Apresentação qualidade

421 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação qualidade

  1. 1. Grupo 06
  2. 2. Conceito de QualidadeConsiste em uma estratégia deadministração, orientada a criar talconsciência em todos os processosorganizacionais.Com o objetivo de criar produtos e ouserviços com o máximo de economia e aplena satisfação dos consumidores.
  3. 3. Origem do MovimentoTomou o formato que influenciou osempresários do mundo todo no Japão.Durante a segunda guerra mundial,surgiram os primeiros contatos cominstrumentos estatísticos;Surgem então ás atividades conhecidascomo engenharia de controle da qualidade;O pós-guerra traz consigo a revoluçãoJaponesa em qualidade.
  4. 4. Os precursores da Qualidade
  5. 5. Willian E. DemingNasceu em Siox City, Iowa (EUA);Graduado em engenharia em 1921,permaneceu na Universidade de Wioming até1922 para estudar matemática;Da década de 30 a década de 50 Demingvai trabalhar como professor no DepartamentoNacional de Padronização.
  6. 6. Willian E. Deming1943 Publica o livro: AjustamentoEstatístico dos Dados;Na década de 50 diversos lideresempresariais japoneses adotam seusmétodos de controle da qualidade eprincípios de administração;Em 1951 foi criado o “Prêmio Deming” noJapão, para premiar pessoas quecontribuíram para o controle de qualidade eempresas que apresentem elevadodesempenho da qualidade.
  7. 7. Joseph Moses JuranNasceu em Braila, na Romênia;Em 1920 entra para a Universidade deMinnesota e em 1924 formado em engenhariaelétrica vai trabalhar para a “Western EletricCompany” onde inicia o seu trabalho comqualidade;Junto com Deming, Juran é consideradoprecursor dos sistemas de gestão de qualidade.
  8. 8. Joseph Moses JuranO desempenho do produto que resulta emsatisfação do cliente;Em 1954 a convite da JUSE, Juran vai aoJapão e em 1988 ele publica o histórico:´´Quality Control Handboock``;A Ordem do Tesouro Sagrado é a mais altahonra concedida a um estrangeiro;São contribuições de Juran: a “Análise dePareto” e o conceito dos “poucos vitais emuitos triviais.
  9. 9. Joseph Moses JuranPropôs três pontos fundamentais da gestãoda qualidade:1. O planejamento da qualidade;2. A melhoria de qualidade;3. Controle da qualidade.A qualidade passa a ser definida como o“desempenho do produto que resulta emsatisfação do cliente”.
  10. 10. Kaoru IshikawaNasceu em Tókio, no Japão;Recebeu o prêmio Deming e a SegundaOrdem do Tesouro Sagrado;Ishikawa obteve reconhecimento mundialpelos seus trabalhos com os círculos daQualidade (CCQ) e pela criação doDiagrama de causa e efeito;
  11. 11. Kaoru IshikawaDesenvolveu as "Sete Ferramentas", nasquais considerou que qualquer trabalhadorpudesse trabalhar;Filosofia voltada para a obtenção daqualidade total através de cinco dimensões:Qualidade, Custo, Entrega/Atendimento,Moral e Segurança;
  12. 12. Kaoru IshikawaO Controle da Qualidade Total é exercidopor todas as pessoas para a satisfação dassuas necessidades;1- Gráfico de Pareto;2- Diagrama de causa-efeito;3- Histogramas;4- Folhas de verificação;5- Gráficos de dispersão;6- Fluxogramas;7- Cartas de Controle.
  13. 13. Kaoru IshikawaFilosofia da Qualidade de Ishikawa é:Como a indústria se desenvolve e o nívelde civilização se eleva, o Controle deQualidade cresce em importância;´´Melhor ter gerentes com qualidade doque gerentes da qualidade``.
  14. 14. Círculos de ControleÉ uma filosofia de trabalho que concentraseus esforços na participação das pessoas,permitindo um maior espaço nodesenvolvimento de sua criatividade, egerando por consequência maior satisfação notrabalho;Melhorar a capacidade de controle eliderança dos elementos que atuamdiretamente no sistema produtivo,encorajando-os ao autodesenvolvimento.
  15. 15. PDCA
  16. 16. PDCAO Ciclo PDCA, tem como foco principal amelhoria contínua;Seu objetivo principal é tornar os processos dagestão de uma empresa mais ágeis, claros eobjetivos e pode ser utilizado em qualquerempresa;O Ciclo tem como estágio inicial oplanejamento da ação, em seguida tudo o quefoi planejado é executado, gerando,posteriormente, a necessidade de checagemconstante destas ações implementadas.
  17. 17. ISOInternational Organization forStamdardization. (OrganizaçãoInternacional para normatização);Fundada em 1947 em Genebra (Suíça);Órgão técnico da ONU, responsável pornormas técnicas de todos os segmentosindustriais.ISO significa: Igualdade em Grego
  18. 18. ISOConjunto de normas comportamentais cujafinalidade é a implementação de um sistemade gestão da qualidade nas organizações;A série ISO 9000 são normas que dizemrespeito apenas ao sistema de gestão daqualidade de uma empresa.
  19. 19. ISOConcluindo então, normas ISO 9000 nãoconferem qualidade extra a um produto ouserviço, garantem apenas que estesapresentarão sempre as mesmascaracterísticas;No Brasil, a ABNT - Associação Brasileirade Normas Técnicas nacionalizou a sériede normas ISO 9000;ISO 9000 é conhecida como NBR ISO9000:2000.
  20. 20. SÉRIES ISO 9000ISO 9000 - Diretrizes para seleção e uso;ISO 9001 - Garantem qualidade emprojetos, desenvolvimento, instalação eassistência técnica;ISO 9002 - Garantem qualidade emprodução e instalação;ISO 9003 - Garantem qualidade eminspeção e ensaios finais;ISO 9004 - Itens relativos ao Sistema daQualidade.
  21. 21. SA 8000É um documento criado para ser utilizadocomo parâmetro de referência para aconstituição de sistemas de gestão deresponsabilidade social;Foi publicada em 1997 e é um documentode referência de certificação;Possui o objetivo sobre tudo de coibir aprática de trabalho infantil e escravo e outraspráticas de contratação de empregados quesejam consideradas abusivas.
  22. 22. AA 1000AA1000 é a primeira norma mundialelaborada para a responsabilidadecorporativa com foco na contabilidade,auditoria e relato social e ético;O lançamento da primeira versão foi em1999.Após uma pesquisa realizada com asociedade empresarial, pública e civil oISEA desenvolveu uma nova versão que foipublicada em março de 2003;
  23. 23. AA 1000Foi fundamentada sobre onze princípiosde qualidade da gestão;Reunidos em quatro grupos:a. Escopo e estrutura do processo daorganização;b. Significância da organização;c. Qualidade da informação;d. Gerenciamento do processo em basecontínua.
  24. 24. ABNTAABNT atua desde a década de 50 nacertificação de conformidade de produtos eserviços;Está fundamentada em guias e princípiostécnicos internacionalmente aceitos ealicerçada em uma estrutura técnica;Garante credibilidade, ética ereconhecimento dos serviços prestados.
  25. 25. ABNTA certificação é uma modalidade deavaliação da conformidade realizada poruma organização independente das partesdiretamente envolvidas na relaçãocomercial;Certificar um produto, serviço ou sistemasignifica comprovar junto ao mercado e aosclientes que a organização possui umsistema de fabricação controlado.
  26. 26. Prêmio Nacional de QualidadePNQ - É um prêmio concedido anualmenteno Brasil às organizações tanto do setorprivado como do público;Procura reconhecer as práticas deexcelência em gestão reconhecidasmundialmente aplicadas às empresassediadas no Brasil;O Prêmio busca promover: entendimentodos requisitos para alcançar a excelência dodesempenho e, portanto, a melhoria dacompetitividade.
  27. 27. Prêmio Nacional de Qualidade
  28. 28. Empresas Ganhadoras em 2012
  29. 29. Referências bibliográficashttp://scholar.google.com.brwww.abnt.org.brwww.afnq.org.br/avalie-se/pnqwww.usinadeletras.com.brwww.csom.umn.eduwww.producao.ufrgs.brLivro: Gestão de Qualidade ( tópicosavançados – Por Otavio J. Oliveira –Editora Thomson).
  30. 30. ParticipantesAlex de Azevedo OliveiraAnderson Euzébio da SilvaIvan CarlosLuiz OtavioUlisses Cavalcante
  31. 31. FIM

×