SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
•     O Marketing Mix, pode ser definido como a combinação de elementos variáveis que compõe as atividades de Marketing. O composto de Marketing é conhecido
      internacionalmente como “Os 4 Ps do Marketing”.
•     Kotler define o composto de Marketing como “o conjunto de ferramentas que a empresa usa para atingir seus objetivos de marketing no mercado alvo
•     Produto: Diferentes tipos de Design; Características: Diferenciais com a concorrência; Marca; Especificações; Política de Garantia; Embalagem.
•     Preço: Financiamentos; Condições de Pagamento; Prazo médio; Número de Prestações; Descontos; Crediário.
•     Promoção: Propaganda; Publicidade; Relações Públicas; Trade Marketing; Promoções.
•     Praça(Ponto-deVenda): Lojas; Canais de distribuição; Logística; Armazenamento; Distribuição
•     Os 4 A’s de Richers
Análise: é a fase de identificação de Forças do Mercado:Política; Sociedade; Legislação; Tecnologia; Concorrência.
Adaptação: é a fase de adaptação dos Produtos ou Serviços às necessidades levantadas na Fase de Análise.
Ativação: é a fase de concretizar os planos.
Avaliação: é a fase de análise dos esforços dispendidos e das forças e fraquezas organizacionais.
4 Cs                                                           4 Ps
Necessidades e Desejos do Consumidor                           Produtos



Custo para satisfazer o Consumidor                             Preço

Conveniência para comprar                                      Praça

Comunicação                                                    Promoção
•    Valor para o cliente
  Os clientes comprarão da empresa que segundo a percepção deles, oferece o maior valor.
•    Valor entregue ao cliente é a diferença entre o valor total para o cliente e o custo total para o cliente. O valor total para o cliente é o conjunto de benefícios que os
     clientes esperam de um determinado produto ou serviço. O custo total para o cliente é o conjunto de custos em que os consumidores esperam incorrer para avaliar,
     utilizar e descartar um produto ou serviço.
•    A satisfação do comprador após a realização da compra depende do desempenho da oferta em relação às expectativas do comprador.
•    Satisfação consiste na sensação de prazer ou desapontamento resultante da comparação do desempenho (ou resultado) percebido de um produto em relação às
     expectativas do comprador.
•    Um alto grau de satisfação ou encantamento cria um vínculo emocional com a marca, não apenas uma preferência racional. O resultado é um alto grau de fidelidade
     do cliente.
•    Os clientes formam suas expectativas com base em experiências anteriores em compras,conselhos de amigos e colegas e informações e promessas de profissionais de
     marketing e de concorrentes.
•    Se os profissionais de marketing estabelecerem expectativas muito altas, provavelmente os compradores ficarão desapontados, por outro lado, se essas forem muito
     baixas, não atrairão compradores suficientes, embora satisfaça aqueles que efetivamente comprarem
•    A decisão do cliente de permanecer fiel ou rejeitar é a soma de muitos encontros com a empresa. Para que todos esses encontros resultem em fidelidade do cliente, as
     empresas terão que criar “experiência de marca para o clientes”
•    Essas experiências terão que ser motivadoras e cumpridas pela empresa, mesmo se forem pequenos detalhes.
•    Satisfação do cliente>Sensação de prazer ou desapontamento após a comparação do desempenho ou resultado percebido de um produto em relação às expectativas do
     comprador.
c Clientes parcialmente satisfeitos trocam de fornecedor com facilidade quando surge uma melhor oferta.



c                                                                                                   > Quanto maior o nível de satisfação maior será o grau de fidelidade do
cliente, garantindo assim o seu retorno e a conquista de novos clientes.
•      Ferramentas para acompanhar e medir a satisfação de clientes.
•      Sistema de reclamações e sugestões –uma empresa centrada no cliente facilita o recebimento de reclamações e sugestões.
•      Pesquisa de satisfação dos clientes –estudos mostram que, embora os clientes fiquem insatisfeitos com uma a cada quatro compras, menos de 5% dos clientes
       insatisfeitos reclamam. A maioria dos clientes simplesmente passam a comprar menos ou mudam de fornecedor.
•      Algumas empresas pró-ativas, medem constantemente o nível de satisfação dos clientes, mas junto medem também o nível de intenção de recompra.
•      Compras simuladas –as empresas podem contratar pessoas para se passarem por compradores potenciais, a fim de relatar pontos fortes e fracos vivenciados na compra
       de produtos da empresa e dos concorrentes.
    Uma variação disso consiste em os gerentes telefonarem para sua empresa com perguntas e reclamações para verificar como os telefonemas são atendidos.
•      Análise de clientes perdidos –as empresas devem contatar clientes que deixaram de comprar ou que tenham mudado para outro fornecedor a fim de medir porque isso
       aconteceu.

     MARKETING DE RELACIONAMENTO
•     Marketing de relacionamento é um processo contínuo de identificação e criação de novos valores com clientes individuais e o compartilhamento de seus benefícios
      durante uma vida toda de parceria .
•     Hoje as empresas têm que estudar muito bem o mercado, e principalmente seu público alvo, para poder atender da melhor forma suas necessidades. O marketing de
      relacionamento apresenta o conceito de intangibilidade de um produto ou serviço e trabalha bastante com a área subjetiva da mente do consumidor, lutando para que
      ele realmente se torne leal à sua marca.
•     Umaempresaqueocupeaposiçãonúmeroumhoje,nãotemgarantiaalgumadeseranúmeroumamanhã.
•     Oconhecimentodamarcapelomercadonãoémaissuficienteparalevarumaempresaaosucesso.Asatitudes,nãoaspalavras,fazemascoisasacontecerem.Umaprovadissoéquetod
      osnósconhecemosmuitosprodutoseserviçosquejamaispensaríamosemcomprar.
Produto:équalquercoisaquepossaseroferecidaaomercadoparasatisfazerumanecessidadeoudesejo.
Emgeralapalavraprodutoleva-
nosaimaginarobjetosfísicos,comomargarina,dentifrício,motocicletaeautomóveis.Masoconceitodeprodutoseestendeaqualquercoisacapazdesatisfazerumanecessidade.
•    Por isso, os administradores de marketing especificam o conceito como bens e serviçospara designar os produtos físicos tangíveis e os intangíveis.
•    Os produtos comercializados incluem bens físicos, serviços, experiências, eventos, pessoas, lugares, propriedades, organizações, informações e idéias
    Bens
•    Bens tangíveis ou produtos constituem a maior parte do esforço de produção e marketing da maioria dos países.

•      Serviços
À medida que as economias evoluem, uma proporção cada vez maior de suas atividades se concentra no produção de serviços.
Entre os serviços estão aqueles prestados por empresas aéreas, hotéis, locadoras de automóveis, barbeiros, pessoas de manutenção por reparo, canil, assim como
profissionais que trabalham em uma empresa ou para ela, como contadores, advogados, engenheiros, programadores de softwares e consultores gerenciais.
O serviço é algo intangível, entretanto, em um nível mais tangível estaria um restaurante fast-food, onde o cliente adquire tanto um produto quanto um serviço.

    Experiências
•    Envolvendo diversos serviços e mercadorias podemos criar, apresentar e comercializar experiências. O Parque da Mônica é uma experiência. Nele, você visita a casa
     da Mônica, a casa do Louco, a casa mal assombrada. Existem algumas experiências peculiares como por exemplo, praticar passeio ciclístico à noite pelas ruas de São
     Paulo

    Eventos
•     Empresas de marketing promovem eventos em determinados períodos, como nos jogos Pré Olímpicos, em aniversários de empresas, nas principais feiras de negócio,
      em eventos esportivos e em espetáculos artísticos. Há toda uma categoria de profissionais que se encarregam de planejar reuniões e elaborar os detalhes de um evento
      –e o realizam de maneira perfeita

  Pessoas
•    O marketing de celebridades tornou-se um importante negócio. Anos atrás, alguém em busca de fama contrataria um assessor de imprensa para veicular matérias em
     jornais e revistas. Hoje, toda importante estrela de cinema tem um agente, um gerente pessoal e ligações com uma agência de relações públicas.Pessoas bem sucedidas
     estão buscando ajuda de empresas de marketing de celebridades.
Tom Peters, o “guru gerencial”, especialista no estabelecimento de sua própria marca, tem aconselhado que cada pessoas se torne uma “Marca”.

•     Lugares
Lugares –cidades, estados, regiões e países inteiros –competem ativamente para atrair turistas, fábricas, sedes de empresas e novos moradores.
Entre as empresas de marketing de lugares podem estar especialistas em desenvolvimento econômico, imobiliário, bancos comerciais, agências de propaganda e de relações
públicas.

•      Propriedades
Propriedades são direitos intangíveis de posse, tanto de bens imóveis quanto de bens financeiros (ações e títulos). Direitos de propriedade são comprados e vendidos, e isso
leva a um esforço de marketing.

•     Organizações
As organizações trabalham sistematicamente para construir uma imagem sólida e positiva na mente de seu público. Vários anúncios de identidade corporativa são veiculados
por empresas que buscam maior reconhecimento público.
Universidades, museus e grupos de teatro elaboram planos para melhorar sua imagem pública a fim de competir com mais êxito por um público maior e por mais recursos

•      Informações
Informações podem ser produzidas e comercializadas como um produto. É essencialmente isso que escolas e universidades produzem e distribuem, mediante um preço, as
pais, aos alunos e às comunidades.
Compramos cd-roms e visitamos a internet em busca de informação.

•      Produto básico: neste nível, o profissional de marketing deve transformar o benefício central em um produto básico. Assim, um quarto de hotel inclui uma cama,
       banheiro, toalhas, escrivaninha, penteadeira e armário.No caso do tênis, este deve ter solado, cadarço e cabedal.
•      Produto esperado: uma série de atributos e condições que os compradores normalmente esperam ao comprá-lo. O mesmo se aplica ao tênis: O mesmo se aplica ao
       tênis: o comprador espera que haja tamanhos e modelos variados, de diversas cores e com relativo conforto para os pés. Como vários modelos de encaixam nessa
       expectativa mínima, o comprador decidirá por aquele mais próximo de seu gosto ou de menor preço e, que calce melhor
•      Produto ampliado: neste nível o produto deve exceder as expectativas do cliente.
A concorrência de hoje acontece essencialmente nesse nível. A ampliação do produto
Produto potencial: abrange todos os aumentos e transformações a que o produto deva ser submetido no futuro. É onde as empresas procuram novas maneiras de satisfazer
seus clientes e diferenciar suas ofertas.
As empresas de sucesso agregam benefícios a suas ofertas que não somente satisfazem os clientes, mas também os surpreendem e encantam. Encantar é um modo de
exceder as expectativas.
Os produtos podem ser classificados em três grupos, de acordo com a durabilidade e tangibilidade:
•      Bens não duráveis: Os bens não duráveis são bens tangíveis normalmente consumidos ou usados uma ou pouco vezes, como o sabão e a cerveja.
Estratégia: como esses bens são consumidos rapidamente e comprados com freqüência, a estratégia apropriada é torná-los disponíveis em muitos lugares, ter pequena
margem de lucro no varejo e anunciar maciçamente para induzir à experimentação e ganhar a preferência do consumidor.
•      Bens duráveis: os bens duráveis são bens tangíveis normalmente utilizados por um período de tempo como geladeiras, ferramentas e vestuário.
Estratégia: os produtos duráveis normalmente exigem venda pessoal e serviços, trabalham com margens mais altas e requerem mais garantias por parte do fabricante
•      Serviços: os serviços são produtos intangíveis, inseparáveis, variáveis e perecíveis. Como resultado, normalmente exigem mais controle de qualidade, credibilidade de
       fornecedor e adaptabilidade. São exemplos de serviços: cortes de cabelo e serviços de reparos.
•      A grande variedade de bens de consumo pode ser classificada em termos de hábitos de compra. Podemos distinguir entre bens de conveniência, de compra comparada,
       de especialidade e não-procurados.
•      Bens de conveniência: são aqueles que o consumidor compra com freqüência, imediatamente e com um mínimo de esforço. Ex. Cigarros, sabonetes e jornais.
•      Bens de conveniência
Podem ser sub divididos em categorias:
básicos –comprados regularmente.(ketchup, creme dental, bolachas, etc.)
Bens de impulso: são comprados sem qualquer planejamento ou esforço de busca. Barras de chocolate e revistas são colocados próximo ao caixa ou balcão porque os
compradores não pensariam em comprá-los se não os vissem.
Bens de emergência: são comprados quando há uma necessidade urgente –guarda-chuvas durante uma tempestade, lanternas durante um blecaute.
•      Os fabricantes de bens de emergência devem colocá-los em grande número de pontos-de-venda para que o cliente possa encontrá-los quando precisar deles.

•     Classificação de bens de consumo

Bens de compra comparados: são bens que o cliente, durante o processo de seleção e compra, caracteristicamente compara em termos de adequação, qualidade, preço e
modelo. São exemplos: móveis, vestuário e os principais eletrodomésticos.
Os bens de compra comparados podem ser divididos ainda em:
bens de compra homogêneos, que são semelhantes em qualidade mas têm diferenças significativos no preço para justificar as comparações de compra, como certos tipos de
televisores, refrigerantes, carros, dentre outros
Bens de compra heterogêneos, que diferem em aspectos do produto e serviços e podem ser mais importantes que o preço. A empresa que fabrica um bem de compra
comparada heterogêneo oferece maior variedade para satisfazer os gostos individuais e deve ter uma equipe de vendas bem treinada para informar e orientar os clientes.
•      São considerados diferentes pelos consumidores, sendo assim, ao adquiri-los, buscam nos mesmos um preço compatível com a qualidade que apresentam. Alguns
       exemplos são vestuário, móveis, sapatos, dentre outros. Nesse caso, a qualidade e o estilo serão os pontos fortes a serem considerados quando da decisão da compra. O
       preço e a marca têm pouca expressividade.
Bens de especialidade
•      São bens com características singulares ou identificação de marca pelos quais um número suficiente de compradores está disposto a fazer um esforço extra de compra.
       São exemplos carros, equipamentos de som, equipamentos fotográfico e ternos masculino.
•      Bens não procurados são bens que o consumidor não conhece ou normalmente não pensa em comprar. Detectores de fumaça são bens não procurados até o
       consumidor tomar conhecimento deles através de propaganda. Exemplos clássicos de bens conhecidos mas não procurados são seguros de vida, jazigos perpétuos,
       lápides e enciclopédias.
•      Os bens não-procurados necessitam de propaganda e apoio de equipe de vendas.
•      O que é preço de venda?
O preço de venda é o valor que deverá cobrir o custo direto da mercadoria/produto/serviço, as despesas variáveis, como impostos, comissões, etc., as despesas fixas
proporcionais, ou seja, aluguel, água, luz, telefone, salários, pró-labore, etc., e ainda, sobrar um lucro líquido adequado. (Definição Wikipédia)
Markupé um termo usado em Marketingpara indicar quanto do preço do produto está acima do seu custo de produção e distribuição. Pode ser expressado como uma quantia
fixada ou como percentual. O valor representa a quantia efetivamente cobrada sobre o produto a fim de obter o preço de venda.
Precificação (Pricing ) é a atividade de marketing preocupada com a colocação de preços para novos produtos e o ajuste de preços para produtos existentes.
A preficificação faz parte do composto mercadológico e, do ponto-de-vista do consumidor, é elemento inseparável do produto (bem ou serviço). É através dessa relação que
o consumidor pode avaliar a relação custo-benefício ou, em outros termos, sua possibilidade de extrair valor do dinheiro que ele dispende.
•      Nas decisões de preço, estimativas devem ser feitas sobre a demanda. Fatores demográficos, psicológicos, econômicos e sociológicos devem ser levados em
       consideração: quem são, onde estão, como eles são e qual a condição financeira dos consumidores. A sensibilidade da demanda a mudanças de preço deve ser medida
       quando as decisões de preço envolverem uma política de estímulo à demanda.
•      Planejamento de marketing
•      A missão da empresa
A declaração de missão da empresa deve refletir a razão de ser da empresa, qual o seu propósito e o que a empresa faz. Geralmente a declaração da missão é curta, com no
máximo duas sentenças ou um pequeno parágrafo. Para que a declaração de missão da sua empresa seja efetiva, ela deve:
Destacar as atividades de sua empresa, incluindo os mercados que ela serve, as áreas geográficas em que atua e os produtos e serviços que oferece;
Enfatizar as atividades que sua empresa desempenha e que a diferenciam de todas as outras empresas do mercado;
Incluir as principais conquistas que você prevê para os próximos anos, e
•     Transmitir o que você quer dizer de forma clara, concisa e interessante.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fidelizar os clientes apresentação
Fidelizar os clientes   apresentaçãoFidelizar os clientes   apresentação
Fidelizar os clientes apresentação
Paulo Gomes
 
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo SávioAula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Rodrigo Sávio
 
Aula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo SávioAula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo Sávio
Rodrigo Sávio
 
Palestra Como atrair, conquistar e manter clientes
Palestra Como atrair, conquistar e manter clientesPalestra Como atrair, conquistar e manter clientes
Palestra Como atrair, conquistar e manter clientes
sebraeleste1
 
Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...
Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...
Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...
Rafael Rez
 
Conceito de marketing
Conceito de marketingConceito de marketing
Conceito de marketing
Danilo Kenji
 
Curso gestão de marketing e vendas (24hs)
Curso   gestão de marketing e vendas (24hs)Curso   gestão de marketing e vendas (24hs)
Curso gestão de marketing e vendas (24hs)
Summo_Consultoria
 

Mais procurados (17)

Fidelizar os clientes apresentação
Fidelizar os clientes   apresentaçãoFidelizar os clientes   apresentação
Fidelizar os clientes apresentação
 
2º trabalho do modulo 3 Estratégia de fidelização de clientes
2º trabalho do modulo 3 Estratégia de fidelização  de clientes 2º trabalho do modulo 3 Estratégia de fidelização  de clientes
2º trabalho do modulo 3 Estratégia de fidelização de clientes
 
Fale Direto Com O Seu Cliente Dia Dos Pais[1]
Fale Direto Com O Seu Cliente   Dia Dos Pais[1]Fale Direto Com O Seu Cliente   Dia Dos Pais[1]
Fale Direto Com O Seu Cliente Dia Dos Pais[1]
 
Marketing - 2013/1 - 03 - Conceitos Básicos
Marketing - 2013/1 - 03 - Conceitos BásicosMarketing - 2013/1 - 03 - Conceitos Básicos
Marketing - 2013/1 - 03 - Conceitos Básicos
 
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo SávioAula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
 
Aula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo SávioAula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 2 - Criando valor para o cliente - Prof. Rodrigo Sávio
 
Como Criar Valor No Varejo de Moda Rev01
Como Criar Valor No Varejo de Moda Rev01Como Criar Valor No Varejo de Moda Rev01
Como Criar Valor No Varejo de Moda Rev01
 
Marketing no século xxi.ppt
Marketing no século xxi.pptMarketing no século xxi.ppt
Marketing no século xxi.ppt
 
Palestra Como atrair, conquistar e manter clientes
Palestra Como atrair, conquistar e manter clientesPalestra Como atrair, conquistar e manter clientes
Palestra Como atrair, conquistar e manter clientes
 
ADM de MKT 2015 (aulas 7 a 9) - 4 Ps de mkt
ADM de MKT 2015 (aulas 7 a 9) - 4 Ps de mktADM de MKT 2015 (aulas 7 a 9) - 4 Ps de mkt
ADM de MKT 2015 (aulas 7 a 9) - 4 Ps de mkt
 
marketing básico
marketing básicomarketing básico
marketing básico
 
Meios de Comunicaçao
Meios de ComunicaçaoMeios de Comunicaçao
Meios de Comunicaçao
 
Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...
Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...
Palestra sobre Marketing Digital realizada no evento do SEBRAE e Assespro em ...
 
Conceito de marketing
Conceito de marketingConceito de marketing
Conceito de marketing
 
Curso gestão de marketing e vendas (24hs)
Curso   gestão de marketing e vendas (24hs)Curso   gestão de marketing e vendas (24hs)
Curso gestão de marketing e vendas (24hs)
 
Marketing: satisfação, o valor e retenção do cliente
Marketing: satisfação, o valor e retenção do clienteMarketing: satisfação, o valor e retenção do cliente
Marketing: satisfação, o valor e retenção do cliente
 
Força de Vendas e Merchandising (Marketing)
Força de Vendas e Merchandising (Marketing)Força de Vendas e Merchandising (Marketing)
Força de Vendas e Merchandising (Marketing)
 

Semelhante a O marketing mix

Gestão do relacionamento
Gestão do relacionamentoGestão do relacionamento
Gestão do relacionamento
INSTITUTO MVC
 
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Zeca Massanjane
 

Semelhante a O marketing mix (20)

Introdução ao Marketing
Introdução ao MarketingIntrodução ao Marketing
Introdução ao Marketing
 
Treinamento Intensivo - marketing de serviços
Treinamento Intensivo - marketing de serviçosTreinamento Intensivo - marketing de serviços
Treinamento Intensivo - marketing de serviços
 
Vendas com foco comportmental
Vendas com foco comportmentalVendas com foco comportmental
Vendas com foco comportmental
 
Marketing em empresas de serviços
Marketing em empresas de serviçosMarketing em empresas de serviços
Marketing em empresas de serviços
 
PPT_aula_FGV_MBA_CRM _Prof. Randes_15.08.13
PPT_aula_FGV_MBA_CRM _Prof. Randes_15.08.13PPT_aula_FGV_MBA_CRM _Prof. Randes_15.08.13
PPT_aula_FGV_MBA_CRM _Prof. Randes_15.08.13
 
Aplicabilidade do marketing
Aplicabilidade do marketingAplicabilidade do marketing
Aplicabilidade do marketing
 
Gestão do relacionamento
Gestão do relacionamentoGestão do relacionamento
Gestão do relacionamento
 
Customer Experience, a Jornada do Cliente
Customer Experience, a Jornada do Cliente Customer Experience, a Jornada do Cliente
Customer Experience, a Jornada do Cliente
 
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
 
Mix de marketing - o que é, quais são.pdf
Mix de marketing - o que é, quais são.pdfMix de marketing - o que é, quais são.pdf
Mix de marketing - o que é, quais são.pdf
 
Trabalho Marketing.pptx
Trabalho Marketing.pptxTrabalho Marketing.pptx
Trabalho Marketing.pptx
 
Marketing de relacionamento 2009_02
Marketing de relacionamento 2009_02Marketing de relacionamento 2009_02
Marketing de relacionamento 2009_02
 
Atendimento em serviço pós venda
Atendimento em serviço pós venda Atendimento em serviço pós venda
Atendimento em serviço pós venda
 
Módulo 1- PEV- Programa de Excelência de Vendas
Módulo 1- PEV- Programa de Excelência de Vendas Módulo 1- PEV- Programa de Excelência de Vendas
Módulo 1- PEV- Programa de Excelência de Vendas
 
Mauro comercioooo
Mauro comerciooooMauro comercioooo
Mauro comercioooo
 
Encantando clientes
Encantando clientesEncantando clientes
Encantando clientes
 
Encantando clientes
Encantando clientesEncantando clientes
Encantando clientes
 
Resumo de SPV
Resumo de SPVResumo de SPV
Resumo de SPV
 
Introdução ao Marketing
Introdução ao MarketingIntrodução ao Marketing
Introdução ao Marketing
 
Marketing Direto - Aula 4 - Planejamento de Marketing Direto
Marketing Direto - Aula 4 - Planejamento de Marketing DiretoMarketing Direto - Aula 4 - Planejamento de Marketing Direto
Marketing Direto - Aula 4 - Planejamento de Marketing Direto
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 

O marketing mix

  • 1. O Marketing Mix, pode ser definido como a combinação de elementos variáveis que compõe as atividades de Marketing. O composto de Marketing é conhecido internacionalmente como “Os 4 Ps do Marketing”. • Kotler define o composto de Marketing como “o conjunto de ferramentas que a empresa usa para atingir seus objetivos de marketing no mercado alvo • Produto: Diferentes tipos de Design; Características: Diferenciais com a concorrência; Marca; Especificações; Política de Garantia; Embalagem. • Preço: Financiamentos; Condições de Pagamento; Prazo médio; Número de Prestações; Descontos; Crediário. • Promoção: Propaganda; Publicidade; Relações Públicas; Trade Marketing; Promoções. • Praça(Ponto-deVenda): Lojas; Canais de distribuição; Logística; Armazenamento; Distribuição • Os 4 A’s de Richers Análise: é a fase de identificação de Forças do Mercado:Política; Sociedade; Legislação; Tecnologia; Concorrência. Adaptação: é a fase de adaptação dos Produtos ou Serviços às necessidades levantadas na Fase de Análise. Ativação: é a fase de concretizar os planos. Avaliação: é a fase de análise dos esforços dispendidos e das forças e fraquezas organizacionais. 4 Cs 4 Ps Necessidades e Desejos do Consumidor Produtos Custo para satisfazer o Consumidor Preço Conveniência para comprar Praça Comunicação Promoção • Valor para o cliente Os clientes comprarão da empresa que segundo a percepção deles, oferece o maior valor. • Valor entregue ao cliente é a diferença entre o valor total para o cliente e o custo total para o cliente. O valor total para o cliente é o conjunto de benefícios que os clientes esperam de um determinado produto ou serviço. O custo total para o cliente é o conjunto de custos em que os consumidores esperam incorrer para avaliar, utilizar e descartar um produto ou serviço. • A satisfação do comprador após a realização da compra depende do desempenho da oferta em relação às expectativas do comprador. • Satisfação consiste na sensação de prazer ou desapontamento resultante da comparação do desempenho (ou resultado) percebido de um produto em relação às expectativas do comprador. • Um alto grau de satisfação ou encantamento cria um vínculo emocional com a marca, não apenas uma preferência racional. O resultado é um alto grau de fidelidade do cliente. • Os clientes formam suas expectativas com base em experiências anteriores em compras,conselhos de amigos e colegas e informações e promessas de profissionais de marketing e de concorrentes. • Se os profissionais de marketing estabelecerem expectativas muito altas, provavelmente os compradores ficarão desapontados, por outro lado, se essas forem muito baixas, não atrairão compradores suficientes, embora satisfaça aqueles que efetivamente comprarem • A decisão do cliente de permanecer fiel ou rejeitar é a soma de muitos encontros com a empresa. Para que todos esses encontros resultem em fidelidade do cliente, as empresas terão que criar “experiência de marca para o clientes” • Essas experiências terão que ser motivadoras e cumpridas pela empresa, mesmo se forem pequenos detalhes. • Satisfação do cliente>Sensação de prazer ou desapontamento após a comparação do desempenho ou resultado percebido de um produto em relação às expectativas do comprador. c Clientes parcialmente satisfeitos trocam de fornecedor com facilidade quando surge uma melhor oferta. c > Quanto maior o nível de satisfação maior será o grau de fidelidade do cliente, garantindo assim o seu retorno e a conquista de novos clientes. • Ferramentas para acompanhar e medir a satisfação de clientes. • Sistema de reclamações e sugestões –uma empresa centrada no cliente facilita o recebimento de reclamações e sugestões. • Pesquisa de satisfação dos clientes –estudos mostram que, embora os clientes fiquem insatisfeitos com uma a cada quatro compras, menos de 5% dos clientes insatisfeitos reclamam. A maioria dos clientes simplesmente passam a comprar menos ou mudam de fornecedor. • Algumas empresas pró-ativas, medem constantemente o nível de satisfação dos clientes, mas junto medem também o nível de intenção de recompra. • Compras simuladas –as empresas podem contratar pessoas para se passarem por compradores potenciais, a fim de relatar pontos fortes e fracos vivenciados na compra de produtos da empresa e dos concorrentes. Uma variação disso consiste em os gerentes telefonarem para sua empresa com perguntas e reclamações para verificar como os telefonemas são atendidos. • Análise de clientes perdidos –as empresas devem contatar clientes que deixaram de comprar ou que tenham mudado para outro fornecedor a fim de medir porque isso aconteceu. MARKETING DE RELACIONAMENTO • Marketing de relacionamento é um processo contínuo de identificação e criação de novos valores com clientes individuais e o compartilhamento de seus benefícios durante uma vida toda de parceria . • Hoje as empresas têm que estudar muito bem o mercado, e principalmente seu público alvo, para poder atender da melhor forma suas necessidades. O marketing de relacionamento apresenta o conceito de intangibilidade de um produto ou serviço e trabalha bastante com a área subjetiva da mente do consumidor, lutando para que ele realmente se torne leal à sua marca. • Umaempresaqueocupeaposiçãonúmeroumhoje,nãotemgarantiaalgumadeseranúmeroumamanhã. • Oconhecimentodamarcapelomercadonãoémaissuficienteparalevarumaempresaaosucesso.Asatitudes,nãoaspalavras,fazemascoisasacontecerem.Umaprovadissoéquetod osnósconhecemosmuitosprodutoseserviçosquejamaispensaríamosemcomprar. Produto:équalquercoisaquepossaseroferecidaaomercadoparasatisfazerumanecessidadeoudesejo. Emgeralapalavraprodutoleva- nosaimaginarobjetosfísicos,comomargarina,dentifrício,motocicletaeautomóveis.Masoconceitodeprodutoseestendeaqualquercoisacapazdesatisfazerumanecessidade. • Por isso, os administradores de marketing especificam o conceito como bens e serviçospara designar os produtos físicos tangíveis e os intangíveis. • Os produtos comercializados incluem bens físicos, serviços, experiências, eventos, pessoas, lugares, propriedades, organizações, informações e idéias Bens • Bens tangíveis ou produtos constituem a maior parte do esforço de produção e marketing da maioria dos países. • Serviços À medida que as economias evoluem, uma proporção cada vez maior de suas atividades se concentra no produção de serviços. Entre os serviços estão aqueles prestados por empresas aéreas, hotéis, locadoras de automóveis, barbeiros, pessoas de manutenção por reparo, canil, assim como profissionais que trabalham em uma empresa ou para ela, como contadores, advogados, engenheiros, programadores de softwares e consultores gerenciais. O serviço é algo intangível, entretanto, em um nível mais tangível estaria um restaurante fast-food, onde o cliente adquire tanto um produto quanto um serviço. Experiências • Envolvendo diversos serviços e mercadorias podemos criar, apresentar e comercializar experiências. O Parque da Mônica é uma experiência. Nele, você visita a casa da Mônica, a casa do Louco, a casa mal assombrada. Existem algumas experiências peculiares como por exemplo, praticar passeio ciclístico à noite pelas ruas de São Paulo Eventos
  • 2. Empresas de marketing promovem eventos em determinados períodos, como nos jogos Pré Olímpicos, em aniversários de empresas, nas principais feiras de negócio, em eventos esportivos e em espetáculos artísticos. Há toda uma categoria de profissionais que se encarregam de planejar reuniões e elaborar os detalhes de um evento –e o realizam de maneira perfeita Pessoas • O marketing de celebridades tornou-se um importante negócio. Anos atrás, alguém em busca de fama contrataria um assessor de imprensa para veicular matérias em jornais e revistas. Hoje, toda importante estrela de cinema tem um agente, um gerente pessoal e ligações com uma agência de relações públicas.Pessoas bem sucedidas estão buscando ajuda de empresas de marketing de celebridades. Tom Peters, o “guru gerencial”, especialista no estabelecimento de sua própria marca, tem aconselhado que cada pessoas se torne uma “Marca”. • Lugares Lugares –cidades, estados, regiões e países inteiros –competem ativamente para atrair turistas, fábricas, sedes de empresas e novos moradores. Entre as empresas de marketing de lugares podem estar especialistas em desenvolvimento econômico, imobiliário, bancos comerciais, agências de propaganda e de relações públicas. • Propriedades Propriedades são direitos intangíveis de posse, tanto de bens imóveis quanto de bens financeiros (ações e títulos). Direitos de propriedade são comprados e vendidos, e isso leva a um esforço de marketing. • Organizações As organizações trabalham sistematicamente para construir uma imagem sólida e positiva na mente de seu público. Vários anúncios de identidade corporativa são veiculados por empresas que buscam maior reconhecimento público. Universidades, museus e grupos de teatro elaboram planos para melhorar sua imagem pública a fim de competir com mais êxito por um público maior e por mais recursos • Informações Informações podem ser produzidas e comercializadas como um produto. É essencialmente isso que escolas e universidades produzem e distribuem, mediante um preço, as pais, aos alunos e às comunidades. Compramos cd-roms e visitamos a internet em busca de informação. • Produto básico: neste nível, o profissional de marketing deve transformar o benefício central em um produto básico. Assim, um quarto de hotel inclui uma cama, banheiro, toalhas, escrivaninha, penteadeira e armário.No caso do tênis, este deve ter solado, cadarço e cabedal. • Produto esperado: uma série de atributos e condições que os compradores normalmente esperam ao comprá-lo. O mesmo se aplica ao tênis: O mesmo se aplica ao tênis: o comprador espera que haja tamanhos e modelos variados, de diversas cores e com relativo conforto para os pés. Como vários modelos de encaixam nessa expectativa mínima, o comprador decidirá por aquele mais próximo de seu gosto ou de menor preço e, que calce melhor • Produto ampliado: neste nível o produto deve exceder as expectativas do cliente. A concorrência de hoje acontece essencialmente nesse nível. A ampliação do produto Produto potencial: abrange todos os aumentos e transformações a que o produto deva ser submetido no futuro. É onde as empresas procuram novas maneiras de satisfazer seus clientes e diferenciar suas ofertas. As empresas de sucesso agregam benefícios a suas ofertas que não somente satisfazem os clientes, mas também os surpreendem e encantam. Encantar é um modo de exceder as expectativas. Os produtos podem ser classificados em três grupos, de acordo com a durabilidade e tangibilidade: • Bens não duráveis: Os bens não duráveis são bens tangíveis normalmente consumidos ou usados uma ou pouco vezes, como o sabão e a cerveja. Estratégia: como esses bens são consumidos rapidamente e comprados com freqüência, a estratégia apropriada é torná-los disponíveis em muitos lugares, ter pequena margem de lucro no varejo e anunciar maciçamente para induzir à experimentação e ganhar a preferência do consumidor. • Bens duráveis: os bens duráveis são bens tangíveis normalmente utilizados por um período de tempo como geladeiras, ferramentas e vestuário. Estratégia: os produtos duráveis normalmente exigem venda pessoal e serviços, trabalham com margens mais altas e requerem mais garantias por parte do fabricante • Serviços: os serviços são produtos intangíveis, inseparáveis, variáveis e perecíveis. Como resultado, normalmente exigem mais controle de qualidade, credibilidade de fornecedor e adaptabilidade. São exemplos de serviços: cortes de cabelo e serviços de reparos. • A grande variedade de bens de consumo pode ser classificada em termos de hábitos de compra. Podemos distinguir entre bens de conveniência, de compra comparada, de especialidade e não-procurados. • Bens de conveniência: são aqueles que o consumidor compra com freqüência, imediatamente e com um mínimo de esforço. Ex. Cigarros, sabonetes e jornais. • Bens de conveniência Podem ser sub divididos em categorias: básicos –comprados regularmente.(ketchup, creme dental, bolachas, etc.) Bens de impulso: são comprados sem qualquer planejamento ou esforço de busca. Barras de chocolate e revistas são colocados próximo ao caixa ou balcão porque os compradores não pensariam em comprá-los se não os vissem. Bens de emergência: são comprados quando há uma necessidade urgente –guarda-chuvas durante uma tempestade, lanternas durante um blecaute. • Os fabricantes de bens de emergência devem colocá-los em grande número de pontos-de-venda para que o cliente possa encontrá-los quando precisar deles. • Classificação de bens de consumo Bens de compra comparados: são bens que o cliente, durante o processo de seleção e compra, caracteristicamente compara em termos de adequação, qualidade, preço e modelo. São exemplos: móveis, vestuário e os principais eletrodomésticos. Os bens de compra comparados podem ser divididos ainda em: bens de compra homogêneos, que são semelhantes em qualidade mas têm diferenças significativos no preço para justificar as comparações de compra, como certos tipos de televisores, refrigerantes, carros, dentre outros Bens de compra heterogêneos, que diferem em aspectos do produto e serviços e podem ser mais importantes que o preço. A empresa que fabrica um bem de compra comparada heterogêneo oferece maior variedade para satisfazer os gostos individuais e deve ter uma equipe de vendas bem treinada para informar e orientar os clientes. • São considerados diferentes pelos consumidores, sendo assim, ao adquiri-los, buscam nos mesmos um preço compatível com a qualidade que apresentam. Alguns exemplos são vestuário, móveis, sapatos, dentre outros. Nesse caso, a qualidade e o estilo serão os pontos fortes a serem considerados quando da decisão da compra. O preço e a marca têm pouca expressividade. Bens de especialidade • São bens com características singulares ou identificação de marca pelos quais um número suficiente de compradores está disposto a fazer um esforço extra de compra. São exemplos carros, equipamentos de som, equipamentos fotográfico e ternos masculino. • Bens não procurados são bens que o consumidor não conhece ou normalmente não pensa em comprar. Detectores de fumaça são bens não procurados até o consumidor tomar conhecimento deles através de propaganda. Exemplos clássicos de bens conhecidos mas não procurados são seguros de vida, jazigos perpétuos, lápides e enciclopédias. • Os bens não-procurados necessitam de propaganda e apoio de equipe de vendas. • O que é preço de venda? O preço de venda é o valor que deverá cobrir o custo direto da mercadoria/produto/serviço, as despesas variáveis, como impostos, comissões, etc., as despesas fixas proporcionais, ou seja, aluguel, água, luz, telefone, salários, pró-labore, etc., e ainda, sobrar um lucro líquido adequado. (Definição Wikipédia) Markupé um termo usado em Marketingpara indicar quanto do preço do produto está acima do seu custo de produção e distribuição. Pode ser expressado como uma quantia fixada ou como percentual. O valor representa a quantia efetivamente cobrada sobre o produto a fim de obter o preço de venda. Precificação (Pricing ) é a atividade de marketing preocupada com a colocação de preços para novos produtos e o ajuste de preços para produtos existentes. A preficificação faz parte do composto mercadológico e, do ponto-de-vista do consumidor, é elemento inseparável do produto (bem ou serviço). É através dessa relação que o consumidor pode avaliar a relação custo-benefício ou, em outros termos, sua possibilidade de extrair valor do dinheiro que ele dispende. • Nas decisões de preço, estimativas devem ser feitas sobre a demanda. Fatores demográficos, psicológicos, econômicos e sociológicos devem ser levados em consideração: quem são, onde estão, como eles são e qual a condição financeira dos consumidores. A sensibilidade da demanda a mudanças de preço deve ser medida quando as decisões de preço envolverem uma política de estímulo à demanda. • Planejamento de marketing • A missão da empresa
  • 3. A declaração de missão da empresa deve refletir a razão de ser da empresa, qual o seu propósito e o que a empresa faz. Geralmente a declaração da missão é curta, com no máximo duas sentenças ou um pequeno parágrafo. Para que a declaração de missão da sua empresa seja efetiva, ela deve: Destacar as atividades de sua empresa, incluindo os mercados que ela serve, as áreas geográficas em que atua e os produtos e serviços que oferece; Enfatizar as atividades que sua empresa desempenha e que a diferenciam de todas as outras empresas do mercado; Incluir as principais conquistas que você prevê para os próximos anos, e • Transmitir o que você quer dizer de forma clara, concisa e interessante.