O Falcão Peregrino<br />
O falcão peregrino<br />Este é o falcão peregrino , o animal mais rápido do mundo. Pode chegar a 288 km/h em voo reto e 32...
As populações do norte são migradoras podendo percorrer cerca de 14500 km, daí o seu nome comum “Falcão-peregrino”. <br />...
O dorso apresenta um tom cinzento-azulado enquanto que o ventre e a zona interna das asas apresentam tonalidades claras co...
Prefere habitats em zonas montanhosas e vales fluviais podendo igualmente ser encontrado em cidades. Cria em saliências ro...
A sua proibição permitiu alguma recuperação da espécie nos últimos anos. Sendo igualmente sensível a perturbações no perío...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

falcão peregrino

1.178 visualizações

Publicada em

Trabalho do Rui Gusmão

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.178
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

falcão peregrino

  1. 1. O Falcão Peregrino<br />
  2. 2. O falcão peregrino<br />Este é o falcão peregrino , o animal mais rápido do mundo. Pode chegar a 288 km/h em voo reto e 322quilómetros por hora na sua descida. É um pássaro caçador grande com as costas acinzentadas, e a cabeça preta. Vive na América do Norte e faz migrações em todo lugar.<br />
  3. 3. As populações do norte são migradoras podendo percorrer cerca de 14500 km, daí o seu nome comum “Falcão-peregrino”. <br />É uma ave de rapina diurna de médio porte, com uma envergadura de 89 a 120 cm, sendo as fêmeas maiores e mais pesadas que os machos <br />
  4. 4. O dorso apresenta um tom cinzento-azulado enquanto que o ventre e a zona interna das asas apresentam tonalidades claras com barras escuras. <br />Identifica-se facilmente através da sua cabeça preta cinza com um “bigode “ escuro e um queixo branco.<br />No nosso país esta espécie está presente durante todo o ano e foi considerado como ”Vulnerável” no Livro Vermelho dos Vertebrados. <br />
  5. 5. Prefere habitats em zonas montanhosas e vales fluviais podendo igualmente ser encontrado em cidades. Cria em saliências rochosas nas encostas escarpadas e de difícil acesso.<br />Alimenta-se de aves de pequeno a médio porte, lançando-se em voo picado e alcançando, por vezes, uma velocidade próxima dos 300km/h! <br />As populações desta espécie sofreram um elevado declínio nos anos 50 e 60 devido à utilização de pesticidas organoclorados (DDT) na agricultura, estas substâncias acumuladas de ave para ave, presas potenciais desta espécie, provocaram o enfraquecimento da casca do ovo e consequente insucesso reprodutivo dos indivíduos. <br />
  6. 6. A sua proibição permitiu alguma recuperação da espécie nos últimos anos. Sendo igualmente sensível a perturbações no período de nidificação, a presença humana poderá levar ao abandono do ninho, inviabilizando o sucesso reprodutivo.<br />

×