SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
A SEXUALIDADE DENTRO
    DO CASAMENTO



     Texto: 1 Co 7.1-9
INTRODUÇÃO:
• O casamento é dádiva de Deus – Gn 2.24

• O sexo é dádiva de Deus – Gn 1.28

• O celibato é dádiva de Deus – Mt 19.11, 12

• O divórcio e a separação segundo a Palavra
  de Deus – Ml 2.16; Mt 19.3-12; 1 Co 7.10, 15
• O abrasamento conjugal segundo a
  Palavra de Deus – 1 Co 7.9

• A base do casamento segundo a
  Palavra de Deus – Hb 13.4

• A procriação é dádiva de Deus – Sl
  127.3-5
1 – O SEXO SÓ É PERMITIDO
  DENTRO DO CASAMENTO
             V.2
 “Mas, por causa da impureza, cada um
 tenha a sua própria esposa e cada uma
          o seu próprio marido”.

→Para evitar a impureza:
 “Mas, por causa da impureza, cada
 um tenha a sua própria esposa e
 cada uma o seu próprio marido”.
• A palavra gr. para impureza é porneia,
  de     onde    deriva-se     a     palavra
  pornografia. Paulo usa aqui para
  designar em geral impureza sexual:
  fornicação, prostituição, adultério, etc.
• Exemplos:
Esaú – Hb 12.16
Homossexualismo – Rm 1.26, 27
Bestialidade – Lv 18.23
Amnon – 2 Sm 13.14, 15
→ Para evitar a promiscuidade:

   Pv 5.8: “Afasta o teu caminho da
 mulher adúltera, e não te aproximes
 da porta da sua casa, para que não
 dês a outrem a tua honra, nem teus
 anos a cruéis. Por que, filho meu,
 andarias cego pela estranha, e
 abraçarias o peito da outra?”
→   Para    a     procriação   da
humanidade:

Gn 1.27, 28: “Criou Deus, pois, o
homem à sua imagem, à imagem
de Deus os criou; homem e mulher
os criou. E Deus os abençoou, e
lhes     disse:  Sede    fecundos,
multiplicai-vos, enchei a terra e
sujeitai-a...”
2 – O SEXO É UM DEVER
  DENTRO DO CASAMENTO
            V.3
“O marido conceda à esposa o que lhe
é devido, e também semelhantemente
      a esposa ao seu marido”.

A palavra gr. para “devido” é ofeilh, que
significa dívida.

Mt 6.12: “...perdoa as nossas dívidas”
• Rm 4.4: “Ora, ao que trabalha, o
  salário não é considerado como
  favor, e, sim, como dívida”

• Mt 18.34: “E, indignando-se, o
  seu senhor o entregou aos
  verdugos, até que lhe pagasse
  toda a dívida”.
• O sexo é um dever mútuo:
v.3 – “O marido conceda à esposa o
  que lhe é devido, e também
  semelhantemente a esposa ao seu
  marido”
v.4 – “A mulher não tem poder sobre o
  seu próprio corpo, e, sim o marido; e
  também, semelhantemente, o marido
  não tem poder sobre o seu próprio
  corpo, e, sim, a mulher”
•O sexo é um dever prazeroso:
Pv 5.15, 18-19: “Beba a água da tua
própria cisterna e das correntes do
teu poço. Seja bendito o teu
manancial, e alegra-te com a mulher
da tua mocidade, corça de amores e
gazela graciosa. Saciem-te os seus
seios em todo tempo; e embriaga-te
sempre com as suas carícias”.
• Ct 7.1-3: "Os meneios dos teus
  quadris     são    como    colares
  trabalhados por mãos de artista.
  O teu umbigo é taça redonda, a
  que não falta bebida, o teu ventre
  é monte de trigo, cercado por
  lírios, e os teus dois seios como
  duas crias gêmeas de uma
  gazela”
• Ct 7.7, 8: “Esse teu porte é
  semelhante à palmeira, e os teus
  seios a seus cachos. Dizia eu:
  subirei a palmeira, pegarei os
  seus ramos. Sejam os teus seios
  como os cachos da vide, e o
  aroma da tua respiração o das
  maçãs”
A ABSTINÊNCIA SEXUAL É PERMITIDA
    DENTRO DO CASAMENTO V.5

• “Não vos priveis um ao outro, salvo
  talvez por mútuo consentimento, por
  algum tempo, para vos dedicardes à
  oração e novamente vos ajuntardes,
  para que Satanás não vos tente por
  causa da incontinência”.

• Algumas     observações   para   a
  abstinência sexual:
• Tem que ser em comum acordo
“Não vos priveis um ao outro, salvo
  talvez por mútuo consentimento”

• Tem que ser por breve tempo
“Não vos priveis um ao outro, salvo
  talvez por mútuo consentimento, por
  algum tempo”

• Tem que ser com objetivo espiritual
“...para vos dedicardes à oração...”
•Tem que ser acompanhado de
vigilância
“...para que Satanás não vos tente
por causa da incontinência”
•Tem que ser para o fortalecimento
conjugal
  “...e novamente vos ajuntardes,
para que Satanás não vos tente
por causa da incontinência”
CONCLUSÃO:
• Ct 7.10: “Eu sou do meu amado, e ele
  tem saudades de mim.
• Ct 1.2: “Beija-me com os beijos da tua
  boca; porque melhor é o teu amor do
  que o vinho”.
• Ct 7.11: “Vem, ó meu amado, saiamos ao
  campo, passemos as noites nas aldeias”
• Ct 7.6: “Quão formosa, e aprazível és, ó
  amor em delícias”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticamO sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticamPr Ismael Carvalho
 
Mandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoMandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoPr Ismael Carvalho
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidomarckmel
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalÉder Tomé
 
Sexualidade no matrimônio
Sexualidade no matrimônioSexualidade no matrimônio
Sexualidade no matrimônioWebExecutivo1
 
8 restauracao para casamentos em crise
8  restauracao para casamentos em crise8  restauracao para casamentos em crise
8 restauracao para casamentos em crisePIB Penha
 
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdfUm amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdfPr Ismael Carvalho
 
Conselhos Para Casamento
Conselhos Para CasamentoConselhos Para Casamento
Conselhos Para CasamentoKhaleb Bueno
 
Casados p sempre
Casados p sempreCasados p sempre
Casados p sempreiceanapolis
 
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDOPASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDOELAINE PÉROLA
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoMoisés Sampaio
 
Namoro cristão e a Sociedade Moderna. Relacionamentos.
Namoro cristão e a Sociedade Moderna.  Relacionamentos. Namoro cristão e a Sociedade Moderna.  Relacionamentos.
Namoro cristão e a Sociedade Moderna. Relacionamentos. Aninha Andrad
 
A Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no CasamentoA Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no CasamentoRoberto Trindade
 

Mais procurados (20)

O sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticamO sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticam
 
Mandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoMandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editado
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedido
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
 
Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015
 
Sexualidade no matrimônio
Sexualidade no matrimônioSexualidade no matrimônio
Sexualidade no matrimônio
 
8 restauracao para casamentos em crise
8  restauracao para casamentos em crise8  restauracao para casamentos em crise
8 restauracao para casamentos em crise
 
Curso de noivos
Curso de noivosCurso de noivos
Curso de noivos
 
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdfUm amor abundante, um leito viçoso em pdf
Um amor abundante, um leito viçoso em pdf
 
Conselhos Para Casamento
Conselhos Para CasamentoConselhos Para Casamento
Conselhos Para Casamento
 
As 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma famíliaAs 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma família
 
Casados p sempre
Casados p sempreCasados p sempre
Casados p sempre
 
Sinais de alerta para o casal
Sinais de alerta para o casalSinais de alerta para o casal
Sinais de alerta para o casal
 
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDOPASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
 
Família feliz, igreja forte 2
Família feliz, igreja forte 2Família feliz, igreja forte 2
Família feliz, igreja forte 2
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
Namoro cristão e a Sociedade Moderna. Relacionamentos.
Namoro cristão e a Sociedade Moderna.  Relacionamentos. Namoro cristão e a Sociedade Moderna.  Relacionamentos.
Namoro cristão e a Sociedade Moderna. Relacionamentos.
 
Curso para casais 2015
Curso  para casais  2015Curso  para casais  2015
Curso para casais 2015
 
A Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no CasamentoA Aliança de Deus no Casamento
A Aliança de Deus no Casamento
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
 

Destaque

O Desafio da Harmonia Conjugal
O Desafio da Harmonia ConjugalO Desafio da Harmonia Conjugal
O Desafio da Harmonia ConjugalJOAO PURIN JR
 
Uma VisãO Cristã Sobre Sexualidade
Uma VisãO Cristã Sobre SexualidadeUma VisãO Cristã Sobre Sexualidade
Uma VisãO Cristã Sobre SexualidadeFlávia Smarti
 
VisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da SexualidadeVisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da Sexualidadeguestb30c39
 
A Família Cristã e a Sexualidade
A Família Cristã e a Sexualidade A Família Cristã e a Sexualidade
A Família Cristã e a Sexualidade yosseph2013
 
Pastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - SexualidadePastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - Sexualidadefamiliaregsul4
 
Sexualidade e afetividade 2
Sexualidade e afetividade   2Sexualidade e afetividade   2
Sexualidade e afetividade 2familiaregsul4
 
Sexualidade e afetividade
Sexualidade e afetividadeSexualidade e afetividade
Sexualidade e afetividadeFellipe Soares
 
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...André Kawahala
 
Noivos sacramento do matrimônio slides
Noivos   sacramento do matrimônio slidesNoivos   sacramento do matrimônio slides
Noivos sacramento do matrimônio slidesMauricio Soares
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Alinebrauna Brauna
 
Atitude
AtitudeAtitude
Atitudemvgui
 

Destaque (20)

Harmonia sexual e conjugal
Harmonia sexual e conjugalHarmonia sexual e conjugal
Harmonia sexual e conjugal
 
Matrimônio e sexualidade
Matrimônio e sexualidadeMatrimônio e sexualidade
Matrimônio e sexualidade
 
Amor conjugal
Amor conjugalAmor conjugal
Amor conjugal
 
O Desafio da Harmonia Conjugal
O Desafio da Harmonia ConjugalO Desafio da Harmonia Conjugal
O Desafio da Harmonia Conjugal
 
Amor conjugal
Amor conjugalAmor conjugal
Amor conjugal
 
O amor conjugal
O amor conjugalO amor conjugal
O amor conjugal
 
Uma VisãO Cristã Sobre Sexualidade
Uma VisãO Cristã Sobre SexualidadeUma VisãO Cristã Sobre Sexualidade
Uma VisãO Cristã Sobre Sexualidade
 
VisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da SexualidadeVisãO Cristã Da Sexualidade
VisãO Cristã Da Sexualidade
 
A Família Cristã e a Sexualidade
A Família Cristã e a Sexualidade A Família Cristã e a Sexualidade
A Família Cristã e a Sexualidade
 
Pastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - SexualidadePastoral familiar - Sexualidade
Pastoral familiar - Sexualidade
 
O jovem e a sexualidade
O jovem e a sexualidadeO jovem e a sexualidade
O jovem e a sexualidade
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Sexualidade e afetividade 2
Sexualidade e afetividade   2Sexualidade e afetividade   2
Sexualidade e afetividade 2
 
Sexualidade e afetividade
Sexualidade e afetividadeSexualidade e afetividade
Sexualidade e afetividade
 
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
 
Noivos sacramento do matrimônio slides
Noivos   sacramento do matrimônio slidesNoivos   sacramento do matrimônio slides
Noivos sacramento do matrimônio slides
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
 
Nufesp sexualidade
Nufesp   sexualidadeNufesp   sexualidade
Nufesp sexualidade
 
Atitude
AtitudeAtitude
Atitude
 

Semelhante a A sexualidade dentro do casamento

LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Pastor Natalino Das Neves
 
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxOrientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxRonaldo Rocha
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deusMax Pereira
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIOEwanildo Jose
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIOEwanildo Jose
 
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADELBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADENatalino das Neves Neves
 
2021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 112021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 11Joel Silva
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 063° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06Joel de Oliveira
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 06
3º trimestre 2015 adolescentes lição 063º trimestre 2015 adolescentes lição 06
3º trimestre 2015 adolescentes lição 06Joel Silva
 
Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02
Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02
Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02Lilian Pezzo
 
Como um casal pode ser unido em uma só carne.pdf
Como um casal pode ser unido em uma só carne.pdfComo um casal pode ser unido em uma só carne.pdf
Como um casal pode ser unido em uma só carne.pdfsomit0silva
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptMinisterio de Casais Amovc
 
3 casamento sob a otica de deus
3   casamento sob a otica de deus3   casamento sob a otica de deus
3 casamento sob a otica de deusPIB Penha
 

Semelhante a A sexualidade dentro do casamento (20)

LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
CASADOS E FELIZES i5ABR23.ppt
CASADOS E FELIZES i5ABR23.pptCASADOS E FELIZES i5ABR23.ppt
CASADOS E FELIZES i5ABR23.ppt
 
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxOrientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
 
curso 2.pptx
curso 2.pptxcurso 2.pptx
curso 2.pptx
 
ABECEDARIO DO CASAMENTO
ABECEDARIO DO CASAMENTOABECEDARIO DO CASAMENTO
ABECEDARIO DO CASAMENTO
 
Estudo sobre o matrimonio
Estudo sobre o matrimonioEstudo sobre o matrimonio
Estudo sobre o matrimonio
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
 
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADELBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
LBA LIÇÃO 8 - ÉTICA CRISTA E SEXUALIDADE
 
O sexo na bíblia
O sexo na bíbliaO sexo na bíblia
O sexo na bíblia
 
2021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 112021 2º trimestre jovens lição 11
2021 2º trimestre jovens lição 11
 
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 063° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
3° trimestre 2015 Adolescentes Lição 06
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 06
3º trimestre 2015 adolescentes lição 063º trimestre 2015 adolescentes lição 06
3º trimestre 2015 adolescentes lição 06
 
Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02
Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02
Oqueosexofazpelocasamento4 100104215613-phpapp02
 
Como um casal pode ser unido em uma só carne.pdf
Como um casal pode ser unido em uma só carne.pdfComo um casal pode ser unido em uma só carne.pdf
Como um casal pode ser unido em uma só carne.pdf
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento ppt
 
3 casamento sob a otica de deus
3   casamento sob a otica de deus3   casamento sob a otica de deus
3 casamento sob a otica de deus
 

Mais de Vilmar Nascimento

Discipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosDiscipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosVilmar Nascimento
 
Discipulado para crianças 2
Discipulado para crianças   2Discipulado para crianças   2
Discipulado para crianças 2Vilmar Nascimento
 
A importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaA importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaVilmar Nascimento
 
Como o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisComo o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisVilmar Nascimento
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosVilmar Nascimento
 
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoA família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoVilmar Nascimento
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoVilmar Nascimento
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorVilmar Nascimento
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeVilmar Nascimento
 
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaFrutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaVilmar Nascimento
 
Até que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusAté que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusVilmar Nascimento
 

Mais de Vilmar Nascimento (20)

Chama inextinguível
Chama inextinguívelChama inextinguível
Chama inextinguível
 
Discipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosDiscipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultos
 
Discipulado para crianças
Discipulado para criançasDiscipulado para crianças
Discipulado para crianças
 
Discipulado para crianças 2
Discipulado para crianças   2Discipulado para crianças   2
Discipulado para crianças 2
 
A importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaA importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igreja
 
Estudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntiosEstudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntios
 
Como o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisComo o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos pais
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
 
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoA família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
 
A ira de deus
A ira de deusA ira de deus
A ira de deus
 
Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
 
Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
 
Tentação e provação
Tentação e provaçãoTentação e provação
Tentação e provação
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
 
A centralidade da palavra
A centralidade da palavraA centralidade da palavra
A centralidade da palavra
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhor
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafe
 
Filipenses
FilipensesFilipenses
Filipenses
 
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaFrutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
 
Até que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusAté que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deus
 

A sexualidade dentro do casamento

  • 1. A SEXUALIDADE DENTRO DO CASAMENTO Texto: 1 Co 7.1-9
  • 2. INTRODUÇÃO: • O casamento é dádiva de Deus – Gn 2.24 • O sexo é dádiva de Deus – Gn 1.28 • O celibato é dádiva de Deus – Mt 19.11, 12 • O divórcio e a separação segundo a Palavra de Deus – Ml 2.16; Mt 19.3-12; 1 Co 7.10, 15
  • 3. • O abrasamento conjugal segundo a Palavra de Deus – 1 Co 7.9 • A base do casamento segundo a Palavra de Deus – Hb 13.4 • A procriação é dádiva de Deus – Sl 127.3-5
  • 4. 1 – O SEXO SÓ É PERMITIDO DENTRO DO CASAMENTO V.2 “Mas, por causa da impureza, cada um tenha a sua própria esposa e cada uma o seu próprio marido”. →Para evitar a impureza: “Mas, por causa da impureza, cada um tenha a sua própria esposa e cada uma o seu próprio marido”.
  • 5. • A palavra gr. para impureza é porneia, de onde deriva-se a palavra pornografia. Paulo usa aqui para designar em geral impureza sexual: fornicação, prostituição, adultério, etc. • Exemplos: Esaú – Hb 12.16 Homossexualismo – Rm 1.26, 27 Bestialidade – Lv 18.23 Amnon – 2 Sm 13.14, 15
  • 6. → Para evitar a promiscuidade: Pv 5.8: “Afasta o teu caminho da mulher adúltera, e não te aproximes da porta da sua casa, para que não dês a outrem a tua honra, nem teus anos a cruéis. Por que, filho meu, andarias cego pela estranha, e abraçarias o peito da outra?”
  • 7. Para a procriação da humanidade: Gn 1.27, 28: “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus os criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a...”
  • 8. 2 – O SEXO É UM DEVER DENTRO DO CASAMENTO V.3 “O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também semelhantemente a esposa ao seu marido”. A palavra gr. para “devido” é ofeilh, que significa dívida. Mt 6.12: “...perdoa as nossas dívidas”
  • 9. • Rm 4.4: “Ora, ao que trabalha, o salário não é considerado como favor, e, sim, como dívida” • Mt 18.34: “E, indignando-se, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que lhe pagasse toda a dívida”.
  • 10. • O sexo é um dever mútuo: v.3 – “O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também semelhantemente a esposa ao seu marido” v.4 – “A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e, sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e, sim, a mulher”
  • 11. •O sexo é um dever prazeroso: Pv 5.15, 18-19: “Beba a água da tua própria cisterna e das correntes do teu poço. Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade, corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias”.
  • 12. • Ct 7.1-3: "Os meneios dos teus quadris são como colares trabalhados por mãos de artista. O teu umbigo é taça redonda, a que não falta bebida, o teu ventre é monte de trigo, cercado por lírios, e os teus dois seios como duas crias gêmeas de uma gazela”
  • 13. • Ct 7.7, 8: “Esse teu porte é semelhante à palmeira, e os teus seios a seus cachos. Dizia eu: subirei a palmeira, pegarei os seus ramos. Sejam os teus seios como os cachos da vide, e o aroma da tua respiração o das maçãs”
  • 14. A ABSTINÊNCIA SEXUAL É PERMITIDA DENTRO DO CASAMENTO V.5 • “Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e novamente vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência”. • Algumas observações para a abstinência sexual:
  • 15. • Tem que ser em comum acordo “Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento” • Tem que ser por breve tempo “Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo” • Tem que ser com objetivo espiritual “...para vos dedicardes à oração...”
  • 16. •Tem que ser acompanhado de vigilância “...para que Satanás não vos tente por causa da incontinência” •Tem que ser para o fortalecimento conjugal “...e novamente vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência”
  • 17. CONCLUSÃO: • Ct 7.10: “Eu sou do meu amado, e ele tem saudades de mim. • Ct 1.2: “Beija-me com os beijos da tua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho”. • Ct 7.11: “Vem, ó meu amado, saiamos ao campo, passemos as noites nas aldeias” • Ct 7.6: “Quão formosa, e aprazível és, ó amor em delícias”