SlideShare uma empresa Scribd logo
Rodrigo Ferreira Ra: 2007.111.38.6
Rodrigo Ferreira
Ra: 2007.111.38.6
Mais e porque Usar o Pingüim?????
Razões para usar Linux:
Vem com muitos aplicativos:
Quem instala Linux não precisa se
preocupar com aplicativos. Os que já
vem instalados com o sistema já são de
longe muito superiores aos programas
para Windows.
É mais seguro:
Não se tem vírus em Linux, e o sistema
não é tão visado pelos crackers quanto o
Windows. Além do que o sistema de
contas de usuários do linux – que foi
imitado pela microsoft no Windows
Vista provê uma camada extra de
segurança ao computador.
DRM não entra:
No linux, você é quem decide o que vai
fazer com seus arquivos de áudio e
vídeo. Sistemas de controle de direitos
autorais não tem espaço no mundo do
pingüim.
Razões para usar Linux:
Você sempre tem opções:
No linux, o usuário não fica preso as
decisões de um único fabricante. Há
sempre mais de uma opção para cada
componente do sistema.
A criptografia vem junto:
Criptografia de arquivos é um dos
recursos que a Microsoft oferece apenas
nas edições mais caras do Windows
Vista. No Linux você tem isso de graça.
Desde a versão 2.6.0 do kernel, faz parte
dele a CryptoAPI, interface de
programação com funções de
criptografia.
É ótimo para programar:
Diferentemente do Windows, o Linux já
vem com um conjunto básico de
compiladores – começando pelo
venerado GCC.
Razões para usar Linux:
É um sistema aberto:
Quem quer aprender como o sistema
funciona, tem acesso ao códifo fonte do
sistema e da maioria dos aplicativos
também.
Linuxistas sabem mais:
Uma consequência da natureza aberta do
linux e da troca de informações nas
comunidades do linux, fazem com que
os usuário adquirem um conhecimento
técnico muito maior.
Por exemplo compilar e editar arquivos
são tarefas que raramente usuários de
Windows e Mac se atrevem a encarar.
É gratis:
Tanto sistema operacional como
aplicativos são gratuitos, gerando uma
economia muito grande.
CentOS é uma distribuição Linux derivada de códigos fonte gratuitamente distribuídos
pela Red Hat Enterprise Linux, surgiu em meados de Maio de 2004 e mantida pelo
CentOS Project. O CentOS pode ser considerado então um sistema clone.
A numeração das versões é baseada na numeração do Red Hat Enterprise Linux. Por
exemplo, o CentOS 4 é baseado no Red Hat Enterprise Linux 4. A diferença básica
entre um e outro é o fornecimento de suporte pago na aquisição de um Red Hat.
O CentOS proporciona um grande acesso aos softwares padrão da indústria, incluindo
total compatibilidade com os pacotes de softwares preparados especificamente para os
sistemas da Red Hat Enterprise Linux. Isso lhe dá o mesmo nível de segurança e
suporte, através de updates, que outras soluções Linux Enterprise, porém sem custo.
Suporta tanto ambientes de servidores para aplicações de missão crítica quanto
ambientes de estações de trabalho e ainda possui uma versão Live CD.
CentOS possui numerosas vantagens, incluindo: uma comunidade ativa e crescente, um
rápido desenvolvimento e teste de pacotes, uma extensa rede para downloads,
desenvolvedores acessíveis, múltiplos canais de suporte incluindo suporte em
português e suporte comercial através de parceiros.
O Red Hat Enterprise Linux sempre se mostrou uma distribuição um pouco cara,
apesar de ser totalmente eficiente no seus principios de software de código aberto.
É com base nesse princípio que, surgiu a primeira versão do CentOS 2, baseado no
Red Hat Enterprise Linux 2.1. Desde então, a distribuição revelou-se uma opção
gratuita para as empresas que gostariam de contar com as vantagens técnicas do
Red Hat, mas que não tinham condições de pagar por sua licença, ou para aquelas
que simplesmente não necessitavam do suporte técnico da Red Hat.
Mesmo com uma razoável coleção de softwares espalhada nos 6 CDs do CentOS 5,
existe ainda uma grande quantidade de pacotes RPM (Red Hat Package Manager)
disponíveis em outros repositórios na Internet. Entre esses repositórios destaca-se o
RPMForge, com mais de 4.000 pacotes compatíveis com todas as versões do
CentOS.
O CentOS é muito utilizado em servidores e estações de trabalho onde é justamente
o foco do Sistema Operacional. Más nada o impede de ser instalado em Laptops e
Notebooks.
Ultima versão estável do CentOS:
Software Versão no CentOS 5.1 Última versão estável
Kernel 2.6.18 2.6.23
Mozilla Firefox 1.5.0.12 2.0.0.11
Mozilla Thuderbird 1.5.0.12 2.0.0.9
OpenOffice 2.0.4 2.3.1
Gnome 2.16 2.20
MySQL 5.0.22 5.0.51
PostgreSQL 8.1.9 8.2.6
Apache 2.2.3 2.2.6
PHP 5.1.6 5.2.5
Threads
Que significa linha de execução, consiste em uma forma de se dividir uma tarefa
em duas ou mais partes que podem então ser executadas simultaneamente. O
suporte ao threads é fornecido pelo própio sistema Operacional.
Buffering
Essa técnica consiste da utilização de uma parte da memória principal que chamamos
de Buffer para a transferência de dados utilizados nos dispositivos de E/S e a Memória.
Neste técnica podemos ler dados de um determinado dispositivo para o buffer para,
liberando então o dispositivo para uma nova leitura. Então temos o processador
manipulando o dado armazenado no buffer, e o dispositivo realizando um outra
operação de leitura simultaneamente.
Spooling
O Spooling (Simultaneous Peripherial Operation On-line) foi criado para aumentar a
concorrência e eficiência dos Sistemas Operacionais.
Por volta dos anos 50 quando se começou a utiliza-lo os programas do usuário era
submetidos um a um para o processamento pelo operador. Como a velocidade dos
processadores e muito superior aos dispositivos E/S, temos que a UCP ficaria então
muito tempo ociosa esperando os dispositivos terminarem suas tarefas.
O uso então do spooling permite essa desvinculação por exemplo de impressoras, onde
temos a liberação da impressora pelo sistemas sem atrapalhar na impressão correta dos
doumentos.
Estrutura do Sistema
Muitas distribuiçoes Linux surgem todos os dias mais somente algumas continuam
sendo atualizadas e utilizadas. Tudo isso ocorre porque pessoas com conhecimentos
técnicos podem fazer uam distribuição Linux, mais claro que não garante que ela
continuará sendo utilizada e atualizada.
A instalação do CentOS não é das mais simples, mais quem já tem algum conhecimento
no mundo Linux não terá muitos problemas em sua instalação e configuração.
Portanto esses desafios apresentados não somente no CentOS mais em muitas outras
distribuições Linux, fazem com que nós usuário tenhamos um aprendizado muito maior
do que somente utilizarmos sistemas baseados em janelas como é o caso do Windows.
Onde geramente so temos que ir clicando em avançar que praticamente tudo se faz
sozinho, totalmente guiado pelo Sistema Operacional.
Arquitetura do Sistema
Muitos programas ja vem instalados no CentOS, mais tambem podemos encontrar por
exemplo pacotes binários pré-compilados.
A atualização do sistema e de repósitorios no Centos 5.1 em diante é feiro
exclusivamente pelo Yum. O yum é um programa de gerenciamento de pacotes por
linha de comando para sistemas operacionais baseados em RPM.
Multiprocessadores
No Linux temos acesso a muitas coisas diferente em relação a outros sitemas
operacionais. Gostaria de destacar uma que me chamou muita atenção que é a
possibilidade de utilização de multiplas áres de trabalho que poderão ser
vizualizadas posteriormente.
Assim como seu pai pago(Red hat), o CentOS tem suporte total Multi-Core,
HyperThreading e multiplos processadores.
Bibliografias:
http:// www .centos.org
Pagina Oficial do Projeto
http://www.ha-mc.org/?q=node/1
Pagina sobre CentOS em Português
Agradeço a todos pela atenção!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História do linux ppt
História do linux pptHistória do linux ppt
História do linux ppt
shade09
 
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux
Sistemas Operacionais - Gnu/LinuxSistemas Operacionais - Gnu/Linux
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux
Luiz Arthur
 
Trabalho sobre linux-Denise Guimarães
Trabalho sobre linux-Denise GuimarãesTrabalho sobre linux-Denise Guimarães
Trabalho sobre linux-Denise Guimarães
Cassandra Cristina
 
So alexandra nunes
So alexandra nunesSo alexandra nunes
So alexandra nunes
xaninha123
 
Sistemas Operativos Linux e os suas versões
Sistemas Operativos Linux e os suas versõesSistemas Operativos Linux e os suas versões
Sistemas Operativos Linux e os suas versões
xaninha123
 
Guia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresa
Guia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresaGuia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresa
Guia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresa
SoftD Abreu
 

Mais procurados (20)

Linux Redes e Servidores - guia pratico
Linux  Redes e Servidores - guia pratico Linux  Redes e Servidores - guia pratico
Linux Redes e Servidores - guia pratico
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linux
 
História do linux ppt
História do linux pptHistória do linux ppt
História do linux ppt
 
So-mod-4
So-mod-4So-mod-4
So-mod-4
 
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux
Sistemas Operacionais - Gnu/LinuxSistemas Operacionais - Gnu/Linux
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux
 
Introdução ao Linux
Introdução ao LinuxIntrodução ao Linux
Introdução ao Linux
 
Trabalho sobre linux-Denise Guimarães
Trabalho sobre linux-Denise GuimarãesTrabalho sobre linux-Denise Guimarães
Trabalho sobre linux-Denise Guimarães
 
Linux basico ubuntu
Linux basico ubuntuLinux basico ubuntu
Linux basico ubuntu
 
Trabalho OpenSUSe
Trabalho OpenSUSeTrabalho OpenSUSe
Trabalho OpenSUSe
 
ZFS Filesystem
ZFS FilesystemZFS Filesystem
ZFS Filesystem
 
apostila linux
apostila linuxapostila linux
apostila linux
 
Gerenciamento na nuvem e System Center
Gerenciamento na nuvem e System CenterGerenciamento na nuvem e System Center
Gerenciamento na nuvem e System Center
 
Introdução Linux
Introdução LinuxIntrodução Linux
Introdução Linux
 
So alexandra nunes
So alexandra nunesSo alexandra nunes
So alexandra nunes
 
Sistemas Operativos Linux e os suas versões
Sistemas Operativos Linux e os suas versõesSistemas Operativos Linux e os suas versões
Sistemas Operativos Linux e os suas versões
 
Linux Ubuntu
Linux   UbuntuLinux   Ubuntu
Linux Ubuntu
 
Linux X Windows
Linux X WindowsLinux X Windows
Linux X Windows
 
Guia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresa
Guia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresaGuia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresa
Guia de configuração de um servidor linux para utilização em uma pequena empresa
 
Debian para servidores
Debian para servidoresDebian para servidores
Debian para servidores
 
Linux Educacional 4.0
Linux Educacional 4.0Linux Educacional 4.0
Linux Educacional 4.0
 

Destaque

Certificate of Completion
Certificate of CompletionCertificate of Completion
Certificate of Completion
FRANK PATURZO
 
Evaluación de los aprendizajes
Evaluación de los aprendizajes Evaluación de los aprendizajes
Evaluación de los aprendizajes
yesicayas
 
Petar Mijatovic Radna Biografija
Petar Mijatovic Radna BiografijaPetar Mijatovic Radna Biografija
Petar Mijatovic Radna Biografija
Petar Mijatovic
 
Areas de la vida
Areas de la vidaAreas de la vida
Areas de la vida
KawsayKAVG
 

Destaque (20)

Certificate of Completion
Certificate of CompletionCertificate of Completion
Certificate of Completion
 
Evaluación de los aprendizajes
Evaluación de los aprendizajes Evaluación de los aprendizajes
Evaluación de los aprendizajes
 
Tp ppt
Tp pptTp ppt
Tp ppt
 
Centox
CentoxCentox
Centox
 
Cxs 042s
Cxs 042sCxs 042s
Cxs 042s
 
^^ Astrology findings @ star satturn segment ^^ ( newer up dates ) .
^^ Astrology findings @ star satturn segment ^^ ( newer up dates )  .^^ Astrology findings @ star satturn segment ^^ ( newer up dates )  .
^^ Astrology findings @ star satturn segment ^^ ( newer up dates ) .
 
Naser makarem shirazi falsafa e taqayya
Naser makarem shirazi   falsafa e taqayyaNaser makarem shirazi   falsafa e taqayya
Naser makarem shirazi falsafa e taqayya
 
Ética en las TIC
Ética en las TICÉtica en las TIC
Ética en las TIC
 
Beauty health-care-corporation
Beauty health-care-corporationBeauty health-care-corporation
Beauty health-care-corporation
 
Power sobre la tierra
Power sobre la tierraPower sobre la tierra
Power sobre la tierra
 
xentox
xentoxxentox
xentox
 
Piattaforma di servizi della PA - Immigrazione
Piattaforma di servizi della PA - ImmigrazionePiattaforma di servizi della PA - Immigrazione
Piattaforma di servizi della PA - Immigrazione
 
Naav ( ਨਾਂਵ )
Naav ( ਨਾਂਵ )Naav ( ਨਾਂਵ )
Naav ( ਨਾਂਵ )
 
Ensayo sobre el tema p.c
Ensayo sobre el tema p.cEnsayo sobre el tema p.c
Ensayo sobre el tema p.c
 
Petar Mijatovic Radna Biografija
Petar Mijatovic Radna BiografijaPetar Mijatovic Radna Biografija
Petar Mijatovic Radna Biografija
 
Bottled Water Legislative Requirements_2004
Bottled Water Legislative Requirements_2004Bottled Water Legislative Requirements_2004
Bottled Water Legislative Requirements_2004
 
Mutta aur us ki haqeeqat
Mutta aur us ki haqeeqatMutta aur us ki haqeeqat
Mutta aur us ki haqeeqat
 
Open suse
Open suseOpen suse
Open suse
 
Hercules
HerculesHercules
Hercules
 
Areas de la vida
Areas de la vidaAreas de la vida
Areas de la vida
 

Semelhante a snto

Sistemas operacionais linux
Sistemas operacionais linuxSistemas operacionais linux
Sistemas operacionais linux
Leandro Lemes
 
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's FanaticApresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Jordan Claussen
 
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's FanaticApresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Jordan Claussen
 

Semelhante a snto (20)

A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
 
Linux
LinuxLinux
Linux
 
Linux
LinuxLinux
Linux
 
Sistemas operacionais linux
Sistemas operacionais linuxSistemas operacionais linux
Sistemas operacionais linux
 
Apresentação Semi-Final
Apresentação Semi-FinalApresentação Semi-Final
Apresentação Semi-Final
 
linux: um pouco sobre ele e como aprender .pdf
linux: um pouco sobre ele e como aprender .pdflinux: um pouco sobre ele e como aprender .pdf
linux: um pouco sobre ele e como aprender .pdf
 
1 - Introdução ao linux
1 - Introdução ao linux1 - Introdução ao linux
1 - Introdução ao linux
 
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
 
tutorial nagios
tutorial nagiostutorial nagios
tutorial nagios
 
Suse - GNU/Linux
Suse - GNU/LinuxSuse - GNU/Linux
Suse - GNU/Linux
 
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's FanaticApresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
 
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's FanaticApresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
Apresentação Final Ambientes Operacionais - Biblio's Fanatic
 
AdministraçãO Gnu Linux
AdministraçãO Gnu LinuxAdministraçãO Gnu Linux
AdministraçãO Gnu Linux
 
Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
 
Apresentacao Suse
Apresentacao SuseApresentacao Suse
Apresentacao Suse
 
ApresentaçãO2 Sistema Operacional
ApresentaçãO2  Sistema OperacionalApresentaçãO2  Sistema Operacional
ApresentaçãO2 Sistema Operacional
 
Sistemas Operativos
Sistemas OperativosSistemas Operativos
Sistemas Operativos
 
Sistema Operativo ^-^
Sistema Operativo ^-^Sistema Operativo ^-^
Sistema Operativo ^-^
 
Fedora Linux - Informática
Fedora Linux - InformáticaFedora Linux - Informática
Fedora Linux - Informática
 
Cento2
Cento2Cento2
Cento2
 

Mais de emichario sntos (20)

Tabla hn°55555
Tabla hn°55555Tabla hn°55555
Tabla hn°55555
 
3ra tecnologiaas
3ra tecnologiaas3ra tecnologiaas
3ra tecnologiaas
 
cracai
cracaicracai
cracai
 
El plan
El planEl plan
El plan
 
Resume26546
Resume26546Resume26546
Resume26546
 
Memoria ppt
Memoria pptMemoria ppt
Memoria ppt
 
Informatica fisica 2004
Informatica fisica 2004Informatica fisica 2004
Informatica fisica 2004
 
Click1 guia didactica
Click1 guia didacticaClick1 guia didactica
Click1 guia didactica
 
Dir 655 reva-manual
Dir 655 reva-manualDir 655 reva-manual
Dir 655 reva-manual
 
Dir 655 manual-esp
Dir 655 manual-espDir 655 manual-esp
Dir 655 manual-esp
 
Tecnico en sistemas
Tecnico en sistemasTecnico en sistemas
Tecnico en sistemas
 
Plandeclase2013 131212062610-phpapp02
Plandeclase2013 131212062610-phpapp02Plandeclase2013 131212062610-phpapp02
Plandeclase2013 131212062610-phpapp02
 
Manual instalacion max7.5
Manual instalacion max7.5Manual instalacion max7.5
Manual instalacion max7.5
 
calificaiones
calificaionescalificaiones
calificaiones
 
competensoas
competensoascompetensoas
competensoas
 
cuadro notas
cuadro notascuadro notas
cuadro notas
 
ninas emarazadas
ninas emarazadasninas emarazadas
ninas emarazadas
 
Practica
PracticaPractica
Practica
 
Ii0708 tema1
Ii0708 tema1Ii0708 tema1
Ii0708 tema1
 
Ejercicios calc1 (1)
Ejercicios calc1 (1)Ejercicios calc1 (1)
Ejercicios calc1 (1)
 

snto

  • 1. Rodrigo Ferreira Ra: 2007.111.38.6 Rodrigo Ferreira Ra: 2007.111.38.6
  • 2. Mais e porque Usar o Pingüim?????
  • 3. Razões para usar Linux: Vem com muitos aplicativos: Quem instala Linux não precisa se preocupar com aplicativos. Os que já vem instalados com o sistema já são de longe muito superiores aos programas para Windows. É mais seguro: Não se tem vírus em Linux, e o sistema não é tão visado pelos crackers quanto o Windows. Além do que o sistema de contas de usuários do linux – que foi imitado pela microsoft no Windows Vista provê uma camada extra de segurança ao computador. DRM não entra: No linux, você é quem decide o que vai fazer com seus arquivos de áudio e vídeo. Sistemas de controle de direitos autorais não tem espaço no mundo do pingüim.
  • 4. Razões para usar Linux: Você sempre tem opções: No linux, o usuário não fica preso as decisões de um único fabricante. Há sempre mais de uma opção para cada componente do sistema. A criptografia vem junto: Criptografia de arquivos é um dos recursos que a Microsoft oferece apenas nas edições mais caras do Windows Vista. No Linux você tem isso de graça. Desde a versão 2.6.0 do kernel, faz parte dele a CryptoAPI, interface de programação com funções de criptografia. É ótimo para programar: Diferentemente do Windows, o Linux já vem com um conjunto básico de compiladores – começando pelo venerado GCC.
  • 5. Razões para usar Linux: É um sistema aberto: Quem quer aprender como o sistema funciona, tem acesso ao códifo fonte do sistema e da maioria dos aplicativos também. Linuxistas sabem mais: Uma consequência da natureza aberta do linux e da troca de informações nas comunidades do linux, fazem com que os usuário adquirem um conhecimento técnico muito maior. Por exemplo compilar e editar arquivos são tarefas que raramente usuários de Windows e Mac se atrevem a encarar. É gratis: Tanto sistema operacional como aplicativos são gratuitos, gerando uma economia muito grande.
  • 6. CentOS é uma distribuição Linux derivada de códigos fonte gratuitamente distribuídos pela Red Hat Enterprise Linux, surgiu em meados de Maio de 2004 e mantida pelo CentOS Project. O CentOS pode ser considerado então um sistema clone. A numeração das versões é baseada na numeração do Red Hat Enterprise Linux. Por exemplo, o CentOS 4 é baseado no Red Hat Enterprise Linux 4. A diferença básica entre um e outro é o fornecimento de suporte pago na aquisição de um Red Hat. O CentOS proporciona um grande acesso aos softwares padrão da indústria, incluindo total compatibilidade com os pacotes de softwares preparados especificamente para os sistemas da Red Hat Enterprise Linux. Isso lhe dá o mesmo nível de segurança e suporte, através de updates, que outras soluções Linux Enterprise, porém sem custo. Suporta tanto ambientes de servidores para aplicações de missão crítica quanto ambientes de estações de trabalho e ainda possui uma versão Live CD. CentOS possui numerosas vantagens, incluindo: uma comunidade ativa e crescente, um rápido desenvolvimento e teste de pacotes, uma extensa rede para downloads, desenvolvedores acessíveis, múltiplos canais de suporte incluindo suporte em português e suporte comercial através de parceiros.
  • 7. O Red Hat Enterprise Linux sempre se mostrou uma distribuição um pouco cara, apesar de ser totalmente eficiente no seus principios de software de código aberto. É com base nesse princípio que, surgiu a primeira versão do CentOS 2, baseado no Red Hat Enterprise Linux 2.1. Desde então, a distribuição revelou-se uma opção gratuita para as empresas que gostariam de contar com as vantagens técnicas do Red Hat, mas que não tinham condições de pagar por sua licença, ou para aquelas que simplesmente não necessitavam do suporte técnico da Red Hat. Mesmo com uma razoável coleção de softwares espalhada nos 6 CDs do CentOS 5, existe ainda uma grande quantidade de pacotes RPM (Red Hat Package Manager) disponíveis em outros repositórios na Internet. Entre esses repositórios destaca-se o RPMForge, com mais de 4.000 pacotes compatíveis com todas as versões do CentOS. O CentOS é muito utilizado em servidores e estações de trabalho onde é justamente o foco do Sistema Operacional. Más nada o impede de ser instalado em Laptops e Notebooks.
  • 8. Ultima versão estável do CentOS: Software Versão no CentOS 5.1 Última versão estável Kernel 2.6.18 2.6.23 Mozilla Firefox 1.5.0.12 2.0.0.11 Mozilla Thuderbird 1.5.0.12 2.0.0.9 OpenOffice 2.0.4 2.3.1 Gnome 2.16 2.20 MySQL 5.0.22 5.0.51 PostgreSQL 8.1.9 8.2.6 Apache 2.2.3 2.2.6 PHP 5.1.6 5.2.5
  • 9. Threads Que significa linha de execução, consiste em uma forma de se dividir uma tarefa em duas ou mais partes que podem então ser executadas simultaneamente. O suporte ao threads é fornecido pelo própio sistema Operacional.
  • 10. Buffering Essa técnica consiste da utilização de uma parte da memória principal que chamamos de Buffer para a transferência de dados utilizados nos dispositivos de E/S e a Memória. Neste técnica podemos ler dados de um determinado dispositivo para o buffer para, liberando então o dispositivo para uma nova leitura. Então temos o processador manipulando o dado armazenado no buffer, e o dispositivo realizando um outra operação de leitura simultaneamente.
  • 11. Spooling O Spooling (Simultaneous Peripherial Operation On-line) foi criado para aumentar a concorrência e eficiência dos Sistemas Operacionais. Por volta dos anos 50 quando se começou a utiliza-lo os programas do usuário era submetidos um a um para o processamento pelo operador. Como a velocidade dos processadores e muito superior aos dispositivos E/S, temos que a UCP ficaria então muito tempo ociosa esperando os dispositivos terminarem suas tarefas. O uso então do spooling permite essa desvinculação por exemplo de impressoras, onde temos a liberação da impressora pelo sistemas sem atrapalhar na impressão correta dos doumentos.
  • 12. Estrutura do Sistema Muitas distribuiçoes Linux surgem todos os dias mais somente algumas continuam sendo atualizadas e utilizadas. Tudo isso ocorre porque pessoas com conhecimentos técnicos podem fazer uam distribuição Linux, mais claro que não garante que ela continuará sendo utilizada e atualizada. A instalação do CentOS não é das mais simples, mais quem já tem algum conhecimento no mundo Linux não terá muitos problemas em sua instalação e configuração. Portanto esses desafios apresentados não somente no CentOS mais em muitas outras distribuições Linux, fazem com que nós usuário tenhamos um aprendizado muito maior do que somente utilizarmos sistemas baseados em janelas como é o caso do Windows. Onde geramente so temos que ir clicando em avançar que praticamente tudo se faz sozinho, totalmente guiado pelo Sistema Operacional.
  • 13. Arquitetura do Sistema Muitos programas ja vem instalados no CentOS, mais tambem podemos encontrar por exemplo pacotes binários pré-compilados. A atualização do sistema e de repósitorios no Centos 5.1 em diante é feiro exclusivamente pelo Yum. O yum é um programa de gerenciamento de pacotes por linha de comando para sistemas operacionais baseados em RPM.
  • 14. Multiprocessadores No Linux temos acesso a muitas coisas diferente em relação a outros sitemas operacionais. Gostaria de destacar uma que me chamou muita atenção que é a possibilidade de utilização de multiplas áres de trabalho que poderão ser vizualizadas posteriormente. Assim como seu pai pago(Red hat), o CentOS tem suporte total Multi-Core, HyperThreading e multiplos processadores.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. Bibliografias: http:// www .centos.org Pagina Oficial do Projeto http://www.ha-mc.org/?q=node/1 Pagina sobre CentOS em Português
  • 24. Agradeço a todos pela atenção!