Quimica

8.573 visualizações

Publicada em

aula 01

Quimica

  1. 1. FACULDADE METAUNIÃO EDUCACIONAL META LTDA.Curso de Graduação em Biomedicina.QUÍMICA GERAL Prof.ª Valquíria Rigotti Farmacêutica Bioquímica
  2. 2. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina.EMENTA :Aulas teóricas: Aulas praticas:• Conceitos de química • Utilização do laboratório de• Estudo do Átomos, moléculas e Íons. química• Estrutura molecular. • Normas de segurança;• Estequiometria. • Materiais e técnicas de laboratório;• Tabela periódica. • Medição( As unidades SI; Massa e• Ligação e estrutura molecular. peso; Volume; Densidade ; .Escala• Ligações químicas. de temperaturas)• Radioatividade. • Preparação de soluções;• Fundamentos de Termoquímica. • Extrações;• Equilíbrios químico e iônico. • Solubilidade;• Fundamentos de eletroquímica. • Recristalização;• Fundamentos de cinética. • Cromatografia de papel;• Técnicas de análise química quantitativa. • Temperatura de fusão.
  3. 3. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBIBLIOGRAFIA BÁSICA:FELTRE, Ricardo. Fundamentos da Química: volume único. São Paulo: Moderna, 2001.FELTRE, Ricardo. Química geral: volume único. São Paulo: Moderna, 2000.ROMANELLI, LilavAteIzapovitz. Aprendendo química. Ijuí/RS: Unijui, 1997. J.D Lee. Química Inorgânica Concisa. 4 edição inglesa. Ed. Edgard Blucher Ltda.1996.BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:ALLINGER, Normam L., CAVA, Michael P. Química Orgânica. Rio de Janeiro: LivrosTécnicos e Científicos S.A., 1976.MORRISON, R. T. and BOYD, R. N. Química Orgânica, 8 ed., Lisboa. FundaçãoCaloustGulbenkian, 1996.BRADY, J. E. e HUMISTOM, G. E. Química Geral, 2 ed., Rio de Janeiro: Livros Técnicos eCientíficos S. A., 2002CHANG , Raymond . Química Geral- conceitos essenciais . Edição: McGraw-Hill, 1994
  4. 4. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaObjetivo da disciplina :A disciplina tem por objetivo identificar e caracterizar os princípios, leis e teorias daQuímica Geral. Entender a propriedade da materia e das trasnformações que ela sofre Elementos ecompostos são substâncias que participam das trasnformações química. Reconheçer propriedades físicas, que podem ser observadas sem que ocorra amudança de sua identidade, e suas propriedades químicas, que são observadas somentequando ocorrer modificações químicas. Ter uma visão geral da química e sua importância nas diversas modalidades eaplicabilidade.
  5. 5. Química GeralO que é química? Curso de Graduação em Biomedicina A QUÍMICA é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementosque a constituem, de suas características, de suas propriedades combinatórias, deprocessos de obtenção, de suas aplicações e de sua identificação. Para efeitos didáticos pode ser dividida em: química pura e química aplicada.1. QUÍMICA PURA corresponde ao estudo científico sem a preocupação de conclusõesde ordem pratica. A química pura pode ser dividida em: química geral, química descritiva equímica analítica.2. QUÍMICA APLICADA corresponde a aplicação dos conhecimentos científicos, isto é, aaplicação desses conhecimentos nas ciências e nas artes.
  6. 6. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina1. QUÍMICA PURA1.1 QUÍMICA GERAL é a parte da química que se preocupa em estudar os conceitosbásicos, isto é, leis, princípios e teorias que permitem caracterizar os fenômenosquímicos que ocorrem com as substâncias. Maneira pela qual os elementos se ligame reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estastransformações.
  7. 7. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina1. QUÍMICA PURA1.2. QUÍMICA DESCRITIVA é a parte da química que se preocupa em descrever assubstâncias, isto é, sua natureza e propriedades.1.3. QUÍMICA ANALÍTICA é a parte da química que estuda os métodos através dosquais é possível determinar quais os elementos e quanto de cada elemento existenuma substância
  8. 8. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina1.QUÍMICA PURA1.2. QUÍMICA DESCRITIVA descreve as substâncias, pode ser dividida em: químicainorgânica e química orgânica.1.2.1. QUÍMICA INORGÂNICA é a parte da química que se preocupa em estudar oselementos químicos e seus compostos, descreve as substâncias do reino mineral.1.2.2. QUÍMICA ORGÂNICA é a parte da química que se preocupa em estudar oscompostos hidrogenados do carbono, descreve as substâncias do reino animal evegetal.
  9. 9. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina1.QUÍMICA PURA1.3. QUÍMICA ANALÍTICA estuda os métodos para determinar quais os elementos equanto de cada elemento existe numa substância. Pode ser dividida em: química analíticaqualitativa e química analítica quantitativa.1.3.1. QUÍMICA ANALÍTICA QUALITATIVA preocupa-se em conhecer os elementos queexistem numa substância.1.3.2. QUÍMICA ANALÍTICA QUANTITATIVA preocupa-se em conhecer as quantidadesdos elementos que existem numa substância.
  10. 10. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina2. QUÍMICA APLICADA2.1. QUÍMICA NUCLEAR é a parte da química que estuda as reações entre os núcleose as propriedades das espécies nucleares resultantes.2.2. QUÍMICA TECNOLÓGICA é a parte da química que preocupa-se com a fabricaçãoe aplicação dos produtos químicos em alta escala. Dividida em: química tecnológicainorgânica, orgânica e nuclear.2.2.1.Tecnologia Inorgânica : fabricação e aplicação de produtos inorgânicos.2.2.2. Tecnologia Orgânica : fabricação e aplicação de produtos orgânicos.2.2.3. Tecnologia Nuclear : fabricação e aplicação de produtos radioativos.
  11. 11. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina2. QUÍMICA APLICADA2.3. QUÍMICA AGRÍCOLA : fabricação e aplicação de produtos destinados a agricultura.2.4. QUÍMICA BROMATOLÓGICA : fabricação aplicação e conservação de produtosalimentícios.2.5. QUÍMICA TOXICOLÓGICA : fabricação aplicação de produtos tóxicos.2.6. BIOQUÍMICA : estuda as reações químicas que ocorrem no organismo humano.2.7. RADIOQUÍMICA :estuda as origens, propriedades e aplicações das emissõesnaturais emitidas pelos núcleos dos átomos.FÍSICO QUÍMICA é a parte da química que estuda os fenômenos simultâneos, físicos equímicos e suas relações.
  12. 12. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaComo entender a química? A química é a ciência que trata das substâncias da natureza, doselementos que a constituem, de suas características, de suas propriedades, deprocessos de obtenção, de suas aplicações e de sua identificação. A melhor forma de entendermos a química é vivencia-la, sempre queprocurar explicações para o comportamento de um material ou, ao contrário, usaruma ideia para transformá-lo ou manipular suas propriedades - e com isso gerarmais conhecimento – isso é a química.
  13. 13. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina A química tenta responder às perguntas sobre a natureza da matéria.Percebemos de maneira intuitiva as transformações químicas e físicas. Somossensíveis aos fenômenos como a luz, o calor (temperatura), a distância, o tempo, aforça e quando uma combinação destes fenômenos age sobre a matéria, esta matériaé modificada de algum modo. O queijo quando transformado pela ação química do fungos, adquire sabor e odor diferenciado.
  14. 14. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaNÃO SE CONHECE COMPLETAMENTEUMA CIÊNCIA ENQUANTO NÃO SESOUBER DA SUA HISTÓRIA. AUGUSTE COMTE.
  15. 15. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA Dos tempos pré-históricos ao início da Era Cristã: A pré-história a chamada Idade da Pedra, quando os homens se utilizavamde objetos de pedra (machados, facas, etc.). Talvez por volta de 5000 a.C. os homensfabricaram os primeiros objetos de ouro e prata, materiais que na natureza já seencontram na forma metálica.
  16. 16. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA Por volta de 3000 a.C. na Mesopotâmia (hoje, Iraque), obteve-se o bronze(liga metálica de cobre e estanho), iniciando-se assim a chamada Idade do Bronze;com esse material se fabrica armas e utensílios domésticos mais leves e resistentes.Foram provavelmente os assírios, por volta de 1500 a.C. os primeiros a obter o ferro(Idade do Ferro), e com ele novas armas e utensílios foram produzidos. Criavam-seassim as técnicas metalúrgicas, isto é, os processos de se obterem e transformaremos metais e ligas metálicas, que são também processos químicos.
  17. 17. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA Por volta de 1400 a.C., os egípcios já haviam atingido um alto grau dedesenvolvimento. Trabalhavam com o ferro, o ouro, a prata e outros metais;fabricavam o vidro; produziam o papiro para a escrita; sabiam curtir o couro e extraircorantes, medicamentos e perfumes das plantas; fabricavam bebidas fermentadassemelhantes à cerveja, etc. Além de que, na conservação desuas múmias, os egípcios atingiram níveisde perfeição que são admirados até hoje.
  18. 18. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA A química era muito pouco conhecida, alguns elementos como o Ferro, Ouroe Cobre foram reconhecidos pelos filósofos gregos Tales e Aristóteles acreditavamque a Terra, Ar, Fogo e Água ( e uma quinta substância conhecida como“quintessência”, ou “éter”) eram os elementos básicos que compunham toda a matéria.
  19. 19. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA É importante observar que, apesar de por volta de 400 a.C. já seconhecerem muitos produtos químicos (óxidos de ferro, de cobre e de zinco, sulfatosde ferro e de cobre, etc.) e muitas técnicas de transformação química (fusão,dissolução, filtração, etc., por aquecimento com fogo direto, em banho-maria, etc.),não existiam explicações para esses fenômenos.
  20. 20. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA Os povos antigos se preocupavam mais com as práticas de produção dascoisas do que com a teoria ou com explicação dos porquês de as coisas acontecerem.Foram os filósofos gregos da Antigüidade os primeiros que se preocuparam com aexplicação dos fenômenos.
  21. 21. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICA Alquimia – Do início da Era Cristã à metadedo século XVII Período em que muitos alquimistas acreditaram que metais poderiam serconvertidos em ouro com a ajuda de uma “coisa” chamada “a pedra filosofal”. Esta “Pedra filosofal” nunca foi encontrada, mas muitas descobertas denovos elementos e compostos foram feitas durante este período. Este foi o primeiroperíodo da Iatroquímica.
  22. 22. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICAQuímica Tradicional – Da metade do século XVII ao meio do século XIX. Esta era marcou um período aonde os cientistas usaram o “métodomoderno” de testar teorias com experimentos. Joseph Priestly foi que provou que ooxigênio é essencial à combustão. O oxigênio e o hidrogênio foram descobertosdurante este período. O químico francês Antoine Laurent Lavoisier formulou a teoriaatualmente aceita sobre a combustão. Nos finais do século XVIII, Dalton, grandequímico inglês, introduz a Teoria Atômica da Matéria . A QUÍMICA CLÁSSICA surgiusomente no final do séc. XVIII com as LEIS PONDERAIS, criadas por LAVOISIER,PROUST E DALTON.
  23. 23. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaBREVE HISTÓRIA DA QUÍMICACRONOLOGIA450 a.C. - LeucipoA matéria pode se dividir em partículas cada vez menores.400 a.C. - DemócritoDenominação átomo para a menor partícula de matéria. Considerado o pai doatomismo grego.60 a.C. - LucrécioAutor do poema De Rerum Natura, através do qual foi consolidado o atomismo deDemócrito
  24. 24. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1661 - BoyleDefendeu o atomismo e deu o primeiro conceito de elemento com base experimental. 1808 - Dalton Primeiro modelo atômico com base experimental. O átomo é uma partícula maciça e indivisível. O modelo vingou até 1897.1834 - FaradayEstudo quantitativo de eletrólise, através do qual surgiu a idéia da eletricidadeassociada aos átomos.
  25. 25. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1859 -Primeiras experiências de descargas elétricas em gases a pressão reduzida (ao redorde 10 mmHg). Descoberta dos "raios" posteriormente chamados catódicos.1874 - StoneyAdmitiu que a eletricidade estava associada aos átomos em quantidades discretas.Primeira idéia de quantização da carga elétrica.1879 - CrookesPrimeiras experiências de descarga elétrica a alto vácuo.
  26. 26. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaPela metade do século XIX, havia aproximadamente 60 elementos conhecidos.Notou-se pela primeira vez que todos estes elementos eram similares em estrutura.Dmitri Mendeleev a publicou a primeira tabela periódica. O trabalho de Mendeleevestabeleceu a fundação da química teórica.Mendeleiev-grande contribuinte na elaboração da TP.
  27. 27. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaO trabalho de Mendeleev estabeleceu a fundação da química teórica.
  28. 28. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaOs químicos foram melhorando a tabela periódica com o passar do tempo moderna, aplicandonovos dados, como as descobertas de novos elementos ou um número mais preciso na massaatômica, e rearranjando os existentes, sempre em função dos conceitos originais.
  29. 29. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaTabela periodicaAntes de 1800 (36 elementos): descobertas da antiguidade, da Alquimia e dos primordiosda Quimica (descoberta do oxigenio).1800-1849 (+22 elementos): impulso das revoluções científica (Química como ciência) eIndustrial.1850-1899 (+27 elementos): época da classificação dos elementos e impulso daespectroscopia.1900-1949 (+13 elementos): impulso das teorias quânticas.1950-1999 (+15 elementos): época da bomba atômica e da Física de partículas.
  30. 30. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1886 - GoldsteinDescargas elétricas em gases a pressão reduzida com cátodo perfurado.Descoberta dos raios canais ou positivos.1891 - StoneyDeu o nome de elétron para a unidade de carga elétrica negativa.1895 - RöentgenDescoberta dos raios X.
  31. 31. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA Em 1896, Henri Becquerel e os Curies descobriram o fenômeno chamado de radioatividade, o que estabeleceu as fundações para a química nuclear.1897 - ThomsonDescargas elétricas em alto vácuo , levaram à descoberta do elétron. O átomoseria uma partícula maciça, mas não indivisível. Seria formado modelo do pudimde passas), com carga positiva, na qual estariam incrustados os elétrons .Determinação da relação carga/massa (e/m) do elétron.
  32. 32. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1898 - Casal CurieDescoberta dos elementos químicos polônioe do rádio. 1900 - Max Planck - A energia não seria emitida de modo contínuo, mas sim e pacotes. Teoria dos quanta (plural de quantum).
  33. 33. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1905 - Einstein - Teoria da relatividade. Relação entre massa e energia(e = mc2). Esclarecimento do efeito fotoelétrico. Denominaçãofóton para o quantum (“pacotes de energia”) de energia radiante.1909 - MillikanDeterminação da carga do elétron.1911 - RutherfordO átomo não é maciço nem indivisível. O átomo seria formado por um núcleo muito pequeno,com carga positiva, onde estaria concentrada praticamente toda a sua massa. Ao redor donúcleo ficariam os elétrons, neutralizando sua carga. Modelo comparado ao sistemaplanetário, onde o Sol seria o núcleo e os planetas seriam os elétrons.
  34. 34. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1913 - BohrModelo atômico fundamentado na teoria dos quanta e sustentado experimentalmentecom base na espectroscopia. Distribuição eletrônica em níveis de energia. Quandoum elétron do átomo recebe energia, ele salta para outro nível de maior energia,portanto mais distante do núcleo. Quando o elétron volta para o seu nível de energiaprimitivo (mais próximo do núcleo), ele cede a energia anteriormente recebida sobforma de uma onda eletromagnética (luz).1916 - SommerfeldModelo das órbitas elípticas para o elétron. Introdução dos subníveis de energia.1920 - RutherfordCaracterização do próton como sendo o núcleo do átomo de hidrogênio e a unidadede carga positiva. Previsão de existência do nêutron.
  35. 35. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCRONOLOGIA1924 - De BroglieModelo da partícula-onda para o elétron.1926 - HeisenbergPrincípio da incerteza.1927 - SchrödingerEquação de função de onda para o elétron.1932 - ChadwickDescoberta do nêutron.
  36. 36. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAISCLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAMATÉRIA: É tudo aquilo que, no universo, ocupa lugar no espaço.A matéria nem sempre é visível. O ar é um exemplo disso. União de vários átomos foram uma matériaSUBSTÂNCIA: Porção de matéria que tem um e somente um tipo de constituinte. SUBSTÂNCIA SIMPLES: Tipo de substância cujos constituintes têm um e somenteum tipo de componente, ou seja apresentam apenas um tipo de átomo que pode estaragrupado em moléculas ou isolado. Exemplos: Oxigênio (O2), Ozônio (O3), Hidrogênio(H2), Hélio (He). SUBSTÂNCIA COMPOSTA: Tipo de substância cujos constituintes têm mais de umtipo de componente.Exemplos: Metano (CH4), Gás carbônico (CO2), Amônia (NH3), Água(H20), Gás cianídrico (HCN).
  37. 37. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIASubstâncias Puras e Misturas
  38. 38. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAAs substâncias podem se unir e formar misturas de seus componentes.MisturasAs misturas são formadas por mais de uma substância e podem se classificar em:Misturas homogêneas: são as misturas que apresentam uma única fase. Exemplos: oar atmosférico é uma mistura homogênea de vários gases, dentre eles o gás nitrogênio(N2) e o gás oxigênio (O2). A mistura homogênea de etanol e água dá origem ao álcooletílico, que é usado como combustível de automóveis.Misturas heterogêneas: apresentam mais de uma fase. O aspecto visual de umamistura não se limita apenas à percepção a olho nu, mas requer a utilização deaparelhos ópticos como os microscópios.
  39. 39. QUÍMICA GERAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINACLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAEntendendo melhor as substâncias puras e misturas:• Se a matéria não é totalmente uniforme, então ela é uma mistura heterogênea.• Se a matéria é totalmente uniforme, ela é homogênea.• Se a matéria homogênea pode ser separada por meios físicos, então ela é uma mistura.• Se a matéria homogênea não pode ser separada por meios físicos, então ela é uma substância pura.• Se uma substância pura pode ser decomposta em outras substâncias mais simples por processos químicos comuns, então ela é um composto.
  40. 40. QUÍMICA GERAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINACLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIASEPARAÇÃO DE MISTURAS• As misturas podem ser separadas se suas propriedades físicas são diferentes.• Os sólidos podem ser separados dos líquidos através de filtração. Coletado em papel de filtro, e a solução, chamada de filtrado, passa pelo papel de filtro e é coletada em um frasco.• Misturas homogêneas podem ser separadas através de destilação. A destilação necessita que as diferentes substâncias tenham pontos de ebulição diferentes.• Basicamente, cada componente da mistura é fervido e coletado.• A fração com ponto de ebulição mais baixo é coletada primeiro.
  41. 41. QUÍMICA GERALCURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINAFILTRAÇÃO
  42. 42. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaLEI DA CONSERVAÇÃO DA MASSAEm uma reação química comum a matéria não é criada ou destruída.A soma das massas dos reagentes iguala as massas dos produtos.
  43. 43. QUÍMICA GERAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINACLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIACOMPOSTOSConstituída de moléculas idênticas formada por átomos de dois ou mais elementos.• A maioria dos elementos interagem para formar compostos.• As proporções de elementos em compostos são as mesmas, independentemente de como o composto foi formado.• Lei da Composição Constante (ou Lei das Proporções Definitivas): – A composição de um composto puro é sempre a mesma.
  44. 44. QUÍMICA GERAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINACLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAELEMENTOS• Se uma substância pura não pode ser decomposta em outras substâncias mais simples por processos químicos comuns, então ela é um elemento. Os elementos são a base de constituição da matéria.• A crosta terrestre consiste de 5 elementos principais.• O corpo humano consiste basicamente de 3 elementos principais.• Existem 114 elementos conhecidos.• Os símbolos químicos com uma letra têm esta letra maiúscula (por exemplo, H,C, N, etc.)• Os símbolos químicos com duas letras têm apenas a primeira letra maiúscula (por exemplo, He, Be, etc).
  45. 45. QUÍMICA GERAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINACLASSIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIA ELEMENTOS
  46. 46. Matéria Composição fixa e definida ? Não Sim Mistura Substância pura (homogênia) Pode ser quimicamente Propriedades variam através subdividida em substâncias da amostra? mais simples? Não Sim Sim Não Heterogênea Ex: areia/ água Elemento Ex: hidrogênio H2,Homogênea Oxigênio O2 CompostoEx: solução aquosa de sal de cozinha Ex: CO2, NH3, Na Cl
  47. 47. Matéria NaCl Mistura Separação por Substâncias puras Métodos FísicosNa Cl + H2O H2 O Separação por Métodos Químicos Compostos Elemento Na Cl H2 O Na, Cl2, H2, O2
  48. 48. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaMÉTODO CIENTÍFICOExperimentoResultadosHípótese Experimentos adicionais Refina a hipóteseTeoria  Experimentos para testar a teoria  Refinamento da teoria.
  49. 49. QUÍMICA GERAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS1) As transformações físicas não resultam em uma alteração na composiçãodas substâncias. Átomos não se rearranjam.2) Geralmente fáceis de reverter.3) Nenhuma energia é produzida pela substânciaExemplo: fusão, ebulição
  50. 50. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaTRANSFORMAÇÕES FÍSICAS1) Átomos sofrem rearranjos.2) Ambas as propriedades físicas e químicas se modificam3) Mudanças não são reversíveis sem outra reação.4) Energia é frequentemente produzida ou absorvida
  51. 51. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaPROPRIEDADES FÍSICASão características de um material que pode ser observado sem modificação das substânciaspresentes; Ex: Densidade, cor, ponto de ebulição.• As propriedades físicas intensivas não dependem da quantidade de substância presente.Exemplos: densidade, temperatura e ponto de fusão.• As propriedades físicas extensivas dependem da quantidade de substância presente.Exemplos: massa, volume e pressão.
  52. 52. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaPROPRIEDADES QUÍMICASReatividade químicaREAÇÃO QUÍMICA• Reagentes sofrem mudança resultando os produtos Sacarose carbono + água reagente produtos
  53. 53. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAMATÉRIA: É tudo aquilo que, no universo, ocupa lugar no espaço.SUBSTÂNCIA: Porção de matéria que tem um e somente um tipo de constituinte.SUBSTÂNCIA SIMPLES: Tipo de substância cujos constituintes têm um e somente umtipo de componente.SUBSTÂNCIA COMPOSTA: Tipo de substância cujos constituintes têm mais de um tipode componente.
  54. 54. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAMETAIS: Tipo de substância simples cujos constituintes são os próprios componentes einteragem entre si não-direcionalmente.AMETAIS: Tipo de substância simples cujos constituintes podem ou não ser os próprioscomponentes e estes interagem entre si direcionalmente.
  55. 55. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAGASES NOBRES: Tipo de substância simples cujos constituintes são os próprioscomponentes e não interagem entre si.COMPOSTOS IÔNICOS: Tipo de substância composta cujos componentes ou grupo decomponentes apresentam cargas elétricas.
  56. 56. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIACOMPOSTOS METÁLICOS: Tipo de substância composta cujos componentes não apresentamcarga elétrica e interagem entre si não-direcionalmente.COMPOSTOS COVALENTES: Tipo de substância composta cujos componentes ou grupo decomponentes não apresentam carga elétrica e interagem entre si direcionalmente.
  57. 57. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAAGREGADO: Tipo de material heterogêneo cuja multiformidade é constatada através deinstrumentos de baixa resolução.COLÓIDE: Tipo de material heterogêneo cuja multiformidade é constatada apenasatravés de instrumentos de alta resolução.
  58. 58. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIACONSTITUINTE: Conjunto de átomos que caracteriza uma substância particular.CONSTITUINTE MOLECULAR: Tipo de constituinte que, na substância, tem existênciaindependente.CONSTITUINTE AMOLECULAR: Tipo de constituinte que, na substância, éindistinguível, sendo definido por uma relação mínima entre átomos e/ou grupos deátomos.
  59. 59. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIACONSTITUINTE AMOLECULAR IÔNICO: Tipo de constituinte amolecular no qual háátomos e/ou grupo(s) de átomos positivamente carregados e átomos e/ou grupo(s) deátomos negativamente carregados.CONSTITUINTE AMOLECULAR NÃO-IÔNICO: Tipo de constituinte a molecular no qualcada átomo é eletricamente neutro.
  60. 60. Química Geral Curso de Graduação em BiomedicinaCONCEITOS ESSENCIAIS RELATIVOS À CLASSIFICAÇÃO ECONSTITUIÇÃO DA MATÉRIAÁTOMO: Entidade do constituinte formada por um núcleo positivamente carregado euma eletrosfera negativamente carregada.ELEMENTO QUÍMICO: Tipo de átomo caracterizado por um número atômico específico.NUCLÍDEO: Tipo de um dado elemento químico caracterizado por um número de massaespecífico.
  61. 61. Química Geral Curso de Graduação em Biomedicina Graças aos avanços da tecnologia e da sociedade só foram possíveis graças àcontribuição da química. Por exemplo, medicina, em que os medicamentos e métodos detratamento tem prolongado a vida de muitas pessoas; no desenvolvimentos da agricultura; na produção de combustível mais potentes e renoveis; na industrias; entre outros aspectos extremamente importantes.

×