Prévia do seminário

195 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prévia do seminário

  1. 1. Disciplina: Educação AmbientalDocente: Fernanda BrandoDiscentes: Vanessa Elisa Pinheiro Fernanda Meneguzzo Beneduzi
  2. 2. “TUDO É ÁGUA” Afirmação de Tales de Mileto, filósofo da antiga Grécia do século VI a.C.. É considerada a primeira frase filosófica do Ocidente.
  3. 3. Água e Vida:A maior parte da massa dos seres vivos é água. • Homem e camundongo: 65% • Elefante e espiga de milho: 70% • Tomate: 95%
  4. 4. Água e Vida: Todas as funções orgânicas (digestão, circulação do sangue, respiração, excreção urinária, transpiração, etc.) exigem a renovação rápida da água contida nas células ou nos líquidos intercelulares. A água dissolve os nutrientes e o oxigênio e os leva a todas as partes do organismo de plantas e animais, também dissolve e transporta o gás carbônico. Todos os processos químicos nos organismos só podem ocorrer em uma solução aquosa, como a transformação dos nutrientes em energia. Reprodução: O sêmen animal é uma substância aquosa, o útero materno contêm água e o feto desenvolve-se primeiramente num meio aquoso.
  5. 5. O homem e a água: Um homem sobrevive mais de um mês sem alimento, no entanto apenas dois ou três dias sem água. Ocorre óbito caso perca cerca de 20% de seu conteúdo normal de água.
  6. 6. Distribuição da água no planeta Terra:
  7. 7. Águas Brasileiras:O Brasil detém 8% de toda a reserva de água docedisponível no mundo, sendo que: 80% encontram-se na região Amazônica 20% circunscritos ao abastecimento do restante do território brasileiro que concentra 95% da população.
  8. 8. Água e Sociedade: As primeiras grandes civilizações surgiram nos valesde grandes rios: vale do Nilo no Egito, vale do Tigre-Eufrates na Mesopotâmia, vale do Indo no Paquistão, vale do Rio Amarelo na China. Todas essas civilizações construíram grandes sistemasde irrigação, tornaram o solo produtivo e prosperaram. Masdesmoronaram quando o abastecimento de água se extinguiuou foi mal aproveitado.
  9. 9. Uso da água na nossa sociedade: Existem várias formas de consumo nas quais se utiliza a água, dentre os principais: . o consumo humano ou doméstico – 8% . o consumo agrícola – 69% . o consumo industrial – 23%
  10. 10. Uso doméstico: A água para consumohumano ou doméstico seutiliza na alimentação, o asseiopessoal e na limpeza da casa edos utensílios ou roupas, nalavagem de automóveis e nairrigação de jardins. Oconsumo médio da água é maisou menos de 120 litros diáriospor pessoa. http://www.google.com.br/imgres?q=USO+ DA+%C3%81GUA&hl=pt
  11. 11. Uso doméstico – Qualidade da água
  12. 12. Uso doméstico – Qualidade da água
  13. 13. Uso Agrícola: A atividade agrícola é uma grande consumidora de água. Se considera que no mundo se utiliza quase 70% da água dos rios, lagos e aqüíferos, razão pela qual seu potencial desperdício é um dos mais graves. Irrigação excessiva leva à salinização dos solos, dificultando o processo de osmose dos vegetais na absorção de água e nutrientes.
  14. 14. Uso Agrícola: Cana-de-açúcar Para a produção de uma tonelada de cana-de-açúcar, consome-se 600 toneladas de água na irrigação IDEC (2007). São utilizados 500 litros de água por alqueire para a aplicação de agrotóxicos. Na produção de açúcar são precisos 500 litros de água para obtenção de 1kg de açúcar (IPEF,2003).
  15. 15. Uso Industrial:• A atividade industrial é uma grande consumidora, especialmente nos países desenvolvidos, onde chegam a utilizar entre a metade e 3/4 de toda a água extraída, em comparação com a média mundial que chega somente a 1/4 .• Aço – gasta-se 300 toneladas de água para produzir 1 tonelada deste metal. http://pt.photaki.com/picture-a- abundancia-de-agua-na-industria- quimica_195861.htm,
  16. 16. Geração de Energia World Energy Council – 1996
  17. 17. Geração de EnergiaA energia hidrelétrica é a energia que vemdo movimento das águas, usando opotencial hidráulico de um rio e os Alagamentos dedesníveis naturais (queda da água) ou grandes áreasartificiais. Essa energia é a segunda maiorfonte de eletricidade do mundo. Perda deConstroem-se represas que reprimem o biodiversidadecurso da água, fazendo com que ela seacumule em um reservatório denominado animal e vegetalbarragem. Liberação de CO2A energia hidrelétrica apresenta certos devido aproblemas decomposição dos vegetais Atrapalha a piracema
  18. 18. Poluição: Abrange vários processos alteradores da qualidadeda água, como contaminações bacteriológica equímica, eutrofização e assoreamento.
  19. 19. Esgoto doméstico: Contaminação bacteriológica - estima-se que 80% das moléstias e mais de um terço dos óbitos em países em desenvolvimento sejam causados pelo consumo de água contaminada. • Eutrofização:Aumento as Aumento do Aumenta o processoconcentração de fitoplancton de decomposição enutrientes diminui a concentração de oxigênio Mortalidade de animais e vegetais
  20. 20. Agrotóxicos e fertilizantes: Agrotóxicos - Efeito de bio-acumulação na cadeia alimentar. A toxina Bt (cultivos transgênicos) foi encontrada no sangue humano (adultos) e em fetos. Fertilizantes - incrementam o processo de eutrofização e contribuem para a salinização do solo.
  21. 21. Agrotóxicos no Brasil: o Brasil consome 3,2 kg/ha de agrotóxicos por ano (SINDAG, 2006). Cada brasileiro consome, em média, 5l de agrotóxicos por ano.
  22. 22. Rejeitos industriais: Mercúrio (Hg) – indústrias e garimpo de ouro – efeito acumulativo, lipossolúvel, neurotóxico, inibe a síntese proteica e atividade enzimática. As indústrias liberam grandes quantidades deóxidos de nitrogênio, carbono e enxofre naatmosfera gerando, em composição com a umidade doar, a formação de ácidos.
  23. 23. Água emRibeirão Preto:
  24. 24. Abastecimento de água: 99,9% da população é servida de água encanada. Toda a água consumida e distribuída pelo Daerp vem do Aqüífero Guarani. Para retirá-la de profundidades de mais de 200 metros, são perfurados poços artesianos. Há 103 poços artesianos em funcionamento, sendo responsáveis pela captação de 14.050 m³ de água por hora. A esta água adiciona-se cloro e flúor logo após a sua retirada dos poços. A água é conduzida por tubulações aos reservatórios, de onde é distribuída para as redes de abastecimento até chegar às residências.
  25. 25. Aquífero Guaraní: Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai. É totalmente descontínuo e com várias compartimentações e contem extensas áreas com águas de péssima qualidade, variando de salobras a salgadas. Região de recarga apresenta infiltração natural. Microbacia do Córrego do Espraiado, com 4.131 ha e predominância da cana-de-açúcar. Compactação do solo e contaminação por agrotóxicos.
  26. 26. Tratamento do esgoto: A Coleta de Esgoto atende 98% dos moradores de Ribeirão Preto. Até 2000 apenas 2% do esgoto do município era tratado nas duas lagoas de tratamento de Bonfim Paulista. O restante era lançado in natura no Rio Pardo. Em outubro de 2000, entrou em funcionamento a Estação de Tratamento de Esgotos Caiçara, atendendo cerca de 14% da população urbana. A Estação de Tratamento de Esgotos Ribeirão Preto já pronta, tem capacidade para tratar os 84% restantes do esgoto coletado na cidade.
  27. 27. Água e eventos http://www.google.com.br/imgres?q=%C3%A1gua+e+EFEITO+ ESTUFA&um=1&hl=pt- naturaishttp://www.google.com.br/imgres?q=%C3%A1gua+e+TSUNAMI&um=1
  28. 28. Tsunamis São formados quando o fundodo mar sofre uma deformaçãosúbita, deslocando verticalmente amassa de água. Propagam-se a altasvelocidades e podem percorrerdistâncias transoceânicas sem grandeperda de energia. Uma tsunami pode causarestragos a milhares de quilómetros de http://www.google.com.br/imgres?q=%C3%A1gua+e+TSUNdistância da sua origem. AMIS&um=1&hl=pt-
  29. 29. Enchentes Empobrecimento do solo Deslocamento da fauna Mortalidade de vegetais Propagação de doenças Perdas econômicas
  30. 30. Secas Mortalidade de animais e vegetais Maior risco de ocorrência de incêndios florestais Perdas na agricultura
  31. 31. Segundo a ONU (2007) até 2025, se osatuais padrões de consumo se mantiverem,duas em cada três pessoas no mundo vãosofrer escassez moderada ou grave de água.
  32. 32. Referências bibliográficas:• Bruni, J. C., (1993) A água e a vida. Revista de Sociologia, USP. São Paulo. 5: 53- 65.• Gandolfo, M. A. et al, Demanda de água atual e futura nas aplicações de agroquímicos.• Hamada, E. et al. Aptidão agrícola na área de recarga do Aquífero Guaraní: Caso da Bacia Hidrográfica do Córrego do Espraiado, Ribeirão Preto – SP. (2006) Engenharia Ambiental – Espírito Santo do Pinhal, v. 3, n. 1, p 62 – 71• Machado, J.L.F., A verdadeira face do aquífero Guarani: mitos e fatos. II Simpósio de Hidrogeologia do Sudeste.• Moraes, D. S. L. e Jordão B. Q., Degradação de recursos hídricos e seus efeitos sobre a saúde humana. (2002). Ver. Saúde Públicav. 36, n3, p 370 – 374.• http://www.agua.bio.br/• http://www.mp.go.gov.br/portalweb/hp/9/docs/agrotoxicos_-_aspectos_juridicos.pdf• http://www.amaranthus.esalq.usp.br/prob_agrotox.htm• http://www.ana.gov.br/SalaImprensa/anexos/A_ANA_Qualidade_da_Agua.pdf• http://www.mundovestibular.com.br/articles/4677/1/TSUNAMIS/Paacutegina1.html• http://www.daerp.com.br

×