OO
PP
MITO
todo mito revela um símbolo que subjaze em seu
interior
o símbolo é, na verdade, a linguagem do mito que,
por sua vez...
DEUSES
a primeira, mais simples e concreta,
era chamada visão de Homero, que
encontramos na Ilíada e na Odisseia
a segunda...
APOLO
HERA
DEMÉTE
R
ZEUS
AFRODIT
E
ARES
HÉFEST
O
HÉSTIA
HADES
DIONÍSIO
POSSEIDO
N
PERSÉFO
NE
Transcendên
cia
Permanência
I...
Cultuar Zeus significa
praticar a criação,
sendo seu
instrumento, e opor-se
à destruição
e ao caos
Hades e Perséfone -
simbolizam a morte e o
processo de passagem
de uma vida para outra
•Dionísio - ensina os homens os caminhos para romper seu
isolamento original (egoísmo e narcisismo) e abrir caminho
para o...
•Hefésto – ensina que não basta saber, é preciso praticar.
As ferramentas dos homens são uma oferta dos deuses
para nos aj...
•Afrotide - a arte de amar por excelência, mas trata-se
de uma arte voltada ao cultivo do amor genuíno e
desinteressado
•A...
O que os Deuses Podem nos Ensinar
O que os Deuses Podem nos Ensinar
O que os Deuses Podem nos Ensinar
O que os Deuses Podem nos Ensinar
O que os Deuses Podem nos Ensinar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O que os Deuses Podem nos Ensinar

278 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que os Deuses Podem nos Ensinar

  1. 1. OO PP
  2. 2. MITO todo mito revela um símbolo que subjaze em seu interior o símbolo é, na verdade, a linguagem do mito que, por sua vez, é uma linguagem espiritual para entendermos essa linguagem é necessário que nos dispamos de todo preconceito para que nossa intuição criadora faça contato com aquilo que o mito quer expressar cada indivíduo deve, nesse contato, encontrar um aspecto do mito que se relacione com sua própria vida de forma a encontrar pistas para as suas próprias potencialidades espirituais
  3. 3. DEUSES a primeira, mais simples e concreta, era chamada visão de Homero, que encontramos na Ilíada e na Odisseia a segunda maneira de entendê-los é encontrada em Hesíodo, em suas obras Teogonia e Os Trabalhos e os Dias
  4. 4. APOLO HERA DEMÉTE R ZEUS AFRODIT E ARES HÉFEST O HÉSTIA HADES DIONÍSIO POSSEIDO N PERSÉFO NE Transcendên cia Permanência Imanência Abissal ATENÁ HERMES
  5. 5. Cultuar Zeus significa praticar a criação, sendo seu instrumento, e opor-se à destruição e ao caos
  6. 6. Hades e Perséfone - simbolizam a morte e o processo de passagem de uma vida para outra
  7. 7. •Dionísio - ensina os homens os caminhos para romper seu isolamento original (egoísmo e narcisismo) e abrir caminho para o encontro com outro •Deméter - é aquela que preside os Mistérios de Eleusias e que governa os ciclos da natureza, onde tudo morre no inverno para renascer na primavera. Governa, ainda, o nascer e o renascer de todos os homens (reencarnação) •Posseidon - é a urgência das leis fundamentais da vida, e por isso é associado às tarefas essenciais para mantê-la. Nunca realiza nada por paixão, mas sempre por absoluta necessidade. É a força da tarefa que se sobrepõe à paixão
  8. 8. •Hefésto – ensina que não basta saber, é preciso praticar. As ferramentas dos homens são uma oferta dos deuses para nos ajudar a viver. Sua grande virtude é dar-lhes instrumentos para percorrerem os caminhos da ressurreição alquímica dos metais. Do ferro (que simboliza nossa condição mortal) em direção ao ouro (que representa a busca da imortalidade). •Hermes – ajuda a encontrar seu caminho interior •Hera - potência que contém, pondo à prova, consolidando e fortalecendo a criação •Héstia - é o fogo sagrado guardado no interior de toda casa e no íntimo de cada ser
  9. 9. •Afrotide - a arte de amar por excelência, mas trata-se de uma arte voltada ao cultivo do amor genuíno e desinteressado •Apolo -a alegria do nobre, do bom e do belo, da música e da criação. É o raio de luz que abre os caminhos da escuridão, da incerteza e da ignorância de nós mesmos e dos outros; a intuição •Atená - é inimiga implacável da injustiça e de toda manifestação de ódio e vingança, combatendo a força bruta e os instintos e desejos cegos •Ares - vence pelo justo combate e não mais pela força e violência brutas

×