•
•
•
•
•

INTRODUÇÃO;
PRINCIPAIS FONTES DE POLUIÇÃO;
CONSEQUÊNCIAS;
MARÉS NEGRAS- O QUE SÃO ? ;
CASO PORTUGUÊS .
• Com este trabalho pretendemos avaliar as causas e
consequências que levam aos problemas nos oceanos,
muitos das catástro...
•
•
•
•
•
•
•

Esgotos urbanos/industriais;
Despejo de resíduos nucleares;
Despejo de esgotos em alto mar;
Efluentes da ce...
• Provoca doenças tais como: hepatite, febre…
• Marés negras;
• Morte de espécies aquáticas e mamíferos
marinhos(golfinhos...
• São a consequência de um derrame de petróleo por um
petroleiro, ou por lavagem de tanques. Quando existe
derrame, o mar ...
• O petróleo não se dissolve e flutua à superfície;
• Impede o desenvolvimento de várias espécies;
• As aves e mamíferos s...
•

13 de Novembro de 2002
O petroleiro "Prestige", seguindo da Letónia para Gibraltar, começa a derramar fuelóleo ao
largo...
•

•

•

•

19 de Dezembro 1989
O petroleiro iraniano "Kharg-5" derrama 27 mil toneladas de crude ao largo da costa
marroq...
Porto Santo - Madeira
• Deu-se a 16 de janeiro de 1990;
• Maré negra provocada pelo NT Aragón atingiu as costas
do Porto Santo atingindo princip...
• Desde logo foram accionados os meios disponíveis,
transportado desde Lisboa centenas de bidões vazios
para recolha do cr...
oceanos - problemas ambientais
oceanos - problemas ambientais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

oceanos - problemas ambientais

601 visualizações

Publicada em

Geografia_9.ano

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

oceanos - problemas ambientais

  1. 1. • • • • • INTRODUÇÃO; PRINCIPAIS FONTES DE POLUIÇÃO; CONSEQUÊNCIAS; MARÉS NEGRAS- O QUE SÃO ? ; CASO PORTUGUÊS .
  2. 2. • Com este trabalho pretendemos avaliar as causas e consequências que levam aos problemas nos oceanos, muitos das catástrofes visionadas no mundo.
  3. 3. • • • • • • • Esgotos urbanos/industriais; Despejo de resíduos nucleares; Despejo de esgotos em alto mar; Efluentes da centrais nucleares; Fugas em refinarias de petróleo; Acidentes de petroleiros e lavagem de tanques; Agro- químicos usados na agricultura.
  4. 4. • Provoca doenças tais como: hepatite, febre… • Marés negras; • Morte de espécies aquáticas e mamíferos marinhos(golfinhos, aves marinhas e moluscos); • Morte de plantas marinhas; • Torna as praias impróprias a banhos.
  5. 5. • São a consequência de um derrame de petróleo por um petroleiro, ou por lavagem de tanques. Quando existe derrame, o mar fica impregnado de petróleo.
  6. 6. • O petróleo não se dissolve e flutua à superfície; • Impede o desenvolvimento de várias espécies; • As aves e mamíferos são afectados ficam incapacitados de movimentações; • Mortes por ingestão de petróleo; • As penas das aves ficam permeáveis impedindo as de voar o que leva ao afogamento.
  7. 7. • 13 de Novembro de 2002 O petroleiro "Prestige", seguindo da Letónia para Gibraltar, começa a derramar fuelóleo ao largo da costa da Galiza. Na manhã do dia 19 afunda-se a cerca de 200 quilómetros de Espanha. 295 quilómetros de praias galegas são contaminadas por 4 mil toneladas de combustível e a pesca é proibida ao longo de 100 km. • 12 de Dezembro de 1999 O petroleiro "Erika" quebra-se em dois frente às costas da Bretanha francesa, derramando 20 mil toneladas de fuelóleo, 400 quilómetros do litoral francês foram afectados. • 15 de Fevereiro de 1996 O petroleiro de bandeira liberiana "Sea Empress" encalha na costa do País de Gales, derramando 70 mil toneladas de crude. Mais de 25 mil aves marinhas morreram no acidente. • 11 de Abril 1991 O petroleiro cipriota "Haven", contendo 140 mil toneladas de petróleo, explode no Mediterrâneo, ao largo da costa de Génova, Itália. Começa a afundar-se e, em dois dias, 30 mil toneladas de petróleo correm para as águas do Mediterrâneo. No dia 14 de Abril, afunda-se totalmente, sem se partir, evitando assim aquilo que poderia ser a mais séria
  8. 8. • • • • 19 de Dezembro 1989 O petroleiro iraniano "Kharg-5" derrama 27 mil toneladas de crude ao largo da costa marroquina. 30 de Dezembro de 1989 Derrame de 25 mil toneladas de crude, provocando uma "maré negra" na ilha de Porto Santo, Madeira. O crude foi derramado pelo petroleiro espanhol "Aragón". A mancha a cem milhas da ilha chegou a Porto Santo pouco degradada, devido ao mar calmo. 14 de Julho 1989 O petroleiro "Marão", de origem portuguesa, derrama cerca de seis mil toneladas de crude que poluem a costa alentejana, nos concelhos de Sines e Odemira. 24 de Março de 1989 Pouco depois da meia-noite, o petroleiro "Exxon Valdez" encalha num recife, derramando 40 mil toneladas de crude no estreito Prince William, no Alasca. A embarcação tinha acabado de sair do terminal do oleoduto do Alasca, em Valdez, com 220 mil toneladas de crude a bordo. 250 quilómetros quadrados de gelos árticos, de acesso muito difícil, foram afectados. Um ano depois, tinham sido recolhidos 34.400 cadáveres de aves, mil de lontras e 151 de águias-calvas.
  9. 9. Porto Santo - Madeira
  10. 10. • Deu-se a 16 de janeiro de 1990; • Maré negra provocada pelo NT Aragón atingiu as costas do Porto Santo atingindo principalmente a costa leste, havendo pequenas manchas de crude que encalharam na praia e na costa norte.
  11. 11. • Desde logo foram accionados os meios disponíveis, transportado desde Lisboa centenas de bidões vazios para recolha do crude, assim como outro equipamento. Mais tarde a seguradora do Aragón contratou a "TCA Tank Cleaning Amsterdam" para limpeza e transporte para fora da ilha de todos os resíduos.

×