Didática 2

565 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
565
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Didática 2

  1. 1. Trabalho da disciplina de Didática da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  2. 2. RELAÇÕES ECOLÓGICAS
  3. 3. Introdução • A palavra Ecologia tem origem no grego “oikos", que significa casa, e "logos", estudo. Seu significado seria o estudo da casa, ou do lugar onde se vive. Foi o cientista alemão Ernst Haeckel, em 1869, quem primeiro usou este termo para designar o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente em que vivem. Ernest Haeckel
  4. 4. O que é? • São as interações mantidas entre os seres vivos na natureza. Podem ser consideradas harmônicas (positivas) ou desarmônicas (negativas) para uma ou ambas as partes. • Outra classificação a respeito dessas interações é referente ao grupo que participa. Quando as interações ocorrem dentro da mesma espécie recebe o nome de intraespecífica, quando entre espécies diferentes interespecífica.
  5. 5. Por que acontece? • Os seres vivos estão em constante interação, motivados por diferentes fatores como: busca por água e alimento, proteção, sobrevivência, reprodução.
  6. 6. Como acontece? • As interações são consideradas harmônicas quando ocorre o benefício mútuo de ambas espécies ou o benefício de uma parte sem gerar prejuízo para a outra parte. Já nas interações desarmônicas necessariamente o benefício de um indivíduo se dá a partir do prejuízo do outro.
  7. 7. Relações Intraespecíficas Harmônicas • Sociedades acontecem entre indivíduos da mesma espécie, organizados de modo cooperativo, sem estar ligados anatomicamente. Existe hierarquia, divisão de funções para cada membro, gerando indivíduos especialistas que podem possuir diferenças anatômicas. Diferenças anatômicas nas abelhas Diferenças anatômicas nas formigas
  8. 8. • Colônias são agrupamentos de vários indivíduos da mesma espécie, apresentando um alto grau de dependência entre si, com divisão do trabalho quando os organismos possuem formas e funções diferentes (Colônias heteromorfas). E sem divisão quando os organismos possuem as mesmas formas e funções (Colônias isomorfas). Colônia heteromorfas de caravelas Colônia isomorfa de corais
  9. 9. Relações Interespecíficas Harmônicas • Simbiose ou mutualismo é uma relação entre espécies diferentes aonde ambos são beneficiados, aonde um indivíduo depende do outro para sobreviver. Um exemplo são os cupins e a triconinfa. Os cupins garantem alimento e residência aos protozoários e os protozoários permitem a digestão da celulose. Associação entre fungos e raízes das árvores Cupim
  10. 10. • Protocooperação é uma relação entre indivíduos de espécies diferentes que apesar de ambas se beneficiarem são capazes de sobreviverem independentemente, sem ocorrência prejuízos. Pássaro-palito e jacaré Paguro e anênoma do mar
  11. 11. • Inquilinismo ou Epibiose é uma associação aonde uma espécie se beneficia sem provocar prejuízos a outra. A espécie beneficiada obtém abrigo ou suporte no corpo da espécie hospedeira (ou inquilina). Planta no tronco de uma árvore Peixe palhaço e anêmona do mar
  12. 12. • Comensalismo é uma associação aonde um indivíduo se aproveita dos restos alimentares dou outro, sem prejudicá-lo.O indivíduo que aproveita o alimento recebe o nome de comensal enquanto que o que fornece é o anfitrião. Tubarão e rêmora
  13. 13. Relações intraespecíficas desarmônicas • A competição pode acontecer entre indivíduos da mesma espécie (por reprodução, território e etc.) ou entre espécie diferentes (por alimento, água e etc.). Abutre e hiena Animais da mesma espécie competindo
  14. 14. • Canibalismo é uma relação aonde indivíduos da mesma espécie se alimentam de outros seres da mesma espécie. Louva-a-deus se alimentando de outro louva-a-deus Jacaré se alimentando de outro jacaré
  15. 15. Relações interespecíficas desarmônicas • Amensalismo ou antibiose é uma relação aonde uma população de uma espécie produz uma substância que inibe ou impede o desenvolvimento de uma população de outra espécie. Bactérias e fungo penicilina Maré vermelha, acúmulo de algas vermelhas
  16. 16. • Predação é uma relação aonde um indivíduo que recebe o nome de predador, captura outro indivíduo que recebe o, nome de presa, a fim de se alimentar. Tubarão capturando uma foca Leão capturando um filhote de zebra
  17. 17. • Herbivorismo é uma relação aonde um animal (herbívoro ou onívoro) se alimenta de uma planta. Girafa se alimentando de uma árvore Panda se alimentando de bambu
  18. 18. • Parasitismo é uma relação aonde um indivíduo, chamado parasita se instala no interior (endoparasita) ou na superfície (hectoparasita) do outro indivíduo, chamado hospedeiro, e a sua alimentação causa prejuízos no hospedeiro. Endoparasita Hectoparasita
  19. 19. • Sinfilia ou esclavagismo é uma relação onde um ser vivo se aproveita das atividades, do trabalho ou de produtos produzidos por outros seres vivos. Pode acontecer entre indivíduos da mesma espécie diferentes. Formigas escravizando pulgões Macho alfa e fêmeas subordinadas
  20. 20. Resumo
  21. 21. Conclusão • As interações são de extrema importância já que colaboram para a manutenção do ecossistema, através do controle de populações por exemplo. • Estas interações contribuem para o estabelecimento das espécies, sejam as que se associam obtendo mais benefícios ou as que são selecionadas pela sobrevivência, fazendo com que se perpetue animais mais capacitados seja para captura da presa, fuga e etc.
  22. 22. Referências • http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe wyYAB/nas-comunidades-bioticas-dentro- ecossistema-encontram • http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/ ecologia/ecologia-5.php • https://pt.wikipedia.org/wiki/Rela %C3%A7%C3%A3o_ecol%C3%B3gica • http://www.biomania.com.br/bio/conteudo. asp?cod=1262

×