Ciências7

748 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
748
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ciências7

  1. 1. II Cópiaautorizada.
  2. 2. 5 Sugestões de avaliação Ciências 7o ano – Unidade 1
  3. 3. 1 Cópiaautorizada. Unidade 1 Nome: Data: 1. Uma das consequências das atividades humanas é a perda de biodiversidade. Muitas populações naturais são reduzidas, tornando as espécies vulneráveis e aumentando seu risco de entrar em extinção. Esse problema não é exclusividade do Brasil, mas uma preocupação mundial. Hoje, governos, instituições de pesquisa e sociedades têm procurado definir estratégias para preservar diversas espécies de mamíferos silvestres, por exemplo. Essas estratégias visam a uma futura recolonização e recuperação de áreas que foram degradadas pela atividade humana. Em sua opinião e com base nos conteúdos aprendidos, o que é mais adequado: manter os animais em um zoológico ou em uma reserva protegida pela lei? 2. As relações ecológicas permitem que os seres vivos aumentem sua capacidade adaptativa ao meio, facilitando, inclusive, a obtenção de alimento e de refúgio. Porém, analisar essas relações não é muito simples, pois precisamos verificar cuidadosamente o desempenho de cada ser vivo no processo. Isso significa identificar se existe uma espécie envolvida ou mais, se há benefício ou não para algum dos organismos, e a obrigatoriedade da relação. Na opinião de alguns ecologistas, os animais que comem sementes devem ser considerados predadores, e os que comem folhas devem ser considerados parasitas. Essa classificação é adequada? Explique.
  4. 4. 2 Cópiaautorizada. 3. O ser humano substituiu áreas de vegetação natural, como florestas e cerrados, por campos agrícolas. Isso ocasionou uma enorme diminuição do número de espécies nesses locais. Desse modo, não há mais o controle natural da quantidade de indivíduos das populações, como o que é realizado por predadores e parasitas. Os campos agrícolas podem servir como uma grande fonte de alimento para certos insetos herbívoros, que já não possuem inimigos naturais por causa do desmatamento. Para combatê-los, no lugar de agrotóxicos e pesticidas, que contaminam o solo e os recursos hídricos, pode-se fazer uso do controle biológico, que consiste no combate às pragas com a introdução no ambiente de seus inimigos naturais, predadores ou parasitas. O que seria mais eficiente para controlar uma determinada praga: a introdução de um predador ou de um parasita? Explique. 4. Atualmente, a biologia estuda os seres vivos e o ser humano de modo integrado com o ambiente em que vivem e, ainda, alia o papel transformador das atividades humanas e suas consequências sobre o meio. De acordo com essa ideia, analise as frases a seguir e marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. (  ) A ecologia estuda as interações dos seres vivos uns com os outros e com o meio em que vivem. (  ) População é um conjunto de indivíduos de diferentes espécies, os quais ocupam uma determinada área. (  ) Ecossistema é o conjunto de relações entre os seres vivos e o mundo físico. (  ) Hábitat é o conjunto dos hábitos ou atividades de uma determinada espécie. (  ) Biosfera constitui a porção do planeta habitada pelos seres vivos. (  ) Nicho ecológico é o papel que a espécie desempenha no ambiente e envolve todos os seus hábitos. (  ) Comunidade biológica é o conjunto de todas as populações de espécies diferentes de uma determinada área.
  5. 5. 3 Cópiaautorizada. (  ) A extinção de espécies pode comprometer o equilíbrio ecológico de toda uma comunidade. (  ) A introdução de espécies em determinado local é sempre vantajosa, pois aumenta a biodiversidade. (  ) A utilização racional de florestas é realizada por desmatamentos e queimadas. 5. Relacione as duas colunas corretamente. (A) Comunidade (  ) Conjunto de locais ocupados por uma espécie. (B) População (  ) Conjunto de seres vivos, do meio onde vivem e de todas as interações que mantêm entre si. (C) Ecossistema (  ) Conjunto de seres vivos de espécies diferentes que vivem numa certa área. (D) Hábitat (  ) Papel que a espécie desempenha no meio em que vive, envolvendo todos os seus hábitos. (E) Nicho Ecológico (  ) Conjunto de seres vivos da mesma espécie que vivem em uma determinada área. 6. A caça ilegal, o desmatamento, as queimadas, o tráfico de animais silvestres, a destruição dos ecossistemas e de hábitats são as principais causas da extinção das espécies. Marque quais espécies estão ameaçadas de extinção no Brasil. (  ) mico-leão-dourado (  ) jacaré-de-papo-amarelo (  ) jubarte (  ) capivara (  ) cervo-do-pantanal (  ) veado-campeiro (  ) tucano (  ) pomba (  ) peixe-boi (  ) ararinha-azul (  ) jaburu (  ) lobo-guará 7. Entre as modificações feitas pelo ser humano nos ambientes, está a introdução de espécies exóticas, que são organismos trazidos de outros lugares. Uma das razões para isso acontecer é o seu uso na alimentação. Muitas espécies são levadas de uma localidade para outra onde não existem naturalmente, servindo de alimento ao ser humano. Porém, nesse novo local, sem predadores ou presas naturais, a espécie introduzida pode causar desequilíbrio nas populações naturais dos ecossistemas. Isso pode levar a grandes alterações no número de indivíduos de espécies locais ou até mesmo à sua extinção.
  6. 6. 4 Cópiaautorizada. Observe os gráficos a seguir. Eles representam o tamanho de diferentes populações de um mesmo ecossistema, antes e depois da introdução de uma nova espécie, que não está sendo representada. Pense nas relações ecológicas que a espécie exótica pode ter estabelecido com as espécies locais. Elabore uma possível explicação para as alterações observadas.
  7. 7. 5 Cópiaautorizada. 8. O gráfico a seguir ilustra o crescimento típico das populações naturais. A fase I representa o crescimento inicial da população, que é lento. Na fase II o crescimento é mais acelerado, e na passagem para a fase III, além de desacelerar, ocorre a estabilização. Essa estabilização é resultado do equilíbrio entre nascimentos e mortes, das relações ecológicas e das interações que a população estabelece com os fatores do ambiente – por exemplo, o espaço disponível, o clima e a disponibilidade de alimento. Esses fatores podem promover a saída de indivíduos pela emigração ou a entrada pela imigração. Relações ecológicas como predação e parasitismo permitem um controle dinâmico do número de indivíduos. Considerando (N) a natalidade, (M) a mortalidade, (I) a imigração e (E) a emigração, o que acontece com a população em cada uma das situações a seguir? Ela aumenta ou diminui? a) N + I M + E b) N + I M + E
  8. 8. 6 Cópiaautorizada. 9. Associe a relação ecológica com a sua definição. (A) Mutualismo (  ) Relação entre espécies diferentes que beneficia o parasita e prejudica o hospedeiro. (B) Protocooperação (  ) Relação entre espécies diferentes que beneficia o inquilino. (C) Sociedade (  ) Relação entre seres da mesma espécie, na qual há divisão de trabalho. (D) Inquilinismo (  ) Relação entre espécies diferentes, na qual ambas se beneficiam e o vínculo é facultativo. (E) Parasitismo (  ) Relação entre espécies diferentes, na qual ambas se beneficiam e o vínculo é obrigatório. 10. Identifique o que está errado na frase a seguir. Reescreva-a fazendo as correções necessárias. O número de pombos nas grandes cidades vem aumentando. Os principais motivos são a regularidade do clima, a falta de ambiente natural para a reprodução, a ausência de inimigos naturais e a fartura de alimentos. 11. Os ecossistemas são extremamente complexos, e suas comunidades e populações são muito dinâmicas. Basta observar algo aparentemente simples para entender isso. Considere a seguinte situação: um gavião, que tem sob suas penas carrapatos e piolhos, traz em suas garras um rato, com pulgas em seus pelos. Quais são as relações ecológicas entre o rato e as pulgas, entre os carrapatos e os piolhos, e entre o gavião e o rato?
  9. 9. 7 Cópiaautorizada. 12. Preencha as lacunas do texto com as palavras do quadro a seguir: biodiversidade áreas protegidas estabilidade reflorestamento recuperação diversidade sustentabilidade desmatamento ecossistema produtos Um dos principais temas discutidos em conferências e seminários mundiais sobre meio ambiente é a destruição da do nosso pla- neta e a . O das florestas tropicais causa não só a destruição desse , mas também grande perda de biodiversidade. Ao longo do processo de dos ecossistemas, observa-se naturalmente um aumen- to progressivo na de espécies, que se aproxima da situação original. A criação de , como parques e reservas, é uma das medidas a serem tomadas para salvaguardar a bio- diversidade. Além da riqueza de espécies ser uma fonte potencial de que podem ajudar a espécie humana, a diversidade também é importante para garantir a do planeta. Projetos de com poucas espécies de árvores não são muito eficientes para a recomposição do equilíbrio original do meio ambiente, por isso a recuperação de áreas degradadas é fundamental.
  10. 10. 8 Cópiaautorizada. 13. O tráfico de animais silvestres, um crime previsto em lei, é responsável pela tortura e morte de cerca de 12 milhões de animais brasileiros por ano. Além disso, coloca em grave risco nossos ecossistemas e hábitats, como florestas, cerrados, campos, caatinga, manguezais e ambientes litorâneos. Assinale as frases corretas de acordo com a afirmação. (  ) A caça predatória de animais tem um efeito positivo para o ser humano porque leva à extinção determinados indivíduos nocivos ao meio ambiente, como as cobras peçonhentas. (  ) A extinção de alguns animais pode promover o desaparecimento de certas plantas, pois eles servem como disseminadores de sementes, o que é importante para perpetuar espécies vegetais. (  ) O mico-leão-dourado é uma das espécies brasileiras em vias de extinção, em virtude do tráfico ilegal e da redução de seu hábitat natural, a Mata Atlântica. (  ) Os caçadores ilegais capturam muitos indivíduos das espécies lucrativas, mas a mortalidade é grande em razão das péssimas condições no aprisionamento e no transporte. Essa situação aumenta ainda mais o prejuízo que o tráfico causa no meio ambiente e nas sociedades. 14. Considere as imagens sobre as relações ecológicas a seguir e responda: a) De acordo com o texto, os corais são seres coloniais. O que são colônias? OBS: REDIGITAR O TEXTO AO LADO DAS ILUSTRAÇ Os corais são animais marinhos que podem formar colônias compostas de até milhões de indivíduos. Essas colônias apresentam formatos, cores e tamanhos variados e são, geralmente, os principais formadores dos chamados recifes de corais.
  11. 11. 9 Cópiaautorizada. b) Observe a figura a seguir, que mostra um dragão-marinho. Qual a diferença entre camuflagem e mimetismo?DAS ILUSTRAÇÕES (VER PAUTA) Muitos animais utilizam os recifes de corais como refúgio. Alguns deles assemelham-se ao ambiente ou a outro ser vivo que habita os recifes, evitando assim possíveis predadores. c) Com base no texto a seguir, qual é a diferença entre hábitat e nicho ecológico? OBS:REDIGITAROTEXTOAOLADODASIL Diversas espécies de peixes formam grupos de indivíduos e utilizam os recifes não só como abrigo, mas também como local de alimentação e reprodução. d) Identifique as duas relações ecológicas citadas no texto e defina-as. : REDIGITAR O TEXTO AO LADO DAS ILUSTRAÇÕES (VER PAUTA) Uma grande variedade de indivíduos frequenta os recifes em busca de alimento, inclusive aqueles que se alimentam preferencialmente de seres vivos que crescem sobre outros.
  12. 12. 10 Cópiaautorizada. 15. A seguir, as fotos mostram problemas graves causados por atividades humanas mal planejadas e não sustentáveis. Identifique os problemas ambientais de cada imagem. a) b) c) FabioColombini RicardoCavalcanti/Kino AdriFelden/Argosfoto d) e) f) DimitarDilkoff/AFP/GettyImages EpitácioPessoa/AgênciaEstado CleoVelleda/Folhapress

×