Artigo vanilde figueiredo

158 visualizações

Publicada em

A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA – O papel da EAD na qualificação de profissionais atuantes no mercado de trabalho.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo vanilde figueiredo

  1. 1. A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA – O papel da EAD na qualificação de profissionais atuantes no mercado de trabalho. Ricardo Versiane Ribeiro ricardoversianeribeiro@hotmail.com Vanilde Figueiredo vanildefigueiredo@yahoo.com.br Instituto Federal do Norte de Minas Gerais RESUMO Esse trabalho visa apontar as possibilidades que os profissionais têm com os cursos EAD, as modalidades de estudos em cursos de graduação, pós-graduação, cursos técnicos e também os cursos de curta duração, nesta ferramenta se constitui um sistema adequado para os profissionais que atuam no mercado de trabalho, que por esse motivo precisam organizar o seu tempo, com essa nova possibilidade garantindo uma qualificação. Sistemas educacionais tradicionais, muitas vezes mostram-se incapazes de atenderem uma população em crescente expansão, não somente no crescimento educacional, como também no crescimento e mobilidades sociais, O sistema EAD, coloca-se então como método, técnica e recurso à disposição da população para que possam adquirir conhecimentos e qualificação em qualquer nível. Dessa forma, esperamos que o diagnóstico desse trabalho permita além de identificar os profissionais, verificar a existência de interesses no reaproveitamento do profissional em seu local de trabalho. Palavras chave: qualificação; educação; EAD; ensino e aprendizado. INTRODUÇÃO A educação a distância- EAD, tem ganhado destaque, no Brasil a popularização a tecnologia proporcionou o aprimoramento dessa modalidade, dando mais oportunidades de estudo a diversos alunos em lugares diferentes. Podemos definir a Educação a Distância como 1
  2. 2. uma evolução na educação, pois dessa maneira o ensino pode chegar a todos e em tempo hábil. Podemos capacitar e ensinar várias pessoas ao mesmo tempo com o mesmo professor. Mill (2004). Educação a Distância é uma modalidade de ensino, onde o aluno, o professor e o tutor utilizam o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), podendo as aulas serem virtuais ou semipresenciais. Na EAD o discente e o docente estão separados fisicamente no espaço ou no tempo, mas podendo estar juntos através das TCI’s (tecnologias de comunicação), Mill (2004). A Educação a Distância tem um grande instrumento que serve de aliado no que diz respeito ao desenvolvimento estudantil do aluno e a comunicação entre o corpo discente e o docente, que é o Ambiente Virtual de Aprendizagem. O AVA é um softwares via internet utilizado para atividades voltados para a educação virtual, é um ambiente virtual onde encontramos tecnologias de informação e comunicação, onde os professores, tutores e alunos podem se comunicar e trocar informações, podendo ser esta comunicação síncrona e/ou assíncrona. “Art. 1o Para os fins deste Decreto, caracteriza-se a educação a distância como modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. Decreto n5622 de 19 de dezembro 2005 Nesta modalidade de ensino o aluno pode fazer seu próprio ritmo de trabalho, se organizando em cronogramas e planejamentos elaborados pelo próprio aluno. O aluno tem acesso às aulas onde estiver e a qualquer hora, desde que possa acessar a internet, além das aulas virtuais, encontramos também no AVA material extra, orientações sobre as atividades a serem desenvolvidas, recados, explicações, plano de ensino, plano de curso e outros elementos que norteiam a aprendizagem do aluno. Ao utilizar o AVA o usuário deve ter um mínimo de noção de informática, para saber utilizar algumas das opções que estão disponíveis para uma melhor aprendizagem. Pois, se o usuário não tiver uma noção de informática e de interação virtual poderá ficar perdido neste ambiente, não o utilizando adequadamente. Com relação ao perfil do aluno da Educação a Distância buscamos enfatizar mais naqueles que já possui sua carreira profissional e que estão sempre buscando se qualificar para o mercado de trabalho, seja com um curso técnico, tecnólogo, graduação, pós-graduação como mestrados e outros. Diante desse contexto, a pesquisa realizada tem como foco discutir o papel da educação à distância na qualificação de profissionais atuantes no mercado de trabalho. Sob 2
  3. 3. essa ótica, especificamente, iremos analisar as possibilidades, as limitações e a relevância da EAD para o ensino e capacitação desses profissionais. A realizar-se inicialmente depois de estabelecido e delimitado o tema, formulado o problema, as questões norteadoras e a consulta bibliográfica, tendo uma pesquisa básica com objetivo exploratório, foi analisado o conteúdo a ser utilizado sendo este de natureza qualitativa. Dessa forma, podemos chegar às informações desejadas em que se evidência que a maioria dos alunos que frequentam os cursos de educação a Distância, estudam ou trabalham, tendo que conciliar a vida profissional com a acadêmica, porém podendo fazer isso em sua casa e não em uma faculdade ou escolas técnicas. DESENVOLVIMENTO QUAL A IMPORTÂNCIA DA EAD? Como sabemos para a realização qualquer curso é necessária muita dedicação, não somente do aluno, como dos professores, das instituições, enfim de todos os envolvidos ativamente ou não de todo processo, nos cursos em EAD não seria diferente também, principalmente na parte de aprendizagem virtual, pois o AVA é a principal ferramenta de estudo desses alunos, mesmo tendo o auxilio do material impresso, lembrando que a EAD traz para o aluno a rapidez e agilidade da informação. Basta observamos por esse lado, no curso presencial em sua grande maioria acaba por se ater apenas a sala de aula, oferecendo atividades extra sala, porém ai fica reduzido uma agilidade de discussão imediata que se pode obter nos cursos em EAD, devido o feedback que existe até mesmo em tempo real. Por outro lado, não se enganem com os cursos a distância, pois eles requerem que o aluno adapte seus horários, que organize uma rotina diária para a realização das atividades e pesquisas, como existe um cronograma semestral ou anual nos cursos presenciais, assim também é nos cursos à distância, principalmente nos dias atuais, em que a cada dia é necessário um aperfeiçoamento profissional diante de qualquer profissão. O qual necessita de 3
  4. 4. flexibilidade de horários para a realização desses aperfeiçoamentos e planejamento de toda a sua rotina diária. A mescla de cursos virtuais e presenciais são propostas pedagógicas importantes e necessárias dentro do processo de ensino aprendizagem, pois, oferecem mais instrumentos para nortear, envolver e despertar o interesse do aluno. Sendo assim, diante de toda dificuldade de horários, e até mesmo o mundo virtual que nos rodeia, a EAD se faz necessária e se torna mais uma ferramenta para o aluno, para lidar com questões diferentes e de aperfeiçoamento dentro de sua rotina. “Porém, sempre levando em conta que para tal é necessário uma rotina de estudo, dedicação e força de vontade para tornar um curso de EAD um instrumento de crescimento profissional”. (SILVA, 2014) A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NOS DIAS DE HOJE: Por ser um banco imenso de informações a internet é uma ferramenta valiosa para o sistema educacional e tem se tornado mais acessível e presente no nosso cotidiano, desse modo indispensável no processo de aprendizagem, de acordo com o senso (2010) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, o computador os lares entre 2000 e 2010: passou de 10,6% para 38,3% dos domicílios (ou 21,9 milhões). Em 2010, um terço das residências (ou 17,6 milhões) estava conectada. (DIÁRIO DE PERNAMBUCO, 2012). Segundo informação do Censo EaD.br de 2010 da Associação Brasileira de Ensino a Distância – ABED, o número total de alunos que cursaram no ano de 2009 modalidades a distância foi de 2.597.357 estudantes, divididos entre 2793 cursos que representavam instituições credenciadas, s livres e cursos corporativos. (AMORIM, 2012). A modalidade de ensino a distancia vem ganhando espaço principalmente devido a popularização da banda larga (conexão de internet que permite ao usuário navegar em alta velocidade). “Com a perspectiva de dobrar o número de alunos em cinco anos, o ensino a distância no Brasil aparece como alternativa que oferece flexibilidade aos estudantes e margens maiores para as companhias de educação, que investem em novos polos e cursos, como educação física e engenharia”. (SHINCARIOL, 2014) 4
  5. 5. Para Amorim (2012 apud Fredric Litto,2011), podemos destacar como positivo na Educação a Distância a possibilidade de interação entre pessoas incapacitadas de frequentarem instituições convencionais. Neste cenário, a EAD amplia as possibilidades, dando ao aluno um leque de escolhas como curso, dias e horário que lhe atenda, gera economia, pois além dos cursos serem mais acessíveis financeiramente, o custo de deslocamento é menor. “O preço da mensalidade, que chega a ser até quatro vezes mais barato do que um curso presencial, aliada ao crescimento da classe C e aos 15 milhões de adultos entre 25 e 30 anos que ainda não possuem curso superior no Brasil são os principais pilares para a expansão do EAD no país”. (SHINCARIOL, 2014). Contudo, é fundamental que o aluno tenha disciplina para dedicar-se aos estudos, e mantenha a interatividade entre tutor e entre os participantes (conforme o curso), desta maneira será possível o desenvolvimento de competências através da interação e, portanto, a difusão de conhecimento. QUEM SÃO OS ALUNOS QUE MAIS BUSCAM OS CURSOS EM EAD: Na busca por qualificação e diante de um mercado cada vez mais exigente e competitivo, as pessoas vêm aderindo cada vez mais os cursos livres gratuitos. Sobre o perfil do aluno que busca os cursos EAD, afirma Tavares (2013) Normalmente, são adultos, com ou sem uma profissão anterior estabelecida, mas que buscam uma formação mais sólida. São pessoas que possuem capacidade de autogerenciamento, já que os contatos com o tutor e os colegas são mais virtuais. “Não há como definir o motivo pelo qual as pessoas procuram os cursos em EAD, mas é notável que as causas tenham mudado com o passar do tempo e atualmente muitos escolham a modalidade à distância, não só pela comodidade, mas por se identificarem com a forma de como os cursos são aplicados, com a possibilidade de gerir o seu próprio tempo e de realizar o estudo no momento e ocasião mais oportunos o que isso facilita e muito no aprendizado na vida dessas pessoas”. (TORTORETTE, 2010) A média de idade do aluno EAD é sete anos maior em relação ao estudante de cursos presenciais. Enquanto o primeiro representa média de 33 anos, o segundo representa média de 5
  6. 6. faixa etária de 26 anos, de acordo com o Censo do Ensino Superior do MEC. Sendo que nesse número aparecem as mulheres com idade de 30 anos que trabalham. No entanto, outro dado chama atenção: entre 2011 e 2012, o número de homens entre os alunos de EAD cresceu mais do que o número de mulheres. Em 2011, os homens representavam 43% dos alunos de cursos autorizados e livres, e 52% nos corporativos, em 2011. Em 2012, esses números subiram para 45%e56%, respectivamente conforme Martins (2013). Podemos confirmar em pesquisas e até mesmo nos trabalhos dos tutores com relação ao perfil do aluno de EAD, primeiro que aqueles que permanecem nos cursos até o final são pessoas com uma idade superior a 30 anos e que dividem seu tempo entre o estudo e o trabalho, encontreis relatos em pesquisas e pode ver isso na prática que hoje muitos jovens estão sendo adeptos aos cursos na modalidade em EAD, isso devido ao MEC aprovar e reconhecer muitos cursos hoje na modalidade de ensino. Para Ivete, isso explica, em parte, o aumento da oferta de cursos livres. Em 2010, 74,4% das matrículas de EAD foram feita em cursos livres, que também são os mais oferecidos. De 9.376 cursos de EAD no Brasil em 2012, 7.520 (80,2%) eram livres. (MARTINS, 2013). Para se diferenciar no mercado de trabalho ou para alavancar a carreira profissional é fundamental a qualificação profissional, os cursos a distância são uma ótima opção, pois são mais fáceis de adaptação a rotina de trabalhadores, estudantes, além disso, evita o deslocamento até os grandes centros o que diminui significante o custo. PARCERIAS NA EAD Os cursos à distância não eram bem recebidos pelas empresas e até mesmo as pessoas tinham certa desconfiança em testá-los pela ausência do contato presencial muitas pessoas tinham em mente que isso era uma forma de ensino irregular, sem aprovação do MEC, que seria maneiras de calotes por parte das instituições, por ser tudo online não passava certa confiança e crédito, e essa nova configuração de aprendizado ainda era muito atual e também não tínhamos uma segurança com a internet, sendo assim ficava evidente também a falta de resultados que comprovassem sua eficiência. Nesse sentido, Silva destaca que: 6
  7. 7. “Há pelo menos dez anos, as empresas não percebiam positivamente, a educação a distancia, pois havia uma crença de que o aluno a distancia pouco aprendia quando estudava mediatizado por um computador, ou seja, ultra valorizava-se o ensino presencial e entendia-se que a EAD era apenas um subproduto educacional, obviamente muito inferior” (SILVA, 2013) Atualmente o empregador já reconhece o aluno que estuda virtualmente como detentor de habilidades importantes para o mercado de trabalho como disciplina flexibilidade, domínio tecnológico e propriedade na escrita e na leitura. Com o objetivo de fortalecer a educação não presencial o Brasil conta com a Universidade Aberta do Brasil – UAB, um projeto da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) que destina verbas de âmbito federal para o fomento ao Ensino a Distância. Além disso, temos o Sistema S que é o termo que define o conjunto de organizações das entidades corporativas voltadas para o treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica, que além de terem seu nome iniciado com a letra S, têm raízes comuns e características organizacionais similares (Senac, Sesi, Sebrae, Sesc) também investe para democratizar e ampliar o aprendizado e é um conjunto de instituições de interesse do mercado profissional. Nos dias de hoje, temos muitas empresas que possuem parcerias com instituições de ensino de educação á distância para capacitarem seus alunos, seja com cursos de pós- graduação, graduação, tecnólogos, também cursos de curtas durações, capacitações e aperfeiçoamento. Assim dessa maneira a empresa vai moldando o funcionário a maneira da empresa, valorizando esse profissional, permitindo que ele possa crescer e estar atualizado ao mercado de trabalho, podendo desempenhar ainda mais o seu papel em um altíssimo nível. Como sabemos, existem várias modalidades de cursos oferecidas por diversas instituições de ensino, que já disponibilizam certificados de conclusão que podem ser impressos pelos profissionais, e, além disso, o custo benefício acaba sendo muito menor do que o oferecido pelos treinamentos convencionais, que precisa de uma estrutura, aparelhos, locomoção e outros itens a mais que acaba ficando inviável, ainda mais no mundo que vivemos atualmente que busca reduzir gastos. Seja presencial ou a distancia, é fundamental que o aluno saiba administrar o tempo e que tenha recursos para aprender e desenvolver suas competências exigidas em cada curso. Segundo o PORTAL BRASIL (2013): “No período 2011-2012, as matrículas cresceram 3,1% nos cursos presenciais e 12,2% nos cursos a distância. Os cursos à distância já contam com uma participação 7
  8. 8. superior a 15% na matrícula de graduação. Os cursos a distância possibilitam a oportunidade de aprendizado nas melhores universidades do mundo como Havard, Mit, Stanford e Princeton e as brasileiras UNB- Universidade de Brasília, PUC – RJ Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, UNICAMP -Universidade Estadual de Campinas, FGV -Fundação Getulio Vargas, UNESP Universidade Estadual Paulista, UFF- Universidade Federal Fluminense”. (PORTAL BRASIL, 2013) A grande variedade de cursos permite que ao aluno analise as ofertas e escolha a que melhor se encaixe na sua rotina e que contribua para a formação, diante disso é fundamental que o tutor saiba acolher e criar um ambiente de interação entre os participantes e que saiba conduzir o processo de ensino aprendizagem com a adoção de valores construtivos. POR QUE FAZER UM CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL EAD? Menor custo para o aluno: como bem sabemos, é claro que todas as regras possui suas exceções, os cursos online são mais em conta do que os cursos presenciais, além da própria economia diretamente relacionada ao curso, economia de tempo e dinheiro com deslocamento, refeições e uma série de outros aspectos pertinentes; Permanência do aluno no seu ambiente familiar e profissional: Permite que o aluno possa estudar em um ambiente mais favorável a si mesmo, aonde ele se sinta mais confortável, que ele possa se locomover descansar sua mente e voltar recarregado para continuar seus estudos, lembrando que para isso ele necessita de organização, não é necessário abandonar seu trabalho sempre conciliando com os estudos. Autonomia para o aluno: Permite que o próprio aluno faça sua grade curricular voltado para o cronograma do curso, diferente do presencial, em que a própria instituição entrega a grande e o aluno precisa segui-la corretamente. Conforto sem constrangimentos: No curso presencial, é perceptível que o número de pessoas que perguntam sobre o conteúdo é muito pequeno, dado o medo de se expor. No curso online, esse problema já não existe, pois a pessoa está protegida pelo anonimato da tela do computador e se sente muito mais a vontade para questionar; Cada um pode estudar no seu próprio ritmo: O aluno pode adequar seus estudos em função de suas atividades e agenda, da forma que melhor lhe convir, porém lembrando que todos devem seguir o cronograma do curso e com os prazos de postagem de suas atividades no AVA. 8
  9. 9. Combinação entre estudo e trabalho: Como vivemos em uma era digital e mesmo com o material impresso, hoje o aluno se organizando, ele pode estudar durante seus intervalos no trabalho, assim dessa maneira podendo participar de um chat, fórum ou até mesmo na postagem de uma atividade mais simples que ele tenha já feito e aguardando apenas sua postagem, lembrando também que ele possa vivenciar algo em seu trabalho que seja relacionado a algum tema e ele repassar aquilo ao ambiente virtual. Materiais de didáticos já incluindo no preço: Muitas instituições de ensino oferecem aos alunos o próprio material impresso no curso, assim o aluno fica isento de gastos com compra desse tipo de material, tendo apenas que buscar mais informações nas pesquisas realizadas na internet. Um aumento maior no circulo de colegas de estudos: Na EAD, podemos notar que em uma sala de aula, temos variados tipos de pessoas, de várias partes do Brasil, com costumes diferentes, sem contar outros pontos importantes, que isso aumenta e enriquece ainda mais o aprendizado de nossos alunos, diferente do que seria no ensino presencial, que ao finalizar, muitos se separam e ponto final, na EAD eles já vive um contato rotineiro e isso pode permanecer sempre nas redes sociais. CONCLUSÃO A educação a distancia é uma modalidade de ensino em amplo crescimento e aprimoramento, sendo cada vez mais presente no cenário educacional, demonstrando não apenas situações de vantagem em relação ao ensino convencional, mas assume o papel de responder as exigências do mundo do trabalho em termos de qualificações e competências sendo uma alternativa de democratização da educação. Afirma Pauzeiro (2014) "Esse é um movimento sem volta. Não há como pensar em evolução na educação sem que a gente fale em estar dentro de um ambiente online, interativo e com múltiplas possibilidades de ensino". Com boas perspectivas para os próximos anos, as instituições de ensino investem na modalidade, pois ela amplia suas fronteiras oferecendo e desenvolvendo competências valiosas como autonomia e autodisciplina. 9
  10. 10. ABSTRACT This paper aims to point out the possibilities that professionals have with the ODL courses, the learning opportunities for undergraduate, graduate, technical courses and also short courses, this tool is is an appropriate system for professionals working in the labor market, which therefore they need to organize your time with this new possibility ensuring qualification. Traditional educational systems often show themselves unable to meet a population becoming increasingly widespread, not only in the educational growth, as well as on growth and social mobility, the EAD system is placed so as method, technique and resource available to the public so that they can acquire knowledge and skills at any level. Thus, we expect the diagnosis of this work allows and identify professionals, verify the existence of any interest in the reuse of the professional in your workplace. Keywords: qualification; education; distance education ; teaching and learning. REFERÊNCIAS AMORIM, Marisa Fasura de. A importância do ensino à distancia na educação profissional. REVISTA APRENDIZAGEM EM EAD – Ano 2012 Vol I – Taquatinga – DF outubro 2012. Disponível em<http://portalrevistas.ucb.br/index.php/raead/article/viewFile/3218/2232> Acessado em 20/06/2015 MARTINS, Andréia. Maioria dos alunos de EAD é mulher tem até 30 anos e trabalha. Disponível em <http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/10/10/mulheres-com-ate-30-anos-e- que-trabalham-sao-maioria-dos-estudantes-de-ead.htm> Acesso 04/06/2015. MILL, D.; FIDALGO, F. Estudo sobre as relações de saber em educação a distancia virtual. Perspectiva (Erexim), Florianopólis, v.22, 2004. PAUZEIRO, Julio Cezar. O futuro da Ead. Disponível em http://www.grupont.com.br/visualizacao-de- noticias/-/journal_content/56_INSTANCE_KMlaziJ2LACB/10180/232750 Acessado em 04/06/2015 10
  11. 11. REFERENCIAIS DE QUALIDADE PARA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTANCIA. Disponível em http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf Acesso 04/06/2015. SILVA, Liliam. Reveja seus preconceitos em relação á educação a distancia. Disponível em <http://www.educacao-a-distancia.com/reveja-seus-preconceitos-em-relacao-a-educacao- a-distancia/ > - Acessado em 25/06/2015. SILVA, Mayla A dos Santos. A importância da EAD nos dias atuais. Disponível em< http://smpedagogiaufes.blogspot.com.br/2014_10_01_archive.html> Acessado em 02/0/2015 SHINCARIOL, Juliana da Reuters. Ensino a distancia no Brasil pode dobrar em 5 anos. Disponível em <http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/ensino-a-distancia-no-brasil-pode- dobrar-em-5-anos> Acessado em 22/06/2015. TAVARES, Tatiana Conheça o perfil do aluno que busca a modalidade de educação a distancia. Disponível em: <http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2013/06/conheca-o- perfil-de-aluno-que-busca-a-modalidade-de-educacao-a-distancia-4158455.html> Acessado em 20/06/2015. TORTORETTE, Maiara, A evolução do ensino a distancia 2010. Disponível em: <http://www.catho.com.br/carreira-sucesso/noticias/tendencias/a-evolucao-do-ensino-a- distancia> Acessado 22/06/2015. Um terço das residências tem computador com acesso a internet. Diário de Pernambuco. Disponível em: <http://www.old.pernambuco.com/ultimas/nota.asp? materia=20120427143531>. Acessado em 22/06/2015 11

×