“FORMAÇÃO SOB A ÓTICA DA ERA DIGITAL”

1.576 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.044
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

“FORMAÇÃO SOB A ÓTICA DA ERA DIGITAL”

  1. 1. Universidade Federal do Rio Grande – FURG<br />Instituto de Matemática, Estatística e Física – IMEF<br />Secretaria de Educação a Distância - SEaD<br />Profº. Valmir Heckler - FURG<br />“FORMAÇÃO SOB A ÓTICA DA ERA DIGITAL”<br />prof.valmir@hotmail.com<br />
  2. 2. Nosso Primeiro Desafio! <br />TER IDEIAS SOBRE...<br />Qual é a sua<br />
  3. 3. Escrever é Preciso<br />Vamos começar...<br />I Encontro das Licenciaturas...<br />“FORMAÇÃO SOB A ÓTICA DA ERA DIGITAL”...onde e como vamos escrever?<br />Isso é um Jogo? Desafiar?<br />* Escrever é Preciso: Princípio da Pesquisa. Mário Osório Marques, 2008.<br />
  4. 4. De onde Falamos...<br />Experiências, Práticas e Investigação Teórica<br />Por onde andamos nestes últimos 15 anos?<br />
  5. 5. ...Penso que a questão que precisamos enfrentar nesse momento de nossa história é sobre nossos desejos e sobre se queremos ou não sermos responsáveis por nossos desejos...<br />Adaptado de Humberto Maturana<br />
  6. 6. Para além da nossa conversa...Provocação!!!<br />- Qual é o papel da Escola??<br />- Qual é o meu papel?<br />Como aprendemos?? <br />Fonte da Imagem: María Elena Infante-Malachias EACH – USP, 2011<br />
  7. 7. ....a educação não é uma área em si, mas um processo permanentede construção de pontes entre o mundo da escola e o universo que nos cerca....<br />
  8. 8. Evolução das TecnologiasFonte: TOFLER, Alvin . A Terceira Onda Ed.Record.SP, 1987<br />Primitiva<br />Fogo e Armas primitivas<br />Coletar alimentos<br />Tribos Nomades<br />Dominio Físico<br />Força Bruta, Maior Tribo<br />Curandeiros, pajés<br />Oral, <br />Figurativa<br />Mão de <br />Obra<br />Agrícola<br />Fixação à terra, agricultura<br />Produção agrícola, comércio<br />População rural, dispersa<br />Descobrimentos posses, terras<br />Armas, extensão territorial<br />Igreja, religiões<br />Oral , <br />Manuscritos<br />Recursos <br />Naturais<br />Industrial<br />Revolução Industrial<br />Produção em série<br />Concentração em cidades<br />Processos industriais<br />Armas, Capital, máquina<br />Mercado, política<br />Imprensa, livros, rádio<br />Capital<br />Conhecimento<br />Tecnologias da informação<br />Gerar conhecimento<br />Espaço virtual Anywhere<br />Informações e Tecnologias<br />KnowHow, Softwares, hardwares<br />Parcerias, interações<br />Relacionamentos<br />Internet, realidade virtual<br />Informação<br />Conhecimento<br />Sociedade<br />Início, Onda <br /> Atividade Principal<br />Distribuição<br />Geográfica<br />Fonte de Riquezas<br />Centro do Poder<br />Poder subjacente <br />Cultura,<br />Informação<br />Fator<br />Predominante<br />
  9. 9. Pensando em conjunto<br />
  10. 10. VamosRefletir sobre a<br /> ESCOLA<br /> “é uma instituição que há cinco mil anos se baseia no falar/ditar do mestre, na escrita manuscrita do aluno e, há quatro séculos, em um uso moderado da impressão” <br /> (Lévy, 1999, p.8-9)<br />
  11. 11. TIC e osProcessos de DesenvolvimentoHumano…<br /> “As ferramentas não são apenas um complemento acrescentado à atividade Humana, mas as transformam e, ao mesmo tempo, definem as trajetórias evolutivas dos indivíduos cujas habilidades se adaptam às ferramentas em uso e às práticas sociais por elas geradas”. Coll e Monereo, 2010<br />
  12. 12. Desenvolvimento <br />Humano??<br />
  13. 13. Postura do professor e da escola frente <br />às “novas tecnologias” de ensino<br />Heckler, V. et. al, 2004<br />
  14. 14. Entrada de TIC na Educação<br />Discussão Crítica<br />?<br />mas sim<br />Não basta apenas inserir Computadores<br />Professor<br />oportunizando aos<br />Estudantes<br />Associar propostas metodológicas <br /><ul><li>perspectivas educacionais;
  15. 15. de pesquisa;
  16. 16. desenvolvimento de projetos </li></ul>Participação colaborativa<br />
  17. 17. Tecnologia de informação e de comunicação (TIC) para o ensino?<br />variedade de recursos (Behrens, 2000).<br />busca do conhecimento (Petitto, 2003).<br />mutação contemporânea da relação com o saber (Lévy, 1998).<br />Memória<br />Funções cognitivas humanas<br />Imaginação<br />Percepção<br />Raciocínio<br />
  18. 18. Qual é a nossa Percepção??<br />Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=4KMNjmJSnec<br />Informação, Conhecimento, Transformação....<br />
  19. 19. Mas e a ERA DIGITAL? O QUE PODE MUDAR ?<br />Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=AJlP6aeR6Lo<br />
  20. 20. Para Provocar! Será que é assim? <br />O que precisa Mudar??<br />Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=VMAw6M2FAGI&feature=related <br />
  21. 21. Para Pensarmos....<br />“...um bom educador integra tecnologias, metodologias, atividades, integra texto escrito, comunicação oral, escrita, hipertextual, multimídica, aproxima as mídias, as atividades, possibilitando que transitem facilmente de um meio para outro....Varia a forma de dar aula, as técnicas usadas em sala de aula e fora dela...” (Moran, 2000, p. 31)<br />
  22. 22. E as Nossas Experiências...<br />Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=m_ICgcmXEK8&feature=related<br />Para Pensarmos sobre? Escrevemos Sobre?<br />
  23. 23. O modo de vida e de trabalho <br />rápidas mudanças...<br />Multimídia<br />PDA<br />Celular<br />Digital<br />AO VIVO<br />Online <br />Mensagens Instantâneas<br />TV<br />e-mail de bolso<br />Fotografia<br />
  24. 24. IMPORTANTE!<br /><ul><li> Recursos Digitais são ferramentas auxiliares, (de apoio, de suporte), nos processo de ensino e de aprendizagem, que precisam ser articulados e problematizados com a proposta pedagógica.
  25. 25. Não “devem” ser vistas como solução mágica ou únicas para o processo de ensino e aprendizagem.</li></li></ul><li>PROBLEMA<br /> <br /> Comunicação!!!<br />
  26. 26. Reflexões e Interpretações a partir de Humberto Maturana<br />Provocação ....<br />Seres humanos versus máquinas, ou máquinas como instrumentos do design humano?<br />Atualmente...<br />alguns anos atrás...<br />As máquinas são instrumentos de projetos humanos<br />Centralidade no Homem<br />progresso, de ciência e de tecnologia...<br />...pensar que as máquinas possam de fato se tornar vivas....<br />X<br />
  27. 27. PCNs - Área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias<br />condições para que o estudante<br />desenvolva as competências<br />Reconhecer, utilizar, interpretar e propor modelos explicativos para fenômenos, ou sistemas naturais ou tecnológicos<br /><ul><li>fomento dos laboratórios de ciências nas escola;
  28. 28. Fomento de espaços para socialização dos trabalhos produzidos.
  29. 29. Materiais alternativos – Associados o uso de computadores (TIC);
  30. 30. estímulo para que os estudantes desenvolvam protótipos ...</li></li></ul><li>Nosso Próximo Desafio! <br />Qual Será?<br />
  31. 31. O nosso Desafio é olhar pela janela com outra perspectiva! “Observar um grande Laboratório”<br />
  32. 32. Universidade Federal do Rio Grande – FURG<br />Instituto de Matemática, Estatística e Física – IMEF<br />Secretaria de Educação a Distância - SEaD<br />Profº. Valmir Heckler - FURG<br />“FORMAÇÃO SOB A ÓTICA DA ERA DIGITAL”<br />prof.valmir@hotmail.com<br />

×