto
Paulo e a Igreja em CorintoPaulo e a Igreja em Corinto
Paulo e a Igreja em Corinto
 
Aula 6 (I Coríntios 14-16).pptx
Aula 6 (I Coríntios 14-16).pptxAula 6 (I Coríntios 14-16).pptx
Aula 6 (I Coríntios 14-16).pptx
 
Panorama Biblico 1Corintios
Panorama Biblico 1CorintiosPanorama Biblico 1Corintios
Panorama Biblico 1Corintios
 
Estudo 01 - Chamados Para Ser Santos
Estudo 01 - Chamados Para Ser SantosEstudo 01 - Chamados Para Ser Santos
Estudo 01 - Chamados Para Ser Santos
 
Saulo de tarso
Saulo de tarsoSaulo de tarso
Saulo de tarso
 

Mais de Vilmar Nascimento

Discipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosDiscipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosVilmar Nascimento
 
Discipulado para crianças 2
Discipulado para crianças   2Discipulado para crianças   2
Discipulado para crianças 2Vilmar Nascimento
 
A importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaA importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaVilmar Nascimento
 
Como o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisComo o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisVilmar Nascimento
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosVilmar Nascimento
 
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoA família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoVilmar Nascimento
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoVilmar Nascimento
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorVilmar Nascimento
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeVilmar Nascimento
 
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaFrutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaVilmar Nascimento
 
Até que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusAté que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusVilmar Nascimento
 
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente séculoTreinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente séculoVilmar Nascimento
 

Mais de Vilmar Nascimento (20)

Chama inextinguível
Chama inextinguívelChama inextinguível
Chama inextinguível
 
Discipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosDiscipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultos
 
Discipulado para crianças
Discipulado para criançasDiscipulado para crianças
Discipulado para crianças
 
Discipulado para crianças 2
Discipulado para crianças   2Discipulado para crianças   2
Discipulado para crianças 2
 
A importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaA importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igreja
 
Como o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisComo o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos pais
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
 
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoA família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
 
A ira de deus
A ira de deusA ira de deus
A ira de deus
 
Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
 
Tentação e provação
Tentação e provaçãoTentação e provação
Tentação e provação
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
 
A centralidade da palavra
A centralidade da palavraA centralidade da palavra
A centralidade da palavra
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhor
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafe
 
Filipenses
FilipensesFilipenses
Filipenses
 
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaFrutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
 
Até que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusAté que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deus
 
Um lar convertido ao senhor
Um lar convertido ao senhorUm lar convertido ao senhor
Um lar convertido ao senhor
 
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente séculoTreinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
 

Estudo em 1 coríntios

  • 1. 1ª Coríntios Te x t o : 1 C o 1 . 1 - 3 1
  • 2. Templo de Afrodite em Corinto
  • 4. Templo de Apolo em Corinto
  • 7. Visão Aérea da Atual Corinto
  • 9. Dados da Cidade Antiga de Corinto As três principais cidades da Grécia Atenas, capital e centro intelectual; Esparta, centro militar; Corinto, centro comercial e a mais importante!
  • 10. As grandes cidades da Roma Antiga Roma – Capital do império e a maior e principal cidade; Alexandria – Maior e mais importante cidade da África; Corinto – Grande centro comercial portuário da Grécia. População com cerca de 400 mil habitantes;
  • 11. Geografia de Corinto: 80 Km de Atenas; Banhada por 2 mares: Egeu e o Jônico; 2 grandes portos; Cidade Cosmopolita; Cerca de 400 mil habitantes; Um dos maiores fluxos de pessoas do mundo antigo
  • 13. Social de Corinto Um dos maiores centros comerciais do mundo; A maior parte do comércio entre o Oriente e o Ocidente passava por Corinto; Culturalmente tinha um auditório para 18 mil pessoas sentadas;
  • 14. Esportivamente só era superada pelos jogos Olímpicos de Atenas; Corinto era aberta para um mundo de novas idéias; Se ouvia nas praças regularmente os filósofos e pensadores;
  • 15. Moralidade de Corinto Profundamente imoral e depravada; Trabalho, esporte, diversão, conhecimento, bebedeira e promiscuidade; A cidade antiga mais depravada depois de Sodoma e Gomorra;
  • 16. Prostituição Cúltica: Templo de Afrodite – deusa do amor; Homossexualismo: Templo de Apolo – deus da beleza masculina; Carnalidade: “corintianizar” – se entregar aos desejos carnais sem limites! A cidade dos excessos! Da volúpia!
  • 17. Cristianismo em Corinto At 18.1 – 11 Data: cerca de 49/50 d. C. Durante a 2ª viagem missionária de Paulo – 49/50 a 54 d. C.
  • 18. Dificuldades e Bênçãos: Financeira – At 18.3 Judeus – At 18.6 O Cristianismo floresceu – At 18.8 O Chamado de Paulo para pregar em Corinto – At 18.9 11
  • 19. A Responsabilidade de Paulo em Pregar a Palavra 1 Co 9.16 “Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho”
  • 20. 1 Co 9.27 “Mas esmurro o meu próprio corpo, e o reduzo à escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado”. At 20.24 – 28 2 Co 2.14 – 17 1 Co 4.1, 2
  • 21. Alguns Problemas na Igreja em Corinto Divisões na Igreja – 1 Co 1-4 Frouxidão na disciplina – 5.1 Irmão levando outro irmão em tribunal secular – 6.1
  • 22. Imoralidade – 6.5 Casamento e celibato – 7.1 -40 Comida sacrificada aos ídolos – 8 – 10 Heresia sobre a ressurreição de Cristo – 15.12 Como resolver estes problemas? Pregação, Doutrina e Ensino da Palavra!
  • 23. Pregação: Doutrina em Ação! David Martin Lloyde Jones: “É a lógica em fogo! É a teologia em chamas! É raciocínio eloquente”. “A pregação é a tarefa mais importante do mundo. A maior necessidade da igreja e a maior necessidade do mundo”.
  • 24. Edward Mckendree Bounds: “Homens mortos, tiram de si sermões mortos e sermões mortos, matam”. Charles Haddon Spurgeon: “Em nenhuma parte das Escrituras se diz que prover entretenimento às pessoas é uma função da Igreja”.
  • 25. Charles Haddon Spurgeon: “Preguem o evangelho tendo em vista unicamente a glória de Deus, ou então, segurem suas línguas”. “A Bíblia, toda a Bíblia e nada mais do que a Bíblia, é a religião da igreja de Cristo”.
  • 26. OS INIMIGOS DOS APÓSTOLOS AO PREGAREM A PALAVRA?  O Maligno – 1 Jo 2.13, 14; 2 Tm 4.18  Os Anticristos – 1 Jo 2.18,22
  • 27.  Os falsos profetas – 1 Jo 4.1,4;  Os mercenários – 1 Jo 4.5; 2 Pe 2.3; 2 Co 2.17; 2 Tm 4.10  O J o i o – 1 Jo 2.19; 4.6; 1 Co 5.13; 2 Tm 2.24-25
  • 28. QUAL O PRINCIPAL OBJETIVO DA PREGAÇÃO DA PALAVRA?  A glória de Deus 1 Pe 4.11: “Se alguém fala, fale de acordo com os oráculos de Deus... para que em todas as coisas seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos . Amém”.
  • 29. QUAL O PRINCIPAL OBJETIVO DA PREGAÇÃO DA PALAVRA?  A glória de Deus na salvação dos pecadores. Regeneração era a doutrina pregada pelos apóstolos – 1 Jo 2.29; 3.9; 4.7; 5.1, 4, 18; Jo 3.5, 8; At 2.38; 3.19; 1 Co 2.2
  • 30.  A glória de Deus na edificação da Igreja. Vida no Espírito era a doutrina pregada pelos apóstolos – 1 Jo 2.6; 4.2; 5. 6-8; 1 Co 2.1 – 5  A glória de Deus na consumação dos séculos. A redenção final era a doutrina pregada pelos apóstolos – 1 Co 15.1 – 58; 1 Jo 3.1 – 3.
  • 31. C O N C LU S Ã O 1 Co 2.2: “Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado”. Rm 11.36: “Porque Dele, e por meio Dele, e para Ele são todas as coisas. A Ele, pois a Glória eternamente”.