O slideshow foi denunciado.

Conversando 1

380 visualizações

Publicada em

sem comentarios

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Conversando 1

  1. 1. 1 CONVERSANDO SOBRE A “BÍBLIA DO SÉCULO XXI” V 1 - PRINCÍPIOS Charles Guimarães Filho
  2. 2. 2
  3. 3. 3 INTRODUÇÃO “Bíblia do Século XXI” é uma coleção que sistematiza os Ensinamentos do Messias vista como sua Filosofia Religiosa “Deus ao Reino do Céu na Terra”, que segue uma ordenação e estruturação da evolução do Ser Supremo até o Paraíso Terrestre, com a seguinte visualização: Conversando sobre a “Bíblia do Século XXI” era para ser uma coleção em seis volumes, um para cada patamar acima mencionado, abordando aspectos das mudanças de paradigmas de cada um dos degraus em forma de leitura dramatizada. Isso foi feito apenas para o primeiro volume compreendendo quatro
  4. 4. 4 tópicos, norteando-se por este se teria em seis volumes um total de 24 tópicos o que daria dois anos e meio, tempo considerado demasiado pelas experiências vivenciadas. Observa-se que se teriam dois anos e meio porque estes eventos são mensais (todas primeiras 3ª feiras do mês, em duas horas) exceto o verão donde as atividades são interrompidas devido a sensação térmica excessiva na cidade do Rio de Janeiro. Logo, o ano de atividades é composto de nove meses. Assim, a coleção tem dois volumes contendo 9 tópicos. Os conteúdos deste primeiro volume sobre o primeiro patamar – Princípios - compreendem quatro leituras dramatizadas: Iniciação; Conceituação de Deus; O que é o Mundo; Constituição corporal do Homem. Os conteúdos do segundo volume sobre os demais patamares são apenas as iniciações destes. Os objetivos são os de: Difundir a Ultra-Religião; Procurar contribuir com os que estudam e praticam os ensinamentos de Meishu-Sama; Cooperar no crescimento espiritual; Ajudar na pesquisa a Verdade; Auxiliar no conhecimento sobre a Fé Messiânica; Apoiar encaminhamento de pessoas à Igreja do Messias; Participar em prol da transparência religiosa; Colaborar na preparação do elemento humano para dedicar na Obra Divina; Mostrar como elaborar o projeto para construção do Mundo Ideal; Revolucionar o indivíduo e o mundo por meio da cultura. A metodologia é a exposição de uma hora em forma de leitura dramatizada sobre aspectos das mudanças de paradigmas dos degraus mencionados acima; na outra hora restante o autor responde às dúvidas dos alunos presentes no local ou que estejam inscritos no site mencionado abaixo.
  5. 5. 5 ÍNDICE INICIAÇÃO 007 Introdução 009 Deus 017 Mundo 025 Homem 033 Finalização 041 CONCEITUAÇÃO DE DEUS 049 Navegando 051 Estadia 059 Retornando 067 O QUE É O MUNDO 075 Notícia 077 Casamento 085 Reencontro 093 CONSTITUIÇÃO CORPORAL DO HOMEM 101 Praça 103 Espaço 111 Coreto 119
  6. 6. 6
  7. 7. 7 INICIAÇÃO
  8. 8. 8
  9. 9. 9 INTRODUÇÃO Numa roça brasileira tem uma placa escrita ‘’Fazenda de THEODORICO BEZERRA – Proibida a Entrada’’. Dez quilômetros depois têm um casebre decaído cercado por plantações de milho, feijão e mandioca, por algumas queimadas, entre algumas galinhas ciscando, uma vaca pastando, ao longe se avista uma igrejinha. Nesse ambiente rural onde não se está vendo a presença humana está chegando ZECA, um idoso descalço, vestido com um pano descorado comum enrolado no corpo, uma longa barba branca por cuidar, segurando na mão com veneração um livro envelhecido. Um aspecto que não dá para perceber é que ele fez voto de silêncio e não fala há seis anos. ZECA (pensando): Foi nessa casinhola que nasci há 72 anos. Meu pai era um miserável desprovido de terra e de salário, era mais um colono meeiro. Mas, teve coragem. Quando eu tinha 18 anos, largou o campo e sem nada foi com nós todos para a cidade. Passei maus bocados que nem quero lembrar. (pausa): Minha mãe morrendo de fome e meu pai abandonando. (emocionado): Mas, valeu, venci, eu muito jovem fiquei milionário com indústria farmacêutica, inclusive até com agro negócio e também com investimentos em arte. Muitos me acusaram de truste, cartel, monopólio e oligopólio, nada disso me abateram por não saber bem o que isso é. Agora ... (pausa, muito emocionado): ... quando minha esposa faleceu, eu com 36 anos, com uma filha adolescente e grávida, não aguentei de tanta dor e despreparo então fiz que nem meu pai: parti sem nada. Só que fui para fora do país e fiquei 36 anos sem pisar no
  10. 10. 10 Brasil, deixei o grosso da minha fortuna para a minha filha, a sua filha por vir e até para um pai que havia ido. O resto da dinheirama foi destinado a três grandes amigos desse campo, bem como aos amigos da cidade que trabalhavam comigo, os que frequentavam a mesma igreja e até um que mendigava pela calçada. Um desses amigos da roça era um ateu que ficou cego; outro era um caipira caboclo que ficou demente; e um terceiro, uma pistoleira que ficou incorporada por um animal. Estou aqui para revê-los. Certamente que se ainda estiverem por aqui, eles não vão me reconhecer de imediato, afinal são 54 anos que não nos vemos, e eu com um barbão desses. Ao escutar e ver uma F-650 Super Truck, encomendada dos Estados Unidos no valor de trezentos mil reais, se aproximando, ele se surpreende, mas aguarda calmamente sem nada pensar. A luxuosa picape para a sua frente, saindo oito pessoas truculentas e fortemente armadas e mais um senhor, aparentemente da mesma idade que a do seu pai se ainda estiver vivo, empunhando uma bengala de forma agressiva. THEODORICO (inquisidor): Quem lhe deu permissão, seu pobre da peste, de invadir a minha propriedade? ZECA (pensando): Não é possível! Pela fala e pelo gesto intempestivo é a autoridade máxima do coronelismo nessas bandas. É o coronel Theodorico Bezerra para quem meu pai trabalhou como colono.
  11. 11. 11 THEODORICO (inquisidor): Ô seu intruso. Além de pobre e pestilento, por acaso é surdo? (silêncio): Ou, por acaso, é o fantasma do ‘’padim Cíço’’, só que mudo? Porém, o derradeiro é você, seu cabra safado, com essa Bíblia na mão, desconhecer o que é princípio. ZECA (pensando): Por um lado, princípio pode ser entendido como aquilo que vem antes, primeiro impulso, causa primeira, começo, origem, base e até estreia. THEODORICO: Vou começar por lhe dar alguma iniciação a respeito. Tome nota. Existe o princípio numa frase como ‘’em princípio costumamos sempre chegar a tempo de evitar que forasteiros venham fazer arruaças por aqui’’. (pausa): Vou terminar por lhe dar educação. Existe o princípio no final de uma frase como ‘’Desordeiros tomem cuidado, pois a morte nem sempre está no fim, mas sim no desconsiderar princípio”. Faz um sinal com as mãos, os capangas se aproximam e sem emitirem uma única palavra dão socos e pontapés de modo a avermelhar o pano que ele veste e o chão que pisa e arremessar o livro ao solo. Mesmo arrebentado, mas não humilhado ... ZECA (pensando): Por outro lado, princípio pode ser entendido como os valores mais caros de determinada pessoa alicerçados por doutrina e ensinamento ou não, variando da opinião a convicção. No linguajar popular é comum ser dito: fulano é uma pessoa de princípios. Este simples adjetivo dirigido a alguém
  12. 12. 12 significa que determinada pessoa possui atributos morais e éticos que pautam a sua conduta ou tipo de comportamento. THEODORICO (dando ‘’sermão’’): Fique sabendo que princípio aqui é lei máxima, é sentença, é maneira de ver a autoridade. Lá vocês não dizem que o vegetariano, por princípio não come carne, pois bem, por aqui o desconhecido, por princípio não entra em propriedade alheia. Agora, se quiser desconsiderar esse princípio, dá no que deu. ZECA (pensando): Certos valores podem conduzir um religioso a devotar sua vida a Deus, fazê-lo sujeitar-se ao celibato ou até mesmo recolher-se enclausurado num mosteiro. Ou como no meu caso, o voto do silêncio. (faz esforço de olhar para aquele coronel): Por outro lado, certos valores podem conduzir um coronel a matar uma vida, Mas, enfim, o princípio de algo ou de alguém pode ser questionado. O coronel nada escuta, mas percebe uma petulância ao ser olhado, o que o faz desrespeitosamente desferir uma forte bengalada no rosto daquele deitado deixando-o mais ferido e aparentemente desacordado. Porém, em respeito àquele livro no chão, mesmo com dificuldade e se abaixar devido o peso da sua idade, consegue apanhá-lo. Lendo o seu título e abrindo rapidamente algumas páginas, fica furioso e rasga-as. THEODORICO: E eu que pensei que fosse a Bíblia, mas é um desconhecido ‘’Kitáb-i-Aqdas’’. Desconjuro, mas que língua estranha é essa? Isso só pode ser coisa do capeta.
  13. 13. 13 ZECA (pensando): Isso é a fé Bahá’i ou bahaismo. Ela é uma religião monoteísta fundada na Pérsia durante o século XIX, independente possuí as suas próprias leis, escrituras sagradas, administrações e até calendário, mas não possui dogmas nem sacerdócios. Estima-se que existam seis milhões de Bahá’is espalhados em 247 países e territórios, sendo a segunda religião mais difundida entre as religiões independentes. Os seus ensinamentos foram traduzidos para 800 línguas, atribuindo grande importância ao conceito de unidade das religiões e a humanidade encontrar-se num processo de evolução coletiva a caminho de uma civilização global com um governo mundial. A história religiosa da humanidade é vista como um processo de desenvolvimento gradual em que surge diversos mensageiros divinos com ensinamentos adequados às necessidades de cada momento e à maturidade de cada povo. Esses mensageiros incluem Krishna, Abraão, Buda, Jesus, Maomé e, mais recentemente, o próprio fundador do bahaismo. (pausa): Como uma organização não governamental – a Comunidade Internacional Bahá’i – está envolvida em uma série de atividades que diz respeito ao estabelecimento da paz, justiça, direitos humanos, educação, saúde e desenvolvimento sustentável. THEODORICO (desconfiado, olha para o sujeito no chão, fala baixo): Ele não revida, tem autocontrole, usa essa roupa e essa barba, isso está parecendo um daqueles treinados fanático religioso islamita. ZECA (pensando): Islamita! Eu? Eu só não me deixo é levar pelos sentimentos negativos. Islamita! Bahá’i? A sede mundial da Fé
  14. 14. 14 Bahá’i fica em Israel, no Monte Carmelo, em Haifa, há 161 km e 1h44m de Jerusalém. Embora fundada no Irã, o país que possui maior concentração de Bahá’is é a Índia, com dois milhões de seguidores. No Brasil são 60 mil membros. Como o número nove, para o bahaismo, é o número da perfeição, eles possuem nove templos Bahái’s todos com nove entradas, eles estão em todos os continentes: Israel (Haifa) em 1953, Estados Unidos em 1953, Unganda 1961, Austrália 1961, Alemanha 1964, Panamá 1972, Samoa 1984, Índia 1986 e Chile 2009. THEODORICO (ainda sem entender, continua falando baixo): Vai ver ele é um terrorista que ficou surdo com tantas bombas explodindo por lá a toda hora ou então ficou surdo sem língua por causa de alguma autoflagelação como prova de fé. Isso deve ter vindo daquele inferno do oriente médio para trazer para cá o conflito. ZECA (pensando): Eu! Eu que passei praticamente esses 36 anos no templo Bahá’i de Haifa, de 400 mil metros quadrados com um quilômetro de comprimento, cuidando dos seus 18 patamares, nove abaixo e nove acima do Santuário, que são jardins dispostos em terraços, considerados como a Oitava Maravilha do Mundo. THEODORICO (concluindo e falando alto): Comigo não tenho mais erro, isso é um extremista miserável que desconsidera o provérbio ‘’cada um colhe o que planta’’. Então eu, obediente à ordem do Senhor que está no Céu, com esse porrete evoco o
  15. 15. 15 princípio da justiça e ... (com raiva): ... e tome mais esse corretivo ... Com a bengala acerta a cabeça do caído fazendo o sangue jorrar intensamente com o corpo imóvel, mas a mente ... ZECA (pensando): Os contatos só acontecem porque há relações cármicas, bem como é difícil determinar o que é bom e o que sinto como mal, mas esses são conflitos sem fim. Isso eu não compreendo. Porém, o que eu não posso deixar de compreender muito bem é que esse velho coronel distorce tudo. Achar que todas as ações realizadas correspondem à vontade de Deus é algo incorreto. Achar que o simples citar o princípio de causa e efeito para combater o mal obtém o arrependimento dos perversos, isso também é algo incorreto, pois, esse algo não consegue mudar a maioria. (concluindo): Theodorico é uma prova disso. Ele chega a pregar esse princípio e é um exemplo de um que não muda, é um fabuloso reacionário mandão que não sabe nem o que é remorso. THEODORICO (ordenando esbravejando): Levem-no para a capela, pois o seu caso é somente receber extrema unção e assim poder partir para outro mundo um pouco mais aliviado e confortado pela graça de Deus.
  16. 16. 16
  17. 17. 17 DEUS Passado algum tempo, aquele ser atirado ao chão daquela igrejinha com o ‘’Kitáb-i-Aqdas’’ no peito, começa a recobrar os sentidos e a notar a presença de um PADRE. PADRE: Ô coisa ruim de surdo-mudo, temor hein? Está na casa de Deus e com visão. ZECA (pensando): Todas as religiões provêm de um mesmo Deus, Mas, no fundo, a religião é uma só, Deus é único, o mundo também, a humanidade também, o homem idem. (pausa): Deus, mundo e homem são os princípios, não há como duvidar. PADRE: Deixe de se fazer de pobre coitado. Pior fui eu que já fui ateu e fiquei cego. (mãos em prece e para o alto): Graças ao são Zeca pude operar e recuperar a visão. ZECA (pensando): São Zeca? Zeca sou eu. Não é possível! Ele recobrou a visão e se tornou padre! PADRE: Esse coronel Theodorico Bezerra que ficou de mal contigo, também é um santo, é o que mais dá dinheiro para a igreja, nunca precisou se confessar. Agora, do jeito que ele ficou enfezado é porque você deve ter aprontado algo muito feio que foi contra algum princípio dele, pois ele não parava de falar nisso. Só que não atinei qual. Pois, os princípios que eu conheço são apenas os constitucionais, gerais do direito, administração pública, orçamentários, contábeis e o do SUS.
  18. 18. 18 ZECA (pensando): Mas, ele não estudou teologia? ‘’No princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus’’. ‘’E o Verbo se fez carne e habitou entre nós’’. ‘’O Verbo estava no mundo, o mundo foi feito por intermédio Dele”. O padre em respeito àquele livro no chão, se abaixa e o pega, lendo o seu título e algumas anotações em português nas páginas do livro, não fica nada satisfeito. PADRE: E eu que pensei que fosse a Bíblia, mas é um desconhecido ‘’Kitáb-i-Aqdas’’. Desconjuro, mas que princípios são esses? Dizem que todos os ensinamentos Bahá’i giram ao redor de três alicerces principais: 1º) a unidade de Deus; 2º) unidade de Seus Profetas e assim unidade da religião e do mundo; 3º) unidade da humanidade e assim unidade do homem. (por conta): Agora eu entendi porque o coronel ficou zangado contigo, foi por causa desses princípios malucos e maléficos. (pausa): Vou lhe salvar com cerimônia que eleve ou modifique o seu posto, honra ou prestígio anexados a sua posição na sociedade. Vou lhe salvar de certos comportamentos seus que carregam estigmas que podem afetar negativamente o seu status social. Fique tranquilo, pois vou lhe salvar. Faz alguns desenhos conhecido como A Chave de Salomão, invoca o nome de Deus, de Cristo Jesus e de todos os anjos, muitas são as orações. Após um tremendo exorcismo, começa a lhe dar um baita sermão.
  19. 19. 19 PADRE: Em nome do Senhor. Saiba seu incrédulo que o primeiro deus nasceu quando o primeiro espertalhão encontrou o primeiro imbecil medroso. Na existência cotidiana se Deus é nosso Pai então Satã é nosso Primo. Rezar contra o ‘’Primo’’ é fraqueza, pois se Deus controla o mundo, ele controla o ‘’Primo’’, logo não há nada a temer. ZECA (pensando): É! Deus não pode ser apresentado para o meu amigo padre como Deus Pai, nem muito menos como Deus Pessoa, Deus Propósito e Deus Ponto. Deus Pessoa é a ideia religiosa, que acentua a relação entre Ele e o homem. Deus Propósito é a ideia filosófica, que enfatiza o vínculo entre Ele e o mundo. Deus Ponto é a científica, que releva Ele no início de tudo como um ponto comprimido e explosivo: o Big Bang. PADRE: Através dos anos seu descrente, eu percebi que o deus pra quem eu rezava era o deus que eu inventei. Quando eu falava com ele, falava comigo mesmo. Ele não tinha conhecimento ou qualidades que eu não tenho. Quando percebi que deus era uma extensão da minha imaginação, parei de rezar por ele. ZECA (pensando): Então ele deve achar que os seres humanos foram simplesmente gerados pelos humanos! No entanto, ele deve estranhar o fato do organismo do ser humano ser muito bem elaborado? Mas, o homem não é só corpo, até a constituição tríplice em termos de corpo, alma e espírito, também é aceita pela igreja Católica. (pausa): É, acho também que Deus não pode ser apresentado como essência, grande
  20. 20. 20 universo, ser absoluto, princípio de tudo, ente, mente, espírito da palavra, caminho perfeito, justiça, vontade universal. Se pudesse ele ia entender que até aquele deus que vem sendo adorado como Supremo está abaixo da segunda classe. Deus está muito além e só veio sendo venerado de longe pela humanidade. Mas quem é Deus, então? Não é outro senão o Senhor e Criador do Universo, formador dos mundos espiritual e material, gerador do homem, produtor do solo, doenças, religiões, da verdade, bem e belo, mas, também do falso, mal e feio, inclusive do ‘’Primo’’. Ou seja, Ele é o Princípio Criador de tudo, Aquele a quem os povos vêm se referindo como Jeová, Logos, Segunda Vinda de Cristo, Messias, Miroku etc. (pausa): Aliás, se um lar é governado pelo chefe da família, um país pelo rei ou presidente, então, logicamente, este mundo deve ser regido por alguém. Até mesmo o ateu deve convir que a grandiosidade do Universo e a excelência, exatidão e formosura cósmica só podem partir deu um princípio perfeito. PADRE: Quer saber de uma coisa seu cismado: se você rezar por chuva por bastante tempo, ele eventualmente cai. Se você rezar para que enxurradas se acalmem, elas eventualmente o farão. O mesmo acontece na ausência de preces. Na minha maneira de ver duas mãos trabalhando fazem mais que milhares de mãos unidas rezando. ZECA (pensando): Cismado estou com ele falando em reza, a conversa não era sobre o ‘’Primo’’? Então? Então ele tem que entender que não se pode esquecer que abaixo de Deus existem entidades malignas e benignas que desenvolvem o plano divino
  21. 21. 21 neste mundo, porque ambas são necessárias à construção do Reino de Deus na Terra, Deve entender que pelo atrito constante do bem e do mal, desde as eras remotas, é que se vê o desenvolvimento de uma brilhante Cultura atualmente construída pela humanidade. PADRE: Quer uma prece honesta, reze essa: ‘’Querido Senhor, me ame hoje e para sempre, concorde com todas as minhas decisões, puna meus inimigos até que eu esteja satisfeito, me dê grandes quantidades de dinheiro, prometa sempre me ajudar a vencer, olhe pro lado quando eu trapacear, justifique minhas desculpas e acredite em todas as minhas mentiras, obedeça aos meus desejos e reserve a parte mais luxuosa do paraíso só para mim. Vou ser agradecido contanto que você faça o que digo. Amem.’’ (riso demoníaco): Saiba, meu caro, que o invisível e o inexistente se parecem muito. ZECA (pensando): Está bem, se é sobre reza que quer dissertar, então saiba que quando muitos oram juntos e estão de acordoo com as leis divinas, a Luz de Deus aumenta e todos são banhados por ela, o que permite a ocorrência de graças. Caso contrário, mesmo que se reze com fervor, Deus não concede benefícios, benevolências e benesses. PADRE: O que foi que Adão comeu que ele não deveria ter comido? Não foi apenas uma maçã – foi o fruto da Árvore do Conhecimento do Bem e o Mal. Mensagem sutil, não? Deus é o mais esperto – e ele não quer nenhuma competição. Essa não é uma religião anti-intelectual? (pausa): A afirmação que Deus
  22. 22. 22 criou o homem à sua própria imagem está tiquetaqueando como uma bomba-relógio nas fundações do Cristianismo. Se a bíblia está errada ao nos dizer de onde viemos, como podemos confiar nela ao dizer para onde iremos? Primeiro Presidente do Quênia após a independência disse: ‘’Quando os missionários chegaram pela primeira vez em nossa terra, eles tinham as Bíblias e nós tínhamos a terra. Cinquenta anos depois, nós tínhamos as Bíblias e eles tinham a terra.’’ Pontiac, o chefe indígena americano disse: ‘’roubaram nossa terra, esmagaram nosso espírito... e agora nos dizem que devemos ser agradecidos ao ‘Senhor’ por sermos salvos. (pausa): Eu, pessoalmente, declaro que não há evidência para a existência de nenhum deus, que não há vida após a morte, paraíso nem inferno, que o Papa é um dinossauro medieval perigoso e intolerante, e que o Espírito Santo é um personagem de história em quadrinhos digno de risadas e escárnios. Acuso o deus Cristão de assassinato ao permitir o Holocausto. (pausa): A consciência aponta e Deus desaponta. ZECA (pensando): Que consciência de Deus de tão pouca monta e muita tonta, um faz de conta que só afronta. Ateu que ficou cego recuperou a visão material e virou padre, só que um sacerdote sem visão espiritual. Será que ele nunca ouviu falar sobre os princípios invioláveis estabelecidos por Deus no momento da Criação? Um dos princípios é que tudo deve progredir e acompanhar o tempo. O ser humano deve aspirar constantemente à evolução. Se, todavia, restringir o progresso à área material do desenvolvimento empresarial e profissional ou à subida do estatuto social, seremos criaturas superficiais. O progresso espiritual e evolução da personalidade são
  23. 23. 23 imprescindíveis. Mas, a maioria é de gente antiquada. Em nada progridem, sempre com as mesmas ideias e conversas, não se lhes notando um mínimo que seja de mudança para melhor. Não se sente um pingo de graça quando se encontra com semelhantes pessoas. Falam só de coisas banais, até quando falam em outro idioma. Sobre assuntos que versem sobre religião, política, filosofia ou artes, nem um pio. (rindo): Já pensou o meu amigo sabendo disso entender que o homem é o instrumento de Deus para servir ao bem-estar da humanidade, condicionado a ele todas as demais criaturas e coisas? PADRE: Até o Buda disse para não se acreditar em qualquer coisa simplesmente porque se escutou, nem porque foi encontrado escrito nos livros religiosos, nem porque foi dito por autoridade ou faz parte das tradições. Acredite somente após observação e análise descobrir quem concorda com a razão e é condutivo ao bem e benefício de todos. ZECA (pensando): Está certo, o princípio é de que a verdadeira fé é inteiramente espontânea, sem amarras ou grilhões. Deus concedeu ao homem a liberdade infinita. Falar de sua liberdade é dizer que ele ocupa o ponto médio entre os dois extremos – o animal e o Divino. Quando ele se eleva, torna-se Divino; quando ele se corrompe, equipara-se ao animal. Desenvolvendo-se esse princípio, vê-se que basta o homem querer para que o mundo se converta em paraíso. Caso contrário, ele faz do mundo um inferno.
  24. 24. 24 PADRE (com solenidade): Vou terminar por lhe dar esperança, ô surdo-mudo de pouca fé. Vou levá-lo na choupana de um caipira caboclo que ficou demente, mas que recuperou a lucidez e virou até filósofo, para que você sonhe com a restauração de sua audição e falação e assim possa se comunicar novamente no Mundo.
  25. 25. 25 MUNDO FILÓSOFO: Ô coisa ignorante de surdo-mudo, respeito hein? Está no mundo e com lucidez. ZECA (pensando, recita): ‘’O gênio e o louco num ponto se assemelham: ambos vivem em um mundo diferente daquele em que vivem os outros mortais.’’ FILÓSOFO: Depois que o meu amigo padre foi embora, eu posso dizer. Para mim um metafísico é um cego num quarto escuro à procura de um gato preto que não está lá, e um teólogo é o tipo que encontra o gato. (rindo): Acreditar é mais fácil do que pensar daí existirem muito mais crentes do que pensadores. Pode crer que a maioria das pessoas preferiria morrer a pensar; de fato, muitas o fazem, são mortos vivos. Eu fui um ateu por anos e anos, mas de algum modo eu senti que era intelectualmente inaceitável dizer que alguém é um ateu, porque isso assumia um conhecimento que ninguém tem. De algum modo era melhor dizer ser um humanista ou agnóstico. (pausa): Eu não tenho a evidência para provar que Deus não existe, mas eu suspeito tanto que ele não existe que eu não quero perder o meu tempo. ZECA (pensando): Esse é mais um dos que não sabem que Deus é o autor do mundo em que os homens não passam de simples atores. Está provado que os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros mudam as pessoas. E esse é um dos que foi mudado, só não sei se para melhor?
  26. 26. 26 FILÓSOFO: Deixe de se fazer de doente desafortunado. Pior fui eu que já fui caipira caboclo e fiquei demente. (mãos e prece e para o alto): Graças ao são Zeca, que ao me deixar um pouco de sua fortuna, pude me tratar e recuperar a lucidez. ZECA (pensando): São Zeca? Zeca sou eu. Não é possível! Ele lúcido e se tornou filósofo! FILÓSOFO: Esse padre que lhe trouxe, quando era ateu me ensinou muita coisa. Uma das coisas é que Deus é o Asilo da Ignorância. Afirmar que ‘’Deus fez isso’’ não é nada mais do que uma admissão de ignorância vestida enganadoramente como uma explicação. Crença religiosa não é uma condição prévia para a conduta ética ou para a felicidade. E aí me ensinou a reparar onde quer que a religião esteja envolvida, os terroristas matam mais pessoas. Em algumas seitas os membros são ordenados a cometer atos violentos porque o único meio deles conseguirem mais rapidamente o perdão ou alcançarem a salvação é eliminar os descrentes. Até o Hitler disse: ‘’Acredito hoje que estou agindo de acordo com o Criador Todo-Poderoso. Ao repelir os Judeus estou lutando pelo trabalho do Senhor.’’ Martinho Lutero chegou a dizer que ‘’A razão deve ser destruída em todos os Cristãos.’’ ZECA (pensando): O que eu poderia lhe dizer se pudesse falar é que a partir de agora, cabe à humanidade procurar saber quem é Deus e conscientizar-se de Sua existência.
  27. 27. 27 FILÓSOFO: Para mim nós deveríamos obedecer a um velho pedaço de papel ou deveríamos tomar as nossas próprias decisões? Eu sou contra a religião porque ela nos ensina a nos satisfazermos ao não entender o mundo. Ela não sabe que o mais incompreensível do mundo é que ele seja compreensível. ZECA (pensando): Mas, afinal, o que ele entende sobre o mundo? O mundo é um belo livro, mas com pouca utilidade para quem não sabe ler. É, acho também que Mundo não pode ser abordado nos tópicos: O que é?; Constituição; Planos e seus aspectos; Presenças e relações; Passagem; Progresso populacional. Se eu não estivesse fazendo voto de silêncio eu lhe diria: mude seus pensamentos e você mudará seu mundo. FILÓSOFO: E não adiante dizer que a criança desprotegida que encontramos na rua não é motivo para revolta, e sim um apelo para que trabalhemos mais. Para que trabalhar mais se a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome. Há o suficiente no mundo para todas as necessidades humanas, não há o suficiente é para a cobiça humana. Metade do mundo tem que suar e gemer, para que a outra possa sonhar. Dizem que o sol brilha para todos, mas para a maioria ele nunca brilhou. O mundo ocidental se defrontou em cheio com o paradoxo da pobreza em meio à abundância. A história do mundo é o julgamento do mundo. Dito tudo isto, apenas pense sobre a tragédia de ensinar as crianças a não duvidar! (pausa): Estou lúcido ou continuo louco? Ou estou apenas entediado? Paro com o meu discurso por não me iludir
  28. 28. 28 que o maior orador do mundo para a plebe é o prazer e a previsão. ZECA (pensando): Em um mundo justo, aquele que clama por justiça é chamado de louco. O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos. O mundo tornou-se perigoso não por causa daqueles que fazem o mal, mas por causa daqueles que veem e deixam o mal ser feito. Você pode ter todo o talento do mundo, mas se você não estiver interessado em fazer uso total dele, a vitória é improvável. É o entusiasmo que move o mundo. O mundo está se movendo tão rápido atualmente, que o homem que diz que algo não pode ser feito é geralmente interrompido por alguém já fazendo. (pausa): Agora sobre estar enfadado responderia que o tédio vem ao mundo pelo caminho que a preguiça abre. (rindo): Sobre o prazer ser o objetivo do povão responderia que o mundo é mesmo feio como o pecado, e quase sempre tão delicioso quanto ele. Sobre a fragilidade aos que procuram resolver seus problemas com cartomante, tarô, numerologia, horóscopo e sorte em geral só me resta dizer que nós traçamos o nosso destino. FILÓSOFO: Não adianta governar pelo princípio do prazer, pois as maiores coisas do mundo e as mais belas não podem ser vistas e nem sequer tocadas, elas devem ser sentidas com o coração. Todavia, pelo princípio da realidade, também não adianta governar acorrentando a mente através do medo da punição noutro mundo.
  29. 29. 29 ZECA (pensando): Os filósofos e os pensadores em geral, embora, sejam semelhantes aos demais seres humanos, já possuem um estado superior de consciência. FILÓSOFO (amedrontado): Também não adiante governar pela previsão, pois se assim fizesse sou eu que teria medo da punição injusta neste mundo. Vou parar a minha prosa por aqui por temer pela morte encomendada, conheço a regra: se queres que te poupem, poupa os poderosos. (emocionado): Não tenho fé para enfrentar a justiça, mas quisera tê-la. Nesse sentido, considero a fé o bem mais precioso deste mundo. ZECA (pensando): Nunca no mundo uma bala matou uma ideia. As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam. O sucesso não decorre da incompetência alheia. FILÓSOFO: As primeiras tentativas de entender o cosmo com seus fenômenos naturais, desvinculados da religião ou de forças sobrenaturais, surgiram no século V a.C, na Grécia, com Empédocles a dizer que a matéria seria formada pelos quatro elementos primários fogo, ar, água e terra. Mas, ar é quase que um estado da água, não? ZECA (pensando): As propriedades do fogo, água e terra são, respectivamente, arder na vertical, deslizar na horizontal e dilatar e contrair na ‘’mesma posição’’. Daí, quando a pessoa se deita, sente frio e, quando está sentada ou em pé, fica aquecida. Comparando com a atual teoria atômica, onde toda matéria é
  30. 30. 30 formada por minúsculas partículas denominadas átomos, que por sua vez são constituídos por três partículas fundamentais: prótons, elétrons e nêutrons que são análogos, respectivamente, ao fogo, água e terra. FILÓSOFO (debochando): Tem gente que acredita em espírito, em Mundo Espiritual. ZECA (pensando): Assim como é difícil fazer com que os aborígenes reconheçam a existência do ar, também é difícil fazer com que a maioria dos homens da era contemporânea reconheça a existência do espírito. Este mundo em que vive a humanidade é formado pelo Mundo Espiritual e pelo Mundo Material. Da mesma maneira, o homem é formado de espírito e corpo, e ambos, numa relação íntima e inseparável, têm por princípio a identidade espírito-matéria. No entanto, o Mundo Espiritual precede o Mundo Material, todo acontecimento ocorre primeiramente no Mundo Espiritual e depois é que se reflete no Mundo Material. Quando o ser humano movimenta os braços ou as pernas, por exemplo, a vontade, invisível aos olhos, é que age primeiro e, pelo seu comando os membros se movimentam. Desta forma, o Mundo Espiritual e o corpo espiritual do ser humano são os principais, enquanto o Mundo Material e o corpo material são secundários, eis a verdadeira Lei do Universo. FILÓSOFO (continuando deboche): Acreditar naquilo que não vê, isso é superstição.
  31. 31. 31 ZECA (pensando): Certamente, é o erro do princípio de supremacia da Ciência. O acerto é o princípio de quanto menos se vê, maior é o seu poder de atuação. Daí seria fácil compreender o princípio da tempestade vinculado com o princípio da correspondência de que tudo acontece exatamente de acordo com o pensamento que é espírito. Ou seja, pensamentos pecaminosos são como acumular impurezas invisíveis e assim ocorrer um vento muito forte acompanhado de temporal para trazer a limpeza. Daí seria fácil compreender que os elos espirituais embora invisíveis e mais rarefeitos que a atmosfera, através deles todos os seres são influenciados consideravelmente. FILÓSOFO (ainda debochando): Acreditar em antepassados deixe-me rir. Isso é como voltar no tempo e estar novamente no paleolítico como homem da caverna. ZECA (pensando): Caipira caboclo que ficou demente, mas que recuperou a lucidez e virou filósofo sem sabedoria espiritual. (pausa): Ele nem desconfia que neste recinto, estão presentes vários espíritos, inclusive os dos seus antepassados. FILÓSOFO (com solenidade): Encerro lhe dando sabedoria, ô surdo-mudo de grande ignorância. Vou levá-lo na casinhola de uma pistoleira que ficou incorporada por um animal, mas que recuperou o seu corpo e virou até antropóloga, para que você receba umas primeiras noções de uma prática científica e anseie a restauração de sua audição e falação e assim possa se comunicar novamente e ser um Homem.
  32. 32. 32 ,
  33. 33. 33 HOMEM ANTROPÓLOGA: Não adianta apenas rezar, acreditar em algo. É preciso sabedoria. Geralmente as religiões não dão muita importância a um princípio tão fundamental. A verdade não tem que ser aceita com fé. Os cientistas não seguram suas mãos todo Domingo, cantando: ‘’Sim a gravidade é real! Eu vou ter fé! Eu vou ser forte! Amem.” ZECA (pensando): Não é possível! É ela! O ser humano precisa ser como o arroz: a princípio, parece sem gosto, mas, à medida que vai sendo mastigado, o sabor se manifesta e aumenta gradativamente. É por isso que constitui um prato indispensável à alimentação diária de quase todos. (pausa): Agora ... quando a impressão já é gostosa ... ANTROPÓLOGA: Isso é grandeza do cientista e não de coisa animalesca de surdo-mudo. Obediência hein? Está diante de um ser humano que tem o seu corpo sobre controle. ZECA (pensando): Está aí, a inicial impressão gostosa pode levar ao engano e ao desapontamento. (pausa): Orgulhar-se das próprias ações querendo mostrar-se grande sábio, vangloriando- se de tudo, sempre produz efeitos contrários. É o que acontece, por exemplo, numa roça, quando alguém, mesmo não sendo tão importante, ao receber qualquer elogio, julga-se o maior de todos. Este é um dos pontos fracos do ser humano. Embora seja o modo de agir mais comum, as pessoas de fé devem cultivar
  34. 34. 34 sempre, sem seus corações, o princípio segundo o qual quanto mais sábio, mais humilde. ANTROPÓLOGA: O local próprio para o estudo das crenças religiosas é numa igreja ou no templo, em casa, ou num curso sobre religiões comparadas, mas nunca numa aula de biologia ou de antropologia. Não há lugar no nosso mundo para uma ideologia que procura mentes fechadas, que força à obediência, e reporta o mundo a um paraíso que nunca existiu. Os estudantes devem aprender que o universo pode ser confrontado e entendido, que ideias e autoridades devem ser questionadas, que uma mente aberta é uma coisa boa. A educação não existe para confirmar a superstição das pessoas, e as crianças não aprendem a pensar quando elas são alimentadas apenas com dogmas. (pausa): É, portanto, nossa conclusão inequívoca que o criacionismo, com seus relatos da origem da vida via meios sobrenaturais, não é ciência. O criacionismo foi criado, enquanto a evolução evolui. A ciência tem provas sem certeza, já os criacionistas têm certeza sem qualquer prova. (debochando): Se nós vamos ensinar ‘ciência da criação’ como uma alternativa à evolução, então nós devemos ensinar também a teoria da cegonha como uma alternativa para a reprodução biológica. (risos): qua qua rá quá quá. ZECA (pensando): A verdade, contudo, se apresenta em níveis distintos. Alguns mais profundos, outros menos. Por isso quem alcançou somente um grau menor de elevação espiritual consegue captar apenas os princípios mais superficiais da realidade.
  35. 35. 35 ANTROPÓLOGA: A Bíblia foi interpretada para justificar práticas más tal como, por exemplo, a escravidão, a carnificina de prisioneiros de guerra, os sádicos assassinos de mulheres acusadas de serem bruxas, punição capital por centenas de ofensas, poligamia e crueldade com animais. Foi usada para encorajar a crença na mais grosseira superstição e para desencorajar o livre ensino de verdades científicas. Nós não devemos nunca esquecer que, bem e mal, fluem da bíblia. Ela, portanto, não está acima da crítica. (pausa): O cientista anseia encontrar e por fim compreender a verdade, já o homem religioso quer que a verdade se encaixe no seu molde preconcebido. Então, como resultado o cientista altera a sua percepção conforme os fatos; o homem religioso tenta mudar os fatos conforme suas crenças. Ninguém pode esquecer a frase do Cardeal Bellarmino em 1615, durante o julgamento de Galileu: ‘’Afirmar que a terra gira em torno do sol é tão errônea quanto afirmar que Jesus não nasceu de uma virgem.’’ Este cardeal sim é que deveria ter ido a julgamento e ser executado. ZECA (pensando): A atitude correta de quem possui o verdadeiro coração sincero é vigiar constantemente a si próprio, procurando saber se está agindo certo ou errado. Ao contrário, condenar o mal dos outros, chamarem-lhes a atenção, embora socialmente pareça correto, contudo não é atitude digna. Se, de fato, alguém estiver errado, a Deus cabe julgar. Aqui reside o grande mistério da fé. ANTROPÓLOGA: Os fundamentalistas negam que a evolução aconteceu; eles negam que a Terra e o Universo como um todo
  36. 36. 36 tem mais do que alguns milhares de anos, e assim por diante. Existem amplas evidências científicas que os fundamentalistas estão errados nesses assuntos, e que as suas noções de cosmologia possuem tanta base em fato quanto a Fada do Dente possui. O famoso cientista inglês Stephen W. Hawking declarou: ‘’Desde que o universo tenha um começo, podemos supor que ele teve um criador. Mas se o universo é completamente auto- contido, não tendo fronteiras ou bordas, ele não seria nem criado nem destruído. Ele simplesmente seria. Que lugar há, então, para um criador?’’ (pausa): No reino da ciência, todas as tentativas de encontrar qualquer evidência de seres sobrenaturais, de concepções metafísicas, como Deus, imortalidade, infinito, etc., falharam, e se nós somos honestos, devemos confessar que na ciência não existem Deus, imortalidade, alma ou mente fora do corpo. (taxativo): A esposa de Carl Sagan disse ‘’Não houve conversão no leito de morte de meu marido. Nenhum apelo a Deus, nenhuma esperança sobre uma vida pós-morte, nenhuma pretensão que ele e eu, que fomos inseparáveis por vinte anos, não estávamos dizendo adeus para sempre. Ele não queria acreditar? Carl nunca quis acreditar, ele quis saber.” ZECA (pensando): Sobre isso eu estou me recordando de um mais que mensageiro divino citando um caso ocorrido: ‘’Numa reunião de pessoas que pesquisavam fenômenos espirituais, o espírito de um homem muito famoso manifestou-se, através de um médium. Chamaram, então, a esposa do falecido, a qual, pela maneira como o espírito falava e agia, confirmou que realmente se tratava do marido. Fizeram-lhe muitas perguntas,
  37. 37. 37 mas as respostas não eram corretas nem lúcidas, apesar do seu nível de cultura no Mundo Material. Isso acontecia porque aqui neste mundo ele não acreditava na existência do Mundo Espiritual. Vemos, pois, que é necessário o homem crer na existência do Mundo Espiritual e, assim, preparar-se para a vida após a morte.” ANTROPÓLOGA: Aos 4,5 bilionésimo ano o homem disse: ‘’Que haja deus’’. Mais tarde, ele comprovaria: ‘’Theosaurus: nome dado a um fóssil-Deus encontrado em Jerusalém. Diz-se que foi morto pela razão.’’ Se deus queria que as pessoas acreditassem nele, por que então inventou a lógica? Freud afirmou: ‘’A religião é comparável com uma neurose da infância.’’ Logo, SEM prova, SEM deus, SEM problema. ZECA (pensando): Uma das principais razões pelas quais tantas pessoas não acreditam na existência de Deus é terem, desde criança, recebido uma educação voltada unicamente para o materialismo. Daí que, enquanto os educadores não tomarem consciência da real importância desse fato e continuarem negligenciando a educação baseada em princípios espiritualistas, todas as demais medidas serão apenas paliativas. ANTROPÓLOGA: Esses espiritualistas acham que deveria ter educação sobre o além, como se as pessoas nascessem e morressem várias vezes. Daqui a pouco vai ter gente acreditando que tudo tem espírito. Existência de luz que não cria sombra. Inexistência de acaso. O homem é considerado um pequeno Universo, pois ambos são feitos de átomos.
  38. 38. 38 ZECA (pensando): Não se nasce e morre pela primeira vez. Até a pedra tem espírito. Luz de Deus ilumina sem criar sombra. Tudo tem um propósito. O homem é considerado um pequeno Universo, pois ambos são feitos dos espíritos do fogo, água e terra. ANTROPÓLOGA: Ainda tem gente que pensa que homem tem princípios fora do Mundo Material. Os princípios são os da antropologia, da biologia, da física, e só. O que vale é o princípio da consideração dos fatos da vida como o fator comunicacional, veja a lâmpada vermelha para evocar necessidade de deter o homem em um cruzamento. Desafio esses espiritualistas que digam um princípio fora do Mundo Material. Um, apenas um. ZECA (pensando): Antropologia é mesmo a arte de falar pelo outro com o domínio do princípio de normalidade. Mas, aceitemos o desafio. Um primeiro, o princípio imparcial aquele que apregoa de se manter sempre no centro, cultivando o pequeno e o grande, visando o indivíduo e o mundo, pregando o ceder para conquistar. Segundo, o princípio da universalidade é o que permite concluir que comportamentos de fidelidade ao Rei, ao Imperador ou sentimentos de patriotismo são errados porque visam apenas a interesses restritos a uma nação, deveria sim é criar uma Assembleia Internacional do Paraíso na Terra. Terceiro, os princípios básicos da fé como: procurar salvar o ser humano no seu todo, promover o bem dos outros, eliminar ego e apego, suportar com paciência o sofrimento das dívidas e reprimir a ira. Último, princípio da justiça: causa de todos os males está no coração dos homens.
  39. 39. 39 ANTROPÓLOGA: O homem é apenas matéria, um animal com cérebro diferenciado, e só. ZECA (pensando): Pistoleira que ficou incorporada por um animal, mas que recuperou o seu corpo humano e virou antropóloga de mulher sem espírito. ANTROPÓLOGA (com solenidade): Vou finalizar tentando lhe hominizar, ô surdo-mudo de grande animalização. Vou levá-lo para a cidade, para que você seja aceito num ritual de ingresso na seita dos materialistas e ambicione a restauração de sua audição e falação e assim possa se comunicar e encontrar uma Finalização.
  40. 40. 40
  41. 41. 41 FINALIZAÇÃO Numa cidade do interior com o Palace Hotel de um lado, com o Cine São Zeca do outro, no centro a pracinha na frente e a Igreja Matriz no fundo. Lá está o solitário e ensanguentado afugentando todos de ficarem ao seu lado, a não ser um barbado MENDIGO nu todo fedido segurando com a mão um pires contendo alguns centavos. MENDIGO: Sabe colega. A beleza é vista quando alguém trabalha com muita sinceridade. Eu acho muito bonita a mocinha cobradora de ônibus. Encontro nela mais beleza que numa outra de classe social de elite preocupada somente em comprar e não sair do salão de beleza. E tem mais. ZECA (pensando): Que papo é esse? MENDIGO: Tudo acontece de acordo com o princípio da justiça que engloba a Lei do Carma, ou seja, a relação entre causa e efeito. Saiba que o plano geral para esta vida é estabelecido pela maneira como pensamos e agimos em encarnações anteriores. Não obstante, esses planos preestabelecidos podem ser modificados para melhor ou para pior, dependendo da maneira como vivemos agora, nossa infelicidade pode ser reduzida a meros sonhos maus e mesmo eliminada. Por isso, que não digo que a sociedade é má, nem responsabilizo o governo, a política, a educação, o sistema ou a situação do mundo pelo meu insucesso pessoal. Pois, a purificação é mais severa para quem
  42. 42. 42 tem mais máculas, maior missão ou sinceridade que é o meu caso. O ensanguentado ainda desconfiado com aquele ‘’papo’’ passa a mão pelas feridas. MENDIGO: O colega, não liga não pelo que lhe fizeram, a gente acaba acostumando com essa falta de civilidade, afinal estamos num individualismo sem fraternidade. Veja o meu caso que há 36 anos não recebo nem um bom dia. O último cumprimento que recebi foi do Zeca que se desmaterializou e se tornou santo. Aliás, todo dia, em seus 18 anos que esteve entre nós, ele dizia: ‘’Bom dia, seu Fortuna. Como vai o senhor?”. ZECA (pensando): Não é possível! É o mendigo do Fortuna! Mas, o que ele fez com o dinheiro que lhe deixei! MENDIGO: Quando ele partiu, que Deus o tenha, dizem que deixou um baita de uma grana para mim. Sabe o que aconteceu? Tem tal de uma antrotutupófaga, alguns dizem que é antropóloga, mas pra mim não passa de uma comedora de carne humana e de grana. Não é de grama não, embora seja possível, mas é de grana, de tutu, de dinheiro. Ela falsificou a minha assinatura e rapou tudo, continuei sem nunca ter nada. Aquilo é uma cabra medrosa que nunca foi uma lavradora apenas uma sujeita capanga de Theodorico. ZECA (pensando): Por isso que essa minha ... minha ex-amiga antropófaga ... digo antropóloga foi a única a não agradecer pelo
  43. 43. 43 que fiz por ela, eu o considerado santo, o são Zeca. (pausa): Espera aí! De repente, eu mesmo me passar a chamar de santo? De início fiquei contente e até vaidoso por parecer importante. Com o passar do tempo, esse sentimento está me intensificando o desejo de ser visto como tal. (ralhando): Pode parar seu espírito animal que integra a minha personalidade, pois santo eu não sou, eu não sou santo. MENDIGO: Mas, não há de ser nada. Eu tenho como princípio que Deus está no mundo olhando o homem. Digo mais, para mim, Deus, mundo e homem são os princípios de tudo, de uma visão geral, de uma filosofia religiosa. Acrescento ainda que Deus criou o mundo e o homem; o mundo para ser à base de salvação do homem; o homem para construir o paraíso no mundo. ZECA (pensando): Caramba! Esse que vive de esmolas saber disso. Por isso que não de deve cortar comunicação com ninguém, nem com uma criancinha e nem com um mentiroso, quanto mais com um pedinte que talvez Deus esteja atendendo. MENDIGO: Pensando bem, não sei você vai ser um colega ou um concorrente. Pois, em termos de pobre coitado você está pior do que eu. Você tem sangue esparramado, eu apenas fedor; você só tem esse livro, eu pelo menos algumas moedas; você só faz escutar, eu falo; você é forasteiro, eu sou cria daqui. (comovido): Eu estou com pena de você. (pausa): Vamos agir como pessoas civilizadas, solidárias, ou seja, vamos dividir o ponto e expandir custe o que custar. Escolhe: hotel e cinema ou pracinha e igreja?
  44. 44. 44 (silêncio): Eta homem bom, parece um diamante entre o cascalho. Estou entendendo, você quer que eu escolha. (olhando para todos os cantos): Vou fazer melhor, vou deixar o cinema e a igreja para você, parece que tem mais a ver contigo. O forasteiro se curva e chora. O mendigo também. Eles se abraçam. Por alguns instantes o silêncio dos despossuídos fraternais ensurdece o Céu de tanto som espiritual elevado e magnífico. ZECA (pensando): A maneira de falar bem ou mal exerce um papel secundário, o de ser bem-arranjado ou mal-ajambrado também. A comoção que atinge a alma de um ouvinte vem da sinceridade presente no interior de quem emite a mensagem. MENDIGO (recomposto): Sabe que eu tive um sonho alguns dias atrás? Chegaria nessa cidade um homem que teve alguma participação em alguma experiência misteriosa ou desconhecida. Ele aparentemente era de fora, e que havia visitado um belo templo de nove patamares. ZECA (pensando): Caramba! Eu não sou de fora e visitei o Templo Messiânico em Guarapiranga e ele tinha nove patamares belamente ornamentados por flores. MENDIGO: Só que houve transformações. De baixo para cima, o terceiro patamar virou nível, o sexto e o nono também. Os seis patamares existentes ficaram com o número de degraus igual ao mesmo número de patamares de um templo em Israel.
  45. 45. 45 ZECA (pensando): Caramba! Os patamares do Templo Bahá’i em Haifa se transformaram em degraus para esses novos patamares oriundos do Templo Messiânico. MENDIGO: Eu escutei alguém falando que o primeiro nível era a fundamentação formada por dois patamares. O primeiro era os princípios com três degraus: Deus, Mundo e Homem. O segundo patamar não era simplesmente religião, mas sim ultra-religião com três degraus também, só que não ouvi mais nada a respeito. ZECA (pensando, recitando): messias, religião e cultura. O segundo nível é a salvação com os patamares: colunas e poderes. Colunas com os degraus: johrei, agricultura e belo. Poderes com: governo, economia e ideologia. (pausa): O terceiro nível é a missão com os patamares: bens e fins. Bens com: saúde, prosperidade e paz. Fins com: felicidade, cidade e paraíso. MENDIGO: Sabe que o meu sonho é que esse meu sonho se tornasse realidade? Aí daqueles que não tem uma fantasia, não é verdade? Eu gostaria de saber qual é a sua? ZECA (pensando): A minha utopia é a de que Deus ao planejar o Mundo, projetou o Paraíso na Terra e criou o Homem para ser o principal instrumento do Seu Plano. MENDIGO: Sabe que eu tenho uma ficção que tenho vergonha de contar. (pausa, envergonhado): É de transformação. Não, não é a de esperada de passar de um estado de mendicante para a
  46. 46. 46 condição de um abastado. (nervoso): É a de abandonar a esperança de algum dia ter abrigo e comida de rico para, no seu lugar, valorizar a realidade de ser um modesto seguidor de Messias. (aliviado): Eu gostaria de saber qual é a sua quimera de transformação? ZECA (pensando): A minha transformação ... pelo jeito que está indo ... parece ser o de ... bahaismo pelo messianismo. Isso Bahá’i pela Messiânica. MENDIGO: Essas utopias, pelo seu silêncio, acredito que quer guardá-las para si, o que respeito, afinal de contas ainda não fomos devidamente apresentados. E quem sabe não acabou de ser admitido como membro de uma seita secreta. (voltando ao seu sonho inicial): O que ainda escutei nitidamente naquele meu sonho, de poucos dias atrás, foi o seguinte: o de fora que não é de fora começaria pela iniciação dos princípios visitando os amigos, depois só se leria ou ouviria contos sobre a ultra- religião, depois sobre as colunas, só que depois não sei mais nada. O que ainda escutei meio embaralhado é que essas visitas e contos serviriam apenas como motivação para se conhecer a filosofia religiosa do Messias que vai de Deus até o Paraíso na Terra. Ou seja, aqueles três níveis, com seis patamares e 18 degraus. Para os que desejassem ter um panorama do que se aborda nos princípios ele deixaria comigo um resumo escrito e ... Fica paralisado, ao ver o recém-chegado no meio de seu pano ensanguentado tirar umas folhas escritas e com reverência
  47. 47. 47 entregá-las à Fortuna que apenas se ajoelha e agradece com os olhos cheios de lágrimas dizendo ... MENDIGO: Bendito sejas tu, são Zeca que até um mendigo te reconhece e pede: leve-me contigo na tua visita aos teus amigos de fé onde será abordada a ultra-religião. Assim, poderei ter a oportunidade de conhecer o Messias, bem como a religião e cultura, e quem sabe, o modesto aqui, poder vir a ser um de seus seguidores. ZECA (pensando): Bendito sejas tu, seu Fortuna que até (com ênfase) um não santo (normal) te admira e concede: acompanhe-me nestas viagens de contos onde será concluído o nível fundamentação. Assim, poderei ter a certeza de que encaminhei alguém desde o Princípio.
  48. 48. 48
  49. 49. 49 CONCEITUAÇÃO DE DEUS
  50. 50. 50
  51. 51. 51 NAVEGANDO Numa aparente única nave espacial com três tripulantes: o comandante, o piloto do módulo lunar e o piloto do módulo de comando. Este último um negro com um livro escuro na mão agradece ao que lhe está sendo oferecido pelo louro germânico. MÓRMON: Obrigado piloto, mas minha religião orienta os adeptos a abstenção ao consumo de café e mesmo de chá preto. ATEU: Cuidado, hein! Daqui a pouco ela vai dizer que seus corpos são sagrados e que não podem manter relações sexuais. COMANDANTE: Mas, você não sabe que ele é solteiro? ATEU: E o que isso tem a ver? COMANDANTE: É que todos os Santos dos Últimos Dias que são solteiros mantém castidade até o casamento. ATEU: Que desperdício! (pausa): Ah espera aí, Santos dos Últimos Dias então você é mórmon? Aquele que serve como missionário em diversos países do mundo. MÓRMON: Sim, sou. O que está escrito aqui nesse livro diz bem o que somos. Por exemplo, o que ... ATEU (rindo): ... você está fazendo aqui no espaço, é isso? Por acaso você veio com a missão especial de servir no planeta X?
  52. 52. 52 COMANDANTE: Ô piloto, logo no planeta mais distante do sistema solar? Mais respeito com o sacerdote. MÓRMON: Deixe esse ateu comigo, comandante. Deus é ... ATEU: ... acredita mesmo em Deus? Jesus Cristo? Veio procurá- los aqui em cima? MÓRMON: Creio até no Espírito Santo. Mas, os três são três seres separados e distintos, que são um apenas em propósito. ATEU: E o comandante que é asiático também tem essa ideia? COMANDANTE: Não, pois ninguém foi capaz de criar um conceito para definir a essência de Deus. Tudo permanece ainda num plano muito vago. No Japão, para se dar um exemplo, ainda se cultuam como deuses o tengu, as raposas e os dragões. ATEU: Absurdo! Acreditar que existe e não saber como Ele é. MÓRMON: Nada disso! O Profeta Joseph Smith, fundador da nossa Igreja - Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias - ensinou que o primeiro princípio do evangelho é saber com certeza o caráter e atributos de Deus. ATEU: E quais são esses, ô sacerdote cheio de certezas? MÓRMON: A doutrina Mórmon ensina que Deus é o pai de nossos espíritos. Que toda a humanidade é a semente espiritual
  53. 53. 53 de Deus e que ele nos ama, e supervisionou a criação da Terra. Isso significa que devemos ser parecidos com Deus. Joseph Smith registrou em Doutrina e Convênios: “O Pai tem um corpo de carne e ossos tão tangível como o do homem”. ATEU: Epa! Igualzinho ao nosso? Até para mim parece infâmia. COMANDANTE: Não, os mórmons acreditam que o corpo de Deus é diferente do nosso. O Dele é imortal e perfeito, enquanto o nosso é mortal e sujeito a tristeza, aflições e doenças. ATEU: Pelo jeito o comandante também é mórmon. Vai ver que vocês dois são o par que anda de camisa branca e gravata pregando com esse livro que deve ser o Livro de Mórmon. COMANDANTE: Sim esse é "O outro testamento de Jesus Cristo". Quer escutar o que ele diz? ATEU: Outra Bíblia? Quem não gosta de fofoca? Desembucha. MÓRMON: Como filhos espirituais de Deus vivemos com Ele antes de vir para a Terra e aprendemos muitas coisas. ATEU: Pode dar um exemplo? Apenas um se for capaz. MÓRMON: Aprendemos o porquê era importante que viéssemos a Terra para receber corpos mortais. ATEU: E o que isso tem a ver com os atributos de Deus?
  54. 54. 54 MÓRMON: “Oh! Quão grande é a santidade de nosso Deus! Pois ele conhece todas as coisas e não há nada que não conheça”. ATEU: Dizer que Ele é oniciente? Isso é mais velho do que ... MÓRMON: Deus é justo e sempre faz o que é certo. Deus é amor. Esses atributos de justiça e amor é o porquê de termos a expiação e o porquê que Deus nos deu seu Filho Jesus Cristo para que possamos voltar a morar com Ele um dia. ATEU (impaciente): Quem ou o que Ele é? Onde Ele fica? COMANDANTE: Calma, você é muito do ansioso e inamistoso. ATEU (irritado): Claro, fazendo meu ouvido de pinico com essa estória da carochinha. E o comandante tem alguma ideia clara de Deus ou vai continuar somente afirmando que as pessoas demonstram ter Dele apenas ideias vagas? MÓRMON: Quer ter uma ideia nítida? Pratique servir aos outros, pois assim ficará mais perto de Deus e poderá vê-Lo. E assim ... ATEU: ... Deus próximo? Isso até para um ateu é desonroso. COMANDANTE: Vem cá, você é daqueles que pensam não ser permitido tocar em assuntos que dizem respeito à essência divina? Que caso toque será castigado, é isso? Saiba que temendo-O é que se está agindo errado. ATEU: Temê-Lo? Eu, um ateu! Por causa desse livro?!
  55. 55. 55 MÓRMON: Sim, pois nele tem a história de comunicação de Deus com os antigos habitantes das Américas. ATEU: Amééérica! Há 600 anos atrás? MÓRMON: Não, há 600 anos a.C. Deus enviou um profeta chamado Leí deixar Jerusalém com sua família, e irem todos para uma terra da Promessa: as Américas. Depois de Leí, o Senhor chamou outros profetas, Mórmon foi um desses profetas, ele teria sido um dos autores e compiladores das escrituras que formaram este Livro que recebeu o seu nome. ATEU: Que viagem! Eu é que sou o piloto do módulo lunar e você é que vive no mundo da Lua. COMANDANTE: E aperte o cinto, pois um dos acontecimentos mais importantes relatados neste livro é a visitação do Salvador Jesus Cristo as Américas, após a sua ressurreição. ATEU: Iihhh! Isso não é mais viagem, é caso de internação. Cristo nas Américas! (rindo): Vocês acreditam mesmo nessa ... MÓRMON: Cremos na coligação literal de Israel e na restauração das Dez tribos, que Sião, ou seja, a Nova Jerusalém, será construída no continente americano; que Cristo reinará pessoalmente na Terra; e que a Terra será renovada e receberá a sua glória paradisíaca. ATEU (debochando): Aaahhh!!! A Nova Jerusalém? Sim, aquela teatralização ao ar livre, localizado no município de Brejo da Madre de Deus, no estado de Pernambuco, com os indígenas
  56. 56. 56 Caruaru e Gravatá assistindo com arcos e flechas. Já estou até vendo Tupã, o deus trovão e realizador de toda a criação, ajudado pela deusa lua Jaci, descendo à Terra num monte na região do Paraguai, e deste local criando tudo sobre a face da Terra, as estrelas sendo colocadas no céu nesse momento. Tupã então cria a humanidade formando estátuas de argila do homem e da mulher. (pausa): Aliás, o mito da criação do homem pelo barro, por uma força divina – ao contrário do que muitos creem, tal concepção não é exclusiva da mitologia judaico-cristã com Jeová, pode-se encontrá-la na mitologia de um povo africano denominado ioruba com Oxalá. E apontando com o dedo em riste para o piloto negro mórmon. ATEU: Você, ouvindo esse mito africano, devia se orgulhar da sua raça e não de ficar bajulando a religião de branco. Faço ideia de quantos negros sacerdotes mórmons existem que nem você. COMANDANTE: Ei, vamos mudar o rumo dessa prosa. Acho que todos nós havemos de concordar que o verdadeiro Altíssimo está sentado muito além das nuvens. A Ele a humanidade reza apenas de longe e O louva com diversos nomes, tais como: Jeová, Alá e até esse Tupã que você mencionou. A partir de agora, cabe à humanidade procurar saber quem é verdadeiramente Deus e conscientizar-se de Sua existência. ATEU: Que vergonha seu chinês ainda não saber que a humanidade nasceu na África e que na sua experiência de nômade mostraria que sua caminhada para o sul seria paralisada pelos Oceanos Atlântico e Índico e que pelo norte conseguiria
  57. 57. 57 rumar pela Europa e Ásia chegando ao Ártico e o estreito de Bering que levaria as Américas. MÓRMON (pensando): Estados Unidos. Ainda bem que como nigeriano falo inglês e assim não tenho dificuldade. Já pensou se fosse na Alemanha que não entendo nada da língua alemã! ATEU: Uns foram se fixando no meio do caminho e outros, quando voltavam os encontravam, e nesse processo surgiu um sentimento humano de vínculo com algo maior do que o ser humano a Terra e a Natureza que seriam os ciclos das estações e a fertilidade. Nesse sentido, a adoração à Mãe Terra estabeleceu-se, mais tarde passou à Pai do Céu, e o resultado foi o desenvolvimento da cultura, em particular da religião. (pausa): Ou ainda um dos dois tem dúvida? COMANDANTE: Nenhuma. Iniciou pelo panteísmo, passou pelo politeísmo e encerrou com o monoteísmo. Só não disse que no meio de religiões politeístas, às vezes ocorria de um deus passar a ser supremo, como foi o caso de Zeus, na mitologia grega, de Marduque, na mitologia babilônica, e do Rá, na egípcia, ou de apenas um deles passar a ser adorado, como foi o caso de Jeová, na judaica. Outras ocorrências realçaram Alá, Olorum e Guaraci nas mitologias islâmica, candomblé e tupi, respectivamente. ATEU: No entanto, duvido que algum desses deuses passou por unanimidade a ser supremo em relação aos demais? E muito menos que alguma dessas mitologias foi aceita como a que
  58. 58. 58 transmitisse as verdades profundas? Digo duvido por entender apenas o idioma alemão daí a minha falta de certeza. COMANDANTE: Eu só entendo chinês, mas sei que a tentativa de encontrar Deus Supremo e mitologia guia pode encaminhar a pesquisa aos locais mais férteis de nascimento de religiões significativas, que segundo na história das religiões do mundo, é a Índia com hinduísmo, jainismo, sikismo e budismo, e o Oriente Médio com judaísmo, zoroastrismo, cristianismo e islamismo. Pode também orientar a investigação para as religiões significativas que se concentram na sua terra natal de origem como o judaísmo na Ásia Ocidental (Israel), o hinduísmo na Ásia Central (Índia) e o xintoísmo na Ásia Oriental (Japão). Ou então as que se espalham como o budismo com forte presença na Ásia Oriental e Central, o cristianismo em todo mundo inclusive nas Américas, e o islamismo na Ásia Ocidental e África. ATEU (gritando): Mas, afinal, pelo menos chegaram a elaborar uma conceituação de Deus? Sim ou não? Chega de falar muito ... A voz paralisa ... por quê? ... por que! ... porque lembram que a nave sem nenhuma razão começa a acelerar ... a acelerar muito ... deixando os astronautas em pânico, ... parece que o espaço vai se dobrando ... dobrando ... e a astronave se movendo ... se movendo numa velocidade incrível na direção de transpor de um ponto para o outro. Fazendo a passagem entram num túnel ... e? ... e! ... o ocorrido em consequência do pousar e chocar da nave em algo ela sofreu intensas avarias de modo a não se acreditar em possibilidade de retorno. Mas, o que aparenta um será três.
  59. 59. 59 ESTADIA Ainda desnorteados por aquele acontecido sem saber onde estavam e muito mais quando inesperadamente dois seres entram na nave. Para os astronautas seriam extraterrestres, já para os que habitam aquele astro: os terrestres fossem extra-X’s. X-MASCULINO: Acalmem-se. Comunicação não é problema. MÓRMON: (assustado): Quem são vocês? Falam nossa língua? ATEU: Caramba eu estava ... X-FEMININA: ... gritando, para saber se os terrestres chegaram a elaborar uma conceituação de Deus. Risos, sem perder a curiosidade com aquela adivinhação. ATEU: E por acaso, vocês conseguiram elaborar tal conceito? X-MASCULINO: Primeira providência é empregar um sistema ortográfico especial no sentido das diferenças entre três grafias, a saber: Deus com todas as letras maiúsculas (DEUS), Deus apenas com a primeira letra maiúscula (Deus) e Deus com todas as letras minúsculas (deus). ATEU: Como assim! E para o universo a mesma providência? X-FEMININA: Não é necessário recortes para se estudar algo?
  60. 60. 60 MÓRMON: Sim, o ar era desprezado nos problemas de Física. X-MASCULINO: Universo com as letras todas minúsculas (universo) é o recorte mais apropriado para vocês. X-FEMININO: Pois, ele é o conjunto formado por Sol, Lua e Terra com seus espíritos e matérias. E isso para os entendimentos e curiosidades dos terrestres sejam os necessários. Porém, no momento especial em que estão vivendo não sejam suficiente e o recorte: Universo com letras maiúsculas (UNIVERSO) é o Mundo Divino com seu aglomerado de galáxias, que se subdivide em sistemas solares, que contém corpos celestes como estrelas, planetas, asteróides, etc. X-MASCULINO: O surgimento dele em termos materiais segundo a teoria científica cosmológica do Big Bang - Grande Explosão - é que ocorre a partir de um estado extremamente denso e quente há cerca de 13,7 bilhões de anos, já que toda a matéria e energia estariam comprimidas em um único ponto. X-FEMININO: Os modernos coomólogos designam essa energia primeira por sopro cósmico; o taoismo intitula de tchi; a mitologia da religião do grupo étnico africano dos yorubá e nagô chamam de axé. X-MASCULINO: Desse modo, essa energia primeira, isto é, a materialidade de Deus é que se desmembrou nas existentes. MÓRMON: Gravitacional, eletromagnética e nuclear.
  61. 61. 61 X-FEMININO: Há uma religião pouco conhecida no seu planeta que diz que a materialidade de Deus com as letras maiúsculas (DEUS) provém da abstração dos elementos fogo, água e terra. ATEU (pensando): Iihh! Até aqui nesse desconhecido se fala loucuras? Daqui a pouco se bobear vai se falar em astrologia. X-FEMININA: Diz também que: “não é sem cabimento o interesse que os antigos tinham pelo estudo dos astros.” ATEU (pensando): Ih! Só falta a esses estranhos loroteiros dizerem que o astro deles exerce aquela influência no universo. MÓRMON (pensando): Não foram os mórmons que falaram isso, nós não somos nada desconhecidos, somos a crença que mais cresce no mundo. Mas, ... mas que religião enigmática é essa? ATEU: E os três Deuses com grafias diferentes, sai ou não sai? X-FEMININA: Deus com letras maiúsculas (DEUS) refere-se exclusivamente ao Supremo Deus ou Deus Supremo do Mundo Divino, do UNIVERSO com as letras maiúsculas e Suas manifestações no Plano Superior do Mundo Divino. (pausa): Deus, com inicial maiúscula (Deus), ao Supremo Deus do Mundo Espiritual, do Universo com apenas a primeira maiúscula. X-FEMININA: "deus" com letras minúsculas, ao Supremo Deus do Mundo Material até os deuses comuns.
  62. 62. 62 ATEU: E o que as diversas concepções de Deus têm a ver com isso? Como a Trindade cristã, definição cabalística, islâmica e até a espírita que considera Deus a inteligência suprema? (pausa e ênfase): Isso sem esquecer-se daqueles retardados que especulam Deus ou deuses serem seres extraterrestres. COMANDANTE: (sussurrando): Então louro, quem sabe se esses dois não possam ser deuses. ATEU: O quê! Essas coisas esquisitas de Tupã e Jaci? Risos, inclusive os do astro X, exceto o do mórmon abalado. MÓRMON: Mas, o que você pensa? ATEU: Especula-se mais seriamente que toda a religiosidade do homem criará no futuro uma entidade chamada Deus, a qual emergirá de uma inteligência artificial. Pode ser que nosso destino nesse planeta não seja adorar a Deus, mas sim criá-Lo. MÓRMON (muito assertivo): Mas, o que ... o que você ... o que você pensa? ATEU: Penso que religiões e mitos são derivados do medo. Medo da morte, das doenças, calamidades, predadores, "inferno eterno". Deus é uma invenção do medo do desconhecido. X-MASCULINO: Deus com letras maiúsculas (DEUS) é grande universo, ser absoluto, princípio de tudo, caminho perfeito.
  63. 63. 63 ATEU: Isso tudo eu já conheço, diga algo inédito. COMANDANTE: Deus através da física moderna é conceituado no sentido do aumento e diminuição da frequência. Mais exatamente: como E = mc2 , onde E é a energia, m a massa e c a velocidade da luz; E = hf, onde h é a constante de Planck e f é a frequência; logo E = mc2 = hf, donde m = kf, onde k é a constante h/mc2 . Assim, se a frequência for alta, a massa é grandiosa, ou seja, a matéria é densa, pertinente ao Mundo Material. Por outro lado, na medida em que a frequência diminui, a massa vai entrando em níveis espirituais mais elevados do Mundo Espiritual. Deus seria o campo onde f = 0, donde E = 0; como energia espiritual é inversamente proporcional à energia material. Por exemplo, a energia material do fogo é menos potente que o espírito do fogo, então Deus teria energia espiritual igual a infinito. ATEU: Vocês não têm algo mais sensato não? X-FEMININO: Deus Supremo, ou Deus com maiúsculas, é o Espírito do Espírito composto de Luz e Calor que cria o Universo. ATEU: Como entender essa loucura feminina da Jaci!? COMANDANTE: Talvez se levando em conta a água com seus estados de evaporação, fusão, condensação e solidificação. O espírito da água é igual ao vapor de água, donde, espírito da água é a evaporação. O espírito do gelo é igual à água, donde, o espírito do gelo é a fusão.
  64. 64. 64 X-MASCULINO: Isso! A espiritualização, rarefação, caminha do sólido, líquido, gasoso, plasma, matéria de Deus, enquanto, a materialização, densificação, caminha em direção oposta, ou seja, do gasoso, líquido, sólido, condensação de Bose-Einstein, espírito de Satanás. COMANDANTE: Assim, existe algo mais profundo que os gases que é o espírito. Mundo Espiritual dividido em diversos níveis com espíritos de vários níveis: superiores (como os deuses), médios (os homens) e inferiores (os demônios). MÓRMON (falando para si): Meu Deus! Como encaminhá-los a serem Santos dos Últimos Dias? Principalmente, esses extra-X’s. X-MASCULINO: Deus, apenas com a primeira letra maiúscula, é identificado como a Luz. A matéria de Deus, isto é, a matéria da Luz, é o plasmático Sol, mais precisamente, o espírito do Sol, mais exatamente, a mancha solar, a energia e regedora do considerado astro rei. Logo, espírito do espírito do Sol, é o espírito da mancha solar que é a Luz, ou seja, Deus. ATEU: E Deus lá tem matéria? E Sol tem espírito, seus loucos? MÓRMON (pensando): Eu aceito ser o pioneiro mórmon a atravessar este “rio Mississipi espacial” e estabelecer o “corredor espacial dos mórmons”, onde o Sol é o corpo de Deus. X-FEMININA: Sim, pois o Sol é identificado com o fogo por ambos emitirem luz e calor. Digo semelhante devido: o Sol é
  65. 65. 65 material, uma massa de gás ionizado, algo no quarto estado da matéria, estado de plasma; enquanto, o fogo é imaterial, uma energia manifestada pela mistura de combustível, oxigênio e faísca. No entanto, se irá considerar o fogo material por se ter convencionado a matéria do fogo como oxigênio, que é matéria. ATEU: O mórmon já era. Agora, essa louca feminina da Jaci está dizendo que a matéria de Deus é espírito do fogo. Cruzes! COMANDANTE: É que a concepção de matéria em oposição à energia, que perdurava na física desde a Idade Média, perdeu um pouco do sentido com a descoberta, anunciada em teoria por Einstein, de que a matéria era uma forma de energia [E = mc2 ]. Pois, matéria é uma forma de espírito, assim como também se pode conceber o espírito como uma forma de matéria. Por exemplo, matéria da alma é o espírito do homem, bem como o espírito do gelo é a água. ATEU: Está bem, está bem. Mas, só me expliquem o que foi afirmado pela louca da Jaci. Risos, exceto do mórmon que está com outras preocupações como a do rio e a do corredor. E o piloto louro continua. ATEU: “Deus Supremo (DEUS) é o Espírito do Espírito composto de Luz e Calor que cria o Universo” e que “a materialidade de Deus com todas as letras maiúsculas provém da abstração dos elementos conhecidos fogo, água e terra”. E de lambuja, me digam onde fica isso que chamam de Deus?
  66. 66. 66 X-MASCULINO: Quando pessoas ou correntes filosóficas ou religiosas se dizem espiritualistas não quer dizer que estejam em perfeita comunhão, pois, podem estar em níveis de ápice e profundidade bem diferenciada. Uns podem ter ido a uma química esotérica com fogo, água e terra, outros há um nível mais elevado com química dos espíritos dos fogo, água e terra, alguns há apenas a química atômica. Assim, há os que acreditam que a divindade de maior Luz seja o Sol material, o deus Rá do egípcio, outros no Sol espiritual, o Deus Amaterassu Oomikami do Japão, ou ainda, mais abstrato se for o espírito do espírito desse astro, Deus do Mundo Espiritual, ou simplesmente, Deus. Quando o piloto ia começar a gritar, ele nota o comandante visivelmente irrequieto por estar naquele local ignorado. COMANDANTE: Desculpem-me pela interrupção, mas é que eu, como comandante, estou preocupado por não saber como iremos voltar ao nosso planeta com a nave neste estado. X-FEMININA: Deixem-nas apodrecer. Desapeguem de lá. Esta é a nossa missão como elemento da equipe de desligamento. ATEU: Noosssaa! Dão uma carona ou nos deixam aqui nesse planeta-X com o sacerdote delirante procurando Deus? X-MASCULINO: Sim, desde que entendam estarem viajando de graça, não pelo gratuito, mas sim pela graça santificante. ATEU: Mais um! Dois é pouco desde que não erre o caminho.
  67. 67. 67 RETORNANDO X-MASCULINO: Quem procura Deus com todas as três grafias precisa ver as coisas do lugar do Supremo Deus (DEUS). Suponha ser aqui onde estamos e que seja o alto. Deus Supremo ao criar, Ele “materializou” o seu espírito em Deus do Positivo (Deus+), e este, por sua vez, “materializou” o seu espírito em Deus, este com apenas a primeira letra maiúscula (Deus). Já, lá na Terra, suposta embaixo, com tudo criado, se tem que o espírito do espírito de Deus com apenas a primeira letra maiúscula (Deus) é o espírito de Deus Positivo (D+) que é Deus Supremo (DEUS). ATEU: Ah! Então, Deus Supremo (DEUS) é o espírito do espírito ... de Deus, com a primeira letra maiúscula (Deus). COMANDANTE: Ah! Deus, apenas com a primeira letra maiúscula, é identificado como a Luz, logo ... ATEU: Mas, espera aí! Luz é uma radiação eletromagnética, ou seja, uma propagação de energia por meio de partículas ou ondas que viajam no ar à velocidade de 300 mil quilômetros por segundo. Entre as fontes de luz se têm a do Sol (que é a mais visível), lâmpadas fluorescentes, relâmpagos e chamas de vela. Deste modo, o Sol é a fonte de Deus, e não o corpo de Deus. X-MASCULINO: Mas, a nossa luz mencionada não é a física. Nossa luz é com l maiúscula (Luz), enquanto a física é com l minúscula (luz). O espírito dessa luz com l minúscula (luz) e a luz com l maiúscula (Luz) conhecida por Luz Divina.
  68. 68. 68 ATEU: Ah entendi! A matéria da Luz Divina é a luz física. E Deus Supremo é composto de luz com l maiúsculo (Luz). E também de calor com c maiúsculo (Calor), pois as propriedades do fogo são o de iluminar e aquecer. E fogo com f maiúscula (Fogo) estaria ... X-MASCULINO: ... estaria numa dimensão superior. E o mórmon a parte fala sem que ninguém lhe dê atenção. MÓRMON: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a única organização na Terra com autoridade para realizar ordenanças válidas, como o batismo e o sacramento. Ela também pratica outras ordenanças, restauradas por meio de Joseph Smith Jr., como o casamento eterno e o batismo vicário, isto é, a imersão realizada por uma pessoa viva em favor de uma pessoa falecida. Além disso, ... E os demais não perdem o foco. ATEU: E a materialidade de Deus que provém da abstração dos elementos fogo, água e terra com as letras iniciais “f”, “a” e “t” minúsculas ou maiúsculas, como se explica? X-FEMININA: Como tudo tem espírito e matéria. MÓRMON: Particularmente, o Sol e o fogo também. X-MASCULINO: Ótimo! Espírito do Sol é o Sol espiritual chamado de “s” e “e”, ambas maiúsculas (SE). Assim, como os espíritos
  69. 69. 69 das Lua e Terra seriam “l” e “e”, e “t” e “e”, maiúsculas (LE e TE). O espírito do fogo é o fogo com f maiúscula (Fogo). Assim ... MÓRMON: O Poder do fogo com f maiúscula (Fogo) provém do Sol Espiritual. Colegas terrestres param achando estranha a frase, agora é ele que não perde o foco. O foco! O foco? MÓRMON: Joseph Smith recebeu do anjo Moroni a informação sobre o local onde estava enterrada uma coleção de placas de ouro gravadas, que continham um registro da comunicação de Deus com os antigos habitantes das Américas. ATEU: Sacerdote estamos de volta, mas no século XXI, ouviu? X-FEMININA: Volta! Século XXI? Talvez. Mas, deixemos isso para lá. O que importa é avançar na abordagem da Trilogia de naves espaciais registrando que o Sol espiritual também tem espírito e matéria, assim como a Lua espiritual e a Terra espiritual. MÓRMON: E o espírito do Sol espiritual também. X-MASCULINO: Muito bem, simplificando a Luz Divina como o produto dos espíritos dos astros que compõe o Universo, isto é, “s” e “e” maiúsculas vezes “l” e “e” maiúsculas vezes “t” e “e” maiúsculas (SExLExTE), ou ainda como o produto dos espíritos dos elementos fundamentais do Universo, ou seja, Fogo x Água x Terra, estes três com as primeiras letras maiúsculas.
  70. 70. 70 X-FEMININA: Porém, Luz Divina é um conceito mais rarefeito e abstrato, pois ela é o espírito do Sol Espiritual vezes espírito da Lua Espiritual vezes espírito da Terra Espiritual, que por sua vez, o espírito do Fogo vezes espírito da Água vezes espírito da Terra. MÓRMON: Logo, a matéria de Deus com a primeira letra maiúscula (Deus) é igual à Luz Divina que é igual ao espírito do Sol espiritual, que por sua vez é igual ao espírito da luz física, que finalmente igual à alma humana, uma centelha divina. ATEU: Então! Ele está dentro de nós. Eu ignorante mandando procurá-Lo numa dimensão fora de nós, até no planeta-X. X-FEMININA: Lá! Também. Sem esquecer que a esfera expressa à forma de todas as coisas no Universo. A Terra, o Sol, a Lua e até mesmo os espíritos desencarnados e as divindades tomam esse formato para se moverem de um lugar para outro. (rindo): O engraçado é que muitos vendo o Sol e a Lua de longe pensam que eles são círculos, mas se puderem olhar bem de perto, eles são esferas. Assim, se eu perguntar quantas dimensões eles tem, tudo vai depender de quão refinada é sua análise. Talvez até mais do que tridimensional. X-MASCULINO: Logo não é sem propósito considerar Deus Supremo como único, eterno e imutável representado por uma esfera de nona dimensão que se divide em yang e yin, representado por duas semiesferas de oitava dimensão, uma de “luminosidade e aquecimento” e a outra de “escuridade e resfriamento”. No caso da esfera ser dividida ao meio por um
  71. 71. 71 plano nivelado, se tem uma semiesfera superior e uma semiesfera inferior. Já no caso dela ser dividida ao meio por um plano perpendicular, se tem duas possibilidades: uma semiesfera da esquerda e a outra da direita; ou uma semiesfera do verso (dorso, invisível) e uma semiesfera do anverso (frente, visível). COMANDANTE: Estas oposições com contraparte numa unidade constituem a origem de uma série de opostos complementares, como: yang se tem a “luminosidade e aquecimento”, o espiritual, vertical, superior, esquerda, invisível, verso, dorso, ou simplesmente positivo; yin se tem a “escuridade e resfriamento”, o material, horizontal, inferior, direita ... X-MASCULINO: As duas “manifestações” de Deus Supremo, uma na oitava dimensão recebendo o nome de Deus positivo e anotado por D+, a outra na dimensão menos um recebendo o nome de Deus negativo e anotado por D-. X-FEMININA: D+ se manifesta na sétima dimensão recebendo o nome de Deus com a primeira letra maiúscula (Deus) e compreendendo: a verdade, o bem e o belo, a justiça, a felicidade e a luz-calor em dimensões mais espiritualizadas do que a luz-calor conhecida do homem. D- se manifesta na dimensão zero recebendo o nome de Satanás (ás vezes designado por Satã, Lúcifer, Diabo, chefe dos demônios), anotado por Z e compreendendo a falsidade, a maldade e a feiura, injustiça, infelicidade e a treva-frio em dimensões mais materializadas do que a treva-frio percebida do ser humano.
  72. 72. 72 X-MASCULINO: Deus com a primeira letra maiúscula (Deus) se manifesta na sexta dimensão recebendo o nome de alma, esta por sua vez na quinta recebendo o nome de consciência espiritual ou simplesmente consciência; quarta dimensão recebendo o nome de corpo espiritual; enquanto Z na dimensão unidimensional recebendo o nome de dragão vermelho, este na tridimensional recebendo o nome de corpo material. ATEU: Diante disso, se compreende que Deus Supremo (nona dimensão) está muito acima de Deus (sétima) e Satanás (zero). Indica-se que o caminho evolutivo segue a direção de Deus com a primeira letra maiúscula (Deus) (leste, norte, nordeste, espírito, positivo, verdade, bem, belo, justiça, felicidade, luz e calor) e não de Satanás. Donde Deus com a primeira letra maiúscula (Deus) ser o Caminho Perfeito por levar a Deus Supremo (DEUS), daí, muitas vezes se considera Deus com a primeira letra maiúscula (Deus) e não Deus com todas as letras maiúsculas (DEUS), porém, assinalando que ambos são necessários para a construção do Reino de Deus na Terra. Depois de construído as dualidades vão cessando e só vai imperando o positivo, por exemplo, a Verdade e não mais verdade e falsidade, bem como a Luz e não a luz e treva. (falando para si): Eu só não sei a diferença de intensidade de luz e calor entre os mundos material e espiritual. Talvez se assemelhem no Plano Intermediário do Mundo Espiritual, já nas camadas mais altas a Luz e o Calor sejam de três a sete vezes maiores. O mórmon que aparentava estar distante está voltando tranquilo e estabilizado.
  73. 73. 73 MÓRMON: Agora entendo a distância espiritual entre Joseph Smith, Jesus Cristo, Deus e Deus Supremo. Deus Supremo se encontra na camada 181 do Mundo Divino com número de atuação 36. O Deus que você mencionou está na camada 120 e de número de atuação 10. Jesus Cristo na 108 e 6, e o fundador da nossa religião um pouco abaixo de 100 e de 5. COMANDANTE: Desculpem-me novamente pela interrupção, mas é que eu, como comandante, estou achando que os vinte minutos estão se aproximando e assim nós temos que nos preparar para a aterrissagem. X-MASCULINO: Mas, o senhor não tem nenhuma dúvida? COMANDANTE: Bom, ... em verdade tenho sim. Como é que seres do planeta-X que nem vocês falarem a mesma língua que nós encarnados no planeta Terra. MÓRMON: Que mesma língua é essa! Eu só falo inglês, eu ouvi comandante você dizer que só fala chinês, o ateu só alemão. X-FEMININA (citando): “Muitos de vocês que têm ido para terras estrangeiras tem recebido o dom de falar em línguas e traduzir, ou ter a interpretação de línguas”. MÓRMON: Ah! Entendi! É o nosso dom de línguas! ATEU: Caramba, é mesmo! Como é que pode? COMANDANTE: Ei pessoal ... chegamos!? Espere aí, isso parece a Terra, mas, ao mesmo tempo parece não ser.
  74. 74. 74 ATEU: Caramba, é mesmo! O que é isso então? X-FEMININA: Tenho algo a falar sobre a situação de todos vocês. Mas, vou escolher especialmente a situação do seu desenlace. ATEU: Que papo maluco é esse? Não vai começar, não? X-FEMININA: Diante do espírito de busca que você incrédulo demonstrou após sua morte autorizamos que seja batizado por procuração e seja feita a sua genealogia no Centro de História da Família. Isso tudo para ganhar a oportunidade de vir a ser deus. MÓRMON: Mas, isso é o batismo vicário! A nossa doutrina de "exaltação"! Ela inclui a capacidade das pessoas de se tornarem deuses e deusas em uma vida após a morte. X-FEMININA: Para finalizar, não somos do planeta-X. Saibam que somos do Mundo Espiritual do planeta Terra. Somos Santos dos Últimos Dias, desencarnados e missionários da equipe de desligamento que recebe os recém-falecidos. COMANDANTE (nervoso): O que é isso!!! Vi a nossa nave, mas não era única eram três, vendo mais de perto elas são os nossos corpos físicos apodrecendo. MÓRMON: Isso tudo só aconteceu por eles estarem próximos de mim, um sacerdote mórmon, não é assim? X-MASCULINO: Em parte sim para compor o drama da Trilogia de naves espaciais que aborda a cosmovisão de uma conceituação de Deus a partir de uma viagem interplanetária. Mas, importante é a fixação nesta conceituação, não é verdade?
  75. 75. 75 O QUE É O MUNDO
  76. 76. 76
  77. 77. 77 NOTÍCIA Entra correndo numa mansão uma jovem luxuosamente vestida. Ela vem puxando pelas mãos um rapaz que é só sorriso de tanta alegria. A passos largos adentram num imenso salão onde tem dois adultos bem trajados conversando atentamente um de frente para o outro a respeito de negócios. FILHA: Papai, papai, tenho uma ótima notícia para lhe dar. Ele sem perder o foco na conversa e no rosto de quem faz transação comercial consigo, comunica a sua felicidade. PAI: E eu mais ainda, estou fechando um negócio de milhões ... FILHA: Mas, papai, papai, eu vou me casar. E ele sem virar o rosto. PAI: Eu conheço a família? Qual o tamanho da sua fortuna? Diante do silêncio, o que estava frente a frente com o pai da jovem se vira para o casal e fica assustado com o que vê. COLEGA: É, acho melhor conhecer o seu futuro genro. Ao escutar aquela sugestão do colega, quando o pai se vira e vê. PAI: O que é isssooo!
  78. 78. 78 FILHA (assustada): Isso o que! Meu Deus algum rato por aqui. PAI: Muito pior. Esse mal vestido, mal barbeado, mal de tudo na minha frente. Não vai me dizer que isso é o seu ex-pretendente. FILHA: Ex? Papai, ele é o primeiro e será o único desde que ... PAI: Ah é? Então, vamos direto ao assunto. Isso, qual seu salário anual por trabalho, mesada ou ganho numa loteria? ISSO: Por enquanto nem salário, nem mesada, a única loteria que eu acertei na vida foi a de conhecer a sua filha. PAI: Você está muito enganado em pensar que eu vou lhe dar alguma coisa. Saiba que eu lutei muito para conquistar o mundo. ISSO: Eu também meu futuro sogro. Tenho me esforçado bastante para ter conciência dele. PAI: Consciência! Mas, que bosta é essa? E futuro sogro é a ... FILHA: Calma pai. Está diante do maior estudante esotérico sobre o mundo que vai largar tudo para ser multimilionário. ISSO (rindo): Eu! Querida tira isso da cabeça. COLEGA: Acho melhor conhecer o seu futuro genro. PAI: Nobre colega, só porque é solitário não fica de brincadeira.
  79. 79. 79 COLEGA (advertindo): Olhe! Dá-lhe uma chance tem muita gente mística no mundo, isso pode lhe render muito dinheiro. O pai fica pensativo com o que ouvira e fala com o jovem. PAI: Está bem, está bem. O que o Isso conhece sobre o mundo? ISSO: O estudo do mundo compreende: O que ele é?; Constituição; Aspectos; Presenças; Passagem; Progresso Populacional; Criação e Evolução da Terra. E ... PAI: ... Isso acelera isso, não esqueça que tempo é dinheiro. COLEGA: Fale como entende o mundo, meu rapaz. ISSO: Está bem. Ele pode ser entendido de duas maneiras: ou como universo, ou seja, cosmo, sistema solar e planeta Terra, ou como humanidade, isto é, povo, sociedade e homem. E ... PAI: ... Isso assim não dá. Vai logo na direção do que dá dinheiro. FILHA: Adoro quando ele disserta sobre o universo. Mas, adoro muito mais quando ele ficar milionário. PAI: Onde já se viu astrônomo rico, minha filha? Astrônomo é ... COLEGA: Mas, astrologia pode ser uma boa, não é? O pai mais uma vez fica pensativo e fala novamente com jovem.
  80. 80. 80 PAI: Está bem, está bem. Vou lhe dar mais uma chance, hein? O que o Isso conhece sobre o mundo visto como universo? ISSO: Conheço-o no âmbito do planeta Terra, do seu satélite a Lua, e do regente de seu sistema o Sol, subdividido em dois mundos idênticos: o Espiritual e o Material. PAI: Mundo Espiritual! Isso pode parar, isso é demais, isso é ... COLEGA (cochichando): Calma, isso pode ser rendoso. PAI (cochichando): Mas, nós não entendemos nada disso. COLEGA (cochichando): Porém, tenho solução. Vou chamar o meu motorista que é macumbeiro e detesta concorrência. Ele sai para chamar o seu motorista e o jovem continua. ISSO: O Mundo Espiritual é constituído pelos planos Superior, Intermediário e Superior, sendo que o Plano Intermediário corresponde ao Mundo Material, à vida na Terra. Ele é diferenciado entre oriente e ocidente. PAI (falando para si): E ele que não chega com o macumbeiro. ISSO: Mundo Espiritual tem presenças e relações por meio de corpo espiritual, elos espirituais e antepassados. PAI: Ô filha você que ambiciona mais do que eu, e Isso aí?
  81. 81. 81 FILHA: Isso passa. Quando ele conhecer o valor de ter capital. Seu apaixonado hipnotizado pela evolução espiritual, continua. ISSO: O Mundo Espiritual é tão importante que conhecê-lo ou ignorá-lo, considerá-lo ou desatendê-lo, proporciona felicidade ou maldade, então, por isso que ... O progenitor está para ... Quando chega seu colega com o motorista, um negão carregando nas mãos umas toras ocas e sarrafos de madeira. O que lhe deixa um pouco aliviado, digo um pouco, pois seu ameaçador futuro genro solta mais essa pérola. ISSO: Mundo Espiritual é um dos mundos existentes do Universo, desconhecido e importante; Mundo das essências, do pensamento e do espírito das palavras; Precedente em relação ao Mundo Material. Antes de prosseguir com ... Ele para e observa na presença do cavalo do pai Mané que começa a dar pancadas com os sarrafos nas toras fazendo um barulhão daqueles. E começa a se manifestar dizendo ... PAI MANÉ: Eeepaaa! Todo mundo se assusta, alguns chegam a cair. PAI MANÉ: Tudo tem espírito e matéria. No caso particular do Mundo tem espírito do Mundo, ou seja, o Mundo espiritual, e
  82. 82. 82 matéria do Mundo, isto é, o Mundo material. Isso é o que está escrito e confirmado pelo pai Mané. Isso é o que diz o pai Mané. ISSO: Abença meu pai. PAI (falando para si): Só podia ser um pai Mané e seu filho. PAI MANÉ: Eeepaaa! Lá vem novamente susto e chão. PAI MANÉ: O Mundo material e Mundo espiritual são idênticos no sentido de serem semelhantes por terem a mesma forma, mas não o mesmo conteúdo. Isso é o que diz o pai Mané. FILHA: Abença meu pai. PAI : Eeepaaa! Isso é o que diz o seu pai aqui. COLEGA (cochichando): Não perde o foco, olha o dinheiro das consultas. Ele pode abrir uma filial do pai Mané. PAI (cochichando): E isso lá dá dinheiro? E você me arruma esse motorista que é uma coisa pior do que o Isso. COLEGA (cochichando): Nada disso! Puro engano! Como é que pensa que fiquei milionário, hein? Foi usando os serviços desse meu motorista nas suas horas extras, ou melhor, quando ele incorpora e é o pai Mané.
  83. 83. 83 FILHA (falando baixo): A bença que eu estava pedindo é a sua papai. Você acha que eu ia pedir para este pai de santo duro que nem esse? Afinal o senhor é que traz as benfeitorias por aqui. PAI: (falando baixo): Então, por que escolheu esse Isso? FILHA (falando baixo): Por que eu o amo muito e acredito que ... (espantada): O que foi! Pai! O que está sentindo? PAI: (falando baixo): Nada filha, apenas recordações. (pausa): Saiba que eu também fui muito apaixonado por uma pessoa. E ela era igualzinha a você na sua escolha e pretenções. Enquanto isso, tem gente que não perde o foco. COLEGA: Sarava pai Mané. A especulação nos deixa abismados com a evolução de todas as coisas. Quando surgiu este mundo? Qual a sua extensão? Ele é finito ou infinito? E o futuro da Terra? Tudo permanece envolto em mistério. Tudo caminha sem a mínima falha ou atraso, obedecendo a uma ordem determinada, não é verdade? Pois bem ... ISSO: ... ainda nos deparamos com os seguintes problemas: Por que viemos a este mundo e que papel devemos desempenhar? Até quando poderemos viver? Voltaremos ao Nada, após a morte, ou existe o desconhecido Mundo Espiritual onde iremos habitar em paz? As reflexões sobre o assunto nos deixam ainda mais confusos, permanecendo tudo na obscuridade.
  84. 84. 84 FILHA: Vasta, ilimitada e infinita é a existência do mundo. O ser humano com a pretensão de desvendar este mundo misterioso, vem empregando todos os meios, principalmente a pesquisa; apesar de seus esforços, só consegue conhecer uma pequena parcela dos fenômenos infinitos. Não é isso querido? Até já decorei. PAI: Ô filhinha desde quando acredita que conhecimento dá dinheiro? Só intelectual é que gosta dessa bosta. PAI MANÉ: Eeepaaa! E lá se vão ... PAI MANÉ: O verdadeiro civilizado não é aquele que chegou a riqueza se aprisionando na fortuna material, mas sim aquele que se libertou da ignorância alcançando a sabedoria da criação evolucionista que se deu em todos os reinos. Isso é o que diz o pai Mané. Todos “abenção meu pai”, exceto o único pai material explícito por ali que apenas resmunga por sentir que está se distanciando de ganhar o que mais gosta e se aproximando de ganhar o que menos gosta: um genro duro filiado ao pai Mané.
  85. 85. 85 CASAMENTO Uma semana depois num terreiro de macumba com tabuleta escrita “Filial da Matriz Pai Mané” acaba de ser celebrada uma cerimônia de casamento. O celebrante foi o pai Mané incorporado no motorista do colega, este foi o padrinho, o noivo é o dono do terreiro e a noiva é a filha daquele viúvo ... daquele ali sentado num canto resmungando baixinho para o padrinho. PAI: Nobre colega, tudo que eu mais quis na vida não ocorreu, em compensação o que eu não queria aconteceu. A minha única esperança é que o pai Mané falou de uns reinos. Quem sabe se não é lá pela África onde está cheio de diamantes e petróleo? COLEGA: Isso é o que também não sai da minha cabeça. PAI: Deixa o Isso, aquilo é um teso que só quer conhecer. Acho que o negão deve ser rei de tribos cheias de riquezas. COLEGA: Mas, é ele ou o pai Mané? O pai Mané é espírito. PAI: A gente convence esse Mané a fazer uma procuração. COLEGA: Mas, no Mundo espiritual? PAI: Mundo Espiritual! Não me venham novamente com tal ilusão. O negócio são os reinos. Por favor não disperse. E é isso que ele faz, pede a palavra e esta lhe é concedida.
  86. 86. 86 COLEGA: Sarava pai Mané. Lembro-me que o senhor nos orientou a alcançar todos os reinos. Como fazê-lo meu pai? PAI MANÉ: Eeepaaa! Iniciemos pelo reino mineral. PAI: Boa ideia, por lá é que estão os diamantes entre os cascalhos, o petróleo entre as rochas as areias. PAI MANÉ: Os minerais têm espírito e morrem. A ferrugem é o cadáver do ferro, ausência de espírito neste minério. A existência de pouca ferrugem em espadas bastante polidas é por estar impregnado nelas o espírito do artesão e o espírito dos usuários com seu amor e cuidado que passa para elas. COLEGA: E o reino vegetal? PAI (cochichando): Espera aí, não apressa o pai Mané que é vagaroso. Ele ainda não deu nenhuma pista aonde estão os diamantes, pratas, petróleo, urânio e você já quer passar ... COLEGA: ... para o café, cacau, cana-de-açucar, amendoim. Se liga nos ramos dele, isto é, os reinos dele não são de minérios. ISSO: Com sua licença, pai Mané. Gostaria de dar a minha experiência com as plantas do jardim. Dependendo do ambiente, em certas ocasiões, sou obrigado a colocar a parte de trás para frente ou de lado. O interessante, porém, é que, com o passar do tempo, a própria planta corrige o erro e se adapta perfeitamente ao local onde foi replantada.
  87. 87. 87 PAI MANÉ: Realmente é um processo misterioso pelo qual se pode perceber que a planta exerce uma atividade semelhante a do ser humano, que também procura adaptar-se às necessidades locais para não destoar do conjunto. ISSO: Tal fato leva-me a crer de que as plantas têm alma. PAI: Ô Isso vai lá fora tomar pouco de ar para refrescar sua alma, deixa que o pai Mané fale, pois ele é que está no comando. COLEGA (querendo despachar): Sim, sim, os vegetais mais elevados são os que possuem frutos. O que é igual ao homem. ISSO: Os seres vegetais são regulados pela Lei da Sensibilidade (como o heliotropismo, isto é, ligado ao Sol) e da Verdade (ou seja, pelo próprio estado natural das coisas, assim como o Sol desponta no nascente e desaparece no poente, assim como do caroço de limão não nasce uma jaqueira). PAI (despachando): Está bom você é muito culto, mas, por favor, não atrapalhe o pai Mané que está nos dando umas dicas fabulosas sobre os reinos superiores, aqueles onde estão agregados as ... ISSO: ... as leis dos reinos inferiores. Deste modo, o Reino Vegetal incorpora a Lei de Coesão e Atração do Reino Mineral; como o Reino Hominal integra, não só a Lei de Coesão e Atração, como também a Lei da Sensibilidade e Verdade do Reino Vegetal; por isso sogrão é que não há felicidade quando se afasta da autenticidade.
  88. 88. 88 PAI: Autenticidade! Mas, que bosta é essa? E sogrão é a ... PAI MANÉ: Eeepaaa! O homem adoece porque se distancia da Verdade e por motivo idêntico não consegue curar-se. Política errônea, má ideologia, acréscimo de crimes, crises financeira, inflação e deflação, tudo isso se deve, também, ao fato dele se desviar da Verdade. Tudo que se deseja logo se realizaria se as pessoas estivessem de acordo com a Verdade. COLEGA: Inclusive o café, o cacau, pai Mané? ISSO: Sim, inclusive a longevidade de mais de 120 anos para o ser humano com vida saudável e alegre. Portanto, ... PAI: 120!!! COLEGA: Ô rapaz não desvia o seu sogro da rota. O nosso negócio é café, cacau, cana-de-açucar, amendoim e não tempo de vida, saúde, alegria. Mais vale um rico com pé na cova, doente e de saco cheio do que um pobre centenário voando. PAI MANÉ: Eeepaaa! A causa do caminho do fracasso reside na ignorância. PAI (falando para si): Ih! Novamente o libertador da ignorância. PAI MANÉ: Ignorância do fator tempo certo, princípio absoluto para a execução de qualquer tarefa. Ainda que todas as condições sejam favoráveis, fora da época adequada, bons

×