Nota Fiscal Consumidor Eletrônica – NFC-e

661 visualizações

Publicada em

Webinar – Nota Fiscal Consumidor Eletrônica – NFC-e

Entenda como funciona o processo de emissão de notas fiscais consumidor, suas configurações necessárias e a melhor forma de parametrizar o sistema para as necessidades de sua Empresa.

Assuntos abordados no Treinamento:
O que é a NFC-e?

A NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica), é um documento eletrônico assinado digitalmente, que substituirá as notas de venda à consumidor (modelo 2) e o cupom fiscal emitido por ECF.

Principais vantagens

Dispensa homologação pelo fisco;
Permite o uso da impressora não fiscal;
Simplifica obrigações acessórias, como Redução Z, Leitura X, Lacres, Revalidação, etc. ;
Dispensa intervenção técnica;
Transmissão em tempo real (requer internet).
Estados participantes

Saiba se seu estado ja esta pronto para a emissão de NFc-e

Cronograma de Obrigatoriedade

Cada Estado possui um cronograma específico para obrigatoriedade, bem como define as métricas para o cronograma, por exemplo:

CNAE;
FATURAMENTO;
RAMO DE ATIVIDADE (ATACADO, VAREJO, ETC);
Características

Não necessita informar dados do cliente na venda presencial;
Porém é obrigatório informar dados do cliente e endereço completo nas vendas com entrega à domicílio;
Não permite carta de correção;
Devolução somente através de NF-e;
Cancelamento entre 30 minutos e 24 horas após emissão (Depende do Estado);
Dados do faturamento são obrigatórios (formas de pagamento);
Limitado a R$ 10.000,00 nas operações sem informar dados do cliente;
Limitado a R$ 200.000,00 nas operações com cliente informado;
Não é possível utilizar impressoras fiscais (Ainda lacradas ou sem baixa).
O que é preciso para emitir NFC-e?

Seu estado deve ter aderido ao projeto;
Certificado digital (modelo A1 para o VHSYS);
Computador, tablet ou celular com acesso a internet;
Programa emissor de NFC-e (VHSYS);
Impressora comum (não fiscal);
Código de Segurança do Contribuinte (CSC). Este código é obitido através da SEFAZ do seu estado (Verificar com seu contador).
No PR é necessário o Pedido de Uso de Software (igual o NF-e);
E a impressora? Qual comprar?

Para o VHSYS são aceitas as impressoras térmicas de Cupom Não Fiscal, com largura mínima de 80mm, ou qualquer outra impressora que imprima o formato A4.

Consulta NFC-e e QR Code

A consulta da NFC-e pelo cliente pode ser realizado através da Chave de acesso gerada diretamente no site da Secretaria da Fazenda do Estado.
Ou através da leitura do QR Code pelo celular, que contém a URL de acesso ao DANFE NFC-e completo.
Lembrando que para poder ler o QR Code, é necessário a instalação de algum aplicativo de leitura de QR Code.
Como Emitir NFC-e no VHSYS.

Vamos entender um pouco de como parametrizar o sistema para emissão de NFc-e.
Emissão via PDV, Avulsa ou pedidos.
Impressão em Cupom ou A4.
Referenciar cliente na nota.

www.vhsys.com.br

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
661
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nota Fiscal Consumidor Eletrônica – NFC-e

  1. 1. O que é a NFC-e? NFC-e - Conceito e Prática A NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica), é um documento eletrônico assinado digitalmente, que substituirá as notas de venda à consumidor (modelo 2) e o cupom fiscal emitido por ECF. Abrange exclusivamente operações comerciais de venda de mercadoria à consumidor final, ocorridas no âmbito do Estado (operações internas), e sem possibilidade de geração de crédito de ICMS ao adquirente, de forma presencial ou com entrega a domicílio.
  2. 2. Principais vantagens NFC-e - Conceito e Prática 1. Dispensa homologação pelo fisco; 2. Permite o uso da impressora não fiscal; 3. Simplifica obrigações acessórias, como Redução Z, Leitura X, Lacres, Revalidação, etc. ; 4. Dispensa intervenção técnica; 5. Transmissão em tempo real (requer internet).
  3. 3. Estados participantes NFC-e - Conceito e Prática Estados que já emitem NFC-e Estados com interesse em aderir a NFC-e. Sem perspectiva.
  4. 4. Cronograma de Obrigatoriedade NFC-e - Conceito e Prática Cada Estado possui um cronograma específico para obrigatoriedade, bem como define as métricas para o cronograma, por exemplo: ● CNAE; ● FATURAMENTO; ● RAMO DE ATIVIDADE (ATACADO, VAREJO, ETC); Diante disto é necessário confirmar estes dados com sua contabilidade ou diretamente com a Secretaria da Fazenda do Estado.
  5. 5. Características NFC-e - Conceito e Prática 1. Não necessita informar dados do cliente na venda presencial; 2. Porém é obrigatório informar dados do cliente e endereço completo nas vendas com entrega à domicílio; 3. Não permite carta de correção; 4. Devolução somente através de NF-e; 5. Cancelamento entre 30 minutos e 24 horas após emissão (Depende do Estado); 6. Dados do faturamento são obrigatórios (formas de pagamento); 7. Limitado a R$ 10.000,00 nas operações sem informar dados do cliente; 8. Limitado a R$ 200.000,00 nas operações com cliente informado; 9. Não é possível utilizar impressoras fiscais (Ainda lacradas ou sem baixa).
  6. 6. O que é preciso para emitir NFC-e? NFC-e - Conceito e Prática 1. Seu estado deve ter aderido ao projeto; 2. Certificado digital (modelo A1 para o VHSYS); 3. Computador, tablet ou celular com acesso a internet; 4. Programa emissor de NFC-e (VHSYS); 5. Impressora comum (não fiscal); 6. Código de Segurança do Contribuinte (CSC). Este código é obitido através da SEFAZ do seu estado (Verificar com seu contador). a. No PR é necessário o Pedido de Uso de Software (igual o NF-e);
  7. 7. E a impressora? Qual comprar? NFC-e - Conceito e Prática Para o VHSYS são aceitas as impressoras térmicas de Cupom Não Fiscal, com largura mínima de 80mm, ou qualquer outra impressora que imprima o formato A4. Preço médio das impressoras térmicas não fiscais, está entre R$ 400,00 e R$ 700,00.
  8. 8. E em São Paulo? SAT ou NFC-e? NFC-e - Conceito e Prática “Conforme Portaria CAT 12/15 (artigos 2º, 10 e 18) e Portaria CAT 147/12 (artigos 28 e 28-A), o contribuinte usuário de Equipamento Emissor de Cupom Fiscal - ECF que tenha optado pelo credenciamento à NFC-e deverá adotar o SAT como contingência em relação ao ponto de venda no qual estiver em uso a NFC-e. Sendo assim, informamos que para credenciamento no ambiente de produção, o contribuinte deverá ter um equipamento SAT previamente ativado para o estabelecimento.”
  9. 9. Consulta NFC-e e QR Code NFC-e - Conceito e Prática 1. A consulta da NFC-e pelo cliente pode ser realizado através da Chave de acesso gerada diretamente no site da Secretaria da Fazenda do Estado. 2. Ou através da leitura do QR Code pelo celular, que contém a URL de acesso ao DANFE NFC-e completo. 3. Lembrando que para poder ler o QR Code, é necessário a instalação de algum aplicativo de leitura de QR Code.
  10. 10. Vamos ao VHSYS NFC-e - Conceito e Prática

×