SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Municipal de Ensino Fundamental “Stanislaw Zucoloto”
                                                                          Entidade Mantenedora: PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA
                                                            Ato de Criação: 768/79 Ato de Aprovação: Res.: 051/99 de 23/04/99 – D.O. de 10/06/99
                                            Rua Projetada, 36 – Bairro São Francisco – Tel.: (27) 3752-9045 Nova Venécia – ES
                                          Curso: Ensino Fundamental Série: 8° Ano Disciplina: HISTÓRIA Professor: Udison Brito Oliveira
                                                 E-MAIL: udisbritto@bol.com.br HOME-PAGE: www.historiaemquestao.blogspot.com
                                                              CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS 8° ANO MATUTINO
                                                                                                                                                          Nº DE
        DATA DA
                                                               ASSUNTOS                                      SUB-TEMAS                             COMPONENTES
APRESENTAÇÃO
                                                                                                                                                   8° A       8° B
                                                                   Revoluções        • Ventos liberais varrem a Europa;
Data 01:____/____/___ Data 01:_____/_____/____
Data 02:____/____/___ Data 02:_____/_____/____




                                                                agitam a Europa
Data 03:____/____/___ Data 03:_____/_____/____




                                                                                     • A herança nacionalista;
                                                                • A Europa das
                                                                                     • As ondas revolucionárias de 1820 e 1830;
                                                 1º Grupo




                                                                   revoluções.
                                                                                     • As revoluções de 1848;
                                                               • A unificação da     • A Itália para os italianos;
                                                                    Itália e da      • A Prússia cria a Alemanha;
                                                                   Alemanha.
                                                                                     • O articulador da unificação;
                                                             • Estados Unidos: a     • A marcha para o oeste;
                                                                   Guerra de         • A formação de um país;
                                                                   Secessão.
                                                                                     • A escravidão e a Guerra de Secessão;
                                                                  Revoluções         • A necessidade de mudanças;
                                                                agitam a Europa
                                                                                     • Socialistas utópicos;
                                                 2º Grupo




                                                                • Propostas de       • O marxismo;
                                                                transformação;       • O anarquismo;
                                                              • Novas formas de      • O processo de secularização;
                                                                 ver o mundo;
                                                                                     • A revolução técnica e científica;
                                                                                     • A sensibilidade romântica;
                                                                                     • Técnica ou poética?
                                                                  Brasil: da         • As heranças de D. Pedro I;
                                                                 Regência ao         • A Regência Trina Provisória;
                                                               Segundo Reinado
                                                                                     • A Regência Trina Permanente;
Data 01:_____/_____/_____
Data 02:_____/_____/_____
Data 03:_____/_____/_____




                                                                 • O período         • Os partidos políticos durante a Regência;
                                                               regencial (1831 –     • A criação da Guarda Nacional;
                                                 3º Grupo




                                                                     1840)           • As reformas regenciais.
                                                                                     • Os velhos e os novos partidos;
                                                                                     • Da Regência Trina à Regência Una;
                                                                                     • O golpe da maioridade;
                                                              • O fim do período     • As rebeliões regenciais;
                                                                    regencial;
                                                                                     • A Revolta dos Malês;
                                                                                     • A Balaiada;
                                                                                     • A Cabanagem;
                                                                                     • A Sabinada;
                                                                                     • A Guerra dos Farrapos.
                                                                    Brasil: da       • Detendo o “carro da revolução”;
                                                                  Regência ao        • Liberais e conservadores no poder;
Data 01:_____/_____/_____
Data 02:_____/_____/_____
Data 03:_____/_____/_____




                                                               Segundo Reinado
                                                                                     • A guerra do Paraguai;
                                                                 • O Segundo
                                                                                     • Conseqüências do conflito.
                                                 4º Grupo




                                                                    Reinado;
                                                                 • A expansão        • O cafeeiro chegou ao Brasil;
                                                               cafeeira no Brasil;
                                                                                     • Do Vale do Paraíba ao Oeste Paulista;
                                                                                     • A organização do cultivo;
                                                                                     • Mudanças favorecidas pelo café.
Data 01:_____/_____/_____                  Brasil: da        • A importância da mão-de-obra escrava;
Data 02:_____/_____/_____
Data 03:_____/_____/_____
                                          Regência ao        • As pressões inglesas pelo fim do tráfico;
                                        Segundo Reinado
                                                             • A lei Eusébio de Queiroz;

                            5º Grupo
                                         • A abolição do     • O fim do tráfico e seus efeitos.
                                         tráfico negreiro;
                                       • Os imigrantes no    • Imigrantes para o cultivo dos cafezais;
                                               Brasil;       • O sonho de construir a América;
                                                             • As primeiras experiências;
                                                             • As colônias de parceria;
                                                             • A imigração subvencionada.
                                                             •
                                          A República        • O longo governo de D. Pedro II;
                                         chega ao Brasil     • A questão escravista;
Data 01:_____/_____/_____
Data 02:_____/_____/_____
Data 03:_____/_____/_____




                                                             • A abolição lenta e gradual;
                                          • A questão
                                                             • Cresce a campanha abolicionista;
                                           escravista;
                            6º Grupo




                                                             • Os escravos depois da abolição;
                                                             • Um golpe na monarquia;
                                       • A proclamação da    • O movimento republicano;
                                           República no      • A questão militar;
                                              Brasil;        • O golpe de 15 de novembro;
                                          • A Guerra de      • Uma epopéia no sertão da Bahia;
                                             Canudos;        • Antônio Conselheiro, um peregrino do Sertão;
                                                             • Igreja X religiosidade popular;
                                                             • A formação de Canudos;
                                                             • A guerra contra Canudos;

                                                             Orientações para os grupos

Da Formação dos Grupos
1º. Formação de Grupos heterogêneos - Os grupos deverão ser formados estabelecendo uma
igualdade na quantidade de componentes de ambos os sexos.
Ex.: grupos de 6 pessoas: 3 meninas e 3 meninos.
2º Após a formação do Grupo, devem imediatamente escolher um líder e um vice-líder, para que possam
organizar e sanar dúvidas junto ao professor.
§ 1º - Devem ser escolhidos para tal função pessoas que disponham das seguintes características:
 - Dinâmico;
 - Comprometido com os estudos;
 - Responsável;
 - Estudioso e com boas notas;
 - Tenha espírito de liderança;
 - Organizado;
3º. Em comum acordo, devem escolher o tema a ser apresentado, sendo que o líder do grupo deve
informar ao professor sobre a temática escolhida.
4º. Como critério para escolha do tema, em caso de grupos que tenham escolhido o mesmo tema
prevalecerá:
§ 1º - O grupo que primeiro entregar a escolha do tema;
§ 2º - O grupo que tiver como líder a maior nota em História;
§ 3º - O grupo que estiver com menor número de componentes;

Das etapas avaliativas do trabalho
5º. Os trabalhos compreendem três etapas avaliativas:
§ 1º. Preparação de toda a pesquisa e organização do grupo durante as aulas.
§ 2º. Elaboração de uma cartilha explicativa resumida do assunto, em versão impressa e eletrônica.
§ 3º. Apresentação do trabalho em sala de aula.
Da pesquisa do Trabalho:
6º. Todos os assuntos do grupo devem ser pesquisados em livros de História 7ª Série do Ensino
Fundamental, Enciclopédias como Barsa, Delta-Larrouse, Encarta, Almanaques, CR-r diversos, Vídeos,
Documentários, Tele-aulas, na Internet etc...

Da preparação do trabalho:
7º. O grupo deve: Preparar a apresentação do trabalho tendo em vista a utilização dos recursos didáticos
e tecnológicos que a Escola dispõe, como por exemplo: Computador, Projetor Multimídia; Retro projetor,
DVD, Vídeo Cassete, TV;
§ 1º. Do uso do computador – Power Point. A preparação dos slides deve ser feita a partir dos grupos que
dispunham de recursos para a preparação. Para o uso do Projetor Multimídia, o agendamento deve ser
feito diretamente com o professor ou a coordenadora do turno.
§ 2º. Do Retro projetor: Todo o material deve ser preparado pelo grupo, à escola não dispõe de xérox e
impressão de transparências.
§ 3º Do uso de cartazes: O grupo deve preparar o maior número possível de cartazes, não ultrapassando
o número de 10 para cada grupo. (Os cartazes devem ser escritos com letra legível, devendo-se evitar
erros ortográficos, sendo que a ocorrência dos mesmos acarretará em prejuízos na nota do grupo e do
aluno. Por tanto tenham a máxima atenção na confecção dos cartazes.).
§ 4º. Do uso de Murais e outros: podem ser utilizados outros recursos a critério do grupo como murais,
fotos, pinturas, desenhos, quadros, gravuras, cartazes, legendas, exposição de objetos, preparação de
tendas temáticas, ornamentações diversas que enfoquem o tema, etc...
8º. O grupo deve ensaiar várias vezes antes do dia da apresentação, possibilitando assim uma
apresentação mais segura e sem leituras.
9º. Devem encontrar, preparar, selecionar e apresentar fatos importantes e curiosos sobre o contéudo a
ser apresentado;
10°. Fazer desenhos ilustrativos para serem usados nas apresentações;
11°. Estudar o assunto todo, evitando divisões do trabalho, para que todos saibam do assunto, não se
prendendo somente na sua parte, já prevendo a ausência de algum colega.

DA APRESENTAÇÃO
12º. Preparar o ambiente onde ocorrerão as apresentações, arrumando da maneira que o grupo achar
melhor, usando é claro, a criatividade.
13º. Arrumar o espaço com antecedência antes da aula, chegando mais cedo à escola e/ou pedindo ao
professor a disponibilização da SALA.
14º. Fazer – Tornar a apresentação o mais dinâmica possível. Não encostando, na parede / Não fazer
leitura do assunto (pois isso torna o assunto cansativo) Não decorar. Tente ao menos aprender,
ensaiando na frente do espelho em casa, pois ele é a melhor platéia de ensaio.
15º. Cada grupo terá estipulado seu tempo para apresentação, sendo que este tempo é de 80 minutos
para todos os grupos.

DA FALTA NO DIA DA APRESENTAÇÃO.
16º. Ao aluno faltoso no dia da apresentação, deve-se justificar por escrito os motivos, se possível com
antecedência ou até no dia da apresentação, para que possa ser analisado pelo professor. É
imprescindível a apresentação de ATESTADO MÈDICO.
17º. A nova oportunidade para apresentação será cedida após confirmação dos fatos como verídicos,
sendo que para tal, os alunos deverão apresentar o mesmo assunto do grupo em que fazia parte,
sozinho.
18º. Ausência na apresentação somente com atestado médico apresentado na aula seguinte, o aluno
faltoso fará prova de todo o conteúdo estudado.

DA AVALIAÇÃO
19º. O trabalho será avaliado em três etapas etapas:
§ 1º. Durante a preparação do trabalho, no qual o líder do grupo é quem fará as observações e anotações,
passando para o professor assim que achar necessário.
§ 2º. No momento da apresentação tendo uma nota individual do aluno e outra do grupo. Observando os
seguintes critérios: APRESENTAÇÃO – ABORDAGEM DO TEMA – ENTONAÇÃO DA VOZ –
CONTEXTUALIZAÇÃO - PARTICIPAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO GRUPO.
§ 3º. Na entrega das duas versões da CARTILHA EXPLICATIVA, no mesmo dia da apresentação.

                                       BIBLIOGRAFIA
Entrar no site de busca www.google.com.br ou no www.cade.com.br e digitar o título do assunto.
                                      FICHA DE GRUPO
                           Ordem de Apresentação:_______________
        Assunto:__________________________________________________________________
Série:_______Turma:______Turno:______________Componentes: Líder____________
Vice_______________________________
 CRITÉRIOS
              ORALIDADE     ORGANIZAÇÃO    CONTEXTUALIZAÇÃO     DESEMPENHO     SITUAÇÃO NO GRUPO
NOMES




Alguns critérios avaliativos
0. Não compareceu.
1. Péssimo – só leitura. Fala sem coerência. Tonalidade de voz pouco audível.
2. Ruim – preso ao papel – fez leituras. Não transmitiu nada, não falou de forma coerente. Não
demonstrou aprendizagem. Não teve postura ao apresentar-se. Precisa de Recuperação.
3. Regular – Preso ao papel – não transmitiu as informações básicas. Mas teve postura.
4. Bom – Passou as informações básicas. Teve postura. Não prendeu a atenção da turma. Mostrou
segurança ao explanar o assunto.
5. Ótimo – Domínio de Conteúdo, com postura correta, relacionou o assunto com temática atual, falou de
forma seqüencial.
6. Excelente – Está pronto. Apresenta fala coerente, domínio do conteúdo, postura centralizadora,
prendendo atenção dos colegas.
ELABORAÇÃO DE REVISTA ELETRÔNICA A PARTIR DOS TEMAS SUGERIDOS
                       ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE
• A atividade será desenvolvida em três etapas.
Introdução / 1ª fase:
Os alunos deverão apresentar as informações pesquisadas previamente de acordo com os temas
escolhidos.
Desenvolvimento / 2ª fase:
Numa segunda etapa, as equipes formadas deverão apresentar a pesquisa realizada ao
professor e definir quais as seções estarão na revista.
Nessa fase cada grupo deve chegar a uma conclusão final a respeito do tema que escolheu e
que foi pesquisado previamente, a fim de compor uma seqüência lógica na montagem das
revistas. Como sugestão acessem ao Blog História em Questão e acessem os exemplos de
revistas eletrônicas que foram postados.
A pesquisa individual deverá ser apresentada ao grupo e discutida por ele, durante a aula. Todos
os alunos deverão se posicionar sobre os temas pesquisados, além de repassar ao grupo as
contribuições e informações que considerar mais importantes na sua pesquisa.
Conclusão / 3ª fase:
A 3ª fase deverá ser realizada em grupo. Veja as etapas dessa fase do trabalho para a
construção da revista, englobado os temas pesquisados individualmente ou em grupo. De
preferência, se possível, todos os temas deverão ser contemplados. Dessa forma, esteja atento
para os seguintes procedimentos:
• Construção, pelo grupo, de uma pesquisa única que englobe os temas escolhidos que foram
pesquisados individualmente.
  Cada aluno deverá apresentar o resultado de sua pesquisa que contribuirá para a construção
da revista eletrônica. O grupo deverá escolher um título para a revista
• Cada grupo deve eleger um coordenador para organizar o trabalho da montagem da revista
• Todos os componentes da equipe devem participar da montagem, cabendo ao mediador dividir
as funções, de acordo com as orientações e seções da revista.
                                  ESTRUTURA DO TRABALHO
_ A revista deverão ter uma capa contendo o cabeçalho completo, seguindo a formatação abaixo:
EMEF “Dr. Emir de Macedo Gomes”
Disciplina:
Alunos(as):
Data:
_ Todos os grupos farão a apresentação das revistas, no dia destinado para apresentação do
grupo..
_ Os alunos devem levar em conta a estética da revista.
Escola Municipal de Ensino Fundamental “Dr.Emir   de Macedo Gomes”
                        Disciplina de Ciências




              Física:
            Temperatura
                 e
              Calor
                                POR:
                   Carla Renata Brito Coelho n° 06
                 Jeffersson Rodrigues da Cruz n° 16.
                     Renato Moreira Valle n° 22
                    Thallys Vieira Vandinho n° 30
                Wanderson Brioschi de La Marcha n° 42

                            7ª A Matutino



                    Professor Udison Brito Oliveira

                   Pinheiros-ES, 29 de maio de 2007
Cronograma de apresentação de trabalhos - 8º ano

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Cronograma de apresentação de trabalhos - 8º ano

ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)
ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)
ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)
Léo Miranda
 
Sábado 2015 (BARREIRO)
Sábado 2015 (BARREIRO)Sábado 2015 (BARREIRO)
Sábado 2015 (BARREIRO)
Léo Miranda
 
Do autoritarismo à democracia
Do autoritarismo à democraciaDo autoritarismo à democracia
Do autoritarismo à democracia
cattonia
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democracia
Teresa Maia
 
Atualidades Chromos 2016 - Sábado
Atualidades Chromos 2016 - Sábado Atualidades Chromos 2016 - Sábado
Atualidades Chromos 2016 - Sábado
Léo Miranda
 
Apresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democraciaApresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democracia
Laboratório de História
 
Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974
Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974
Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974
fatiper
 
6º ano guião - março
6º ano   guião - março6º ano   guião - março
6º ano guião - março
guest93ed29
 
6º Ano GuiãO MarçO
6º Ano   GuiãO   MarçO6º Ano   GuiãO   MarçO
6º Ano GuiãO MarçO
guest93ed29
 
Evolução do capitalismo.
Evolução do capitalismo. Evolução do capitalismo.
Evolução do capitalismo.
Rachel V.
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democracia
maria40
 
Aula revoluçao francesa 2 em
Aula revoluçao francesa 2 emAula revoluçao francesa 2 em
Aula revoluçao francesa 2 em
Adriana Gomes Messias
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Daniel Alves Bronstrup
 
Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014
Zeze Silva
 
O fim do regime
O fim do regime O fim do regime
O fim do regime
Maria Gomes
 
Final do século xx
Final do século xxFinal do século xx
Final do século xx
Nome Sobrenome
 
Do salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abrilDo salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abril
Maria Isabel Sousa
 
AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO
AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADOAULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO
AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO
Léo Miranda
 
A crise do segundo reinado
A crise do segundo reinadoA crise do segundo reinado
A crise do segundo reinado
Nelia Salles Nantes
 
Pós 25 de abril
Pós 25 de abrilPós 25 de abril
Pós 25 de abril
Carlos Vieira
 

Semelhante a Cronograma de apresentação de trabalhos - 8º ano (20)

ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)
ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)
ATUALIDADES 2015 - PAMPULHA (SÁBADO)
 
Sábado 2015 (BARREIRO)
Sábado 2015 (BARREIRO)Sábado 2015 (BARREIRO)
Sábado 2015 (BARREIRO)
 
Do autoritarismo à democracia
Do autoritarismo à democraciaDo autoritarismo à democracia
Do autoritarismo à democracia
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democracia
 
Atualidades Chromos 2016 - Sábado
Atualidades Chromos 2016 - Sábado Atualidades Chromos 2016 - Sábado
Atualidades Chromos 2016 - Sábado
 
Apresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democraciaApresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democracia
 
Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974
Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974
Luta contra o regime e revolução 25 abril de 1974
 
6º ano guião - março
6º ano   guião - março6º ano   guião - março
6º ano guião - março
 
6º Ano GuiãO MarçO
6º Ano   GuiãO   MarçO6º Ano   GuiãO   MarçO
6º Ano GuiãO MarçO
 
Evolução do capitalismo.
Evolução do capitalismo. Evolução do capitalismo.
Evolução do capitalismo.
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democracia
 
Aula revoluçao francesa 2 em
Aula revoluçao francesa 2 emAula revoluçao francesa 2 em
Aula revoluçao francesa 2 em
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
 
Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014
 
O fim do regime
O fim do regime O fim do regime
O fim do regime
 
Final do século xx
Final do século xxFinal do século xx
Final do século xx
 
Do salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abrilDo salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abril
 
AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO
AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADOAULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO
AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO
 
A crise do segundo reinado
A crise do segundo reinadoA crise do segundo reinado
A crise do segundo reinado
 
Pós 25 de abril
Pós 25 de abrilPós 25 de abril
Pós 25 de abril
 

Mais de Udison Brito Oliveira

Trabalho avaliativo 9º ano
Trabalho avaliativo   9º anoTrabalho avaliativo   9º ano
Trabalho avaliativo 9º ano
Udison Brito Oliveira
 
Horário 2014 matutino
Horário 2014   matutinoHorário 2014   matutino
Horário 2014 matutino
Udison Brito Oliveira
 
Horário vespertino alunos
Horário vespertino   alunosHorário vespertino   alunos
Horário vespertino alunos
Udison Brito Oliveira
 
Horário vespertino 2012
Horário vespertino 2012Horário vespertino 2012
Horário vespertino 2012
Udison Brito Oliveira
 
Horário vespertino - 2012
Horário vespertino - 2012Horário vespertino - 2012
Horário vespertino - 2012
Udison Brito Oliveira
 
Revista no rumo da história
Revista   no rumo da históriaRevista   no rumo da história
Revista no rumo da história
Udison Brito Oliveira
 
Foco historico
Foco historicoFoco historico
Foco historico
Udison Brito Oliveira
 
Ficha de avaliação de campo
Ficha de avaliação de campoFicha de avaliação de campo
Ficha de avaliação de campo
Udison Brito Oliveira
 
Jornal Stanislaw
Jornal StanislawJornal Stanislaw
Jornal Stanislaw
Udison Brito Oliveira
 
Brasil 1930 - 2010
Brasil 1930 - 2010Brasil 1930 - 2010
Brasil 1930 - 2010
Udison Brito Oliveira
 
Revista eletrônica - Mundo Globalizado
Revista eletrônica - Mundo GlobalizadoRevista eletrônica - Mundo Globalizado
Revista eletrônica - Mundo Globalizado
Udison Brito Oliveira
 
Revista eletrônica- Caminhos da América
Revista eletrônica- Caminhos da AméricaRevista eletrônica- Caminhos da América
Revista eletrônica- Caminhos da América
Udison Brito Oliveira
 
Revista eletrônica + Mulher
Revista eletrônica + MulherRevista eletrônica + Mulher
Revista eletrônica + Mulher
Udison Brito Oliveira
 
Revista Eletrônica - História Contemporânea
Revista Eletrônica - História ContemporâneaRevista Eletrônica - História Contemporânea
Revista Eletrônica - História Contemporânea
Udison Brito Oliveira
 
Horário matutino
Horário matutinoHorário matutino
Horário matutino
Udison Brito Oliveira
 

Mais de Udison Brito Oliveira (15)

Trabalho avaliativo 9º ano
Trabalho avaliativo   9º anoTrabalho avaliativo   9º ano
Trabalho avaliativo 9º ano
 
Horário 2014 matutino
Horário 2014   matutinoHorário 2014   matutino
Horário 2014 matutino
 
Horário vespertino alunos
Horário vespertino   alunosHorário vespertino   alunos
Horário vespertino alunos
 
Horário vespertino 2012
Horário vespertino 2012Horário vespertino 2012
Horário vespertino 2012
 
Horário vespertino - 2012
Horário vespertino - 2012Horário vespertino - 2012
Horário vespertino - 2012
 
Revista no rumo da história
Revista   no rumo da históriaRevista   no rumo da história
Revista no rumo da história
 
Foco historico
Foco historicoFoco historico
Foco historico
 
Ficha de avaliação de campo
Ficha de avaliação de campoFicha de avaliação de campo
Ficha de avaliação de campo
 
Jornal Stanislaw
Jornal StanislawJornal Stanislaw
Jornal Stanislaw
 
Brasil 1930 - 2010
Brasil 1930 - 2010Brasil 1930 - 2010
Brasil 1930 - 2010
 
Revista eletrônica - Mundo Globalizado
Revista eletrônica - Mundo GlobalizadoRevista eletrônica - Mundo Globalizado
Revista eletrônica - Mundo Globalizado
 
Revista eletrônica- Caminhos da América
Revista eletrônica- Caminhos da AméricaRevista eletrônica- Caminhos da América
Revista eletrônica- Caminhos da América
 
Revista eletrônica + Mulher
Revista eletrônica + MulherRevista eletrônica + Mulher
Revista eletrônica + Mulher
 
Revista Eletrônica - História Contemporânea
Revista Eletrônica - História ContemporâneaRevista Eletrônica - História Contemporânea
Revista Eletrônica - História Contemporânea
 
Horário matutino
Horário matutinoHorário matutino
Horário matutino
 

Cronograma de apresentação de trabalhos - 8º ano

  • 1. Escola Municipal de Ensino Fundamental “Stanislaw Zucoloto” Entidade Mantenedora: PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA Ato de Criação: 768/79 Ato de Aprovação: Res.: 051/99 de 23/04/99 – D.O. de 10/06/99 Rua Projetada, 36 – Bairro São Francisco – Tel.: (27) 3752-9045 Nova Venécia – ES Curso: Ensino Fundamental Série: 8° Ano Disciplina: HISTÓRIA Professor: Udison Brito Oliveira E-MAIL: udisbritto@bol.com.br HOME-PAGE: www.historiaemquestao.blogspot.com CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS 8° ANO MATUTINO Nº DE DATA DA ASSUNTOS SUB-TEMAS COMPONENTES APRESENTAÇÃO 8° A 8° B Revoluções • Ventos liberais varrem a Europa; Data 01:____/____/___ Data 01:_____/_____/____ Data 02:____/____/___ Data 02:_____/_____/____ agitam a Europa Data 03:____/____/___ Data 03:_____/_____/____ • A herança nacionalista; • A Europa das • As ondas revolucionárias de 1820 e 1830; 1º Grupo revoluções. • As revoluções de 1848; • A unificação da • A Itália para os italianos; Itália e da • A Prússia cria a Alemanha; Alemanha. • O articulador da unificação; • Estados Unidos: a • A marcha para o oeste; Guerra de • A formação de um país; Secessão. • A escravidão e a Guerra de Secessão; Revoluções • A necessidade de mudanças; agitam a Europa • Socialistas utópicos; 2º Grupo • Propostas de • O marxismo; transformação; • O anarquismo; • Novas formas de • O processo de secularização; ver o mundo; • A revolução técnica e científica; • A sensibilidade romântica; • Técnica ou poética? Brasil: da • As heranças de D. Pedro I; Regência ao • A Regência Trina Provisória; Segundo Reinado • A Regência Trina Permanente; Data 01:_____/_____/_____ Data 02:_____/_____/_____ Data 03:_____/_____/_____ • O período • Os partidos políticos durante a Regência; regencial (1831 – • A criação da Guarda Nacional; 3º Grupo 1840) • As reformas regenciais. • Os velhos e os novos partidos; • Da Regência Trina à Regência Una; • O golpe da maioridade; • O fim do período • As rebeliões regenciais; regencial; • A Revolta dos Malês; • A Balaiada; • A Cabanagem; • A Sabinada; • A Guerra dos Farrapos. Brasil: da • Detendo o “carro da revolução”; Regência ao • Liberais e conservadores no poder; Data 01:_____/_____/_____ Data 02:_____/_____/_____ Data 03:_____/_____/_____ Segundo Reinado • A guerra do Paraguai; • O Segundo • Conseqüências do conflito. 4º Grupo Reinado; • A expansão • O cafeeiro chegou ao Brasil; cafeeira no Brasil; • Do Vale do Paraíba ao Oeste Paulista; • A organização do cultivo; • Mudanças favorecidas pelo café.
  • 2. Data 01:_____/_____/_____ Brasil: da • A importância da mão-de-obra escrava; Data 02:_____/_____/_____ Data 03:_____/_____/_____ Regência ao • As pressões inglesas pelo fim do tráfico; Segundo Reinado • A lei Eusébio de Queiroz; 5º Grupo • A abolição do • O fim do tráfico e seus efeitos. tráfico negreiro; • Os imigrantes no • Imigrantes para o cultivo dos cafezais; Brasil; • O sonho de construir a América; • As primeiras experiências; • As colônias de parceria; • A imigração subvencionada. • A República • O longo governo de D. Pedro II; chega ao Brasil • A questão escravista; Data 01:_____/_____/_____ Data 02:_____/_____/_____ Data 03:_____/_____/_____ • A abolição lenta e gradual; • A questão • Cresce a campanha abolicionista; escravista; 6º Grupo • Os escravos depois da abolição; • Um golpe na monarquia; • A proclamação da • O movimento republicano; República no • A questão militar; Brasil; • O golpe de 15 de novembro; • A Guerra de • Uma epopéia no sertão da Bahia; Canudos; • Antônio Conselheiro, um peregrino do Sertão; • Igreja X religiosidade popular; • A formação de Canudos; • A guerra contra Canudos; Orientações para os grupos Da Formação dos Grupos 1º. Formação de Grupos heterogêneos - Os grupos deverão ser formados estabelecendo uma igualdade na quantidade de componentes de ambos os sexos. Ex.: grupos de 6 pessoas: 3 meninas e 3 meninos. 2º Após a formação do Grupo, devem imediatamente escolher um líder e um vice-líder, para que possam organizar e sanar dúvidas junto ao professor. § 1º - Devem ser escolhidos para tal função pessoas que disponham das seguintes características: - Dinâmico; - Comprometido com os estudos; - Responsável; - Estudioso e com boas notas; - Tenha espírito de liderança; - Organizado; 3º. Em comum acordo, devem escolher o tema a ser apresentado, sendo que o líder do grupo deve informar ao professor sobre a temática escolhida. 4º. Como critério para escolha do tema, em caso de grupos que tenham escolhido o mesmo tema prevalecerá: § 1º - O grupo que primeiro entregar a escolha do tema; § 2º - O grupo que tiver como líder a maior nota em História; § 3º - O grupo que estiver com menor número de componentes; Das etapas avaliativas do trabalho 5º. Os trabalhos compreendem três etapas avaliativas: § 1º. Preparação de toda a pesquisa e organização do grupo durante as aulas. § 2º. Elaboração de uma cartilha explicativa resumida do assunto, em versão impressa e eletrônica. § 3º. Apresentação do trabalho em sala de aula.
  • 3. Da pesquisa do Trabalho: 6º. Todos os assuntos do grupo devem ser pesquisados em livros de História 7ª Série do Ensino Fundamental, Enciclopédias como Barsa, Delta-Larrouse, Encarta, Almanaques, CR-r diversos, Vídeos, Documentários, Tele-aulas, na Internet etc... Da preparação do trabalho: 7º. O grupo deve: Preparar a apresentação do trabalho tendo em vista a utilização dos recursos didáticos e tecnológicos que a Escola dispõe, como por exemplo: Computador, Projetor Multimídia; Retro projetor, DVD, Vídeo Cassete, TV; § 1º. Do uso do computador – Power Point. A preparação dos slides deve ser feita a partir dos grupos que dispunham de recursos para a preparação. Para o uso do Projetor Multimídia, o agendamento deve ser feito diretamente com o professor ou a coordenadora do turno. § 2º. Do Retro projetor: Todo o material deve ser preparado pelo grupo, à escola não dispõe de xérox e impressão de transparências. § 3º Do uso de cartazes: O grupo deve preparar o maior número possível de cartazes, não ultrapassando o número de 10 para cada grupo. (Os cartazes devem ser escritos com letra legível, devendo-se evitar erros ortográficos, sendo que a ocorrência dos mesmos acarretará em prejuízos na nota do grupo e do aluno. Por tanto tenham a máxima atenção na confecção dos cartazes.). § 4º. Do uso de Murais e outros: podem ser utilizados outros recursos a critério do grupo como murais, fotos, pinturas, desenhos, quadros, gravuras, cartazes, legendas, exposição de objetos, preparação de tendas temáticas, ornamentações diversas que enfoquem o tema, etc... 8º. O grupo deve ensaiar várias vezes antes do dia da apresentação, possibilitando assim uma apresentação mais segura e sem leituras. 9º. Devem encontrar, preparar, selecionar e apresentar fatos importantes e curiosos sobre o contéudo a ser apresentado; 10°. Fazer desenhos ilustrativos para serem usados nas apresentações; 11°. Estudar o assunto todo, evitando divisões do trabalho, para que todos saibam do assunto, não se prendendo somente na sua parte, já prevendo a ausência de algum colega. DA APRESENTAÇÃO 12º. Preparar o ambiente onde ocorrerão as apresentações, arrumando da maneira que o grupo achar melhor, usando é claro, a criatividade. 13º. Arrumar o espaço com antecedência antes da aula, chegando mais cedo à escola e/ou pedindo ao professor a disponibilização da SALA. 14º. Fazer – Tornar a apresentação o mais dinâmica possível. Não encostando, na parede / Não fazer leitura do assunto (pois isso torna o assunto cansativo) Não decorar. Tente ao menos aprender, ensaiando na frente do espelho em casa, pois ele é a melhor platéia de ensaio. 15º. Cada grupo terá estipulado seu tempo para apresentação, sendo que este tempo é de 80 minutos para todos os grupos. DA FALTA NO DIA DA APRESENTAÇÃO. 16º. Ao aluno faltoso no dia da apresentação, deve-se justificar por escrito os motivos, se possível com antecedência ou até no dia da apresentação, para que possa ser analisado pelo professor. É imprescindível a apresentação de ATESTADO MÈDICO. 17º. A nova oportunidade para apresentação será cedida após confirmação dos fatos como verídicos, sendo que para tal, os alunos deverão apresentar o mesmo assunto do grupo em que fazia parte, sozinho. 18º. Ausência na apresentação somente com atestado médico apresentado na aula seguinte, o aluno faltoso fará prova de todo o conteúdo estudado. DA AVALIAÇÃO 19º. O trabalho será avaliado em três etapas etapas:
  • 4. § 1º. Durante a preparação do trabalho, no qual o líder do grupo é quem fará as observações e anotações, passando para o professor assim que achar necessário. § 2º. No momento da apresentação tendo uma nota individual do aluno e outra do grupo. Observando os seguintes critérios: APRESENTAÇÃO – ABORDAGEM DO TEMA – ENTONAÇÃO DA VOZ – CONTEXTUALIZAÇÃO - PARTICIPAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO GRUPO. § 3º. Na entrega das duas versões da CARTILHA EXPLICATIVA, no mesmo dia da apresentação. BIBLIOGRAFIA Entrar no site de busca www.google.com.br ou no www.cade.com.br e digitar o título do assunto. FICHA DE GRUPO Ordem de Apresentação:_______________ Assunto:__________________________________________________________________ Série:_______Turma:______Turno:______________Componentes: Líder____________ Vice_______________________________ CRITÉRIOS ORALIDADE ORGANIZAÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO DESEMPENHO SITUAÇÃO NO GRUPO NOMES Alguns critérios avaliativos 0. Não compareceu. 1. Péssimo – só leitura. Fala sem coerência. Tonalidade de voz pouco audível. 2. Ruim – preso ao papel – fez leituras. Não transmitiu nada, não falou de forma coerente. Não demonstrou aprendizagem. Não teve postura ao apresentar-se. Precisa de Recuperação. 3. Regular – Preso ao papel – não transmitiu as informações básicas. Mas teve postura. 4. Bom – Passou as informações básicas. Teve postura. Não prendeu a atenção da turma. Mostrou segurança ao explanar o assunto. 5. Ótimo – Domínio de Conteúdo, com postura correta, relacionou o assunto com temática atual, falou de forma seqüencial. 6. Excelente – Está pronto. Apresenta fala coerente, domínio do conteúdo, postura centralizadora, prendendo atenção dos colegas.
  • 5. ELABORAÇÃO DE REVISTA ELETRÔNICA A PARTIR DOS TEMAS SUGERIDOS ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE • A atividade será desenvolvida em três etapas. Introdução / 1ª fase: Os alunos deverão apresentar as informações pesquisadas previamente de acordo com os temas escolhidos. Desenvolvimento / 2ª fase: Numa segunda etapa, as equipes formadas deverão apresentar a pesquisa realizada ao professor e definir quais as seções estarão na revista. Nessa fase cada grupo deve chegar a uma conclusão final a respeito do tema que escolheu e que foi pesquisado previamente, a fim de compor uma seqüência lógica na montagem das revistas. Como sugestão acessem ao Blog História em Questão e acessem os exemplos de revistas eletrônicas que foram postados. A pesquisa individual deverá ser apresentada ao grupo e discutida por ele, durante a aula. Todos os alunos deverão se posicionar sobre os temas pesquisados, além de repassar ao grupo as contribuições e informações que considerar mais importantes na sua pesquisa. Conclusão / 3ª fase: A 3ª fase deverá ser realizada em grupo. Veja as etapas dessa fase do trabalho para a construção da revista, englobado os temas pesquisados individualmente ou em grupo. De preferência, se possível, todos os temas deverão ser contemplados. Dessa forma, esteja atento para os seguintes procedimentos: • Construção, pelo grupo, de uma pesquisa única que englobe os temas escolhidos que foram pesquisados individualmente. Cada aluno deverá apresentar o resultado de sua pesquisa que contribuirá para a construção da revista eletrônica. O grupo deverá escolher um título para a revista • Cada grupo deve eleger um coordenador para organizar o trabalho da montagem da revista • Todos os componentes da equipe devem participar da montagem, cabendo ao mediador dividir as funções, de acordo com as orientações e seções da revista. ESTRUTURA DO TRABALHO _ A revista deverão ter uma capa contendo o cabeçalho completo, seguindo a formatação abaixo: EMEF “Dr. Emir de Macedo Gomes” Disciplina: Alunos(as): Data: _ Todos os grupos farão a apresentação das revistas, no dia destinado para apresentação do grupo.. _ Os alunos devem levar em conta a estética da revista.
  • 6. Escola Municipal de Ensino Fundamental “Dr.Emir de Macedo Gomes” Disciplina de Ciências Física: Temperatura e Calor POR: Carla Renata Brito Coelho n° 06 Jeffersson Rodrigues da Cruz n° 16. Renato Moreira Valle n° 22 Thallys Vieira Vandinho n° 30 Wanderson Brioschi de La Marcha n° 42 7ª A Matutino Professor Udison Brito Oliveira Pinheiros-ES, 29 de maio de 2007