B1 diversidade na biosfera

572 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
572
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

B1 diversidade na biosfera

  1. 1. A vida e os seres vivosA vida e os seres vivos Diversidade na biosferaDiversidade na biosfera Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  2. 2. BiosferaBiosfera  Subsistema terrestre – fina camada da Terra que incluiSubsistema terrestre – fina camada da Terra que inclui todas as formas de vida e respetivos ambientes (9000mtodas as formas de vida e respetivos ambientes (9000m acima do nível do mar até 11000m abaixo desse nível).acima do nível do mar até 11000m abaixo desse nível). Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  3. 3. BiodiversidadeBiodiversidade ouou diversidade biológicadiversidade biológica é a diversidade da natureza viva.é a diversidade da natureza viva. Desde 1986, o termo e conceito têm sido amplamente divulgados e usadosDesde 1986, o termo e conceito têm sido amplamente divulgados e usados entre biólogos, ambientalistas, líderes políticos e cidadãos informados noentre biólogos, ambientalistas, líderes políticos e cidadãos informados no mundo todo. Este uso coincidiu com o aumento da preocupação com amundo todo. Este uso coincidiu com o aumento da preocupação com a extinção, observado nas últimas décadas do Século XX.extinção, observado nas últimas décadas do Século XX. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  4. 4. BiodiversidadeBiodiversidade Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  5. 5. A espécie humana depende da BiodiversidadeA espécie humana depende da Biodiversidade para a sua sobrevivênciapara a sua sobrevivência..  Floresta húmida –Floresta húmida – Nova GuinéNova Guiné  ExcelentesExcelentes exemplos deexemplos de biodiversidadebiodiversidade (maior nas zonas(maior nas zonas tropicais do quetropicais do que nas temperadas)nas temperadas) Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  6. 6. Diversidade ecológicaDiversidade ecológica  Diversidade de comunidades nos diferentesDiversidade de comunidades nos diferentes ecossistemasecossistemas Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  7. 7. Diversidade ecológicaDiversidade ecológica  comunidade/biocenosecomunidade/biocenose-- conjunto de seres vivos ddeconjunto de seres vivos dde espécies diferentes queespécies diferentes que vivem num ecossistemavivem num ecossistema  ecossistemaecossistema- conjunto das- conjunto das comunidades que vivem ecomunidades que vivem e interagem em determinadainteragem em determinada região e pelos fatoresregião e pelos fatores abióticos que atuam sobreabióticos que atuam sobre essas comunidadesessas comunidades Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  8. 8.  Todas as comunidades vivem em inter-relação com o seuTodas as comunidades vivem em inter-relação com o seu biótopo (meio físico – fatores abióticos) e mostrambiótopo (meio físico – fatores abióticos) e mostram relações entre os seres vivos (fatores bióticos).relações entre os seres vivos (fatores bióticos).  Pág. 9Pág. 9 Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  9. 9. Diversidade de espéciesDiversidade de espécies  Variedade entreVariedade entre espécies encontradasespécies encontradas nos diferentes habitats.nos diferentes habitats.  As espécies funcionamAs espécies funcionam e organizam-se,e organizam-se, migram, colonizam...migram, colonizam... Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  10. 10. Diversidade genéticaDiversidade genética  Variedade genéticaVariedade genética dentro e entredentro e entre populaçõespopulações pertencentes àpertencentes à mesma espécie.mesma espécie.  Tentilhões das IlhasTentilhões das Ilhas GalápagosGalápagos Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  11. 11.  Diversidade de pombosDiversidade de pombos  Diversidade na espécieDiversidade na espécie humanahumana Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  12. 12. biodiversidadebiodiversidade é o conjunto das interações entreé o conjunto das interações entre diversidade de espécies, diversidade genética e adiversidade de espécies, diversidade genética e a diversidade dos sistemas ecológicos.diversidade dos sistemas ecológicos. Castri e Younés 1995Castri e Younés 1995  Diversidade ecológicaDiversidade ecológica  Diversidade das espéciesDiversidade das espécies  Diversidade genéticaDiversidade genética Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  13. 13. Biodiversidade = diversidade de espéciesBiodiversidade = diversidade de espécies (geralmente)(geralmente) Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  14. 14. conceito de espécieconceito de espécie  conjunto de indivíduosconjunto de indivíduos morfologicamentemorfologicamente semelhantes, que podemsemelhantes, que podem cruzar-se entre sicruzar-se entre si originando umaoriginando uma descendência fértil.descendência fértil. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  15. 15. conceito de espécieconceito de espécie  macho/mulamacho/mula (descendente de um(descendente de um cavalo e uma burracavalo e uma burra ou de uma égua eou de uma égua e um burro)um burro)  estéreisestéreis  cavalocavalo Equus caballusEquus caballus  burroburro Equus asinusEquus asinus Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  16. 16. conceito de espécieconceito de espécie  porco x javaliporco x javali  zebra x cavalozebra x cavalo  lince x servallince x serval Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  17. 17. Organização BiológicaOrganização Biológica  BiosferaBiosfera  EcossistemaEcossistema  ComunidadeComunidade  PopulaçãoPopulação  OrganismoOrganismo  Sistema de órgãosSistema de órgãos  ÓrgãoÓrgão  TecidoTecido  CélulaCélula  OrganeloOrganelo  MoléculaMolécula  A diversidade da vida pode ser organizada em váriosA diversidade da vida pode ser organizada em vários níveis (desde a escala global até à microscópica)níveis (desde a escala global até à microscópica) Pág 13 Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  18. 18. Cadeia alimentar/tróficaCadeia alimentar/trófica  Fluxo de energia na cadeia alimentarFluxo de energia na cadeia alimentarDireitos reservados a Cristina Pedrosa
  19. 19.  Fluxo de matériaFluxo de matéria na cadeia alimentarna cadeia alimentar Cadeia alimentar/tróficaCadeia alimentar/trófica Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  20. 20.  Fluxo de energia unidirecional, toda a energia que entra no ecossistema se perde sob a forma de calorFluxo de energia unidirecional, toda a energia que entra no ecossistema se perde sob a forma de calor  Fluxo de matéria cíclico, toda a matéria é reutilizável.Fluxo de matéria cíclico, toda a matéria é reutilizável. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  21. 21. Pirâmide ecológica dePirâmide ecológica de energiaenergia Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  22. 22. Pirâmide ecológica dePirâmide ecológica de biomassabiomassa  Durante 1 ano são necessárias 8t de alfafa paraDurante 1 ano são necessárias 8t de alfafa para alimentar 1t de bezerros que no mesmo tempoalimentar 1t de bezerros que no mesmo tempo sustentam 1 adolescente de 47kg.sustentam 1 adolescente de 47kg. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  23. 23. pirâmide ecológica depirâmide ecológica de númerosnúmeros Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  24. 24. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  25. 25. Teia/rede alimentarTeia/rede alimentar  A maior parte dos organismos dispõem de várias fontes deA maior parte dos organismos dispõem de várias fontes de alimento e podem constituir eles próprios uma fonte dealimento e podem constituir eles próprios uma fonte de alimento para diferentes organismos.alimento para diferentes organismos.  Produtores?Produtores?  Consumidor deConsumidor de 2ªordem?2ªordem?  Níveis tróficos daNíveis tróficos da raposa?raposa?  ...... Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  26. 26. Pág.15 Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  27. 27. O ser humano é atualmente o principal responsávelO ser humano é atualmente o principal responsável Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  28. 28.  identificar as açõesidentificar as ações antrópicasantrópicas Ação antrópica Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  29. 29. Espécies em perigo de extinçãoEspécies em perigo de extinção Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  30. 30. Lista Vermelha da IUCNLista Vermelha da IUCN  A Lista Vermelha obedece a critérios precisos, para avaliar os riscos de extinção deA Lista Vermelha obedece a critérios precisos, para avaliar os riscos de extinção de milhares das espécies e subespécies, pertinentes a todas as espécies e em todas as regiõesmilhares das espécies e subespécies, pertinentes a todas as espécies e em todas as regiões do mundo, com o objetivo de informar sobre a urgência das medidas de conservação parado mundo, com o objetivo de informar sobre a urgência das medidas de conservação para o público e legisladores, assim como ajuda a comunidade internacional na tentativa deo público e legisladores, assim como ajuda a comunidade internacional na tentativa de reduzir as extinçõesreduzir as extinções  Percentagem de espécies de diferentes grupos consideradas como em perigo crítico      ,Percentagem de espécies de diferentes grupos consideradas como em perigo crítico      , em perigo      , ou vulneráveis      , na Lista Vermelha da IUCN em 2007.em perigo      , ou vulneráveis      , na Lista Vermelha da IUCN em 2007. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  31. 31. Conservação das espécies.Conservação das espécies. Porquê?Porquê?  lazer; saúde mental e físicalazer; saúde mental e física Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  32. 32. Conservação das espécies.Conservação das espécies. Porquê?Porquê?  fármacos, cura de doençasfármacos, cura de doenças malária/quinino Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  33. 33. Conservação das espécies.Conservação das espécies. Porquê?Porquê?  alimentaçãoalimentação Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  34. 34. Conservação das espécies.Conservação das espécies. Porquê?Porquê?  produtos resiníferosprodutos resiníferos Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  35. 35. Conservação das espécies.Conservação das espécies. Que fazer?Que fazer?  Investigação das espécies e ecossistemasInvestigação das espécies e ecossistemas  Estudo dos impactos ambientaisEstudo dos impactos ambientais  Criação de zonas protegidasCriação de zonas protegidas  Implementação de estratégias de preservaçãoImplementação de estratégias de preservação  Educação científica/ecológicaEducação científica/ecológica  Apoiar as organizações nacionais e internacionaisApoiar as organizações nacionais e internacionais Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  36. 36. Conservar as espécies.Conservar as espécies. E tu?E tu?  Denunciar situações ilegaisDenunciar situações ilegais  Ter comportamentos “verdes”Ter comportamentos “verdes”  Conhecer problemas ecológicosConhecer problemas ecológicos  Agir nas situações problemáticasAgir nas situações problemáticas  Conhecer, apoiar associações de defesa do ambienteConhecer, apoiar associações de defesa do ambiente  Estudar a BiosferaEstudar a Biosfera  e...e... Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  37. 37. Direitos reservados a Cristina Pedrosa
  38. 38. pg 16 e 17pg 16 e 17 Direitos reservados a Cristina Pedrosa

×