www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
1
CONJUGAÇÃO VERBAL
Vejamos a conjugação dos verbos PÔR, ...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
2
MODO IMPERATIVO
AFIRMATIVO
NEGATIVO
INFINITIVO : PÔR , ...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
3
NÃO EXISTE A EXPRESSÃO À MEDIDA EM
QUE !!
5-A princípio...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
4
O Rio vive a insegurança no seu dia a dia.
Você gostari...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
5
17-PLEONASMO : é a repetição de uma
palavra ou ideia.
E...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
6
Caminhão ou camião
Caminhonete ou camionete
Champanhe o...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
7
7- POÉTICA – função pela qual a mensagem
em si torna-se...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
8
Precavemos precavemos precavíamos
Precaveis precavestes...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
9
2. Substantivo + Adjetivos:
Ex.: A mulher brasileira e ...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
10
A primeira e a segunda aulas
15-Cores
Cores normalment...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
11
3-Dois Pontos – têm várias funções na língua:
- introd...
www.cers.com.br
CURSO COMPLETO TRIBUNAIS
Português
Maria Augusta
12
decompor , interpor , justapor , propor ,
predispor , ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 09 e 10

455 visualizações

Publicada em

PORTUGUES -MARIA AUGUSTA

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Aula 09 e 10

  1. 1. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 1 CONJUGAÇÃO VERBAL Vejamos a conjugação dos verbos PÔR, TER e VIR. Deles derivam muitos outros e, se você conhecer a conjugação completa desses verbos, saberá conjugar todos os demais. MODO INDICATIVO PRESENTE Eu ponho tenho venho Tu pões tens vens Ele põe tem vem Nós pomos temos vimos Vós pondes tendes vindes Eles põem têm vêm PRETÉRITO IMPERFEITO Eu punha tinha vinha Tu punhas tinhas vinhas Ele punha tinha vinha Nós púnhamos tínhamos vínhamos Vós púnheis tínheis vínheis Eles punham tinham vinham PRETÉRITO PERFEITO Eu pus tive vim Tu puseste tiveste vieste Ele pôs teve veio Nós pusemos tivemos viemos Vós pusestes tivestes viestes Eles puseram tiveram vieram PRETÉRITO MAIS- QUE – PERFEITO Eu pusera tivera viera Tu puseras tiveras vieras Ele pusera tivera viera Nós puséramos tivéramos viéramos Vós puséreis tivéreis viéreis Eles puseram tiveram vieram FUTURO DO PRESENTE Eu porei terei virei Tu porás terás virás Ele porá terá virá Nós poremos teremos viremos Vós poreis tereis vireis Eles porão terão virão FUTURO DO PRETÉRITO Eu poria teria viria Tu porias terias virias Ele poria teria viria Nós poríamos teríamos viríamos Vós poríeis teríeis viríeis Eles poriam teriam viriam MODO SUBJUNTIVO PRESENTE PRETÉRITO IMPERFEITO FUTURO
  2. 2. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 2 MODO IMPERATIVO AFIRMATIVO NEGATIVO INFINITIVO : PÔR , TER , VIR GERÚNDIO : PONDO , TENDO , VINDO PARTICÍPIO : POSTO , TIDO , VINDO CONJUNÇÕES As conjunções que mais implicam dúvidas são as causais , as concessivas e as conformativas. Procure reconhecer-lhes as diferenças semânticas. Causais: PORQUE, POIS , PORQUANTO , COMO (=PORQUE) , POIS QUE , POR ISSO QUE , JÁ QUE , VISTO QUE , UMA VEZ QUE , VISTO COMO , QUE ETC. Ex.: Ele estava nervoso, pois a polícia viera procurá-lo. Como faltara demais, foi demitido. Uma vez que apresentara a documentação exigida, conseguiu realizar a compra. CONCESSIVAS : EMBORA , CONQUANTO , AINDA QUE , APESAR DE , MESMO QUE, SE BEM QUE, POSTO QUE , A DESPEITO DE , MALGRADO, NÃO OBSTANTE , POR MAIS QUE, POR MENOS QUE , NEM QUE , EM QUE PESE Ex.: Posto que soubesse o paradeiro do amigo, não o denunciaria. Conquanto se aproximasse o dia da prova, não demonstrava nervosismo. Se bem que não lhe agradasse muito aquela viagem , não contraria a esposa. CONFORMATIVAS : CONFORME , COMO( = CONFORME) , SEGUNDO , DE ACORDO COM , CONSOANTE , PARA( = DE ACORDO COM), POR (=DE ACORDO COM) Ex.: Como previra o técnico, o jogo foi difícil. Para os torcedores, ele era o melhor da equipe. Segundo as normas do hotel, não poderíamos entrar antes das 15 horas. Por mim , ele não deveria ser demitido. Dificuldades da língua!!!! Atenção!!!! 1-A cerca de / Há cerca de / Acerca de Daqui a cerca de dois meses , estarei em Curitiba. ( tempo futuro) Ele mora a cerca de dois quilômetros da praia. ( distância aproximada) Há cerca de dois anos, estive em Paquetá. (tempo decorrido) Há cerca de dez pousadas nesta região. ( = existir) Conversamos muito acerca das provas. ( = sobre , a respeito de ) 2-À custa de / as custas Ele passou à custa de muito esforço e dedicação. O pai arcou com as custas do processo. (gastos, despesas) 3-A fim de / Afim de Ele estuda a fim de realizar um sonho antigo: ser delegado de polícia. (=finalidade, objetivo) Eles sempre tinham idéias afins.( = semelhantes, similares) 4-À medida que / Na medida em que À medida que comia doces, engordava. ( = à proporção que = proporcionalidade) Na medida em que trabalha com seriedade, colhe bons frutos. (=porque, devido a )
  3. 3. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 3 NÃO EXISTE A EXPRESSÃO À MEDIDA EM QUE !! 5-A princípio / Em princípio A princípio eles nunca brigavam. (= no início) Em princípio, ele é inocente; até que se prove o contrário. ( = em tese) 6-Ao encontro de / De encontro a O que ele fez foi ao encontro dos pedidos dos alunos. ( = a favor de) Suas palavras iam de encontro a seus atos.( = contra) 7-Ao invés de / Em vez de Ao invés de chorar ,ele gargalhou. ( = ideias opostas) Em vez de estudar Penal, ele estudou Administrativo. ( = em lugar de) 8-Expectador /Espectador Expectador de receber grande herança, ele já gastava por conta. (= na expectativa) Espectador do jogo, roía as unhas, muito nervoso. (= aquele que assiste a algo) 9-Senão / Se não Senão ele, quem nos poderia ajudar? (= a não ser ele, com exceção dele) Eles devem trabalhar muito, senão a falência será inevitável. (= caso contrário) Se não houver chuvas fortes, teremos várias festas na cidade. (= caso, condição) 10-Por hora / Por ora Ele ganha R$ 50,00 por hora de trabalho. (=por 60 minutos, uma hora) Por ora, não temos uma decisão acerca da compra do imóvel. (= por enquanto) 11-Ver / Vir Para eu ver o filme, precisarei sair mais cedo. ( infinitivo do verbo) Quando eu vir o filme, poderei dar minha opinião.( futuro do subjuntivo do verbo) 12-Sequer / Se quer Ele não trabalha ,sequer estuda. (= nem ,tampouco, ao menos) Se quer ter bons resultados, lute por eles! (=caso) 13-Demais / De mais Ele come demais. ( =muito) Todos estudam demais. (=muito) Alguns ficaram em casa; os demais saíram.( = os outros) Comprei móveis de mais para a sala.( muitos, o contrário de DE MENOS) Havia pessoas de mais na fila de ingressos. (= muitas) FIGURAS DE LINGUAGEM 1. COMPARAÇÃO: ocorre quando encontramos elementos comparativos explícitos – como, tal qual , assim como etc. Ex.: Ele é forte como um touro. Ela tem olhos verdes assim como duas esmeraldas. 2. METÁFORA : apresenta-se como uma comparação, porém não há o termo comparativo explícito. Ex.: Ela é um docinho! Ele é o escudo da família. 3. CATACRESE : é uma forma de metáfora em que se usa uma palavra por outra por não haver forma para substituí-la. Ex.: Não esqueça de colocar dois dentes de alho no tempero. Ela caiu porque o pé da cadeira se quebrou. METONÍMIA : é o uso de um nome por outro Ex.: Ele bebeu a garrafa inteira de vinho. As câmeras, ávidas por surpresas, desfilavam entre as celebridades. Os irmãos brigavam pelo trono. Sempre me emociono ao ler Mário Quintana. Nós ainda moramos na Rua Toneleiros. Grahan Bell facilitou a vida do homem. Ela se orgulha do ouro que carrega no corpo.
  4. 4. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 4 O Rio vive a insegurança no seu dia a dia. Você gostaria de me acompanhar numa SKOL? 5-EUFEMISMO: é a suavização de uma mensagem ruim. Ex.: Ele partiu dessa para melhor. Ele se apropriou do relógio que estava lá. 6-ANTÍTESE: é o uso de expressões ou palavras com sentidos opostos. Ex: Em vez de entrar , saiu correndo. Todos pensaram que subiria , mas desceu. Enquanto uns gargalhavam , ele chorava. 7-SINESTESIA : é o cruzamento de sentidos , de sensações. Ex: Ele não se esqueceria do doce beijo que ela lhe dera. Estava usufruindo o gosto da vitória. 8-ANTONOMÁSIA : é a designação de uma pessoa por seus feitos ou características que a tornaram notória. Ex.: O Rei do Futebol visitou o pequeno clube interiorano. O Galinho de Quintino voltou ao clube a que deu tantas glórias. 9-HIPÉRBOLE : é a forma de expressão em que se usa o exagero. Ex.: Ela chorou rios de lágrimas por ter perdido o anel. Eu tenho uma montanha de processos para ler. 10-PROSOPOPEIA : é o recurso de expressão em que se atribui sentimento, voz, ação a seres inanimados. Ex.: Ele acordou tão feliz , que até as pedras do jardim lhe sorriam. Minha casa me abraça afetuosa todos os dias ao voltar do trabalho. 11-PERÍFRASE : é a expressão que define um ser por meio de alguma característica ou, até, um fato que o tornou conhecido. Ex.: Eu vivo na cidade maravilhosa. Aquela região vive do ouro negro que jorra de suas entranhas. 12-APÓSTROFE : é a interpelação enfática de seres personificados ou pessoas. Ex.: Ó Senhor! Ó Senhor! Ajudai-me na hora da prova! Ó astro que me aquece! Brilhai sempre e trazei calor a essa gente que perece no frio! 13-IRONIA : é a forma de expressão em que se diz o contrário do que se pensa , num tom pejorativo, de escárnio. Ex.: Aquela gracinha de criança quebrou meus valiosos cristais. O honestíssimo político decidiu transportar alguns poucos dólares em sua cueca. 14-ELIPSE : é a omissão de termos facilmente identificáveis. Ex.: Fizeste o que julgaste certo. Ele seria bem recebido lá, não fosse tão prepotente. 15-ASSÍNDETO : é a supressão de um conectivo entre as coordenadas. Ex.: Ele chegou, banhou-se, comeu, assistiu à novela favorita, leu o jornal, dormiu. 16-ZEUGMA : é a omissão de termos já expressos no texto. Ex.: O treinador fez-lhe elogios; o pai, críticas. Ela comprou a blusa de seda; a irmã , a de algodão.
  5. 5. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 5 17-PLEONASMO : é a repetição de uma palavra ou ideia. Ex.: Os livros, guardo-os com amor. O amigo, recebi-o em minha casa. 18-POLISSÍNDETO : é a repetição intencional de um conectivo coordenativo. Ex.: As crianças corriam ,e pulavam, e gritavam, e sorriam, e cantavam... Ora dormiam, ora estudavam , ora comiam, ora cantavam... 19-ANACOLUTO : é a expressão que deixa um termo inicial desligado do restante do período. Ex.: As crianças de hoje, não se deve deixá-las fazer o que querem. Aquele político, não há nada que o faça desistir do poder. 20-HIPÉRBATO : é o deslocamento de termos da oração. Ex.: Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante E o sol da liberdade em raios fúlgidos brilhou no céu da pátria nesse instante 21-ANÁFORA : é a repetição da mesma palavra no início das orações. Ex.: Senti o cheiro das flores, Senti o calor do chão, Senti o carinho do povo, Senti o respeito da gente da terra. 22-SILEPSE : ocorre quando se faz a concordância com a ideia ,e não com o termo usado. Ex.: Moro na linda Rio de Janeiro. ( de gênero – cidade) Os cariocas somos muito falantes. ( de pessoa – nós) A equipe corria no campo e acreditavam na vitória. ( de número – plural) 23-ALITERAÇÃO : ocorre quando há a repetição de fonemas consonantais na frase. Ex.: O rato roeu a roupa do rei de Roma. 24-ONOMATOPEIA : é o emprego de palavras ou expressões que sugerem o som natural dos seres. Ex.: O tic-tac do despertador não me deixava dormir. O blem-blom do sino despertava os fiéis. FORMAS VARIANTES Há na Língua Portuguesa várias palavras que admitem dupla grafia. Convém conhecê-las! Chamamo-las formas variantes. Assobiar ou assoviar Anchova ou enchova Assoprar ou soprar Acumular ou cumular Arrebentar ou rebentar Afeminado ou efeminado Abdômen ou abdome Aluguel ou aluguer Arrebitar ou rebitar Assoalho ou soalho Assoprar ou soprar Azaleia ou azálea Bêbado ou bêbedo Biscoito ou biscouto Cãibra ou câimbra
  6. 6. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 6 Caminhão ou camião Caminhonete ou camionete Champanhe ou champanha Catorze ou quatorze Chipanzé ou chimpanzé Cociente ou quociente Cota ou quota Cotidiano ou quotidiano Debulhar ou desbulhar Dependurar ou pendurar Empanturrar ou empaturrar Entoação ou entonação Estralar ou estalar Flauta ou frauta Flecha ou frecha Geringonça ou gerigonça Hidrelétrico ou hidroelétrico Imundície ou imundícia Infarto ou enfarte Laje ou lajem Loiro ou louro Maquiagem ou maquilagem Marimbondo ou maribondo Mobiliar ou mobilhar Nenê ou neném Neblina ou nebrina Parêntese ou parêntesis Porcentagem ou percentagem Projétil ou projetil Radioatividade ou radiatividade Rastro ou rasto Réptil ou reptil Surrupiar ou surripiar Taberna ou taverna Terraplanagem ou terraplenagem Tesoura ou tesoira Toicinho ou toucinho Tramela ou taramela Trilhão ou trilião Voleibol ou volibol FUNÇÕES DA LINGUAGEM 1-APELATIVA – é aquela que se caracteriza pela interpelação direta do interlocutor ( o vocativo, em qualquer língua,é o caso que mais claramente o expressa). Ex.: Senhores, sentem-se ,por favor. Eu sei que posso contar com você, pai. 2- REFERENCIAL OU COGNITIVA - é a função característica dos jornais , das revistas, noticiários , documentos, textos científicos etc. 3- CONATIVA – é a função pela qual o locutor visa atuar sobre o comportamento do destinatário, tendo como expressão mais característica o imperativo ou os seus substitutos ( formas polidas de pedir , sugerir , ordenar). 4- EMOTIVA – é a função de linguagem centrada no locutor. 5- FÁTICA – estabelece , mantém ou interrompe o contato entre emissor e destinatário. 6- METALINGUÍSTICA – é a linguagem que fala de si mesma. Ex.: O filme que fala do cinema; a peça de teatro que trata do teatro, dos personagens etc.
  7. 7. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 7 7- POÉTICA – função pela qual a mensagem em si torna-se um objeto estético. É frequente na publicidade, nos provérbios. PLURAIS ATÍPICOS Alguns substantivos que admitem mais de uma forma de plural: Alazão – alazões e alazães Anão- anões e anãos Castelão- castelãos e castelões ( dono de castelos) Corrimão- corrimãos e corrimões Refrão- refrões e refrãos Verão- verões e verãos Vulcão- vulcões e vulcãos Charlatão – charlatães e charlatões Cirurgião- cirurgiões e cirurgiães Fel – feles e féis Mel – meles e méis Guardião-guardiães e guardiões Hortelão- hortelões e hortelãos ( aquele que cuida da horta) Peão- peões e peães Sacristão-sacristães e sacristãos Aldeão- aldeões,aldeães e aldeãos Ancião – anciãos, anciões e anciães Ermitão-ermitães , ermitãos e ermitões Sultão- sultões, sultães e sultãos Vilão-vilões , vilãos e vilães REAVER, PRECAVER, PROVER Abaixo você encontrará a conjugação dos verbos REAVER e PRECAVER , defectivos que mais são cobrados em provas . Por que defectivos? Defectivos são verbos com defeito na conjugação. Faltam-lhes algumas pessoas , de alguns tempos. Muita atenção a eles!!!! Verbos REAVER- PRECAVER INDICATIVO- REAVER SUBJUNTIVO PRESENTE IMPERFEITO FUTURO ________ reouvesse reouver ________ reouvesses reouveres ________ reouvesse reouver ________ reouvéssemos reouvermos ________ reouvésseis reouverdes ________ reouvessem reouverem Observe que os verbos que não apresentam a 1ª pessoa do singular( EU) do PRESENTE DO INDICATIVO NÃO APRESENTAM O PRESENTE DO SUBJUNTIVO! IMPERATIVO AFIRMATIVO NEGATIVO _________tu Não_________ tu _________ você Não _________ você _________nós Não _________ nós Reavei vós Não _________ vós _________ vocês Não _________ vocês GERÚNDIO : reavendo PARTICÍPIO : reavido INDICATIVO -PRECAVER PRESENTE PRET.PERFEITO PRET. IMPERFEITO _______ precavi precavia _______ precaveste precavias _______ precaveu precavia
  8. 8. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 8 Precavemos precavemos precavíamos Precaveis precavestes precavíeis _______ precaveram precaviam SUBJUNTIVO PRESENTE IMPERFEITO FUTURO ________ precavesse precaver ________ precavesses precaveres ________ precavesse precaver ________ precavêssemos precavermos ________ precavêsseis precaverdes ________ precavessem precaverem IMPERATIVO AFIRMATIVO NEGATIVO _________ _______ _________ _______ _________ _______ Precavei _______ _________ _______ GERÚNDIO : precavendo PARTICÍPIO : precavido Agora, conjugaremos o verbo PROVER. Esse verbo que muito traz dúvidas aos alunos não é derivado de VER. É um falso derivado, por isso, vale estudar sua conjugação! INDICATIVO- PROVER PRET. + PERFEITO FUT. PESENTE FUT. PRETÉRITO Provera proverei proveria Proveras proverás proverias Provera proverá proveria Provêramos proveremos proveríamos Provêreis provereis proveríeis Proveram proverão proveriam SUBJUNTIVO PRESENTE IMPERFEITO FUTURO Proveja provesse prover Provejas provesses proveres Proveja provesse prover Provejamos provêssemos provermos Provejais provêsseis proverdes Provejam provessem proverem IMPERATIVO AFIRMATIVO NEGATIVO Provê tu Não provejas tu Proveja você Não proveja você Provejamos nós Não provejamos nós Provede vós Não provejais vós Provejam vocês Não provejam vocês GERÚNDIO : provendo PARTICÍPIO : provido CONCORDÂNCIA CONCORDÂNCIA NOMINAL Façamos uma breve revisão de alguns pontos da Concordância Nominal: 1. Substantivos + Adjetivo : Ex.: O pai e as filhas emocionados comemoraram a vitória. O pai e as filhas emocionadas comemoraram a vitória. Observe que podemos fazer a concordância com ambos os elementos ou só com o mais próximo(filhas). Há, entretanto, mudança de sentido.
  9. 9. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 9 2. Substantivo + Adjetivos: Ex.: A mulher brasileira e americana ... A mulher brasileira e a americana ... As mulheres brasileira e americana ... As mulheres brasileiras e americanas ... As mulheres brasileiras e a americana ... 3. Um e outro / Nem um nem outro Ex.: Um e outro autor brilhantes Nem um nem outro assunto polêmicos 4. Bastante Ex.: Os candidatos pareciam bastante seguros. Nesta frase, o termo assume papel de advérbio (muito). Não esqueça que ADVÉRBIOS são palavras invariáveis. Os candidatos tinham bastantes dúvidas. Nesta frase, o termo assume papel de pronome ( =muitos). Pronomes concordam com o termo a que se referem. 5. Próprio , só , salvo , incluso , quite , mesmo Quando usadas como adjetivos, concordam com o termo a que se referem. Ex.: Eles próprios fizeram a comida. Eles estavam sós em casa. Salvos os documentos, ficamos mais tranquilos. As crianças mesmas preparavam suas merendas. As joias inclusas eram as mais valiosas. Finalmente, os inquilinos estavam quites com o condomínio. Ex.: Mesmo eles compareceram à festa. (inclusive eles) Salvo alguns poucos convidados mais polidos, os demais saíram sem se despedir dos anfitriões. Só ela não comemorou a vitória. 6. Grão / leso Grão só apresenta flexão de gênero. Ex.: Os grão- mestres da ordem.... A grã-mestra da ordem ... Leso flexiona-se em gênero e número. Ex.: Ele cometeu crime de lesa-arte. Eles cometeram crime de lesas-pátrias, concordando com o termo a que se refere. 7. Alerta é invariável. Ex.: Os policiais permaneceram alerta. 8. Tal qual Cada termo concorda com o elemento a que se refere. Ex.: O filho é simpático tal qual o pai. Os filhos são simpáticos tais quais os pais. A menina é risonha tal quais os pais. 9. O mais possível / os mais possíveis... Ex.: Visitei cidades as mais lindas possíveis. Visitei cidades o mais lindas possível. Recebi prêmios os mais valiosos possíveis. Recebi prêmios o mais valiosos possível. 10. A olhos vistos Ex.: Ele engordava a olhos vistos. O país se desenvolvia a olhos vistos. 11-Haja vista Ex.: Haja vista o desemprego, estava preocupado. Haja vista os problemas da empresa, não se ausentaria agora. 12-Pseudo Ex.: As pseudoartistas foram o fracasso do filme. O pseudopintor julgava-se um mestre. 13-Proibido / necessário .... Ex.: É proibido entrada em sala sem camisa. É proibida a entrada em sala sem camisa. É necessário aquisição de equipamentos modernos. É necessária a aquisição de equipamentos modernos. 14-Numerais + substantivo Ex.: A primeira e a segunda aula
  10. 10. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 10 A primeira e a segunda aulas 15-Cores Cores normalmente são adjetivos e devem , portanto, concordar com os substantivos a que se referem. Ex.: As blusas amarelas estão aqui. Comprei casacos marrons. Os vestidos brancos e as blusas pretas são de seda. Atenção a algumas cores que são originalmente substantivos. Essas são usadas de forma invariável. Ex.: Comprei duas blusas rosa. Ele vendeu os ternos cinza de que não gostava. Os vestidos abóbora não fizeram sucesso entre a clientela. As paredes mostarda ficaram lindas. Observe , agora, como fazer o plural das cores compostas. Blusa azul-marinho ------ blusas azul-marinho Casaco verde-musgo ------ casacos verde- musgo Vestido amarelo-ouro ------ vestidos amarelo- ouro Almofada branco-gelo -------- almofadas branco-gelo Parede vermelho-sangue ---- paredes vermelho- sangue Cortina verde-água -------- cortinas verde-água Atenção, agora, aos adjetivos CLARO e ESCURO ! Blusa verde-clara ------ blusas verde-claras Terno azul-escuro ------ ternos azul-escuros Saia amarelo-clara ------- saias amarelo-claras Parede verde-escura ------- paredes verde- escuras PONTUAÇÃO Ponto de extrema importância para o bom uso da língua escrita, a PONTUAÇÃO é hoje conteúdo certo nas provas de concursos públicos. Relembremos algumas regras básicas de pontuação! 1-Ponto – marca o final da frase Ex.: Faz-se aqui a melhor feijoada da região. 2-Vírgula – tem várias funções na língua: - separa elementos de uma enumeração Ex.: Comprei cimento , pedras , areia , lajotas , massa corrida e tintas. - separa elemento pleonástico Ex.: As provas, avalie-as todas. O prêmio, expusemo-lo na sala. - separa orações coordenadas Ex.: Cheguei cedo, mas não o vi. Trabalha muito , portanto merece tal descanso. Ele esteve aqui, pois o cinzeiro está sujo. - isola aposto Ex.: Fernando Henrique Cardoso , ex- presidente do país , ministra palestras no exterior. Finalmente realizou o sonho de muitos anos , a viagem ao Egito. - isola vocativo Ex.: Pai, ajude-me a fazer a escolha certa. Não brinquem , crianças, com esses fósforos! - isola adjunto adverbial deslocado Ex.: Ontem à noite, por volta das vinte horas, vi- os chegar. Lá, às margens do rio, vimos milhares de peixes mortos. - indica supressão de uma palavra ( geralmente um verbo) Ex.: Observei o treino dos titulares; ele , o dos reservas. Ela experimentou a blusa de seda; eu, a de algodão.
  11. 11. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 11 3-Dois Pontos – têm várias funções na língua: - introduzem citações Ex.: Segundo Darcy Ribeiro : “A culpa do fracasso da criança na escola não é da criança; é da escola”. - introduzem enumerações Ex.: Visitei várias cidades da Europa : Paris , Londres , Lisboa , Barcelona e Roma. - introduzem orações que explicam o enunciado anterior Ex.: Foi demitido após dois meses da admissão : faltava muito. Certamente choveu muito durante a madrugada: as ruas estavam alagadas. 4- Ponto-e-vírgula – tem várias funções na língua - separa divisões bem marcadas entre uma ideia e outra Ex.: No sótão, encontrei brinquedos velhos ; na garagem, roupas e ferramentas. - separa orações com sentido oposto Ex.: Ele admirava aquele lugar ; o pai julgava-o o pior endereço da região. 5- Parênteses - incluem informação extra (uma reflexão , uma explicação, um comentário do autor) Ex.: Recebi-os muito bem (até melhor do que poderia imaginar) em minha casa. Provaram de tudo (doces típicos , bebidas , comidas) durante os dias em que lá estiveram. 6- Aspas – - introduzem citações - evidenciam palavras estrangeiras, neologismos , arcaísmos , gírias Ex.: O episódio do “mensalão” ainda é motivo de vergonha na política. Não nos informaram sobre o “overbooking”. 7- Travessão –tem vários usos na língua - representa , nos diálogos, a mudança do interlocutor - isola aposto - isola expressões explicativas - isola orações adverbiais VERBOS 1- Verbos regulares : são aqueles que não sofrem alterações no radical. Ex.: cantar , vender , partir 2- Verbos irregulares : são aqueles que sofrem alterações no radical. Ex.: haver , ver, vir 3- Verbos anômalos : são aqueles que não guardam elementos da estrutura do infinitivo. Ex.: ir , ser 4- Verbos impessoais : são aqueles que não apresentam sujeito. Ex.: verbos que definem fenômenos da natureza , haver com sentido de existir , fazer com sentido de tempo decorrido 5- Verbos defectivos : são aqueles que não apresentam a conjugação completa. Ex.: abolir , banir , colorir , demolir , exaurir , explodir , extorquir, falir , reaver , precaver. ATENÇÃO!!! Verbos que não apresentam a primeira pessoa do singular do presente do indicativo (EU) , não apresentarão o presente do Subjuntivo. Verbos derivados obedecem à conjugação do verbo de que derivam. Verbos derivados do TER : abster-se , ater , conter , deter , entreter , manter , obter , reter , suster. Verbos derivados do VIR : advir , convir , desavir , intervir , provir , sobrevir . Verbos derivados do PÔR : apor , antepor , compor , depor , dispor , expor , impor ,
  12. 12. www.cers.com.br CURSO COMPLETO TRIBUNAIS Português Maria Augusta 12 decompor , interpor , justapor , propor , predispor , pressupor , repor , sobrepor , sotopor , supor. Atenção aos falsos derivados ! Muitas pessoas conjugam tais verbos de forma inadequada justamente por julgá-los derivados de outros . E esses não o são!! EXEMPLOS : PROVER E REQUERER OBS.: Existe um verbo da língua portuguesa que apresenta a desinência NDO tanto no Gerúndio , quanto no Particípio. É ele o verbo VIR. A mesma característica se apresentará também nos derivados de VIR. Ex.: VIR – vindo(gerúndio) e vindo(particípio) Quanto aos defectivos, entretanto, há diferenças consideráveis a observar. Observe a conjugação do presente de Indicativo dos verbos ABOLIR E FALIR. Presente do Indicativo Atenção aos defectivos! 1-Pelo modelo de ABOLIR , conjugam-se os seguintes defectivos: aturdir , banir , brandir , carpir , colorir , delinquir , demolir , emergir , esculpir , exaurir , extorquir , fremir , fulgir , haurir , imergir , puir , retorquir , ruir , ungir , urgir 2 - Pelo modelo de FALIR , conjugam-se os verbos: aguerrir , combalir , embair , empedernir , fornir , remir , renhir , precaver-se , reaver , adequar

×